Indomável

Indomável Julia Quinn




Resenhas - Indomável


83 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


spoiler visualizar
comentários(0)comente



LuizaSH 23/01/2022

Dunford é o melhor amigo de Alex e Belle, protagonistas dos livros anteriores. Agora ganha seu destaque neste último livro da série.
Dunford herda um baronato na Cornualha, após a morte de um primo distante. Chegando lá ele conhece Hanrietta, ou Henry, uma moça que há muitos anos vive no local, tanto que virou uma administradora do lugar. Porém a moça é um tanto peculiar, já que prefere usar calças e camisa a vestidos e bota a mão na massa, por assim dizer.
Preferi o Dunford como personagem secundário nos outros livros que neste vindo à frente e virando principal, Henry também me irritou um pouco Principalmente o final da história, muita conversa - ou mesmo briga - ficou de lado pra focar em cena de pegação que não tinha o menor cabimento naquele momento. Mas se dá um desconto quando se tem em mente que foi um dos primeiros livros que a Julia Quinn escreveu na carreira, e a evolução desde então é notável.
comentários(0)comente



Myle 22/01/2022

Bom, mas não excelente
Esse livro me decepcionou. Depois das duas mocinhas iniciais, eu esperava mais da Henry, até porque, o nome da série já diz, são Damas Rebeldes e, sinceramente, de rebelde Henry tem nada, ela é bem chata, me irritou do início ao fim, com sua insegurança extrema e infantilidade. Dunford merecia mais no livro dele, depois de encantar todos nos dois primeiros, acho que o livro deixou um pouco a desejar, para os dois personagens.
comentários(0)comente



Manu 21/01/2022

Foi o que eu menos gostei da saga toda, achei o início um pouco cansativo, com diálogos longos e cansativos, assim como em algumas partes do decorrer do livro, mas depois deu uma fluida com foram para Londres, gostei da convivência da Henry com a Belle, a amizade que elas construíram, como também com a Emma. Gostei do casal, que eram cão e gato e criaram uma amizade depois. A leitura de Júlia Quinn flui bem rápido, mas esse não foi um dos melhores livros.
comentários(0)comente



Gih 21/01/2022

Último livro da trilogia
Indomável é o terceiro e último livro da trilogia Damas Rebeldes de Julia Quinn. Foi a primeira trilogia da autora e podemos perceber isso na escrita que apesar de ser em terceira pessoa, ela intercala na visão de vários personagens em uma única cena. Gostei da dinâmica, apesar de confusa, deixou a história mais leve e divertida, a leitura fluiu muito.
Como nos livros anteriores, Julia Quinn apresenta uma protagonista determinada e totalmente fora dos padrões da sociedade. Henrietta Barrett ou Henry como gosta de ser chamada, possui uma personalidade forte, sempre ignorando as regras impostas pela sociedade. Desde pequena ela administra pessoalmente a propriedade de seu tutor, localizada em Cornualha. Ela ama a vida no campo, administrar a propriedade é sua vida. Mas quando seu guardião morre, Henry se vê de frente a um homem que pode ameaçar tudo e todos que ela ama. Agora ela precisa elaborar um plano para continuar a administrar a propriedade sem interferências do novo Lorde.
O único ponto negativo desse livro é que embora eu tenha amado Henry, os últimos capítulos me deixaram irritada com suas atitudes. Toda a situação poderia ter sido resolvida se os personagens tivessem sentado e conversado com sinceridade, mas é claro que não poderia ser tão simples assim.
Sobre o nosso querido protagonista, Dunford é um personagem recorrente nos livros anteriores e estava ansiosa para ler o seu livro. A vida libertina e calma que ele vivia muda drasticamente quando se encontra com Henry. A química entre os protagonistas é notável e eu adorei a interação dos dois.
Na minha opinião, três não é uma nota baixa, daria mais se não fosse pelo plot final, mas apesar disso amei a história, e William definitivamente está na minha lista de crushes fictícios.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Koala Leitora 16/01/2022

Henry, quem diria.
Henry viveu sua vida em Stannage Park usando calças e sendo tudo, menos uma moça perfeita como as damas da alta sociedade, mesmo que mantendo um pouco de sua vaidade, a jovem sempre preferiu o não convencional, até o falecimento do seu tutor e a chegada do novo. O dono atual de Stannage Park é nada mais, nada menos que o homem mais bonito que Henry já viu, mas isso não quer dizer que ela queira que ele continue em seu lar, por isso mesmo já traçou planos infalíveis para vê-lo sair correndo o quanto antes, ela só não contava com a inteligência dele.
Dunford nunca sonhou em herdar um baronato, ainda mais de um parente tão distante, mas quando a responsabilidade cai em suas mãos ele abraça a alternativa e vai conhecer seu novo lar. O que ele não esperava era se deparar com uma jovem atrevida e espirituosa que mexe com seus sentidos de forma única, principalmente quando sai andando pela propriedade como um menino.

?Não sei por que as pessoas insistem em achar que nós somos inferiores, quando está muito claro que eles é que têm a mente mais fraca.?

Com o novo arranjo na vida de ambos, eles precisaram desvendar quais sentimentos rondam seus pensamentos e como de fato querem ser vistos um pelo outro, o caminho até decidirem será de diversão, reconhecimento e descobrimento de sentimentos que para eles são difíceis de lidar.
Narrado em terceira pessoa, a trajetória do casal é cercada de romance, descobertas, segredos e principalmente diversão, em meio ao fato de precisarem se conhecer, ambos se divertem com tudo que descobre e desvendam sobre o outro.

?Nem sempre é preciso beijar muitos sapos para reconhecer um príncipe quando encontramos.?

Mais uma vez Julia Quinn consegue prender o leitor em um romance envolvente, apaixonante e cheio de reviravoltas sensacionais, apresentando uma jovem totalmente fora dos padrões londrinos da época e um duque que embora seja um libertino, está longe de ser igual aos outros.
Se eu me apaixonei? Nem preciso dizer que queria conhecer mais damas rebeldes, não é mesmo? Mas Emma, Belle e agora Henry, me renderam um coração cheinho de afeto.
Jady 16/01/2022minha estante
Já quero ler




Fran 15/01/2022

Curti a leitura, gostei do jeito que se aproximaram, firam se conhecendo e se apaixonando..
Achei Henry meio toda, devido aos desentendimentos.. mas depois, pensando bem, naquela época acredito que as moças realmente eram mais ingênuas e sem muita voz. Tinham medo.

Sofri com Dunford.. ele não merecia..
??
comentários(0)comente



Desteves 15/01/2022

Indomável traz o frescor de um romance inocente
Vou ser bem sincera, indomável é uma das leituras que eu estava com mais ânsia em ler, pois Explêndida e Brilhante foram magníficas,e quando soube que haveria um terceiro livro isso me excitou demais.

JQ sempre trás personagens que nos cativa desde o início, e não foi diferente com Henry, uma moça que vive em local afastado e isolado e gerência prontamente sozinha uma propriedade, gostei de Henry desde o momento que apareceu,ela é altiva, empenhada e possui um brilho próprio,mesmo que de início achei ela bem precipitada em suas atitudes. Ao decorrer de seu desenvolvimento ela demonstra ser mais cativante ainda, não deixando nosso querido Dunford não percebe- lá e começar a prestar cada vez mais atenção nela.

Dunford sempre perfeito, adorei como em todos os momentos desde que bateu os olhos em Henry ele se dispôs a cuidar e protegê-la, assim mostrando uma faceta um tanto nova para nós.

Ambos tem uma ótima desenvoltura, mesmo que aparentemente JQ deixou eles a deriva,o que resultou em um final muito acelerado,assim, atropelando os acontecimentos ( o que me decepcionou).

Entretanto indomável nós trás um casal mais do que compatível que desejamos ver juntos o mais rápido possível, e ainda as aparições de Emma e Belle, para dar aquele toque único que elas tem.
comentários(0)comente



jéss 14/01/2022

Tudo pra ser o melhor
Comecei indomável animada, em geral acho a escrita da autora fluida e fácil, entretanto ao longo da leitura me deparei com diversos diálogos fracos, que pareciam ser escritos por alguma criança apaixonada!
O livro tem um bom ritmo de leitura e é valido para quem gosta da autora, mas dos 3 para mim o melhor é o segundo da Belle
comentários(0)comente



Louquinhaporleitura 14/01/2022

Não é ruim, mas definitivamente não é o melhor livro, em algumas ocasiões eu achei que o Dunford parecia outra pessoa, tipo ??? E também achei aleatório o livro ser dele quando os dois primeiros são da Emma e da Belle, que são primas e na minha cabeça esse ia ser do irmão da Belle, foi do amigo da Belle ???
comentários(0)comente



Natalia.Neves 14/01/2022

PERFEITOS
Nem me lembro da última vez que um livro me deixou sem ar e esse de fato várias vezes tive que pausar a leitura para que eu voltasse ao mundo real. Lembrando assim o quanto é gostoso de ler e sair um pouco da realidade.

Julia Quinn em todos os que li até hoje, não errou em nenhum. Um pouco enfadonho no começo mas do meio para o fim, sem palavras. Foi o primeiro casal que não passei pano, vou ter a fanfic de Henry e Ned. E cadê um final para o Ned? Necessito na minha mesa, Julia!!
Júnior 14/01/2022minha estante
Esse eu tenho que ler.




Elle 13/01/2022

Me surpreendeu! É o melhor da trilogia
O terceiro livro da trilogia Damas Rebeldes traz uma história muito incomum, com personagens deliciosamente divertidos e um romance enlouquecedor!

Quando eu comprei esse livro, não estava esperando nada muito incrível - até porque eu já tinha lido os 2 primeiros e sabia que as primeiras histórias da rainha Quinn não era lá muito originais ou bem desenvolvidas, por isso me surpreendi muito com Indomável.

Agora que eu conheci a Henry, ela definitivamente se tornou minha mocinha preferida do universo da Julia. Divertida, tagalera, não tem medo de trabalho - na verdade gosta, meio solitária e tem medos que todos nós temos.

O livro trás três "tempos", algo que gostei muito - na Cornualha, quando Henry tenta expulsar Dunford de qualquer maneira (a parte do chiqueiro foi realmente ótima ?), em Londres (quando o romance começa a aflorar ??) e depois de volta na Cornualha, quando algo acontece e os problemas sérios começam a surgir ????? (não nego que chorei junto com a Henry).

É um livro que desenvolveu muito bem os personagens principais e por ter me trago tantas emoções (eu ri tanto que chorei e também chorei de tristeza ?), foi o meu preferido da trilogia. Vale muito a pena ler!
comentários(0)comente



Jessica Lucena 12/01/2022

Indomável
Henry é perfeita, amorosa na medida certa, inteligente e sabe o que quer. Não vou mentir que fiquei chocada com o comportamento de Dunford, jamais esperaria esse tipo de coisa dele e fiquei com muita raiva dele em alguns momentos. Como em, quase, todo romance de época se eles apenas conversassem as coisas teriam se resolvido logo kkkkkkkk. Independente de muitas coisas gostei muito da leitura e recomendo demais.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



83 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR