O Sopro da Brenha

O Sopro da Brenha Sarah Schmorantz




Resenhas - O Sopro da Brenha


26 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


ShirleyStortLeite 31/12/2022

História de Bruxa
Sabe aquelas histórias de bruxa raíz?
Então....
Essa é uma daquelas, envolve feitiços, prática de magia, maldições e uma suspense interessante.
É um livro sem mágica, só mesmo a magia da mãe natureza e os dons das pessoas.
Vale a pena conferir pra quem gosta de bruxaria e afins.
Boa leitura!
comentários(0)comente



Thaise @realidadeliteral 31/12/2021

Um livro de bruxas de verdade
Brenha, para os desavisados como eu que nunca ouviram o termo antes, é uma mata brava, cerrada, selvagem. E o título desse livro foi uma das primeiras coisas que me intrigou, junto com essa capa maravilhosa e sombria, e, depois de terminar a leitura desse livro posso dizer que tanto título quanto capa fazem jus à essa história sombria, taciturna, nebulosa e cheia de esperança e força feminina.

Numa breve sinopse em "O Sopro da brenha" vamos conhecer a história de Valéria, uma bailarina de 30 anos que trabalha em um escritório corporativo onde um crime acaba de acontecer. O clima tenso desse assassinato, junto com algumas visões estranhas que Valéria começa a ter a farão ser obrigada a enfrentar o seu passado e reabrir cicatrizes à muito esquecidas.

Valéria é uma bruxa que aprendeu com sua mãe a esconder esse fato do mundo por proteção. Nem preciso me estender muito aqui explicando por quais motivos, não é mesmo? A autora soube traçar, com maestria, uma linha temporal que se inicia nos tempos da inquisição, que nos mostra o preconceito, a misoginia e as injustiças que nós mulheres sofremos ao longo do tempo, sendo nós bruxas ou não.

Com uma escrita muito poética, que, confesso, me causou certa estranheza no começo da leitura, Sarah nos conta uma história de bruxas de verdade.Como assim, Thaise? Valéria, nossa protagonista, não é uma heroína sem defeitos e nem a bruxa má com uma verruga na ponta do nariz. Ela é humana, com defeitos humanos, e as vezes deixa seu lado obscuro a dominar, mas, afinal, quem nunca teve pensamentos ruins não é mesmo? Ninguém é 100% bom o tempo todo, ainda mais se for uma bruxa com poder de persuadir outras pessoas.

E os plots meu povo? Confesso que fui feita de trouxa algumas vezes, essa ideia de misturar thriller com fantasia é genial, sem contar que a escrita da Sarah é tão envolvente que me fez perder noites seguidas de sono. Eu não precisava dormir, precisava de respostas!

Esse livro foi uma grande surpresa. Finalizei o ano de leituras em grande estilo,nem preciso dizer que indico demais essa história, né? Garanto que será uma leitura muito prazerosa.
comentários(0)comente



Ludy 15/11/2021

Tudo está ligado no universo.
O Sopro da Brenha foi a minha entrada no universo de livros da autora Sarah Schmorantz. O livro superou todas as minhas expectativas: a escrita da autora é rica em detalhes e fatos históricos, além do enredo ser cheio de mistérios, reviravoltas e romance. A cada momento é impossível prever o que virá a seguir em cada capítulo, o que instiga o leitor à se apegar ao livro e não consiga parar de ler.

Valéria é uma bailarina, executiva, bruxa, mas acima de tudo, é uma mulher livre, que vivi intensamente. Porém tudo em sua vida muda, após o seu colega de trabalho ser assassinado.
Neste instante , começa a acontecer coisas macabras ao seu redor. Diante de sua realidade, ela resolve que é hora de entrar mais a fundo no seu passado, na suas raízes, para assim desvendar esse mistério.
Mas coisas sobrenaturais não param de acontecer e, o que ela não imaginava , é que está tudo conectado de maneira surreal. E em meio disso tudo, o amor bate em sua porta, mas como lidar esse sentimento novo , após saber seu passado inimaginável? Será que ela irá resistir a esse amor? Será que os mistérios serão resolvidos?
comentários(0)comente



Amanda @litera.pura 15/12/2021

Uma bailarina apaixonada pela dança. Uma mulher belíssima, que chamava atenção por onde passava e tratava os homens apenas como diversão.
Uma empregada responsável, que sempre fazia o seu melhor no escritório. Valéria Babkin poderia ser definida de todas essas formas, mas havia um lado seu que ninguém conhecia: Valéria também era uma bruxa. Após uma intensa experiência durante a infância, em meio ao som dos tambores e mulheres que dançavam nuas, Valéria foi levada para longe e cresceu tentando não pensar naquele acontecimento e tudo que ele representava. Entretanto, sua vida é virada de cabeça para baixo quando um colega de trabalho aparece morto e ela começa a ser incomodada por uma misteriosa aparição. Valéria, então, se vê obrigada a fazer algo que evitou por muito, muito tempo: confrontar sua mãe e exigir explicações sobre o passado.

O Sopro da Brenha nos leva por uma jornada cheia de revelações, surpresas e suspense. É daqueles livros que nos transportam para o meio da floresta e arrepiam nossa nuca. Longe do clichê de bruxas com caldeirões e gatos de estimação, Valéria é uma mulher livre, dona de si, que tem uma forte conexão com a natureza e um sexto sentido apurado. Quando começa a investigar sobre seu passado, acaba relembrando e descobrindo coisas dolorosas e inimagináveis... e, ao que parece, existe uma relação entre todas aquelas estranhezas que estão rondando sua vida. Além da vibe sobrenatural que a gente ama, o livro entrega muito mais e nos envolve a cada página com sua trama de relações familiares, romance, amizade e mostra de forma crua as dificuldades de ser mulher. Esse, inclusive, é um ponto alto (e revoltante) da história. Valéria é constantemente julgada por não se encaixar nos padrões que a sociedade deseja. Ela está loooonge de ser bela, recatada e do lar, sabe?

Cada capítulo trazia uma nova revelação e um novo problema, então eu li super rápido, curiosa para saber como as coisas iam se desenrolar. Em meio à tantas protagonistas sofridas, frágeis e que vivem aos pés de CEOs e afins, é muito bom se deparar com uma mulher forte e poderosa. O livro tem um final surpreendente e emocionante. Adorei e recomendo, principalmente para os fãs de suspense!

site: http://www.instagram.com/litera.pura
comentários(0)comente



Lorena183 05/12/2022

A morte não separa almas que são predestinadas
A autora deu tudo para apresentar as bruxas, tratou da feminilidade, mas acho que poderia ter desenvolvido mais a história. O assassinato nem foi tratado detalhadamente, foi só mais algo irrelevante que ocorreu relacionado as bruxas. A protagonista por ser bruxa e mulher é invalidada, descartada e discriminada, o ódio ao machismo estruturado é justificável mas ela espalhar o ódio por qualquer homem é ilógico e acho hipócrita, lembrando que em seus valores busca a igualdade.
comentários(0)comente



analimajp 04/03/2023

Minha primeira experiência nesse universo das bruxas.
Essa história é sobre a Valéria, uma mulher de beleza hipnótica, que trabalha na área administrativa de uma empresa e é bailarina.

Valéria é uma mulher reservada e de poucos amigos. Ela sabe que é diferente, mas por inúmeros motivos que conheceremos no decorrer da trama, ela sabe muito pouco sobre o seu passado.

Após a morte de um colega de trabalho e um episódio sobrenatural no seu quarto, Valéria se vê obrigada a desvendar suas origens e o porquê de tantos eventos estranhos estarem acontecendo de uma hora para outra.

Eu não sabia o que iria encontrar quando iniciei essa história e me deparei com um thriller com bruxas e sobrenatural para todo lado.

Assumo que vinha procrastinando entrar nesse universo das bruxas e preciso admitir que tenho um novo gênero favorito. O sobrenatural sempre me encantou e essa ligação com a natureza é apaixonante.

A história de Valeria nos ensina muito sobre autoconhecimento, perdão, amor e maternidade.

A escrita da Sarah é sofisticada e extremamente poética. Ela conduziu com maestria a história. Quando eu achava que nada mais me surpreenderia, ela ia lá e me deixava de queixo caído.

Leitura super recomendada.
comentários(0)comente



Suzane @espacoliterariodasu 19/11/2021

Mágico e sombrio!
Sarah conseguiu criar um livro e uma protagonista diferentes de tudo que eu já li. A escrita dela é poética e a aura de suspense permeia o livro todo, deixando-nos arrepiados do começo ao fim da história. Valéria uma protagonista única: rebelde, forte, feminista!

O suspense sobrenatural que permeia as páginas não é assustador, mas é sombrio; mágico e real ao mesmo tempo. A autora, ainda, acrescentou toques feministas e falou sobre a luta diária que cada mulher enfrenta apenas para ter os mesmos direitos que os homens.

O livro é uma mistura bem feita de fatos históricos, drama, suspense e até poesia, eu diria. Ou seja, não tem como não ser tocado por essa história, sentir tristeza, medo e esperança.
comentários(0)comente



Juliana 22/08/2022

Um tesouro.
Tive acesso a esse livro graças à indicação de um amigo de muito bom gosto. Então, podem apostar que iniciei a leitura com altas expectativas.
O livro já inicia com a reação da protagonista recebendo a notícia da morte de um colega de trabalho. Momento em que somos apresentados ao dia a dia de Valéria, a menina-mulher crua e excêntrica, talentosa e carregada de história. Sim, senhores, os olhos de Valéria nos levam a lugares obscuros da Terra e da alma feminina.
A jornada de Valéria é a jornada de todas nós.
Foram muitas meditações feitas durante a leitura desse livro, feita devagar, justamente para conseguir degustar a ambientação imersiva e simbólica. Também várias as cenas contemplativas e sombrias, que me conduziram a viver na pele da protagonista.
A volta ao mundo que o livro faz, levando-nos a cenários que pouco vejo nos livros, como a antiga União Soviética e a vida de seus moradores; a contextualização histórica da "origem das bruxas" e seu peso social pelas eras; o modo como os relacionamentos interpessoais amorosos, sexuais, fraternos e familiares; exposição da misoginia secular; elementos que tornam o livro impossível de ser classificado como menos de excelente.
Só tenho a agradecer a esse querido amigo por ter me indicado esse tesouro.
comentários(0)comente



Alê | @adagaliteraria 14/01/2022

Intrigante e viciante!!!
Livro: O Sopro da Benha
Autora: Sarah Schmorantz
Editora: Viseu
?: 4,5

Já pensou em ler um thriller em que uma bruxa bailarina é perseguida por um fantasma? E se eu te contasse que ele é nacional e possui inúmeros plots?

Eu sei, eu também fiquei sem acreditar quando eu descobri esse livro, foi paixão à primeira vista. Valéria é uma bruxa que se escondia por meio de uma proteção, sua mãe lhe ensinou isso desde cedo, pelos perigos que a rondavam. Elas deixaram tudo para trás. Valéria se dividia entre o seu trabalho e a sua paixão, a dança, esse na verdade foi o motivo pelo qual ela escolheu morar na cidade de Tulipas, em Portugal, mas a sua vida acabou virando de cabeça pra baixo quando seu colega de trabalho morre.

Uma coisa que me deixou de queixo caído, foi a habilidade da Sarah de surpreender, até quis bater nela algumas vezes, eu fui feita de trouxa bonito, todo mundo te engana, ninguém é 100% bom ou ruim, então eles vão fazer coisas que você não espera ver. O grande ponto alto da Val é a sua aceitação e evolução, é algo realmente glorioso de ver. E então, me conta aqui nos comentários se você ficou com vontade de ler o Sopro da Brenha.

E ah, antes que eu esqueça, você pod!!! comprar com a autora, na editora viseu ou na amazon, também está disponível no KU
comentários(0)comente



Occult.MysticBooks 10/02/2022

Indico!
Indico de olhos fechados !
Essa obra tem que ser lido por outras pessoas, o livro é impecável, com aquela dose de frio na barriga. Quem gosta de livros com mulheres fortes, leia esse aqui
Eduardo.Reghim 11/06/2022minha estante
Estou adorando o livro, a escrita da autora é impecável.




Laura 31/03/2023

Bem intensa
A narrativa tem uma linguagem floreada cheia de palavras diferentes e bonitas, a própria Valéria é adepta desse vocabulário.

Se revezando entre o balé, trabalho e seu destino inevitável como Bruxa Valéria sente o peso do seu destino sobre seus ombros.

Acontecimentos estranhos lhe acontecem desde de a infância e na vida adulta não é diferente, esse livro mistura o sobrenatural e a realidade, mostrando que o caminho de Valéria é árduo e bem diferente das bruxas de contos de fada.

O livro contém cenas de rituais, e mais +18.

Acompanhamos Valéria numa jornada de auto conhecimento que revelará muita coisa surpreendente, sobre ela sua mãe, e sua descendência.

Quotes:
Ame. Aprenda a amar e a oferecer o calor do acolhimento, mas nunca, jamais se entregue a alguém, porque isso destruirá seus instintos de caça, a enfraquecerá até a morte.

Naquelas horas, pensava na tamanha dor de nascer mulher num mundo tradicionalista, em que o patriarcado ainda está enraizado nas entranhas da civilização.
comentários(0)comente



Eduardo.Reghim 15/06/2022

O SOPRO DE UM CLÁSSICO.
Uma autora como Sarah Schmorantz merece ser ovacionada, aplaudida de pé por todos aqueles que amam a literatura.
Estreei no universo de Sarah com o magnifico O sopro da brenha, que história!!
Enredo super bem montado;
Trama envolvente. imersiva;
Escrita refinada.
A autora não mediu esforços em suas pesquisas, tanto no universo das bruxas, o qual me surpreendeu de forma arrebatadora, quanto nos locais onde a trama se passa e ainda nos fatos históricos. Uma história embasada é o que nos entrega Sarah.
Além de tudo isso, a trama é repleta de reviravoltas, mistério, magia, poesia, com direito a citações dos poemas do grande Pablo Neruda. Óbvio, o romance, ou o amor também está no ar, entre as névoas que escondem Évora, nas angustias de Viorel, no magnetismo de Isabelle, na maternidade excêntrica de Maria Clara e na determinação e resiliência de Valéria, ou Valya para os íntimos, chegando ao seu ápice em joseph. O inicio e o fim de tudo na história.
Mas não para por aí, considero importante, fundamental destacar o esmero na elaboração desta obra, desde a capa que é linda e enigmática, a diagramação que é perfeita, até o cuidado com a revisão e adequação dos textos ( não sei quem fez a revisão, mas deixo registrado minha admiração pelo ótimo trabalho realizado, não encontrei erros).
Por fim, ao terminar a leitura, diga-se, um final espetacular e motivador, fiquei com a certeza de que livros como esse, merecem se tornar clássicos e ser lido pelas gerações vindouras, pois ele sempre será atual.
Obrigado Sarah Schmorantz pela inspiração e maestria na escrita, sua obra é meu livro de cabeceira.
comentários(0)comente



J. Garcia P. F. Maciel 01/05/2022

Uma obra rara!
📌Autoconhecimento
📌 Escrita fluida e viciante
📌Repleto de mistérios
📌Plots incríveis
📌 Drama
📌 Suspense
📌 Imersivo

Resenha:

A obra se inicia com Valéria, uma executiva que guarda em si o sonho de se tornar uma bailarina. Desde novinha ela se sente diferente das outras pessoas, sem entender o motivo. Ela é uma mulher muito ingênua, apesar de ser forte e não conhecer a força do seu poder.

Após o assassinato do seu colega de trabalho, em um clima sobrenatural ela descobre quem nem todos a sua volta são confiáveis e querem o seu bem. Nesse impasse ela se vê em uma busca por a sua própria identidade

📌Observação: Todo mundo sabe que eu amo histórias com bruxas, né? Tanto que a minha primeira saga publicada “Anjos de Pedra” é sobre bruxaria. O sopro da Brenha é um livro extremamente apaixonante e aborda a busca pelas raízes ancestrais de Valéria.

site: https://www.instagram.com/jessica_garcia_paula/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Liza.Abreu 01/02/2022

Misterioso
A morte de um colega de trabalho, desencadeia uma imensidão de novas diligências. Valéria, uma bailarina de trinta anos, desinteressada de seu passado, volta a sentir urgência em tomar conhecimento de cada pedacinho de sua história após presenciar uma tenebrosa aparição em sua casa. Detalhes importantes surgem à medida que a busca por suas origens se torna uma jornada intrínseca e mística.

O sopro da brenha traz uma narrativa poética, detalhada, colocando em pauta o direito da mulher no que diz respeito ao controle de suas próprias vidas, e a descomunal força que sustentamos em momentos de necessidade.
A trama percorre vários caminhos e traz reviravoltas importantes ao desenrolar narrativa. Inserida em um cenário obscuro, conseguimos absorver diversas emoções, boas e desagradáveis relacionados a uma coleção de situações incompreensíveis diante de um certo ponto de vista.

Confesso que o desfecho partiu meu coração por eventualidade de um dos personagens mais queridos e um tanto afetado pela atmosfera misteriosa da história. Novamente, adorei oportunidade de ler mais de uma autora tão poética e sensitiva, que consegue não só transmitir a paixão pela escrita, mas presentear o leitor com a chance de conhecer a origem dos nossos próprios sentimentos.
comentários(0)comente



26 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR