A Escolha de Cada Um

A Escolha de Cada Um Regina Monge




Resenhas - A Escolha de Cada Um


39 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Leandro 21/08/2011

Antes de tudo, quero parabenizar a autora pela sua forma de narrar à estória, que em nenhum momento ficou cansativa ou arrastada. O livro é bem fininho, em uma noite eu o li. Enfim, foi um dos livros mais surpreendentes que eu li, este ano. Ele é dividido em duas partes: I e II.
A parte I narra à estória de um escritor chamado J.Hubert, que se tornou mundialmente conhecido, pelo seu Best-seller, que foi um sucesso de público e crítica. Mas, ele não estava devidamente preparado, para a repercussão que iria acontecer consigo e com sua vida, depois de publicado o livro. Então, no auge de sua fama, ele larga tudo e parte em uma viagem com sua mulher, para tentar retomar sua vida de antes. Hubert e sua mulher, durante a viagem, conhecem novas culturas, novos lugares e retomam suas vidas de antes, com seus antigos amigos. Mas Hubert percebe que ainda pode escrever um segundo livro. E escreve. Mas este livro é um fracasso nas vendas e na crítica. E é a partir daí, que vários acontecimentos tomam rumo na estória.

Para continuar lendo a resenha, acesse o blog "Palavras ao vento..."
http://www.leandro-de-lira.blogspot.com/
comentários(0)comente



Bruno 19/11/2010

http://livrosempauta.blogspot.com/2010/11/resenha-escolha-de-cada-um-regina-monge.html

Sabe aquele livro que te decepciona ? Ainda bem que esse não me decepcionou (=D), muito pelo contrário, ele me surpreendeu com uma história mais do que maravilhosa, uma história perfeita.
O livro é dividido em duas partes. Na primeira parte a história é narrada por um livro, sim isso mesmo, um livro. Ele nos conta toda a história do seu autor que infelizmente morreu antes do seu sucesso e conta também sua história, todo o seu sofrimento, toda a sua solidão antes de um leitor ávido descobri-lo e passar ele nas mãos de várias pessoas, até conseguir coloca-lo em 1º lugar nas listas dos mais vendidos do MUNDO. Na segunda parte do livro "A Escolha de Cada Um", vemos a história que é contada no livro da primeira parte, o livro que virou Bestseller. Nessa segunda parte, conhecemos Anna, que após o trágico acidente do seu amor, se fecha totalmente para novas paixões e decide focalizar toda sua energia no seu trabalho e conseguir total sucesso profissional. Mas após algumas sessões de terapia, Anna viaja para Petra, o lugar dos seus sonhos, e ela viaja com a certeza que esse lugar iria mudar sua vida, e ela não sabia como tinha certeza.
Eu simplesmente me apaixonei por esse livro, se tornou um dos meus favoritos. Ele nos passa várias mensagens, que nos faz refletir bastante sobre nossas vidas, nossas atitudes. Mas não pense que é um livro de Auto - Ajuda, é claro que ele nos faz pensar e refletir, mas de uma maneira diferente, cada mensagem está ali escondida nos pensamentos de Anna ou do Livro.O final foi super - criativo, a autora soube escrever muito bem. O que não gostei foi a falta de divisão de capítulos, muita gente (como eu), ler por capítulo, e já que esse livro não tem, temos que ler até o final. Infelizmente muita gente não tem disposição ou tempo para ler tudo de vez, e fica deixando sempre o livro para depois. Mesmo que tenha esse pequeno defeito, recomendo á todos que não deixem para esse livro depois, leia AGORA, e se surpreenderá, assim como eu.
Douglas Águia 28/12/2010minha estante
Nossa Bruno, sinceramente, vou contar-lhe um segredo, venho já faz um tempo acompanhando suas resenhas, você tem evoluido demais, tem escrito as resenhas com mais fervor adjetivando e opinando mais, admiro muiro suas qualidades para a escrita vai saber se não se torna um escritor de sucesso!
Pretendo leu o livro só porque sua resenha me convenceu!




Lili 23/08/2010

Após a leitura o que posso dizer caro leitor senão que o livro é uma bela surpresa? Tanto a história, os personagens, a mensagem transmitida, muito embora a experiência não possa ser adquirida da noite para o dia. Mas, que nos impulsiona a refletir a vida, as nossas escolhas e a coragem de mudar! Eu estou ainda deslumbrada com o que li...

A forma como a autora Regina Monge dividiu o livro é simplesmente genial! Eu não vou dizer para não estragar a surpresa, mas com toda certeza o leitor se surpreenderá com a originalidade do tema e criação da autora. E não se engane pela capa, o livro não é auto-ajuda! Apesar de motivar a reflexão, ele engloba de tudo um pouco, desde romance, drama, surrealismo, espiritualidade, enfim, instigo você a ler e descobrir!

Em suma, o livro tem uma linda lição de vida, com uma viagem fascinante através do nosso mundo interior. Enfatizando a importância de nossas escolhas e que somente através do amor alcançamos o nosso verdadeiro propósito. E afinal o que queremos é ser felizes não é mesmo? E se o caminho que escolhermos não nos levar a isso, então algo tem que ser mudado! E isso, dependerá somente de nós e de nossas escolhas! Como a própria autora cita no livro: "A grande lição é crer em todas as possibilidades oferecidas pela vida e ter a coragem de fazer nossas escolhas."

Para terminar, não poderia deixar de citar um trecho do livro, tem muitos, mas somente para uma pequena degustação literária, deixo com vocês um diálogo entre os personagens Anna e John:

"Enquanto percorriam seus corredores, admirando e comentando suas valiosas e belíssimas obras, John e Anna também aproveitavam para conversar.
- Você já parou para pensar na vida como uma tela em branco, na qual se vai pintando o seu transcorrer? Na infância, você dá as primeiras pinceladas, na adolescência começam a aparecer os traços, na idade adulta começa a dar forma às imagens e na velhice tem a obra inteira, por completo... Não é magnífico isso? Nós podemos criá-la, desde o iníncio - comentou John.

- Isso é muito profundo, nunca a imaginei dessa maneira. Somente às vezes temos o total controle das tintas e das formas registradas nessa grande tela. Mas, talvez, faça algum sentido. Eu agora estou colocando forma na minha tela, estou moldando-a, e posso dizer que ela está ficando linda! - completou Anna.

- A vida é isso, uma obra de arte, porém simples de executar: cada um, com o talento recebido, pode pintá-la. Mas as pessoas querem fazer algo complicado e acabam borrando tudo, estragam sua obra de arte. Viver é simples, conviver é mais simples ainda. Basta deixar-se levar e não interferir nos direitos do outro, respeitar a pessoa ao lado, seus defeitos, suas qualidades, suas emoções, seus prazeres, enfim, tudo. Cada um é cada um, e somos todos diferentes ..."

Ainda preciso dizer que esse livro será lido e relido por mim muitas vezes?
Com toda certeza recomendo!

http://www.nossosromances.com.br/
Bamuletasberg 04/09/2010minha estante
Acabei de ler o seu livro. Parabéns. Muito criativo e bem escrito. Gostei muito.
Futuros leitores: Adquiram o livro e mergulhem no universo literário com Regina Monge.

Clarice Eizenberg






Ju Oliveira 05/11/2010

Terminei a leitura do livro a dois dias. E até agora estou extasiada com a belíssima história criada por Regina Monge. O livro se divide em duas partes. A primeira parte o narrador é um livro. Isso mesmo, um livro que possui sentimentos. Narrando sua tragetória desde sua criação, quando começava a ser escrito por seu autor até suas não tão bem sucedidas vendas nas livrarias. Parece um pouco surreal, mas a narração do livro é tão tocante, tão sentimental, que agora sempre que vou ler um livro, começo a imaginar… e se esse livro tivesse também sentimentos? O livro sofre muito com as críticas e com a má aceitação dos leitores. Fica encalhado durante vários meses nas prateleiras da livraria. Até que um dia tudo isso muda…

Na segunda parte conhecemos a história de Ana, uma bem sucedida editora de uma revista de finanças. Aos 42 anos e desiludida com sua vida amorosa, desde que um trágico acidente tirou a vida de seu grande amor, 20 anos atrás. Ela acaba se acomodando com sua situação e se fecha totalmente para o amor. Até que em uma viagem a Petra, tudo se transforma em sua vida. E seus olhos voltam a brilhar novamente… Acho bom parar por aqui, senão eu me empolgo e acabo contando toda a história. O final é surpreendente, maravilhoso. Definitivamente, eu amei esse livro. Regina, muito obrigada por me permitir conhecer essa belíssima história de amor, superação e escolhas. Eu super recomendo esse livro.

http://juoliveira.com/cantinho
Turtle 10/11/2010minha estante
Fiquei mais empolgada para ler o livro~!!!\(^^)/




Samu 15/11/2011

http://blackbirdlonely.blogspot.com/
À primeira vista esse é mais um livro de auto ajuda normal, boring e sem graça, certo? Errado. O livro já começa diferente, original, criativo, pois o narrador da história é também um LIVRO. Um livro capaz de sentir e pensar tanto quanto nós, humanos. Na primeira parte, ele começa a contar todo seu processo de criação, como ele nasceu, quem é seu autor, J. Hubert, que depois de ter escrito um Best seller incrível, passou anos sem escrever e passou 20 anos para escrever o Livro (vou chamar assim com letra maiúscula pra não confundir), com medo do que os críticos poderiam dizer, pois acreditava que a mídia constrói e também destrói. Enfim, Hubert lança o livro e seus temores se concretizam, a crítica tacha o livro de ‘o pior que Hubert poderia ter escrito’ e, claro, ele fica muito triste com isso. Hubert morre sem ter o livro valorizado e o Livro quer entender por que sua história foi tão ignorada em seu lançamento e como foi angustiante seu desejo de se tornar um livro famoso enquanto ficava sempre nas partes mais escondidas da livraria...
Até que um dia Richard, um exímio admirador de livros, chega à livraria e, após passar por muitos outros, ler suas sinopses, orelhas, contra-capas e enfim, chega no Livro, que emoção! Richard estava lendo sua sinopse, dando um sorriso sem sentir e o Livro estava feliz da vida, pois iria finalmente levar sua mensagem e mostrar o quão maravilhoso ele era!

“Ser lido é o sonho de qualquer livro, porque representa respirar, obter forças para lutar por ideais. Ser lido é existir nesse mundo das letras e das lutas.”

Richard se encanta pelo livro e o indica à sua sobrinha que sempre segue as dicas de leitura do tio, pois sabe que quando ele gosta mesmo de um livro, ele vale a pena; ela o lê, claro, também se encanta pelo Livro.
Por ser repórter, ela quer mostrar esse livro ao mundo; busca saber mais sobre o autor e descobre que ele morreu, recorrendo assim à mulher dele, e o Livro acaba virando um fenômeno mundial.
Então começa a segunda parte de “A escolha de cada um”, que é o livro que o Hubert escreveu, de título “Um novo tempo”, que conta a história de Anna; uma mulher muito bem sucedida profissionalmente, uma completa workaholic, mas tem certeza que algo falta nela, pois carrega um vazio há vinte anos e não se permite preencher. Anna começou a fazer terapia (novamente) e agora parece estar dando certo. Antes de assumir o novo e desafiador cargo de editora-chefe da revista de negócios, ela resolve ter uma viagem de férias. Ela tem um sonho que seu terapeuta acha muito revelador e que sua vida vai se transformar em breve.
Anna escolhe Petra e Paris para as férias. Na cidade rosa, ela conhece o americano John e, como não parecia ser possível, vive um lindo romance com ele. Ele promete segui-la até Paris e lá também sua história de amor continua... Não posso contar o resto por que aí já seria dizer tudo... Mas posso dizer que essa capa do livro, além de ser LINDA acaba sendo totalmente oportuna e você percebe isso quando o lê. O olho verde, a cidade rosa atrás. Muito bonito.
Não parece incrível que um livro tão pequeno possa fazer o mundo ao seu redor parar pra você prestar atenção a ele? Regina fez um trabalho incrível e tenho orgulho de uma obra nacional assim. É raro um livro de autoajuda (tão diferente, quase ficção e com toque de transcendência espiritual) realmente fazer sua mensagem tocar o leitor, enxergar que ele TEM ESCOLHAS e que isso depende dele próprio.

“Minha certeza são estes fatos e acontecimentos que estão pairando no ar: acontece qualquer coisa, com qualquer um. Basta acreditar, ser persistente, ter fé, estar preparado para quando a oportunidade passar, tendo a mão estendida para agarrá-la.”
comentários(0)comente



Tielle Soares 22/10/2010

Resenha Livromaníaca
"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios...
Por isso, cante, ria, dance, chore e viva intensamente cada momento de sua vida, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos."
Charlie Chaplin

A Escolha de cada Um foi escrito por Regina Monte e publicado pela Editora Novo Século, pelo selo Novos Talentos da Literatura Brasileira. Contém 157 páginas, e é dividido em duas histórias que estão interligadas:

1º Parte - A primeira parte foi uma completa surpresa pra mim, uma surpresa maravilhosa na verdade, pois é narrado por um livro. Isso mesmo, a primeira narrativa é de um livro que não obeteve muito sucesso quando foi publicado, mas que sabia do seu potencial e ansiava pelo momento de ser um best-seller.

Esse livro é a segunda obra publicada por J.Hubert, a primeira foi um sucesso instantâneo, portanto para a segunda obra todos tinham espectativas e ansiavam por uma continuação do primeiro. Como a história era diferente do que os leitores aguardavam, a midia "caiu matando" e criticou o livro até este ser esquecido. Até que um homem o compra em um sebo e sua jornada para o sucesso começa...

A narrativa do livro é maravilhosa, se eu já tinha problemas em pensar que os livros tinham sentimentos, agora então... Regina Monge conseguiu narrar os pensamentos que um livro teria, caso este pensasse, e seus objetivos. AMEI

2º Parte - Nessa segunda parte conhecemos a história da segunda obra de J.Hubert. Sim, o livro que é o personagem da primeira parte.

Nessa narrativa conhecemos Anna, que vive exclusivamente para sua vida profissional e não se importa de ficar sem companhia. Isso pelo menos é o que ela demonstra aos pais e também aos amigos. Ela tem um trauma terrível pela morte de seu primeiro amor em um acidente, desde daquele momento ela não se "abre" para um relacionamento e se esconde em seu trabalho.

Mas vinte anos depois, com uma dose certa de terapia e uma viagem inesquecivel, Anna finalmente começa a se libertar e viver intensamente. Lá ela conhece John e se apaixona.... finalmente ela se liberta de seu medo de amar e está pronta para se apaixonar quantas vezes for necessário para finalmente ser feliz!

A narração da luta da personagem para ser feliz e se libertar de um amor passado é encantador e motivador. Quem ler esse livro realmente passa a ver a vida de outra maneira. E a frase de Charlie Chaplin é bem adequada para a mensagem que o livro nos passa.
comentários(0)comente



Juliana Vicente 11/11/2010

Resenha no blog As meninas que leem livros
Quando peguei esse livro para ler, já havia lido resenhas dele em outros blogs e pensava ter uma visão geral e precisa do que aconteceria dentro de suas pginas. Em primeiro lugar o livro é totalmente original para mim, isso mesmo nunca li nada como ele. Não sou fã de livros de auto-ajuda e fiquei com um pouquinho de receio desse livro me levar por esse caminho, mas em nenhum momento senti que existiam “lições” de moral. Claro que algumas partes do livro nos fazem rever alguns conceitos e refletir sobre aspectos da vida, mas não senti como se eu fosse “obrigada” a sentir ou pensar isso. Simplesmente aconteceu.

O livro é dividido em duas partes. Na primeira temos um personagem inusitado e muito querido, um livro. Ele nos conta como se deu seu processo de criação, edição, impressão, divulgação e milhões de outros detalhes que nem imaginamos ser necessários para tornar um livro um sucesso. Todo livro deseja ser comprado e levado para casa. Deseja ser lido e fazer o leitor se emocionar com ele, independente de qual seja a emoção.

Com esse livro eu chorei, tive medo, esperança e por fim um sentimento tão grande de contentamento que precisava saber qual história esse livro contava. Uma história capaz de mudar a vida de tantas pessoas.

A segunda parte de A escolha de cada Um foi mais difícil de ler, pois aqui me encontrei com Ana, uma mulher que esqueceu o que é o amor, que apesar de ter uma vida satisfatória, já não consegue lembrar o que é felicidade. Em algumas coisas me identifiquei muito com ela, acho que por isso a leitura dessa parte do livro demorou a ser concluída, afinal reconhecer nossos problemas nunca é fácil.

Agradeço a Regina por me possibilitar a leitura desse livro e permitir que eu conhecesse personagens que me encantaram e fizeram-me crescer um pouquinho mais.

Eu convido vocês a conhecer um pouco mais desse livro e dessa autora que só começou a nos encantar.
comentários(0)comente



Herick 19/12/2012

Eu realmente não sei que nota dar a este livro.
Sinceramente, eu não gostei muito. É uma história muito irreal e cheia de crenças que não me apetecem. Nós observamos a realidade do mundo, se o que é bom viesse tão fácil, já teríamos alcançado isso.

Como literatura, também, não tem grande valor. A história é rápida, sem artimanhas narrativas inteligentes e com diálogos extremamente mecânicos e fora do comum. Parece que o único objetivo era passar a mensagem de que o "Universo" conspira somente para o nosso bem, de que nós é que complicamos tudo e, que se quisermos e nos abrirmos para isso, podemos mudar nossa realidade pois o "Universo" será conosco!

A ideia é interessante e o que a autora quer transmitir é muito bem vindo, mas realmente não me agradou. É irreal demais. No fim, este livro pode ser classificado, sim, como um auto-ajuda.
comentários(0)comente



Sanna 28/09/2010

A Escolha de Cada Um
Como iniciar falando de um livro tão diferente? Com toda a certeza, A Escolha de Cada Um é diferente de tudo que já li até aqui. No início a narrativa é meio confusa, o livro não é subdividido por capítulos e a história corre rápida. Em um momento narrando certo momento, e na folha seguinte já podemos estar num outro dia.
O livro é dividido em duas partes, na primeira, um livro falando de si mesmo, de seu querido autor, de seu esforço para conseguir ser lido por alguém. Na segunda parte temos o conteúdo desde livro. É realmente estranho e confuso, e não chega a ser um livro de auto-ajuda, mas lhe fará pensar nas suas próprias escolhas.
A Escolha de Cada Um é um livro fino e rápido, mas eu fiz uma leitura lenta, pois necessita de atenção redobrada, já que não há subdivisões e a história vai rolando e mudando de rumo com rapidez. Foi um daqueles livros que, no fim, me fez dar um sorrisinho e pensar no quão gostosa foi a leitura. A primeira parte do livro, para mim, foi a favorita. Porém a segunda impressionou. Principalmente seu final. Eu estava, com toda a certeza do mundo, esperando um final meio clichê. Enganada? É pouco! Regina conseguiu fazer um novo final interessante à ponto de, chegar naquela parte da leitura e não conseguir parar mais.

- Resenha no também blog: http://tortademenina.blogspot.com/2010/09/daestante-escolha-de-cada-um.html
comentários(0)comente



Cley 07/11/2011

RESENHA - A ESCOLHA DE CADA UM
RESENHA:

“Tudo se resume a algumas palavras, como confiar, acreditar, abrir-se. Antes de acreditar na possibilidade de ter um amor, você precisa acreditar nele; isso se aplica a tudo: à profissão, às posses materiais, tudo, enfim. Você quer poder algo? Então creia, pois aí, sim, você atinge seu objetivo.” p. 128
O livro A Escolha de Cada Um, simplesmente me encantou.
Já gostei dele pela capa. No começo fiquei pensando o motivo de ser um olho verde o destaque do livro. Me surpreendi.
A Escolha de Cada Um, nos traz uma visão totalmente diferente do amor e do caminho que estamos escolhendo. Eu destacaria ele como um belo romance. Pois o livro traz a mensagem de luta pelos sonhos e sempre, sempre ter esperança.
Ele é dividido em duas partes. Na primeira, o livro, sim, o livro é o narrador da história. Ele conta seu processo de criação, fala do seu criador, de seus sonhos e de todo o processo que ele teve que passar para se tornar um Best seller, incluindo rejeição, críticas, esquecimento, até que um dia, Richard, um homem apaixonado por livros, porém um pouco decepcionado com a vida, o comprou. Depois de lê-lo, ele tinha certeza que esse livro revolucionaria a mente de muitas pessoas, assim como fez com a dele. Mostrou-o para sua sobrinha, Suzan, uma jornalista, que foi o ponto de desenvolvimento para o livro se tornar tão famoso.
O livro fala de seus sentimentos, suas lutas, suas esperanças de uma forma muito envolvente, falando com o leitor.
Na passagem da primeira para a segunda parte, o livro ressalta:
“Atualmente, vivo rodeado de amigos na biblioteca de Suzan, pois ela não me devolveu para o tio Richard. De vez em quando, alguém me pega para ler. Então, recomeço a contar a minha história, como farei para você, agora.”p. 61
A segunda parte conta a história do livro que cativou tantas pessoas.
Ele fala de uma mulher, Anna, bem-sucedida profissionalmente, porém, sua vida sentimental não vai nada bem.
Após ter perdido o namorado em um acidente, ela, acaba criando um bloqueio, e não é mais capaz de amar de verdade. Assim, passaram-se vinte anos. Sua amiga, querendo ajudar, convence ela a procurar uma pessoa muito especial, um terapeuta, que a ajuda, pela primeira vez a questionar vários pontos de sua vida e perceber que nunca é tarde para o amor.
Anna pretende viajar para a Petra, a cidade de pedra e depois para Paris, a cidade Luz.
Em determinado momento Anna conta que vem tendo sonhos com uma pessoa que tem olhos verdes e...

PARA CONTINUAR A LEITURA, ACESSE:http://palavrasaventureiras.blogspot.com/2011/11/resenha-do-livro-escolha-de-cada-um.html
comentários(0)comente



Amanda's Tale 18/11/2012

A Escolha de Cada Um - Regina Monge
Inicialmente, o livro – A Escolha de Cada Um – é narrado por um segundo, onde a obra é dividida em duas partes: a primeira é como uma sinopse sentimental, dando vida a um ser inanimado e mostrando as mudanças que o livro faz na vida de seus leitores; a segunda parte inicia a tal obra milagrosa, justificando os exemplos de mudanças apresentados na primeira parte.
Ana, uma executiva bem sucedida, é a personificação da mulher contemporânea que prioriza a construção de sua carreira, deixando sua vida sentimental em segundo plano. Entretanto, essa prioridade é fruto de uma grande tristeza ocorrida no passado da personagem, onde seu lado romântico foi dissipado por uma tragédia.
Diversos foram os tratamentos psicológicos realizados após o fato ocorrido, mas nenhum surtiu efeito e a vida de Ana seguiu com o peso carregado em suas costas. Após várias tentativas frustradas, a protagonista encontra um profissional que utiliza técnicas diferenciadas – A psicologia integral -, a partir dele a vida de Ana toma um rumo jamais imaginado por ela.
Por fim, Ana inicia uma grande viagem e encontra o seu grande amor, contradizendo todas suas expectativas anteriores ao tratamento. Após várias peripécias, ela tenta encontrar essa pessoa e uma grande surpresa acontece, dando uma sensação de volta ao passado
Esse livro foi diferente, de todos os livros que eu já li, eu gostei bastante, no começo da segunda parte eu não estava gostando muito, mas ao decorrer da história eu comecei a gostar, fiquei surpresa. A autora criou uma obra diferente, onde você terá outro sobre a sua vida. Eu recomendo essa leitura. O livro flui de uma forma natural, é de fácil entendimento, possui algumas palavras um pouco rebuscadas. Esse livro foi uma experiência nova.

Editora: Novo Século
Páginas: 157
comentários(0)comente



Dominique 20/01/2011

Poder revitalizador!
"A Escolha de Cada Um" foi um dos livros que mais me surpreendeu, com um final espetacular e com uma história única. Confesso que demorei dois meses para terminá-lo e explico o porquê. O livro é dividido em duas partes. A primeira parte, eu devorei tão rapidamente, que quando me deparei com a segunda parte, que para mim, nada tinha a ver com a primeira, me decepcionei e comecei a ler outros livros. Mero engano.

Com a chegada das férias, olhei resignadamente para ele e disse: querido, desse ano você não passa, por mais que você tenha me decepcionado. Já ouviram falar na expressão: e tomou um tapa com a luva de pelica? Sim, foi exatamente isso que me aconteceu. Eu não somente li a segunda parte, como adorei o final que a autora nos preparou. Mas deixe-me falar um pouquinho da história, acredito que todo leitor, amante de livros vai se emocionar.

A primeira parte do livro fala sobre um personagem muito próximo a nós, leitores. Ele conta a história de um livro, que aliás, é narrado em primeira pessoa. A desventura do nosso precioso narrador, começa quando seu autor o lança ao público, mas diferente do livro anterior, este não é devidamente apreciado e alvo constante de críticas cruéis. O resultado é lastimável. O livro é esquecido e relegado as mais escondidas prateleiras de sebos. Seu autor entra em um depressão profunda, antes famoso por seu livro anterior, agora difamado pelo novo, que ele confiou tanto que teria o poder de transformar vidas.

Nosso querido livro narrador, aproveita os momentos para falar sobre os críticos literários, o cruel mercado editorial e o poder da mídia em derrubar ou levantar um determinado produto. Ele também nos conta, as histórias dos livros a sua volta, cada um com um significado especial, com uma função, mas todos querendo o mesmo destino: ir para as mãos preciosas de um leitor.

Certo dia, entra no sebo um senhor que vagarosamente passeia de estante em estante, folheando livros, lendo trechos, separando alguns, deixando outros. Nosso amigo livro, exulta, torce para que ele repare nele, lá no final do corredor, quase na última prateleira, escondidinho... e és que o instante de felicidade chega!

Eu poderia contar muito mais sobre a primeira parte e sobre a segunda também, mas acredito que somente você, caro leitor, tem o direito de embarcar e descobrir por si mesmo, os segredos que Regina Monge escondeu nas linhas desse livro. Convido você a lê-lo, tenho certeza de que não irá se arrepender.

Veja mais: http://www.livrosfilmesemusicas.com.br/2010/12/escolha-de-cada-um-de-regina-monge.html
comentários(0)comente



Dé... 24/09/2010

Grande parte das pessoas que passam por aqui são aficcionados por livros, tem um carinho especial por eles e por que não cíumes?? Ah, eu pelo menos tenho alguns "xodós" que só empresto com um cursinho básico de "Boas práticas no manuseio do meu livrinho"...
Agora já pararam para pensar o que os seus livros pensam de você?? Não? Nem eu... pelo menos não até esse livro...
A forma como a história foi escrita é pra lá de original... eu, pelo menos, nunca li nada parecido... a autora dividiu o livro em duas partes, na primeira o personagem principal é o próprio livro... um personagem assexuado, curioso e ansioso... que se interessa pela vida de todos os seus leitores e que almeja alcançar o sucesso... a história não é separada em capítulos, então é difícil parar... li a primeira parte num fôlego só... e fiquei o tempo todo pensando em como seria a história dentro daquele livro...
Já na segunda parte é narrado o conteúdo do tal livro... nele acompanhamos a trajetória de Anna, uma mulher bem sucedida, mas infeliz e que se vê perdida, levando a vida no piloto automático...
A história da heroína é muito triste e numa viagem a cidade de Petra na Jordânia vê sua vida virar de cabeça para baixo... a descrição da paisagem e dos passeios fazem a gente viajar e eu, que nunca havia pensado na possibilidade de conhecer a Jordânia, me vi "fuçando" na net atrás de fotos...
O livro fala sobre possibilidades, escolhas e o modo como levamos as nossas vidas... mas calma, não se trata de nenhum livro de auto-ajuda...
Outra coisa muito boa é o fato da autora ser brasileira, facilitando assim o bate papo com os leitores e sempre há a possibilidade de adquirirmos um livro com uma dedicatória especial...
Só tenho uma crítica a fazer, o livro é muito curto... sério mesmo, quando a história fica ótima ele acaba... acho que deveria ter, no mínimo, o dobro de páginas que eu leria com o maior prazer...

Vale a pena prestigiar mais esse talento brasileiro...

Para ler essa e outras opiniões, visite www.leituranossa.com.br/
comentários(0)comente



Tanner Menezes 20/12/2010

Vale a pena Conferir!
Minha Resenha.

Capa: A princípio, não posso deixar de mencionar essa belíssima capa. Eu já a tinha visto em alguns blogs, mas posso dizer a vocês que ao pegar o livro em minhas mãos fiquei encantado com a beleza de sua capa. A editora Novo Século está de parabéns! Não tinha compreendido a imagem que aparece na parte detrás do livro, mas depois de lê-lo não só compreendi como achei muito oportuno. Esse é um livro que contradiz o ditado: "Nunca julgue um livro pela capa", poi, a história é tão bela quanto.

Primeira Parte: O livro é dividido em duas partes, a primeira narra a história de um livro, isso mesmo, um livro! Um livro dotado de sentimentos e emoções que vive desde o seu fracasso à ascensão.Eu, a princípio, tenho de lhes dizer que não me agradou a ideia de um livro narrar sua história, acreditei que seria tedioso e sem graça. Confesso que me enganei. O livro narra sua história de forma comovente, e realmente nos convence à acreditarmos que ele seria detentor de tais sentimentos e aspirações por reconhecimento. Passamos durante toda a primeira parte apreensivos em saber qual seria a história tão aclamada, pois passamos esta parte do livro sabendo de seus anseios, desejos e frustrações, e vemos sua história modificar a vida de várias pessoas que o leram. A autora foi tão audaciosa que nos deixa COMPLETAMENTE LOUCOS para saber qual a história narrada pelo "livro" do livro. :D
Mas isso será respondido na...

Segunda Parte: A vida de Ana nunca mais fora a mesma desde uma tragédia em sua vida. Confesso que o inicio de sua história não me agradou muito. A Autora utilizou-se de muitos detalhes e explicação que, a meu ver, deixou a leitura um pouco pesada e cansativa, mas no decorrer da narração e no desenrolar desta história você se fixa na leitura sem querer parar!Ana passa por uma jornada espiritual e mental para tentar redescobrir sua felicidade, e diante disso passa por experiências jamais vividas a fim de encontrar novamente o amor. Uma narrativa delicada e doce, capaz de enlaçar o leitor em suas teias fazendo-o não parar de ler até a última palavra.

Geral: O livro é muito bom! Não posso deixar de dizer que, ao contrário do que li em inúmeros blogs, esse livro é sim um livro de Auto-ajuda. Mas não como os convencionais. Ele é narrado de uma forma que mascara este estilo de literatura, de uma forma inteligente que o faz o leitor repensar sua vida sem perceber que esta refletindo sobre suas atitudes. Eu particularmente não consigo gostar nem me envolver em livros de auto-ajuda, mas se todos fossem como esse, leria com prazer! Ele passa uma mensagem profundaa, o faz refletir sobre sua vida e sobre seu modo de viver, o faz realmente sair da inércia e lutar por algo que acredite. Posso lhes dizer que em muitas partes da leituraeu repensei sobre os meus problemas pessoais e me vi pensando: "Poe que eu ainda não o resolvi?!".

Enfim, parabenizo a autora por essa magnífica obra e agradeço por nos proporcionar tão prazerosa e essencial leitura.
Recomendo a todos e lhes digo com toda certeza que qo ler esse livro, você sem dúvida alguma se verá correndo para solucionar seus problemas e buscar a tão sonhada felicidade.
Para finalizar esta frase que consta na quarta capa do livro, uma frase que achei intrigante e realmente excelente.

"Nossa vida é um caminho, uma grande aventura com momentos de pausa obrigatória em que devemos fazer escolhas. Diante delas surgem etapas, obstáculos e novas vias que se abrem, é um convite para irmos além. Cada escolha traz esperança, corrige trajetórias, transforma nossos sonhos em realidade.
Você está preparado para fazer suas escolhas?"

Obrigado,

Tanner Menezes

Para mais resenhas e maiores informações do meu livro "Cinco Sentidos", visitar meu blog: wwww.autortannermenezes.blogspot.com
comentários(0)comente



Aline Coelho Cury 24/05/2011

Faça suas escolhas!!!!

O 1° ponto que destaco nesse livro é a forma como ele é iniciado, totalmente inovador e divisor de águas para mim já que o narrador da história é o próprio livro.
A Regina Monge faz com que o livro seja um ser vivo dotado com pensamentos e sentimentos. E é na primeira parte do livro que ele narra desde sua criação, trajetória de vida com sucessos e fracassos, até suas trocas de experiencias com os leitores.
Na 2° parte do livro ele nos diz o que tem de conteúdo em suas páginas. A história de Anna é relatada de forma mágica com momentos de fortes emoções. Nós acompanhamos toda metamorfose dela e suas escolhas em busca da felicidade.
O livro não é dividido em capitulos então em muitos momentos me senti um pouco perdida e solta na história.
Gostaria de destacar que muitos dos aprendizados e dicas dados a Anna durante a história me remeteram aos ensinamentos dos livros O SEGREDO e O PODER da Rhonda Byrne. Então acredio que eles tenham servido de inspiração para a Regina durante suas pesquisas e estudos na elaboração desse livro.
Mas o destaque do livro para mim foi a perfeição e originalidade da sua 1° parte. Com certeza inesquecível a percepção do livro como ser vivo =)
Antes de ler esse livro já tinha um cuidado especial com os meus livros mas agora só de imaginar o que foi proposto pela Regina, essa troca com o leitor é mágica.
Demais a forma como o livro se despede do leitor:

"Espero de alguma forma, ter feito alguma diferença para vocês ou, pelo menos, ter sido um fio condutor para a sua transformação, com ideias inspiradoras, para você dar continuidade e acreditar nos seus sonhos. Quem sabe sua vida transformada, realizada, após suas conquistas, não se torne também um livro de sucesso. É essa a mensagem final para meu amigo leitor:
CONSPIRE A SEU FAVOR COM O UNIVERSO!!!!!"

Então é isso quem ainda não leu deve ler porque esse livro é demais e quem tem o mesmo por favor empreste para todos da familia porque valerá a pena divulgar essa mensagem!!!
comentários(0)comente



39 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3