Imperador das Armas

Imperador das Armas Bibi Santos




Resenhas - Imperador das Armas


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Scarllat 17/10/2021

𝓡𝓮𝓼𝓮𝓷𝓱𝓪_𝓜𝓮𝓾𝓟𝓪𝓻𝓪𝓲𝔃𝓸𝓛𝓲𝓽𝓮𝓻𝓪𝓻𝓲𝓸ㅤ⁣
Caio Miller é o irmão mais novo dos Miller, adora viver sua vida regada a mulheres e a noitadas e não vê problema em usar seu sobrenome a seu favor. O que ele mais almeja é se tornar presidente da Miller Indústrias e Serviços de Defesa, o que não será tão fácil, já que ele precisará provar a seus irmãos que está preparado para assumir a presidência e se tornar o Imperador das Armas. Sua fama de playboy, no entanto, trará dor de cabeça para ele, pois ela não passa segurança para os diretores, e, para provar que ele é capaz, Caio planeja algo que pode lhe custar o que ele jurou nunca mais entregar para uma mulher, seu coração — anos atrás, quando ele pensou que tinha encontrado a pessoa certa, ela o abandonou.

Michele de Castro é uma mulher exuberante, sexy, sorridente e amiga. Trabalha como secretária de Tatiana Miller e a cada dia se orgulha das conquistas que vem obtendo em sua vida. Mas, por baixo da superfície, há uma mulher com um passado traumático que guarda grandes segredos.

Ela não esperava que Caio fosse envolvê-la em seu plano para conquistar a presidência, mas seriam somente três meses em que teriam que fingir ser um casal, e tudo o que ela precisaria fazer era preservar seu coração.

Mas Caio e Michele descobrem que juntos são uma explosão de eletricidade e que encontraram um no outro o amor que ambos lutaram para afastar e não terem seus corações partidos.

Será que ambos se entregarão a seus sentimentos?


site: https://www.instagram.com/p/CUzzQDgjFvf/?utm_source=ig_web_copy_link
comentários(0)comente



Lorrayne Almeida 13/01/2022

livro leve, fluído e com várias cenas hilária.... Hahaha zero defeitos.. Apaixonante em cada capítulo...
Estamos bem?
Estamos bem.??
comentários(0)comente



Lua 16/09/2021

Que grata surpresa o final dessa trilogia, história encantadora sobre irmãos que não se achavam dignos do amor. A história do Caio e da Michele fecha com chave de ouro, envolvente e surpreendente, leitura rápida e fluída. Livro muito gostosinho de se ler e que deixa o coração quentinho!
Bibi 21/09/2021minha estante
Muito obrigada pela oportunidade




Edrianascimento 19/09/2021

Imperador das armas
Que livro perfeitinho de ler! Que amei. Fechou com chave de ouro a triologia. Esse com certeza é o melhor livro dos Miller. O Caio é maravilhoso e a Michele rainha de tudo!
A história é cheia de diálogos divertidos, intensos, bem escritos e muito coerente.
Os personagens crescem no decorrer da história os personagens secundários tem seus momentos de falas. Nos trazem boas lembranças. Resumindo eu gostei muito!

Parabéns Bibi!
Bibi 21/09/2021minha estante
Muito obrigada




Lírios 22/09/2021

A nossa dica de leitura é o novo romance da autora Bibi Santos. Nós aventurarmos neste romance intenso e envolvente de tão maneira que eu consegui para de ler.

A Autora descreve mais um romance no meio família dos Miller, desta vez de Caio Miller, conhecido pelo sobrenome, pela riqueza e pelas mulheres, belíssima que o cercam. O irmão mais novo de Joaquim e Tatiana de outras obras da autora.

Um dos seus maiores desejos tornar-se o presidente da Miller Indústrias e Serviços de Defesa. Caio Miller o todo-poderoso não imaginava que um furacão de loira aí abalar seus planos.

Michele Castro é uma mulher bela, ?sexy?, sorridente e amiga. Ela ama o trabalho como secretária na Miller e se orgulha de suas conquistas e, mesmo com os segredos que guarda, segue a vida e tenta manter as aparências.

A leitura é uma mistura gostosa de mistério, sedução e poder.
Os personagens marcantes e divertidos, faz o leitor fica totalmente envolvido pela trama.

Caio e Michele são aquele casal explosivo, e, ao mesmo tempo pela paixonantes, pela química entre eles. Mas não percebem o quando o São iguais no assunto é proteger-se de um coração partido.

E muito teimosos no quesito assume seus sentimentos. Ai amei ler outros personagens de outras obras da autora, assim matamos um pouco a saudade ,E o poder da União feminina das secretarias das indústrias Miller (Jussara, Hilda e Maria) nós que os amigos são tudo, mas sempre é bom dar um empurrãozinho no destino.
comentários(0)comente



Paula Faria @blogliteralmenterosa 11/10/2021

O sonho de Caio Miller sempre foi chegar a ser presidente das empresas da família e finalmente esse dia chegou, ele agora é o Imperador das armas, deixando o legado de seu pai, conhecido como Senhor das Armas pra trás. Caio sempre foi um homem que vive intensamente a vida, provando as paixões e desejos com inúmeras mulheres,mas com todo esse poder e prestígio, vem as responsabilidades e aparências que o cargo exige e ele precisará forjar um relacionamento para poder passar uma imagem mais sóbria e respeitosa a sociedade e ele já tem em mente a pessoa perfeita para esse "namoro falso". Michele Castro é secretária da irmã de Caio, extremamente bonita e inteligente, fora a atração enlouquecedora que um sente pelo outro, não poderia ter melhor pessoa para essa missão. A tentação é grande e a grande batalha nesse caso é em proteger os próprios sentimentos, será que conseguiram?
Eu gosto muito da escrita da autora e ela não me decepcionou com esse livro, Caio não tem planos de ter um longo relacionamento, principalmente depois de ser abandonado por quem achava que o amava, mas um acordo com Michele lhe parece tentador, já que os dois juntos são perfeitos e incendiários, já Michele não quer ser mais uma na cama de Caio ao qual ele nem lembrará o nome e ter seu coração quebrado no caminho, não lhe parece boa ideia, mas ela sabe que é a única opção que ele tem e aceita essa louca ideia, sendo influenciada por sua amigas. Caio e Michele vão se conhecendo mais profundamente, desenvolvendo sentimentos novos e acabam se rendendo a paixão que queima em seus corpos, mas o caminho até o coração, até o tão desejado final feliz juntos será longo e desafiador.
Vamos conhecendo mais da vida dos dois e esperando que suas feridas, traumas e anseios com o futuro não atrapalhem o que de mais bonito eles podem ter juntos na vida. Eu só não li mais rápido esse livro, porque eu queria aproveitar cada momento desse romance, com aquele clichê que eu amo e que me envolve de uma maneira única, os personagens tem problemas e cicatrizes reais, a identificação com eles é imediata e pra mim é sempre maravilhoso um livro com um romance tão gostos assim, como já imaginava, eu amei.
comentários(0)comente



taiana.paixao.5 19/10/2021

Maravilhoso
Tombo do Caio com o amor foi tudo e mais um pouco. Apesar de ter um passado com marcas e deternimar como seria o seu futuro, o próprio não imaginaria o tombo.
Michele tinha pais tóxicos, mas o que mais te afeta era a sua relação com a mãe. No qual ela pegou com exemplo de pessoa que não queria ser.
Caio e Michele aos poucos foram se descobrindo no amor. Deixaram o passado de lado e foram viver o que a vida lhes propôs.
comentários(0)comente



Lay 16/10/2021

Para o que seria apenas um livro, a Trilogia Império das Armas só foi melhorando com o passar dos livros. Eu amei Joaquim e Maria, amei Tatiana e Rodrigo, mas confesso que Caio e Michele foram absolutamente maravilhosos! Cada personagem tem suas particularidades, mas Rodrigo, Caio e Michele viraram meus xodós nesta trilogia.

Desde Senhor das Armas que pudemos conhecer um pouco de Caio e Michele e vimos que, sexualmente falando, eles eram muito parecidos, não se envolviam romanticamente com ninguém, prova disso é que Joaquim fala que o irmão, com trinta e seis anos, não tivera qualquer relacionamento sério depois de Samanta enquanto Maria, Hilda e Jussara não chamam a atenção de Michele para onde está caminhando o relacionamento dela com Ricardo (segurança de Caio) para que ela não fuja da possibilidade de um relacionamento sério.

Quando chegamos em Princesa das Armas e Tati se acidentou lá no início quase ao mesmo tempo em que Jussara sai de férias e Michele assume também as funções da amiga, a gente teve um vislumbre de que havia algo entre ela e Caio e eu — que já estava com a pulga atrás da orelha desde o livro anterior — fiquei desesperada para saber o que estava acontecendo.

Reconhecidamente mulherengo, Caio nunca ultrapassou a linha entre misturar trabalho e prazer. Assim, relacionar-se com alguma funcionária nunca esteve no seu radar. Entretanto, em uma noite — depois de um dia particularmente difícil — o caminho dele cruzou com o de Michele e a atração e a bebida falou muito forte em seu sangue. O que quase os levou a passar do limite. Entretanto, com as férias de Jussara e o trabalho diário com Michele o levaram a perceber que o desejo por Michele na outra noite não foi algo motivado apenas pelo dia ruim ou pela bebida.

Michele, por outro lado, claro que sempre reparou em Caio, mas jamais imaginou que ele sequer olharia para ela, além de que no caso dela ainda haveria o agravante de possivelmente interferir em seu trabalho. Porém, mesmo assim esses dois têm um caso, que aparentemente deveria ser sem compromisso até que Caio fala o que não deve, Michele escuta e encerra definitivamente o caso entre eles.

Em Imperador das Armas Caio finalmente alcança o objetivo de sua vida: tornar-se o presidente da Miller e com isso ele também encerra o legado do Senhor das Armas, como prometeu ao pai como forma de vingança, mas chegar a essa posição também trará à tona as consequências de anos de vida desregrada: noitadas, bebedeiras, orgias, muitas mulheres. Agora, os diretores clientes mais conservadores não acreditam nele como presidente da empresa e a solução encontrada pela empresa é que ele seja visto em um relacionamento sério com uma mulher e, em vez de procurar alguém de fora, porque não fazer um acordo com Michele para que finja ser a namorada dele?

Neste livro temos a oportunidade de conhecer o passado de Caio e de Michele e posso dizer para vocês que algumas coisas eu suspeitava, mas aqui pude ter a confirmação e outras foi uma surpresa completa e ainda houve aquelas que destroçaram meu coração. Cada um dos seis protagonistas desta trilogia tiveram seus maus-bocados e não dá para comparar qual é pior, acredito que todos são ruins de uma maneira particular, mas eles souberam superar com ajuda. aqui vemos mais uma vez como os pais de Caio eram negligentes e como deixaram marcas nos filhos. Além disso, teremos os detalhes do relacionamento com a tal Samanta que eu já não gostara desde que vi o nome em Senhor das Armas.

Descobrir a história de Michele foi ainda mais doloroso, pois descobrimos que toda aquela alegria escondia uma passado muito difícil. Entretanto, para equilibrar essa parte dolorosa, temos nossas secretárias mais ativas do que nunca armando para que o casal fique junto no final do plano, temos Caio e os sobrinhos, mostrando mais uma vez como ele tem uma relação única com eles e principalmente com Miguel (leiam e vocês vão me entender) além de também mostrar a relação dele com Jussara, que eu já via de uma maneira única e percebi ainda mais como era mais do que uma relação profissional, era quase como a de uma mãe cuidando do filho para que ele encontrasse seu caminho para a felicidade.

Ainda que tenha tido suas partes dolorosas como os dois livros anteriores da trilogia, Imperador das Armas ainda foi o mais leve e isso se deve ao casal protagonista que é absolutamente incrível: Caio é um sem-vergonha de marca maior, está sempre muito bem-vestido, combinado carro e relógio como se fossem peças do vestuário; Michele penando para resistir a ele, pois ele sabe ser muito persuasivo , mas ela também dá o troco, deixando ele no sofrimento por muito tempo; Jussara e Hilda tramando e a gente torcendo para dar certo.

Preciso agradecer por este livro ter sido bem maior do que os anteriores porque era necessário; Caio e Michele precisavam deste caminho, a trilogia precisava deste caminho para chegar ao final com as pontas amarradas e eu me apaixonei pelos Miller e por todos os outros personagens que entraram em suas vidas: Maria, Miguel, Rodrigo, Clarice, Monique, Michele, Jussara, Hilda, Mario. Cada um teve seu papel de grande importância para que os irmãos percebessem que eram uma família unida, diferente do que o pai plantou durante muitos anos.

site: http://www.detudoumpouquinho.com/2021/09/resenha-imperador-das-armas-bibi-santos.html
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR