Reencontro Mortal

Reencontro Mortal J. D. Robb




Resenhas - Reencontro Mortal


25 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Kakau 01/06/2019

Personagens:
Eva Dallas e Roarke
comentários(0)comente



Meninas que Leem 22/12/2016

Blog As meninas que leem livros
Desde que tive o prazer de descobrir essa série sempre fico ansiosa para ler as continuações. Esse é o décimo quarto livro da chamada série mortal da autora Nora Roberts que escreve com o pseudônimo J.D RoBB.
O que mais me agrada nessa......

site: http://www.asmeninasqueleemlivros.com/2010/10/reencontro-mortal-jd-robb.html
comentários(0)comente



Samu 05/05/2016

Ótimo
Personagens cativantes e que te prender.
Narrativa simples, surpreendente e gostosa.
História boa, com uma linearidade que não te deixa se perder.
Um verdadeiro Romance Policial, com pitadas de suspense e reviravoltas, um ótimo histórico de cada personagem, mitas senas quentes e envolventes e mistérios bem interessantes!
Vale muito a pena seguir a saga, mas o bom é que cada livro pode ser lido sozinho tb (embora se perca um pouco da história dos personagens recorrentes, cada livro é um caso diferentes).
Super recomendado!
comentários(0)comente



Geovanna 09/09/2015

Depois do grande sucesso Sedução Mortal, Nora Roberts, sob o pseudônimo de J.D. Robb, lança no Brasil mais um livro da sua famosa série policial: Reencontro Mortal. A série e ótima e adoramos como a autora estabiliza a casamento de Roarke e Eve Dallas com seus autos e baixos e fatores que ameaçam a vidas deles e como enfrentam os obstáculos da da vida, e como cada um lida com o trabalho do outro. A serie como e muito grande e viciante e bom dar umas paradas de vez em quando na leitura pois vai se tornando cansativa e você tem que dar uma pausa na leitura, para a tornar mais interessante de se ler, se não depois de um tempo ela se torna muito na cabeça e vira uma misturas de historias e dificulta a compreensão do leitor.

Eve Dallas foi a responsável direta pela prisão de Julie Dockport há dez anos. Agora, solta por bom comportamento, Julie não pretende deixar a policial escapar ilesa. Um reencontro que jamais será esquecido pelas duas.

Exatamente às 19h30, Walter Pettibone chegou em casa e encontrou mais de cem amigos e familiares que gritaram em uníssono: “Surpresa!”. Era seu aniversário. Embora há várias semanas ele já suspeitasse de que uma festa estava sendo organizada, a verdadeira surpresa ainda estava por vir. Às 20h45, uma ruiva com olhos cor de esmeralda lhe entregou uma taça de champanhe. Um único gole do líquido borbulhante o fez cair morto.
comentários(0)comente



Rose 25/06/2013

Está fazendo um ano que este explosivo casal juntou os trapinhos. Eve e Roarke tiveram um ano cheio de perseguições, tiros, chutes, socos e muita morte. Mas também tiveram muito amor e cumplicidade.
Um completa o outro e conhece os medos e sofrimentos passados por seu companheiro.
Em "Reencontro Mortal" eles estão voltando de merecidas férias, e nem tiveram tempo para se readaptar à realidade quando um cadáver encontra Eve.
Mas a assassina fria e calculista é conhecida da polícia e principalmente de Eve. Foi a Tenente que anos atrás foi a responsável por sua prisão.
Julianna Dunne estava de volta. Solta pelo sistema que a considerou recuperada, ela não esperou muito para voltar a matar. (Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência...)
Se antes de sua prisão Julianna se mostrava ria e calculista, agora ela teve anos de preparo e estudo para sua volta. Ela iria fazer sua adversária, a Tenente Eve Dallas, pagar muito caro pelos anos que ficou presa.
A única adversária que considerava à sua altura iria chorar sangue por todos os dias em que não pode usufruir do que tinha direito. Ela seria atingida pelo seu ponto fraco: Roarke.
Mas Eve era Eve e Roarke era Roarke, e depois de um ano juntos, e por passarem por muitos obstáculos, eles não se entregariam fácil. Eles poderiam ser o ponto fraco um do outro, mas também era a fortaleza e a certeza de que valia a pena lutar até o fim.
Eve X Julianna, uma luta mortal, onde apenas uma vai sair ganhando. Um reencontro com o passado para que possam continuar tendo um futuro...
comentários(0)comente



Maria Carolina 17/09/2012

O que eu posso falar de uma Série que me conquistou por completo!?
Que não ficaria sem ler por nada nesse Mundo!?
Esse livro foi muito bom, a trama deixa você esperando e na expectativa para saber qual será a proxima vitima! E as tramas secundárias (que de secundária não tem nada) foram ótimas, A.D.O.R.O. a Peabody , o McNab que casal mais engraçado, adoro eles!
Esse livro me deixou sem fôlego.Muitas emoções num livro só, e já faz um tempo que estou realmente gostando da Eve (tá ela ainda me irrita), ela mudou muito desde o 1º livro!
Neste aqui mostra uma Eve , mas sensível, mais preocupada com as pessoas que ela ama, realmente comecei a olhar para ela de modo diferente! E tem uma parte em especial que eu realmente fiquei com o coração apertado por causa dela! O ROARKE não preciso nem falar nada né... o Homem maravilhoso.... OHHHH IRLANDÊS MARAVILHOSOOOOOOOO!!!! xD
Bom Agora vou continuar a ler a série para ver o que mais me aguarda pela frente!=D
comentários(0)comente



Erica Martins 20/08/2012

Reencontro Mortal - Resenha por EriCa MarTins
É PROIBIDA A CÓPIA TOTAL OU PARCIAL DESTA RESENHA.

No 14° livro da série Mortal, Eve dessa vez enfrenta uma assassina que prendeu anos atrás no começo de sua carreira. Julianna Dunne está determinada a se vingar de Eve.

O símbolo na capa desse livro é uma caveira com ossos cruzados. Eu na minha imaginação hiperativa achei que se relaciona ao fato dos assassinatos que acontecem na história serem com veneno e nos esqueletos que estão no passado da Eve e da Julianna.

Eu gosto de ver serial killers mulheres nas histórias. As mulheres têm um jeito todo especial de fazer as coisas, até mesmo para matar. Julianna se mostra uma assassina inteligente, que faz Eve comer poeira às vezes.

O título do livro faz menção não somente ao reencontro dessas duas adversárias, mas também a um reencontro de Eve com o seu passado terrível.

Como sempre ela pode contar com o tudo de ótimo marido/ajudante/amante/amigo Roarke (quero um marido assim...).

Mesmo com Roarke se preocupando com os perigos da profissão da esposa, Eve deixa claro sempre está preparada pra se defender, e a seu homem também se for preciso:

“—Estou bem protegida, viu só? E se alguma piranha tentar atacar meu homem, eu a derrubo na porrada. Simples Assim.” [Eve Dallas]

Página 418.

Uma das coisas mais interessantes do livro foi conhecer os pais de Peabody. Como seriam os pais da policial que se tornou o braço direito de Eve, partidários da Família Livre (que no meu entender, são os hippies de 2059...)?
Vale a pena conferir.

Na série Mortal pode-se ver o crescimento dos personagens. A cada volume da série os personagens evoluem para enfrentarem novas situações que aparecem.

Altamente recomendado. Nora Roberts não só escreve bem romances leves, moderados, mas também uma série policial maravilhosa.

Érica Martins - Bookalolic Ontem, Bookalolic Hoje, Bookalolic Pra Sempre!!!
comentários(0)comente



Cris Oliveira 13/07/2012

O volume Reencontro é ação e suspense o tempo todo. Apesar de já sabermos logo de cara quem é a assassina, a busca por seu paradeiro é o que move a trama. O como Eve irá conseguir deter a louca que quer ter Roarke como alvo é a prioridade . O retorno sofrido ao passado de Eve abala Roarke tanto quanto a própria, mas juntos, como sempre, enfrentam tudo. Alguns detalhes do casamento deles é mostrado e os presentes de comemoração do primeiro ano de casados foi lindo. Muita ação, romance, suspense e muito mais.
comentários(0)comente



Silvia 13/03/2012

Nesta linha da autora é 'bonzinho'.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



FotoseLivros 08/10/2011

Encantador... um dos mais lindos e emocionantes da Série Mortal
O Reencontro… como o nome sugere há um reencontro, na verdade dois, um com uma assassina que Eve ajudou a colocar na prisão, enquanto ainda usava farda, e outro... com seu passado tão triste e avassalador... ela precisa ir a Dallas (onde foi encontrada aos 8 anos, machucada, sem memória)... e claro que Roarke vai com ela... porque sabe o quanto isso vai mexer com ela... e ele como sempre está lá para ajudá-la, compreendê-la e ampará-la quando ela precisa... mas ele também sofre muito com o que a sua 'tira' tem que passar...

Neste livro ficamos conhecendo os pais de Peabody, para eles a DeeDee (apelido carinhoso de Delia), Sam e Phoebe Peabody… um casal tão fofo quanto a filha… e vemos tbm Peabody resolvendo seu primeiro caso… sozinha… um caso que estava inconcluso (me lembrei de 'Cold Case', já acompanhei séries) e que Eve o entregou à sua auxiliar para que ela encerrasse o caso… o que a menina faz com muita competência… Essa menina vai longe, assim como sua mentora 'Eve Dallas'! O sucesso de Peabody deixa todos muito orgulhosos: seus pais, McNab, Feeney, Roarke e principalmente Eve.

Neste livro Eve sofre muito… tanto física quanto emocionalmente… mas é muito legal ver como ela se modificou ao longo da série… efeitos de Roarke… eles estão fazendo 1 ano de casados… e passam por várias 'intempéries' emocionais… graças a ida de Eve a Dallas e a busca à maluca assassina JD… mas claro que eles se apoiam, se estressam um com o outro, trocam desaforos, mas também lindas declarações de amor…

Adoro a Dra Mira (psiquiatra da polícia) que sempre ajuda Eve com os perfis psicológicos dos assassinos… e também com as dificuldades emocionais de Eve… adoro prrincipalmente a forma carinhosa e maternal com que a Dra. Mira trata Eve e até Roarke…

Todos os personagens fixos e secundários da série aparecem, exceto Trina (a personal cuidados de beleza de Eve)… mas Nadine está lá… Mavis e seu Leonardo… Charlie e até a Dra. Louise DiMatto… Nora Roberts consegue 'costurar' todos os personagens e formar um livro/série Espetacular!

http://fotoselivros.blogspot.com/2011/10/minhas-impressoes-reencontro-mortal-14.html
comentários(0)comente



Sueli 10/05/2011

Eu Adoro Reencontrar Nora Roberts
Mais um livro da série Mortal e mais uma agradável surpresa.
É muito bom acompanhar o crescimento emocional da personagem Eve Dallas. A cada novo volume da série ela vem se mostrando mais suave, sem medo de confessar o imenso amor por Roarke (e, vamos combinar, nem poderia ser diferente!)e a grande amizade por seus companheiros de trabalho.
Infelizmente, eu gostaria de uma presença maior de alguns personagens que foram apenas apresentados nesse volume, sem falar que o romance Peabody e McNab está meio paradão....
Agora, para compensar, a Nora (J.D.Robb) estava muito romântica nesse volume, pois as declarações de amor Eve & Roarke, foram de tirar o fôlego!
Tudo para celebrar o primeiro aniversário de casamento da dupla mais descolada dos romances policiais atuais, portanto, não perca mais tempo e caia dentro!
comentários(0)comente



Faby Dallas 01/05/2011

Resenha

Nota Pessoal.

O que falar de um dos meus casais preferidos???
Em mais um capítulo da longa e extensa série Mortal, Eve Dallas encara novamente uma antiga inimiga, alguém que ela colocou atrás das grades há muito tempo agora volta com sede de vingança e vai fazer de tudo para que Eve sinta muita dor por tudo que causou a ela.
Adorei, acho que não tem como eu não gostar de um livro da série mortal, a ação o suspense o mistério que envolve os casos prende a atenção até a última página, mesmo quando você já sabe quem é o assassino, ver a detetive Dallas lutando para juntar os fragmentos que a assassina deixa é muito legal, sem contar é claro, o homem mais maravilhoso da face da terra em 2059...

Para ler a resenha completa, acesse.


http://adororomancesdearacaju.blogspot.com/2011/04/serie-mortal.html
comentários(0)comente



neli 29/03/2011

Ótimo
Depois de ficar quase um ano sem ler nenhum livro da série, fiquei feliz demais com esse.
Claro que a fórmula, briga-pazes-sexo-solução de crime, não mudou.
Mas gostei de a Eve mais frágil e aceitando ajuda.
Desde o início já se sabe quem é o assassino e é bem legal ver como nossa policial antecipa, com lógica, os passos do msm.
Recomendadíssimo.
comentários(0)comente



PolyFlores 26/02/2011

14º da série.
Alguém aqui economiza livros?

Ah, gente... Aposto que sim! E é exatamente isso que acontece comigo quando estou lendo os livros da série Mortal. Sem condições... Leio devagarzinho, com dó de acabar!


Estamos no 14º título e eu ainda sou apaixonada por Roarke, adoro Eve, choro emocionada e morro de rir com ela.

Claro que as histórias policiais não são lá as mais fantasticamente elaboradas, mas são gostosas de serem lidas e misturadas num enredo divertido, com esses personagens cativantes.

Ainda bem que eu já tenho o Pureza Mortal, vou saboreá-lo logo, logo!

Nesse número, a nossa tenente durona tem que acertar as contas com uma assassina fria e calculista, que ela já colocou atrás das grades uma vez mas que o sistema libertou.
comentários(0)comente



25 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2