A vida mentirosa dos adultos

A vida mentirosa dos adultos Elena Ferrante




Resenhas - A Vida Mentirosa dos Adultos


250 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |


Juliana @julianaaf 21/10/2020

Primeira vez que leio Elena Ferrante e saio encantada com a sua escrita.
O livro apesar de cru e direto, nos traz uma leitura agradável e despretensiosa.

Seguimos Giovanna em seu amadurecimento e talvez o nosso "ser" criança também começa a compreender o universo dos adultos.
yomaeli 21/10/2020minha estante
Leitora gostosa




Vanessa Simão 22/10/2020

Inquietante
É um livro super bem escrito , a autora não mede palavras , tem uma escrita sincera que nós dá a sensação exata de estarmos dentro da cabeça da protagonista . Então , sofremos uma montanha russa de emoções com ela. A mim pessoalmente , me tocou muito essa quebra da imagem de perfeição que temos dos nossos pais na infância , o choque ao descobrirmos que eles são imperfeitos e capazes de coisas inimagináveis . Detestei o final simplesmente pq não combina com meu gosto pra finais , gosto de tudo bem resolvidinho ...
lxhan. 22/10/2020minha estante
le Percy Jackson moça




Juliana Ribeiro 01/10/2020

Fim da infância
Sou apaixonada pela Elena Ferrante, então tenho predisposição a gostar dos seus livros... Nessa obra, Elena trata do fim da infância, da entrada no mundo dos adultos. O livro é forte, a autora traz o universo feminino de maneira bem visceral.
Almagrafias 01/10/2020minha estante
Tô querendo ler, parece ser ótimo. Nunca li nada da autora




Fê. 27/06/2020

Sem graça, parado, sem clímax.
A leitura flui rápida e facilmente, mas não tem muito história! Imagina uma adolescente chata, fechada em uma bolha, sem preocupação com o mundo externo... É esse livro!
Tendo esse sido o primeiro trabalho que li da autora, não entendi a fama dos livros anteriores, espero ser romances bem diferentes desse!
Maddu.SantAna 27/06/2020minha estante
exatamente




Lívia Berci 18/06/2020

Gera expectativa e a leitura flui, mas não gostei do final
Achei louvável a discussão sobre a mentira estar nas pequenas coisas, até mesmo naquilo que nem nos damos conta. O enredo gera expectativa no leitor e, por isso, as 430 páginas podem ser lidas muito facilmente. Todavia, achei que faltou um desfecho mais conclusivo.
Aline.Silva 22/06/2020minha estante
Pior final da vida. To mt brava, não acredito que gastei dias da minha vida lendo isso




Fernanda 17/06/2020

Eu nunca tinha lido tanto sobre sentimentos, percepções, julgamentos e tem sido uma excelente experiência. Vale a pena para lembrar que todos somos humanos e o que passamos na vida é comum a todos os outros.
O livro vale a pena pela reflexão, por nos trazer tão próximos aos sentimentos da adolescência.
Realmente não curti o final, mas lerei os próximos livros da autora.
Vane 17/06/2020minha estante
Adorei esse livro. Ele trás muitas reflexões sobre sentimentos e sobre a família. Também não curti muito o final, mas super recomendo.




spoiler visualizar
Maisa @porqueleio 14/06/2020minha estante
Você resumiu meu sentimento, menina mimada, rodeada por pessoas tóxicas. Chato, apenas isso.




Mariottoni 17/06/2020

Final Ruim
Eu não sei direito o que eu esperava que esse livro fosse, mas definitivamente não é o que eu esperava. Me diverti com a leitura, mas algumas partes achei meio desnecessário e o final é pessimo, o livro simplesmente acaba, do nada. Estava lendo as resenhas de outras pessoa e vi um comentário que é exatamente o que estou sentindo, que após a leitura ainda não consigo dizer o quanto gostei ou desgostei do livro.
Aline.Silva 22/06/2020minha estante
Eu odiei, péssima história, nenhum desenvolvimento, e esse final. Sem nexo




manu 19/06/2020

Cheio de obscenidades reais da vida adulta que instigam e incomodam ao mesmo tempo, e diálogos dialetais ditos grosseiramente em contraste a diálogos sofisticados ditos de maneira filosófica, A vida mentirosa dos adultos retrata o crescimento de Giovanna, dos 12 aos 16 anos, que, ao ouvir de seu pai que era muito feia e muito se parecia com sua tia Vittoria, há muito ignorada pela família, desce do seu bairro nobre rumo às periferias de Nápoles. Indo do erudito ao ignorante, Giovanna narra sua trajetória mostrando o peso que uma mentira pode ter na vida das pessoas. Em certo momento, um personagem diz que se a blasfêmia lhe permitir evoluir, ele blasfema. E é isso que Giovanna faz: blasfema, mente, sofre e se torna mulher, mesmo que à força.
Stephanie Luz 21/06/2020minha estante
?




Iris 24/07/2020

Primeiro contato com Ferrante
Através do Intrínsecos tive a oportunidade de ler Elena Ferrante pela primeira vez. Acho que nunca li nada semelhante. Me senti lendo um fragmento da história de Giovanna, desde o início de sua puberdade até o início da sua vida adulta. Ao longo do livro acompanhamos a transição da personagem de criança para adolescente e de adolescente para mulher e todos as questões típicas desse recorte da vida de uma mulher.
A narrativa pode chocar alguns, creio eu por ser contada de maneira muito simples e crua, sem floreios.
Gostei muito e pretendo ler mais obras da autora.
Cíntia T. 03/08/2020minha estante
Tem uma série dela que começa com A amiga genial, se não me engano. Uma amiga minha adora a ferrante e tudo que ela me contou sobre a narrativa me parece bom. Quero conhecer a obra dela também.




Tayla Cristina 15/06/2020

A formatação do livro deixou um pouco a desejar, letra grande e um espaço enorme em branco. São 430 páginas que poderiam facilmente ser reduzidas para 300 páginas.

A obra conta a história de Giovanna, uma garota de 12 anos. É dividida em sete partes e a narrativa é feita em primeira pessoa. A escrita da autora é agradável.

O livro mostra a passagem da infância para a vida adulta. São abordados temas como o amor, conflitos familiares, traição, ansiedade, sexualidade, baixa autoestima, competição feminina e é claro, mentiras. No entanto, alguns deles de uma forma muito superficial.

Não me envolvi com o livro em nenhum momento. Embora seja uma leitura rápida, aguardei por acontecimentos relevantes a cada página que virava, mas nada de surpreendente acontecia. É o famoso romance adolescente.

Foi o meu primeiro contato com a autora e infelizmente, não tenho interesse em ler outra obra dela.
Lívia Berci 18/06/2020minha estante
Concordo em gênero, número e grau com sua opinião.




Laura.Radicchi 08/08/2020

Este foi o meu primeiro livro da autora. Achei a leitura bem fluída. O livro é dividido em 7 partes que contam a história da protagonista Giovanna dos 13 aos 16anos.
Em muitos momentos me vi na protagonista, principalmente nos momentos em que mostram a relação dela com o pai. Em outros momentos confesso que achei ela uma adolescente chata e mimada. Mas ai lembrei que algumas palavras que meu pai me disse quando se divorciou da minha mãe ficaram marcadas e eu carrego as cicatrizes até hoje, quase 20 anos depois.
Toda a trama sobre crescer, experienciar os laços familiares de maneira intensa é muito bem descrita pela autora. A única coisa que me deixou desanimada foi o final em aberto. Eu gostaria de fato de saber o que acontece com Roberto e Giuliana, aliás queria fazer um parantese. A adoração que todos tinham por Roberto me lembrou muito a adoração que os personagens do livro O coração é um caçador solitário tinham pelo mudo John Singer, no livro o mudo era a cola social que uniam todos os personagens. Roberto não é a cola social e sim a pulseira e a tia Vittoria mas achei interessante o fascínio que todos tinham por ele.
Nah 15/08/2020minha estante
Por onde conseguiu ler ?




Isabela.Oliveira 22/08/2020

Doce adolescência
Essa história vai te fazer lembrar da sua adolescência, como uma lembrança guardada que achava que estava esquecida.
Fala dos desafios da transição da infância para adolescência, da necessidade de se conhecer e se destacar. De ser diferente, de não ser só o que os pais desejam, é descobrir que família sempre guarda segredos profundos e perigosos, que podem te revelar um lado desconhecido até então. Escolher mentir, omitir ou falar a verdade. Descobrir como é se apaixonar e como é fazer, coisas sem vontade para agradar os demais, ou para pintar uma imagem diferente do que realmente você é.
Um bom livro.
Leitura e . 22/08/2020minha estante
Oii... Boa noitee...Tudo bem?... Desculpa por interromper sua leitura, mas gostaria de te convidar a me seguir no Instagram para acompanhar minhas leituras... sempre tem sorteio de livros por lá... te espero ...?
Obrigado.
@leituraeponto




Manu 08/06/2020

Leitura agradável e de ótimo entendimento. Os personagens vivem em uma rede de mentiras, mágoas, dor, amor, crescimento, angústias e traições. A família e as etapas da vida de uma mulher até a fase adulta foram expostas em um equilíbrio delicado/agressivo que dava energia a leitura.
Não é um livro que agrada geral, mas me agradou bastante. Senti falta de mais adrenalina e surpresas, mas só um sentimento pessoal, a leitura completa me satisfez!
comentários(0)comente



Carla.Leticia 26/10/2020

?Eu não conseguia mais ser inocente, por trás dos pensamentos havia outros pensamentos, a infância tinha terminado.?

Giovanna é uma menina que vive com seus pais na parte alta de Nápoles e tem uma vida feliz com eles, até ouvir de seu pai que ela estava se tornando parecida com Vittoria, sua tia, que sempre ouvira dizer que era uma mulher na qual feiura e maldade coincidiam perfeitamente. A partir daí Giovanna começa a observar os adultos de uma forma diferente e descobre que tudo aquilo que viviam e falavam não era uma verdade. A menininha de rosa, se veste de preto e parte em busca dessa tia má.
???
Entre o pai de Giovanna, Andrea e sua tia Vittoria, além de haver a diferença social, onde esta mora na parte baixa de Nápoles e é faxineira e Andrea, professor que não gosta de relembrar suas origens. Há também uma relação de mágoas, ressentimentos e picuinhas entre os dois, incluindo uma disputa por uma pulseira que Vittoria diz ter dado para Giovanna assim que ela nasceu, reaparecendo diversas vezes, se tornando até mesmo um objeto personagem desta história.
???
Podemos ver a rebeldia da adolescência em Giovanna, o crescimento, ilusões românticas, fantasias, e esperanças no amor que em certo momento logo se dissipam.
A insegurança com o próprio corpo e aparência, em que nessa fase é muito comum, onde sente vergonha de si mesma e há comparações como se o outro fosse ?melhor?. Até que ela começa a querer se tornar uma mulher.

Ainda não tinha lido nada da autora, e eu gostei muito da experiência de leitura, ela traz questões muito reais, diversas reflexões de fé, corpo, paixões, enfim. Uma leitura extremamente fluida e que nos envolve. Eu só gostaria que o final tivesse ido por um caminho diferente, me incomodei com algumas cenas do final, mas foi através disso que ela mostrou que assim estava se tornando uma mulher.
???
?Certamente me comportei assim para me sentir livre de todos os velhos vínculos, para deixar claro que não me importava mais a opinião de parentes e amigos, os seus valores, a vontade que eles tinham de que eu fosse coerente com aquilo que imaginavam que eu era.?
comentários(0)comente



250 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |