Meus heróis eram todos viciados

Meus heróis eram todos viciados Ed Brubaker...




Resenhas - Meus heróis eram todos viciados


7 encontrados | exibindo 1 a 7


Caroline 18/06/2022

História curta, bem escrita e cheia de referências musicais.
Por @carolinetargino

Com roteiro de Ed Brubaker e Ilustrações de Sean Phillips, "Meus Heróis eram Todos Viciados", é uma história em quadrinhos independente situada no mesmo universo da série "Criminal" dos mesmos autores.

Ellie é uma jovem que perdeu a mãe para o vício em drogas ainda criança, com seu pai na prisão, foi criada por Jake, um amigo da família. Ela encontra na música e nas drogas uma forma de se conectar com a mãe e com a vida que ela nunca teve, ao receber uma caixa com fitas cassetes com playlist musicais que sua mãe fez para o seu pai, e cartas trocadas entre eles.

Ellie nota que todos os cantores daquelas playlists eram viciados em drogas, e atribui que seus melhores trabalhos foram realizados em suas piores fases. Ela romantiza as drogas e acredita que para um artista atingir a profundidade das melodias e letras daquelas músicas, é necessário ser viciado em drogas. Advém daí o título desta obra "Meus heróis eram todos viciados".

Após a perda de sua mãe que era viciada, Ellie que também é viciada acaba sendo internada em uma clínica de reabilitação, lá ela ignora os tratamentos e foca seus pensamentos em um jovem paciente chamado Skip, e acaba sendo uma má influência para ele, fazendo com que tenha recaídas, iniciem um romance proibido, e fujam juntos da clínica, mas no fim as coisas não vão acabar bem para o casal...

Possui um final inesperado, e apesar de ser curta, a história é ótima, com início, meio e fim bem elaborados, e personagens bastante reais e bem escritos. Os autores utilizam páginas em cores escuras para as cenas do passado, e cores vivas para as do presente. A história e arte são incríveis, e de bônus há muita referência musical. Te aconselho a fazer como eu, pôr para tocar cada música/artista que aparece na história conforme for lendo. Isso me proporcionou uma imersão maior na HQ, e pude de certa forma me conectar com a protagonista.
comentários(0)comente



Jorge.Pacheco 15/01/2022

Obra-prima
72 páginas com uma história profunda, poética, intrigante, mágica e extremamente bem ilustrada. Ed Brubaker e Sean Phillips acertam mais uma vez e se mostram ser a dupla perfeita das Graphic Novels contemporâneas. GENIAL
comentários(0)comente



Rafael.Nagao 21/12/2021

Mais um acerto da dupla
História rápida e gostosa de ler.
Arte belíssima e o final me agradou bastante.
Para aqueles que já conhecem as histórias dessa dupla incrível dos quadrinhos essa história vale a pena.
comentários(0)comente



Henry 26/12/2021

É proibido fumar?
Sexo, Drogas e Rock'n'roll. Esses são os combustíveis que abastecem a jovem Ellie, que vai parar numa clínica de reabilitação para, quem sabe, se tratar. Lá, encontra Skip, um rapaz por quem ela se apaixona e encara uma viagem rumo à escuridão.

Para quem já conhece, não é novidade que Ed Brubaker tem um poder fora do normal para abordar temas peculiares como o tratado nessa HQ. Brubaker trabalha a dependência das pessoas pelas drogas, a ganância e egoísmo do ser humano e mistura várias referências da cultura pop.

Sean Phillips é o parceiro perfeito. Seus desenhos expressam exatamente o que Ed deseja: cores mais frias para expressar melancolia e um mix de tons coloridos e quentes como identidade da obra. Sem contar com o brilhantismo ao criar a narrativa gráfica, por exemplo, ao representar um recordatório utilizando as páginas em preto e branco.

Com um final inesperado, Meus Heróis Eram Todos Viciados é mais um trabalho incrível da dupla e permaneço querendo conhecer cada vez mais a extensão criativa que essa dupla pode chegar.
comentários(0)comente



LorexCard 22/06/2022

Se tem referência musical eu gosto
Descobri que Holiday era viciada em drogas dentre outras coisas mais. É uma história bem curtinha mas bem filosófica, em formato de quadrinhos. As referências musicais dão um tchan na leitura. Mas fora isso é bem normal. De qualquer forma, gostei.
comentários(0)comente



Ricardo.Rincon 16/01/2022

Um quadrinho sobre drogas e sobre a escuridão
Ed Brubaker e Sean Philips mais uma vez me surpreenderam com suas habilidades narrativas.
Já é o quarto quadrinho que leio dessa dupla e cada hora parece que são artistas diferentes.
Fiquei impressionado que mesmo eles romantizando as drogas nesse quadrinho, ele ainda seja cheio de detalhes que o tornam muito impressionantes.
comentários(0)comente



Flavio - @geekcorp303 06/03/2022

Bom
Texto bem escrito, arte bonita e com personalidade, romantiza um pouco a questão das drogas, mas dá para entender onde o autor deseja chegar, vale a pena!!
comentários(0)comente



7 encontrados | exibindo 1 a 7


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR