O Homem Que Morreu Duas Vezes

O Homem Que Morreu Duas Vezes Richard Osman




Resenhas - O Homem Que Morreu Duas Vezes


45 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Rodolfo.Ferreira 19/09/2021

Inteligente, ambicioso e divertido.
Que livro bom e gostoso de ler! Achei infinitamente superior ao Clube do Crime das quintas-feiras. Os personagens estão mais reais, divertidos e cativantes e os mistérios cada vez melhores. Cada personagem funciona muito bem. Um livro para reler e se divertir novamente! Acho interessante o estilo único do autor, a narrativa e enredo são muito originais.
Michely 19/09/2021minha estante
Gostei! Não tinha ouvido falar nesse livro ainda.




Rute 08/11/2021

Tão bom quanto o primeiro
O segundo livro é tão bom quanto o seu antecessor, o clube do crime das quintas feiras. A narrativa é ótima.
comentários(0)comente



Ana Lara 11/10/2021

Como não amar esses protagonistas?
O HOMEM QUE MORREU DUAS VEZES
Autor: Richard Osman
Editora: Intrínseca
5, 50, 1000?

E aqui vamos nós com mais uma história sensacional do Clube do Crime das Quintas-Feiras com os velhinhos mais adoráveis do mundo literário: Joyce, Elizabeth, Ron e Ibrahim.
Desta vez o Clube está envolvido com um roubo milionário de diamantes e terão que lidar com a máfia americana, um criminoso perigosíssimo, a traficante local da cidade e o serviço secreto inglês.

? Sério, não sei como vivi até 2021 sem o Clube do Crime e sem meus velhinhos amados, em especial a Joyce.

? Gostei desse livro ainda mais do que do primeiro.

? A história é ágil, dinâmica, com muitos diálogos (que muitas vezes não fazem o menor sentido) e com Donna e Chris, os policiais locais, aparecendo mais e conquistando seu espaço e os leitores.

? Bogodan, o faz-tudo do grupo tem papel fundamental na história e por vezes chorei de rir com ele, Joyce e Ibrahim.

? Velhinhos na faixa dos 70 anos ativos e em pleno gozo das faculdades físicas e mentais como o quarteto é algo plenamente e cada vez mais possível hoje em dia.

? Vale ressaltar que a amizade entre os quatro os resgatou de uma velhice e uma aposentadoria monótona, tranquila e pacata.

? Eles se importam uns com os outros, compram as brigas e mágoas uns dos outros e são os politicamente incorretos mais perdoáveis e justificáveis da minha vida.

? Joyce é minha integrante predileta, a que mais me comove e me faz rir e uma passagem dela com a filha arrancou algumas lágrimas minhas e me fez ligar para minha mãe na mesma hora e dizer que eu a amo muito.

? No mais, o livro é perfeito de verdade!
comentários(0)comente



ferdy 12/11/2021

Perfeito!
Que livro DELICIOSO! Estava receosa com o segundo livro, já que o primeiro foi incrível. Mas não deixou NADA a desejar. Eu amo meus velhinhos ainda mais, e já sinto falta da companhia diária deles ??
comentários(0)comente



Maria.Eduarda 07/11/2021

Queria fazer parte desse clube!
Esse é o tipo de livro que me deixa meio triste no final. Me apeguei a todos os personagens desde o Clube do Crime das Quintas-feiras, todos são divertidíssimos e os dois livros são incríveis.
comentários(0)comente



alissonnn 01/11/2021

O Clube do Crime das Quintas-feiras é simplesmente perfeito e foi uma das minhas leituras favoritas desse ano, e O homem que morreu duas vezes não poderia ser diferente.

Esse livro é tão bom, a narrativa tão incrível, os personagens tão característicos e marcantes que eu fico impressionado com o talento do Richard Osman. Ele é um escritor incrível!

Esse livro tem muitos pontos altos e eu diria com toda certeza que o maior deles é a dinâmica da Elizabeth e da Joyce. Essas duas são a cereja do bolo na minha opinião, sempre que eu começo a ler alguma mini-aventura que as duas estão protagonizando eu já fico rindo do nada.

Amei como o Richard conservou os personagens do primeiro livro e como ele incrementou novos sem deixar de ser perfeito em construir suas relações. Esse livro não tem defeitos.

É muito estranho terminar amando os moradores de Coopers Chase porque porque sinto que conheço todos eles hahaha

Eu realmente amei esse livro e não tem como não recomendar com todo meu coração a leitura (e também pedir pra você seguir a Joyce no Instagram)
comentários(0)comente



Kellynha 22/10/2021

Super recomendo
Que livro empolgante, e que velhinhos mais fofos, sério esse livro foi além das minhas expectativas, super recomendo e o desfecho final, me surpreendeu. Uma mistura de drama, suspense, investigação e assassinato, não sabia que gostava, até ler esse livro.
Grazie A. 22/10/2021minha estante
Eu fiquei muito feliz com o desenvolvimento do Ibrahim (apesar dos pesares). Gostei muito! ? (procura o Instagram da Joyce depois, caso não tenha feito isso hahaha)


Kellynha 23/10/2021minha estante
Sério, ela tem Instagram???


Grazie A. 23/10/2021minha estante
Aquele que ela cita no livro mesmo! Hahahah @greatjoy69


Kellynha 23/10/2021minha estante
Vou ver agorinha, obrigada




Agatha.Przybysz 10/10/2021

QUE LIVRO!
Não sabia que estava com saudade desse grupo de velhinhos até ler o segundo livro kkkkk

O Clube do Crime das Quintas-feiras foi genial e O Homem que Morreu Duas Vezes traz novamente esse grupo engraçado e inteligente, cada um com a sua particularidade e peculiaridade.

Senti um pouquinho de falta do Ibrahim, mas, as questões abordadas por conta da ausência dele são importantes também.

O livro é tão bom quanto o primeiro e o final é simplesmente sensacional!
comentários(0)comente



Morteus 20/10/2021

Tão bom quanto o primeiro, quiçá melhor
Meu deus, eu senti tanta falta desses meus velhinhos e a saudade foi suprida com esse livro! Tiveram partes que eu quis chorar? Óbvio. Mas no final as coisas se resolveram e eu AMEI todas as reviravoltas da narrativa.
A história é cativante, os personagens são melhores ainda, sério, EU PERDI A CONTA DE QUANTAS VEZES EU TAVA RINDO DAS COISAS QUE A JOYCE DIZIA! Amo a Joyce e irei protegê-la. Enfim, vale muito a pena mesmo, é impossível não gostar minimamente tanto dos personagens quanto dos plots.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Ju Harue da @_bibliotecadaharue 23/11/2021

Eu gostei mais desse segundo livro, como a história se fecha - eu fui enganada achando que sabia como seria e no final não foi aquilo rsrs.
Mas o que mais gostei foi como os personagens aqui pareceram mais "reais", de alguma forma.
Houveram momentos de gargalhar - eu amo isso nessa turma. Houveram momentos mais pesados e intensos. E é muito legal ler isso não somente na visão que estou mais acostumada, de personagens mais jovens, mas as questões que a maturidade trás.
Enfim, eu adorei, não estava esperando nada em específico, sem expectativas, e foi delicioso embarcar em mais um crime ao lado dessa turma.
comentários(0)comente



Ana 24/09/2021

O homem que morreu duas vezez
Do mesmo autor de O clube do crime das quintas-feiras, a terceira idade volta com mais confusão do que nunca!
O ex- marido de Elizabeth rouba 2M em diamantes e pede ajuda dela pq a máfia está atrás dele. Ah sim, ele roubou da máfia.
Só que ele morre e ... ( morreu mesmo ou só armou td para parecer que morreu ? E cadê os diamantes?

Mas a melhor parte é que Joyce, uma das amigas de Elizabeth , que também vive nessa comunidade para idosos, decide entrar no Instagram e o nome de usuário é: joy69... ( o nome + idade)

Até eu , Joyce , que sou tapada na vida, sei que esse 69 no seu perfil não vai dar coisa boa amada...??

E agora, o ex morreu ou não morreu? Cadê os diamantes? Elizabeth vai ajudar ou não? Joyce vai receber nudes no direct ou não?
comentários(0)comente



Natalice 16/11/2021

Apaixonante, engraçada, imperdível.
Os incríveis velhinhos voltaram, dessa vez numa grande aventura. Gostei muiito do 1? livro, que li o 2? em seguida. Como no livro anterior, toda quinta-feira o grupo de aposentados - Elizabeth, Ibrahim, Joyce e Ron, se reúne para discutir crimes não solucionados. Nessa trama, Elizabeth em uma reunião do clube recebe uma carta, o problema é que essa pessoa já morreu. Até que ela depara com um agente que roubou 20 milhões de libras em diamantes da máfia, e agora está atrás deles e é esse grupo que Elizabeth e os outros membros do clube irão protegê-los. Os quatro amigos se deparam com mortes em circunstâncias suspeitas e se vêem em busca por um assassino implacável. São destemidos e isso deixa os policiais, Donna e Chris preocupados em fechar seus casos sem grandes problemas. Como na leitura anterior, eu vibrei e ri muito! Sempre encantada e absorvida pelas aventuras desses quatro. Para quem gosta de mistério inteligente, espionagem, humor e excentricidade cômica, essa sequência está ainda melhor.
comentários(0)comente



Kelly Reis 05/10/2021

Favoritei
Já havia me apaixonado no 1° livro e passei a amar o 2°.
Como não amar todos os personagens? Minha predileta é a Joyce. Não vejo a hora de ler um 3° livro. Preciso de um 3° livro.
Não é o mistério, suspense e assassinatos que nos prende nesse livro, mas os tão amados lindos velhinhos. Queria guardá-los num potinho. Só pra mim.
comentários(0)comente



Juju 19/10/2021

Uma digna continuação
Nossos idosos detetives estão de volta em uma nova aventura, desta vez envolvendo uma figura importante do passado de Elizabeth Best - percebam como o sobrenome lhe cai como uma luva, pois ela é de fato "a melhor" -, que agora sabemos se tratar de uma competente ex-espiã do MI5. No entanto, o que começa com um simples serviço de proteção logo passa a englobar diamantes, 20 milhões de libras, a máfia, traficantes de drogas e muito mais. Afinal a diversão não estaria completa sem um caso digno da atenção do Clube do Crime das Quintas-Feiras, não é mesmo? Munidos da inteligência de Elizabeth, da bondade de Joyce, da coragem de Ron e da sabedoria de Ibrahim, estes quatro amigos irão enfrentar um mistério emocionante, e é claro, contarão com toda a ajuda possível para desvendar quem está por trás de tudo.

Eu ouvi algumas pessoas falando que acharam essa leitura arrastada. Não concordo. O autor mantém praticamente o mesmo ritmo do primeiro volume e, na verdade, é ainda mais fácil de acompanhar os eventos que se desenrolam, porque já estamos familiarizados com a maioria das personagens do livro e portanto as coisas fluem até um pouco mais rápido. O que não vão faltar são boas risadas, momentos tênues e misteriosos, mas também grandes lições para refletir sobre a vida em geral. Através da figura destes velhinhos, novamente Richard Osman constrói uma trama leve, agradável e repleta de surpresas que fisga o leitor do início ao fim. Como já ressaltei em minha resenha a respeito do primeiro volume, esta é uma leitura gostosa, pois apesar de a trama envolver morte e assassinatos, o foco em si não está somente nisso e o autor consegue abordar tudo com muita sensibilidade e dosar perfeitamente o suspense com o restante dos desdobramentos sombrios, desta forma não há uma carga forte e densa. O segundo volume é tão agradável quanto o primeiro e o recomendo muito!

P.S. Minha nota é 4, pois no que diz respeito a investigação em si, não é tão difícil deduzir o culpado :)
comentários(0)comente



45 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR