A Sombra das Mangueiras

A Sombra das Mangueiras Mell Marzola




Resenhas - A Sombra das Mangueiras


5 encontrados | exibindo 1 a 5


fani 04/02/2022

Sucos de manga e uma maldições
Acompanho a autora no insta e nós temos gostos e referências literárias bem diferentes
Por isso gosto de acompanhar as redes dela, ver as recomendações e, agora, lendo o que ela escreve para sair da zona de conforto

E eu fui simplesmente fisgada por A Sombra das Mangueiras. A forma de escrita, a ambientação (eu sou mineira haha) e principalmente o fato de ser um romance de época queer.

Abordar fatos como homofobia, escravidão, racismo, religiões africanas no olhar de hoje em dia é muito bom. Pois é o que geralmente me faz flopar livros antigos

A leitura é muito fluída, instigante, o jeito como tudo é construído. O livro nunca caí o ritmo, não tem um vocabulário muito difícil, mas ainda sim você se sente naquela época. E todas as relações de todos os personagens é muito bem e calmamente construída

E o final... Ah que final
Vale demais a leitura
comentários(0)comente



Fatima 12/01/2022

Amei!
Foi uma leitura fácil, que trouxe de volta a sensação de quando lia os livros clássicos quando adolescente.
Fiquei tentada a desenhar a planta da casa grande para acompanhar cada passo das personagens enquanto o mistério se escondia em cada cantinho!
Adorei a construção e a relação de cada personagem.
Recomendo demais!!
comentários(0)comente



Bia 27/11/2021

Apaixonada
O que dizer desse livro? Eu comecei um pouco receosa já que não li muitos livros de época, o começo foi meio confuso pois estava tentando entender a história.
O livro começa a deslanchar assim que o Álvaro chega na Casa das Mangueiras e conhecemos os outros personagens, que são extremamente cativantes e engraçados.
Uma das melhores situações é o fato do Álvaro ser uma pessoa extremamente curiosa e sempre se mete onde não é chamado causando constrangimento a ele e muitas risadas de quem está lendo. A dinâmica dele com os outros personagens é incrível, principalmente com a Heloisa que é uma criança muito esperta e cheia de energia e perguntas.
Gosto de todo o mistério envolto da Casa das Mangueiras e as fofocas que saem na cidade de Esmeraldina sobre o Conde ser amaldiçoado, o ar mais sombrio que as vezes te deixa com um leve medo, mas aí você já está rindo de novo.
Sem falar os diálogos que o Álvaro e o Heitor têm são muito legais já que eles tinham o mesmo sentimento em relação a Heloisa e muitos outros assuntos sobre a vida e a sociedade. E claro esses diálogos me rendiam várias risadas também já que a mente de Álvaro tende a ser um tanto fértil.
O final conseguiu ser maravilhoso, foi muito emocionante e por um instante achei que tudo ia dar muito mais muito errado e deu só que de um jeito bom.
comentários(0)comente



Sandman 09/11/2021

Nunca fui muito de ler romances de época ou histórias mais sombrias do que eu conseguia lidar. No entanto, não consegui fugir de dar uma chance à Mell e sua excelente narrativa em A Sombra das Mangueiras.

Álvaro é um homem seguido pela morte. Por onde ele passa, as coisas se mostram obscuras e ele se vê constantemente assombrado pelos fantasmas do seu passado. Eu, particularmente, amo metáforas de fantasmas e assombrações. Então fui fisgada pela trama com uma facilidade tremenda.

Sob as mangueiras na casa do conde, eu me senti arrepiar até o último fio de cabelo apenas para me derreter de amor no momento seguinte. Sinceramente? Amo histórias de garotos apaixonados e esses em especial ganharam um lugar no meu coração.

A narrativa envolvente, cheia de críticas progressistas e uma realidade dolorida me conduziu por este mistério de forma tão leve que mal senti o tempo passar. Foi uma experiência incrível e espero repeti-la mais vezes caso volte a ler os livros de Mell Marzola.

Mas, sem sombra de dúvidas, é uma leitura para entrar na minha lista de recomendados.
comentários(0)comente



Ayrie (@ayriebooks) 13/10/2021

Uma ambientação mágica e envolvente
"Margot estava morta, morta havia alguns meses, e seu rosto marcado de varíola seria o único fantasma de verdade que o atormentaria para sempre.
As mariposas lá fora eram apenas insetos."

Após perder a jovem esposa grávida, Álvaro recebe a proposta de ser tutor da filha de um conde no interior de Minas Gerais, o jovem apaixonado por história decide então sair de São Paulo e tentar superar o luto em novos ares.

Esperando paz, o que Álvaro encontra é uma pupila indomada, um casarão abandonado, um conde recluso e os boatos de uma maldição que matou os dois últimos condes em questão de meses. Sem conseguir fugir de assuntos de vida e morte, nós acompanhamos as diferentes formas de lidar com o luto, a perda e a reconstrução.

O livro toca em assuntos importantes, como visões estruturais de machismo e homofobia, porém eu senti que o tema da escravidão acabou sendo abordado com um pouco de superficialidade. Mesmo assim, apesar da visão de brancos ricos e salvadores que estavam totalmente desconstruídos para a época, a história não romantiza o tema de forma alguma.

Mell nos presenteia com uma escrita fluida e divertida. Mergulhado em superstições e linhas tênues entre sonho e realidade, A Sombra das Mangueiras traz um romance gótico, queer e com aura fantasiosa ambientado no Brasil.

Recomendado para todos os que amam romances de época, baixas doses de fantasia e descoberta LGBTQIA+ (com generosas pitadinhas de hot).
comentários(0)comente



5 encontrados | exibindo 1 a 5