O Último Desejo

O Último Desejo Andrzej Sapkowski




Resenhas - O Último Desejo


102 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Paulo.Cesar 26/04/2019

Final que destoa...
Como um grande fã da série de jogos que dá nome a franquia The Witcher, esperava muito deste livro, que dá início à uma dinastia do entretenimento literário e dos games. Entretanto tenho que admitir que minhas expectativas não foram totalmente supridas ao término da leitura, já que achei a maneira que os contos são dispostos não prende muito a atenção do leitor. Em contrapartida gostei muito da parte final do livro que, aí sim, foi eletrizante e que condiz com a grandeza dos jogos. Estou com grandes expectativas para o restante da série, visto que esse foi só o primeiro livro da sequência, e prova que provavelmente terão várias coisas boas por vir...
comentários(0)comente



Bart 25/04/2019

The Witcher - O Último Desejo
Andrjzej Sapkowski

Já estava fazendo um tempo que eu li um livro assim, aventura instigante, sem demora, bem contada, "sem perdão", mt boa!!

1º livro da série "The Witcher", conta algumas aventuras de Geralt de Rívia/Lobo Branco, um bruxo que mata monstros por recompensa. Esse 1º livro foi mt massa! E qm ler vai reconhecer algumas histórias famosas, mas cuidado com a quantidade de sangue!! Kkkkkkkkkk

Ótimo livro, agora é conferir e pedir p/outros livros serem tão bons qnt!!
comentários(0)comente



YasKayser 16/04/2019

Deveria ter lido antes
The Witcher assim como a maioria dos livros de Ficção Fantástica, sempre me intrigam pelo grande conteúdo que cada livro contém. No caso de The Witcher, havia conhecido o livro através de uma feira de videogames no qual ressaltavam as incríveis adaptações deste livro. O jogos me chamaram bastante atenção, mas eu sou aquele tipo de pessoa que prefere "degustar" a obra original para depois dar uma "olhadinha" na adaptação. Enfim, não quero dar spoiler mas as críticas feitas dentro do universo fictício me chamaram bastante atenção e de certa forma o desenrolar do enredo me prendeu bastante. RECOMENDO! É uma ótima leitura para amantes de jogos RPG'S.
comentários(0)comente



Arthur 15/04/2019

O último desejo
Que livro incrível, se torna melhor quando você conhece Geralt dos jogos e reconhece os personagens, sensacional cada conto.
comentários(0)comente



Caio 03/04/2019

Para quem conheceu o universo The Witcher através dos jogos, tem a oportunidade de conhecer através dessa saga de livros, um pouco mais da história do bruxo Geralt de Rívia. É uma ótima pedida também para quem ainda não conhece, mas se interessa, pois a história é narrada através de acontecimentos isolados na vida do bruxo, com muitos flashbacks e que vão se conectando. Por conta de seu código de conduta, ele muitas vezes deixa de seguir seu instinto, e com isso tem que lutar contra sua vontade, muitas vezes sem saber se está agindo corretamente.
comentários(0)comente



Jean.Gois 05/01/2019

Apesar de ter uma narrativa em tempo psicológico, o que não me agrada, tem uma história interessante mesmo sendo rasa em detalhes. Espero que aprofundem mais nos próximos livros.
comentários(0)comente



Lanzim 29/11/2018

A grande estréia do primeiro da serie
Primeiramente antes de tudo, vale ressaltar que esse livro diferentemente da imensa maioria de outros títulos que tenham ligação com jogos, não é um livro baseado num jogo de vídeo game e sim o contrario. Apesar disso o game foi de suma importância pra que a obra prima dessa série fosse levada ao mundo.

A história do livro se desenvolve contando aventuras de geralt intercaladas com o tempo em q o protagonista passa se recuperando no templo de melitele com nenneke cuidando de suas feridas causadas por uma de suas batalhas com criaturas...

Algumas observações importantes:

- o excesso de citações a criaturas é assustador e você é pego com frequência tentando imaginar como é determinada criatura, muitas delas apenas citadas por seu nome e ao contrário do que pode estar imaginando até mesmo pra.jogadores de RPG muitas delas são bem desconhecidas, acredito que o autor perdeu uma oportunidade de colocar no final do livro uma espécie de bestiário assim como no jogo ..são dezenas e dezenas de criaturas exóticas e muitos deles com mais de um nome e boa parte deles se quer é descrita. - essa observação é ponto fraco do livro...


- aqui no primeiro livro temos alguns acontecimentos introdutórios de apresentação de alguns personagens. Yennifer, explicando como de fato se conheceram. Jaskier ( q no jogo é chamado de dandellion ) descobrimos q tb seu cavalo não se chama carpeado e sim plotka e é uma égua.
Rainha calanthe entre outros. Neste livro você também descobre porque ele é ou ficou conhecido como o carniceiro de blaviken.

- Vale ressaltar que não só personagens como criaturas possuem diferentes nomes dos citados nos jogos ( para aqueles que já jogaram os jogos )

- como é um livro escrito no inicio dos anos 90 não é necessario que você tenha jogado o jogo, já que o mesmo foi baseado no livro e não ao contrário, entretanto você pode a primeiro momento não se sentir muito familiarizado com a imensa variedade de items e criaturas citadas e não explicadas pelo autor em primeiro momento.

- os personagens são muito carismáticos, a reflexão sobre quem pode ser pior humanos ou criaturas dá o tom da série como um todo...

- neste primeiro livro temos muitas referências sobre alguns contos mundialmente conhecidos q permeiam todo o livro.

- não é um livro infantil referências sexuais permeiam o livro.
comentários(0)comente



Vô Gusta 16/11/2018

Fantasia ácida repleta de ação!
O primeiro volume da saga de Geralt de Rívia é uma coletânea de contos interligados por uma narrativa que se passa no momento presente cujos capítulos levam o nome de "A voz da razão".

Esse primeiro volume praticamente se contenta em introduzir ao leitor as personagens e o cotidiano de Geralt enquanto um bruxo (espécie de feiticeiro combatente que lida com as mais variadas criaturas fantásticas em troca de recompensas).

As personagens principais são bastante originais e singulares, cada qual com suas qualidades e defeitos. Geralt e sua seriedade e acidez. Jaskier e sua tagarelice e jovialidade. Yennefer e sua sensualidade e esoterismo.

As interações entre elas são muito orgânicas e marcantes.

Os diálogos são ácidos e recheados de ironia. Por vezes chegam a ser filosóficos, mas nada que faça parecer forçado ou artificial.

As cenas de ação são de tirar o fôlego. Embora a magia seja uma constante nesse mundo fantástico, ela não chega a ser muito utilizada e quando o é tampouco chega a causar um desequilíbrio de forças muito grande, pois ela é essencialmente limitada por uma pletora de fatores. Entretanto, a magia em si e como ela funciona não chega a ser desenvolvida com profundidade nesse volume.

O mundo em si não é muito bem desenvolvido, mas isso é justificado pelo fato de que originalmente não se tratava de uma saga, mas sim de contos sem nexo algum. De todo modo, é fascinante a mescla de fábulas, como a Branca de Neve e a Bela Adormecida, com a mitologia eslava, dentre outras.

Ao todo, trata-se de uma fantasia com bastante humor ácido, repleta de ação, mitologia e personagens cativantes e singulares.
Izzy 16/11/2018minha estante
Quero ver no canal!




Brubs 09/11/2018

Um bruxo que queria ser humano
Neste livro introdutório das aventures/desventuras do bruxo de cabelos brancos, Geralt, você vai conhecê-lo em ação, matando monstros pelo caminho, cobrando dívidas e se apaixonando.
É um livro de rápida leitura e que te garante algumas risadas com seus diálogos nada politicamente corretos (adoro).
Mal posso esperar para começar a ler o próximo e continuar acompanhando Geralt e cia pelos bosques encantados em busca das criaturas mais diversas...ou seriam melhores adjetivados como monstros?
Ah, por último e não menos importante, existem algumas "sacadas" ao longo do livro sobre a condição humana e suas contradições, para te deixar refletindo enquanto avança na leitura.
comentários(0)comente



Gustavo.Fonseca 22/10/2018

Mediano
Se você nunca ouviu falar dessa série, ela segue a jornada de “Geral de Rívia”, que é um Bruxo (a palavra escolhida para adaptar Witcher). Um bruxo viaja de cidade em cidade enfrentando monstros em troca de recompensas.Não achei empolgante o livro, mas é bem nítido todo o trabalho para seguir a risca a historia do universo dos games witcher.
Cássio 23/10/2018minha estante
Na verdade é ao contrário. Dos livros o game surgiu.


Thalles.Ryan 25/10/2018minha estante
Os jogos foram inspirados no livro, não o contrário.




Gnomot13 18/09/2018

Um ótimo começo
Conjunto de contos... Funcional, ainda meio confuso. Mas boas histórias e um incrível mundo!
Silvestre 20/09/2018minha estante
Li todos os livros da franquia os contos isolados são incríveis, mas a saga dele atraz da ciri de fato e muito boa não atoa gerou ótimos jogos e uma vindoura serie.Espero que goste dos outros livros.


Lanzim 29/11/2018minha estante
Esse primeiro livro (comparado ao segundo por exemplo), realmente parecem histórias jogadas intercaladas com sua recuperação, isso já não acontece mais no segundo livro que segue uma linha cronológica mais simples e corrida... Aliás o segundo livro é muuuito melhor que o primeiro, por isso recomendo fortemente que leia pelo menos o segundo para que você não perca a oportunidade de conhecer melhor a série. Você ri demais com jaskier...consegue acompanhar o andamento da história com mais clareza além de amarrar uns acontecimentos do primeiro livro. Dê uma chance ao menos para o segundo livro antes de abandonar a série e volte pra me dizer se gostou :)




Raphael 04/09/2018

Para quem jogou os games, vai reconhecer alguns contos, muito bom
comentários(0)comente



Annie Inácio 05/08/2018

Resenha: The witcher
Um título recomendado por varias pessoas que jogaram a triologia de jogos(que não leram os livros)

Os livros se passam em acontecimentos anteriores aos do jogos

O último desejo me deixou cativada pelo protagonista: Geralt de Rívia . Que mesmo irônico te deixa com uma pulga atrás da orelha de qual caminho ele irá seguir e sobre seu passado. Além dos contos centrais que boa parte tem lutas, monstros e dificies escolhas temos Capítulos intitulado de: A voz da Razão. Esses capítulos me deixaram ainda mais animada pelo fato de citarem muito Yennefer e isso representar algo importante no passado do Geralt e se mantém até o penúltimo capítulo (O último desejo).

Embora os capítulos sejam um pouco grandes valem a pena serem lidos, no início foi um pouco difícil para me acostumar e ficava até com uma preguiça mas depois que peguei o jeito eu comecei a ler estremamente rápido e não tinha vontade de parar.
comentários(0)comente



thainara.deda 24/07/2018

Geralt de Rivia, mas para os íntimos é Geraldão!
Conheci a história e os personagens criados pelo autor através de The Witcher 3, um dos melhores jogos que tive o prazer de desfrutar. Logo me apeguei aos personagens e às nuances que o enredo do jogo trazia. Após terminá-lo decidi partir para os livros, com certo receio, confesso. Todavia, devo dizer que amei o livro. Conhecer mais a fundo o "trabalho" de Geralt e suas aventuras é bastante gratificante para mim, uma Geraldete assumida. O ponto alto do livro, em minha opinião, é a relação de Geralt e Yennefer (a tão odiada/amada Yen). Esta, uma personagem extremamente cativante, pela qual me apaixonei desde o primeiro momento, tanto no jogo quanto no livro. Estou ansiosa/curiosa para ler a continuação.
comentários(0)comente



Lay 16/07/2018

A saga do bruxo Geralt de Rívia
Confesso que não fazia a menor ideia da existência desta saga e que a conheci através do jogo The Witcher 3, mas pelo fato de o jogo ser o meu preferido e amar aquele mundo que resolvi ler os livros. Apesar de ter demorado bastante tempo para enfim começar a ler por medo de me decepcionar, me surpreendi como de fato o jogo é fiél aos livros, as descrições do mundo fantástico criado por Andrzej Sapkowski realmente tomou vida, os personagens de personalidades fortes e únicas, e as características de cada mostro e criatura existente é impressionante. Não é atoa que The Witcher 3 se tornou um dos melhores jogos já criados.
O último desejo é o primeiro livro da saga, ela abre as portas para o início da história com maestria. Este livro nos conta as aventuras de Geralt de Rívia, um bruxo que caça e mata monstros em troca de dinheiro. Em meio de suas aventuras, Geralt descobre monstros bons e ruins, decidindo assim se irá matá-los ou ajudá-los. Temos uma estrige nascida de um incesto entre irmãos; uma fera amaldiçoada; um feiticeiro que acredita que todas as mulheres da realeza estão sob influência de uma profecia, levando-o a fazer coisas terríveis, e que por acreditar nesta profecia acaba cometendo um erro que transforma uma princesa numa vingativa impiedosa; uma promessa inquebrável; um diabo nem tão diabólico assim; e o seu último e mais precioso desejo. Geralt sem dúvida é um dos melhores personagens já criados e sua saga vale muito a pena ler, pois ela encanta a qualquer um. Esse livro, assim como Percy Jackson em relação a mitologia grega, me levou a pesquisar mais sobre a mitologia e a cultura eslava, que hoje me fascina.
A saga do bruxo Geralt de Rívia, é sem dúvida uma obra incrivelmente maravilhosa, está agora na minha lista de livros que irei sempre recomendar a quem for, pois uma obra de arte como está não pode passar despercebido por nós leitores.
comentários(0)comente



102 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7