Observações sobre um planeta nervoso

Observações sobre um planeta nervoso Matt Haig




Resenhas - Observações sobre um planeta nervoso


3 encontrados | exibindo 1 a 3


Roberta 12/07/2020

É muito menos do que eu esperava que fosse e mais do que alguns dizem ser. Esperava mais abordagens sobre como lidar com as tecnologias, mas acabou sendo muito raso em relação ao assunto. Aprendi algumas curiosidades e marquei algumas sentenças, ainda que não fossem novidades ou originais. Serviu apenas como reforço de que não perdi nada saindo do Facebook. Não é um livro genial, tampouco essencial. Trata-se mais da experiência pessoal do autor, mas, para um estilo auto ajuda, tem seus highlights e pode ajudar a estabelecer um paralelo com a sua própria vida e ansiedade, com algumas ressalvas e senso crítico.
comentários(0)comente



Bia Jiacomine 06/07/2020

Meio caótico, mas muito interessante
O autor tem uma maneira bem peculiar de escrita, mas aborda um tema muito importante que é a relação entre o avanço da tecnologia e as doenças mentais como TAG, Depressão e Síndrome do a pânico. Muitas pessoas que sofrem desses transtornos vão se identificar. É muito interessante o ponto de vista dele, talvez repensar nosso consumo de redes sociais e até mesmo da própria tecnologia em si.
comentários(0)comente



Laura Brand 06/07/2020

Nostalgia Cinza
Em meio à pandemia, a literatura tem se mostrado uma ferramenta poderosa de ajuda e refúgio. Muitos leitores têm buscado na não-ficção respostas para algumas aflições pungentes. Matt Haig, mesmo autor de Razões para continuar vivo, traz em seu novo livro colocações que não poderiam ser mais atuais. Saiba mais na resenha de Observações sobre um planeta nervoso!
Em Razões Para Continuar Vivo, Matt Haig faz uma contribuição literária importantíssima ao falar abertamente sobre transtornos mentais e mostrar da forma mais pessoal e íntima possível o que se passa na mente de alguém que sofre com depressão, ansiedade, ataques de pânico, dentre outros. Além de ser um livro essencial para leitores com vivências semelhantes, Razões Para Continuar Vivo é uma referência importante para aqueles que precisam e querem ajudar os outros.
Já em Observações sobre um planeta nervoso Matt Haig discute sobre como a sociedade como um todo precisa aprender a viver em um mundo cada vez mais rápido, caótico e frenético. Em seu novo livro, Matt expande seus conflitos internos e pessoais de forma a analisar o mundo e tentar oferecer saídas para que todos possamos viver com um pouco mais de leveza, sanidade e empatia.
O livro mantém a mestra estrutura que Razões para continuar vivo, com capítulos extremamente cursos, que mesclam devaneios, listas, dicas, dados e relatos pessoais do autor. Ele traz várias pílulas de sabedoria ao longo do livro, na forma de reflexões íntimas e profundas sobre a existência em geral e a forma como existimos nesse mundo.
Ao longo de toda a leitura, não pude deixar de pensar que Observações sobre um planeta nervoso é um livro extremamente necessário não apenas para a sociedade contemporânea, mas para o momento que estamos vivendo. Matt Haig questiona exatamente alguns comportamentos e hábitos que levaram a humanidade ao ponto em que estamos e, meio a quarentenas e isolamentos, é um bálsamo ter em mãos um conteúdo tão certeiro.
Um dos pontos levantados pelo autor é o de que grande parte da nossa ansiedade não é acusada pela nossa situação atual, mas pelo medo de que as coisas possam ficar pior do que estão, mesmo que não estejam ruins de fato. Isso, de novo, conversa bastante com diversas aflições que estamos vivenciando em momento de incerteza extrema.
Alguns livros nos encontram nos momentos certos e Observações sobre um planeta nervoso chega ao público em meio a um momento de isolamento e incertezas. O que já parecia gritante antes de vivermos uma pandemia, agora merece ainda mais carinho, cuidado e atenção. Observações sobre um planeta nervoso oferece algumas ferramentas bem interessantes para passarmos por esse momento com um pouco mais de consciência e autocuidado. Matt Haig faz um convite para olharmos para dentro, para nossos processos e vivências, e para fora, para a maneira como estamos nos relacionando com o mundo e ocupando esse espaço. Um belo acréscimo para as discussões propostas para o momento.
O autor traz um livro com um estilo único. Ao mesmo tempo em que ele leva o leitor por um caminho linear de compartilhamento de experiências e histórias pessoais, ele vai “temperando” o livro com algumas quebras bem interessantes, da mesma forma como foi feito em Razões Para Continuar Vivo. Uma forma de trazer humor em meio à seriedade dos assuntos abordados é trazer capítulos como: “cinco razões para estar feliz com o fato de ser humano e não um robô senciente”, “como ter um celular e continuar funcionando como um ser humano”, “como viver no século XXI e não ter um ataque de pânico” etc.
Como o próprio autor fala em determinado momento do texto, “o problema não é que o mundo seja uma confusão, mas que esperamos que ele não o seja. Incutiram-nos a ideia de que controlamos tudo. Que podemos ir a qualquer parte e ser qualquer coisa. Que, graças ao livre-arbítrio em um mundo de escolhas, somos capazes de escolher não apenas o que visitar na internet, a que assistir pela TV ou azul receita seguir entre bilhões de receitas que encontramos on-line, mas também o que sentir. Então, quando não sentimos o que queremos ou o que esperamos sentir, as coisas tornam-se confusas ou desabonadoras.” Quem nunca se sentiu mal por não conseguir ser feliz em meio a tantas escolhas e ofertas? Quem nunca se sentiu triste, preocupado em momentos que esses sentimentos não deveriam estar presentes?
É um pouco deseserador pensar a respeito de diversas questões levantadas por Haig ao longo do livro, entretanto, é um alívio perceber que existem formas de sair de um ciclo vicioso e, aos poucos, repensar hábitos e mudar comportamentos que estão se tornando cada vez mais nocivos.
Observações sobre um planeta nervoso pode não trazer as respostas para todas as nossas mazelas, mas com certeza ajuda a tornar mais tolerável o dia a dia, seja qual for o momento, e oferece ferramentas práticas e reflexivas extremamente úteis.



site: https://www.nostalgiacinza.com.br/2020/07/resenha-observacoes-sobre-um-planeta.html
comentários(0)comente



3 encontrados | exibindo 1 a 3