H.P. Lovecraft

H.P. Lovecraft H.P. Lovecraft




Resenhas - H.P. LOVECRAFT: MEDO CLÁSSICO VOLUME 2


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Yash 23/05/2022

Tensão!
Enquanto o volume 1 de H.P.Lovecraft traz o horror cósmico de forma mais física, o volume 2 traz de forma mais tensa. Eles estão lá, as criaturas, os acontecimentos, a destruição; mas a tensão no ar provocada por tudo está muito mais presente que suas formas físicas.
comentários(0)comente



Erika.Fiaux 01/05/2022

Um colosso cósmico
Esse livro é ainda melhor do que o volume antecessor. A edição da darkside está excelente, eu não mudaria uma vírgula. Parabéns ao editor e todos os envolvidos pela seleção de contos.
comentários(0)comente



Ana 25/04/2022

Medo clássico parte 2
Não sei muito bem oq falar desse livro, tive grande dificuldade como se fosse uma grande falta de interesse, oq eu realmente acredito q seja. Não terminei muito ele pois pulei alguns contos e tudo mais, mas quando estiver com vontade pego novamente p ler.
comentários(0)comente



Cosmonauta 24/04/2022

O Medo
"A mais antiga e poderosa emoção humana é o medo, e o mais antigo e poderoso tipo de medo é o do desconhecido. Poucos psicólogos contestarão esses fatos e sua verdade consumada serve para estabelecer em definitivo a autenticidade e a dignidade da narrativa de horror weird como forma literária."

" O apelo do espectral e do macabro costuma ser limitado, pois exige do leitor certo grau de imaginação e a capacidade de se desprender da vida cotidiana."

Tradução de Ramon Mapa
comentários(0)comente



Fernando 31/03/2022

Morno
Lovecraft é Lovecraft, mas devo dizer que os melhores contos estão no primeiro volume, nesse, excetuando-se a música de Erich Zann e a Sombra sobre Innsmouth, os contos são mais mornos, não que não sejam bons, mas não tem aquele vigor que ele colocou em suas obras mais aclamadas.

Adorei o livro, mas não foi como o primeiro, que li de assalto, esse demorou um pouco mais, no entanto, se você ama o autor e comprou o primeiro, a Darkside com sua edição, faz o livro valer cada centavo.
comentários(0)comente



Eduarda.Silva 19/02/2022

Lovecraft: o pai de todos os monstros...
Essa edição da Darkside é simplesmente sensacional, a lombada brilha no escuro, as cores são lindas e traz alguns desenhos no intervalo de um conto para o outro.

Nos contos de Lovecraft, não existe um Deus, não há nada que se importe com os seres humanos, a existência é um breve sussurro.

Porém, a humanidade não está sozinha no universo (seria melhor se estivesse kk), somos apenas uma das várias espécies inteligentes que já passaram pela terra.

Lovecraft sempre mostra que o planeta/universo pertence a seres colossais, e nós, humanos ao ter um breve contato, enlouquecemos porque é impossível compreender esses seres.

Nessa edição temos os contos: O Horror em Dunwich, Celephais, A Música de Eric Zann, A Cor Que Caiu do Espaço, Os Gatos de Ulthar, Do Além, O Que Assombra nas Terras, Nyarlathotep, O Modelo de Pickman, O Proscrito, A Danação Que Cometeu Sarnath e A Sombra Sobre Innsmouth.

Dentre todos esses contos, o meu favorito foi "A Cor Que Caiu do Espaço".

Lovecraft nunca teve a saúde muito boa, desde pequeno precisou estudar em casa, e por conta de suas dores/doenças, teve muitos pesadelos, e essa foi a inspiração de seus contos.
comentários(0)comente



Marcus Oliver 02/01/2022

Onírico e amedrontador
Se no primeiro volume encontramos narrativas voltada apenas o horror cósmico - com algumas pitadas de ficção científica -, neste segundo volume há mais contos e novelas clássicas de horror cósmico com o adicional de algumas que pertencem ao ciclo das ?Dreamlands? do autor.
Essa expansão temática auxilia a encontrar a outra faceta do autor que utilizava bastante elementos e cenários oníricos em suas tramas. Geralmente se esquece dessa faceta e perde-se narrativas repletas de uma beleza e insinuações de horror muito cativantes.
Sobre os contos e novelas próprios de horror cósmico este volume traz mais clássicos que o primeiro e não apenas clássicos do autor, mas as narrativas mais envolventes e aterrorizantes produzidas p94 ele; serão nessas histórias que conheceremos suas criaturas mais famosas como os abissais, os carriçais, os filhos de Yog-Sothoth, a Cor e o Assombro nas Trevas.
Outro ponto que deixa o segundo volume ainda mais rico é o ensaio de Lovecraft ao final: ?O horror sobrenatural na literatura?. Este ensaio auxilia bastante a compreender as influências literárias que Lovecraft recebeu para construir suas noções de horror cósmico, além de ser um texto que traz vários autores clássicos e contemporâneos de Lovecraft. Este ensaio consegue ser até um excelente guia, bem didático, para leitores que buscam mais autores de horror; entretanto é preciso saber que a maioria dos autores citados por Lovecraft provêm da literatura anglo-saxã.
comentários(0)comente



Juliane.Sturm 07/12/2021

Livro apaixonante e com um terror próprio e profundo
Já falei em outros posts sobre alguns contos desta edição incrível da Darkside e realmente é um livro encantador (e arrepiante).

Além das histórias intimidantes de Lovecraft e das ilustrações que só agregam, este livro ainda trouxe no final uma visão sobre o horror sobrenatural na literatura.

Conta o nascimento da narrativa de horror, o romance gótico nascente, o ápice da narrativa gótica, os desdobramentos da ficção gótica, a literatura espectral no continente com várias indicações de escritores clássicos, fala um pouco de como Edgar Allan Poe trouxe isto na literatura, esta tradição de contos sobrenaturais nos Estados Unidos, nas Ilhas Britânicas e alguns mestres modernos que usaram Lovecraft como referência.

É uma sequência impressionante que demonstra toda força de escrita de H. P. Lovecraft.

Recomendo a todos os amantes de horror cósmico lerem este livro apaixonante e com um terror próprio e profundo!

#ACriatura #hplovecraft #Lovecraft #Darkside #Darksidebooks #terrorcósmico #terror
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR