Queda de Gigantes

Queda de Gigantes Ken Follett




Resenhas - Queda de Gigantes


241 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Carool 09/08/2020

Incrível
Muito bom, assim como tudo do autor !! Muito interessante pra você ter uma visão real do que acontecia na época
comentários(0)comente



Rafa 05/08/2020

A pesar de um calhamaço, esse é um livro de leitura fluida e leve, com um enredo sóbrio e tangível.
Pode parecer complicado pela quantidade de personagens e tramas diferentes, pelo qual a existe um guia de personagens anexado à narrativa, que permite consultas durante a leitura, o que a facilita a princípio, porém com o passar das paginas e com o envolvimento do leitor logo fica fácil acompanhar os enlaces da história sem se preocupar muito com isso.
É uma história forte, não ha outra palavra que melhor descreva. Me fez chorar, mais de uma vez, me fez sorrir e por muitas vezes me colocou em um estado entusiasmo. E mais importante me fez refletir e questionar diversas ? verdades absolutas? que aprendi por ai.
comentários(0)comente



Nanda 04/08/2020

A GRANDE GUERRA...
Após conflitos políticos, deu-se início a GRANDE GUERRA... Com trama fascinante, queria ter tempo de ler os livros de Ken Follett em apenas um dia. O esforço para voltar ao mundo real é grande após passear pela história com este autor.
comentários(0)comente



Suellen vieira 30/07/2020

QUEDA DE GIGANTE
Nunca tinha lido nada sobre primeira guerra mundial, leio mais sobre a 2, mesmo assim quando leio e mais sobre o holocausto ou sobre a bomba atômica, esse livro ele mostra a guerra sobre o ponto de vista político, no contexto das decisões que foram tomadas pelos donos do poder nos USA, da Inglaterra e da Rússia antes da guerra, durante a guerra e depois da guerra, essas decisões influenciaram no início, no fim da guerra e provavelmente no início da próxima guerra.
Porém esse livro não falou apenas da primeira guerra mundial, mas também mostrou a Revolução Russa como aconteceu e as consequências dessa revolução não só na Rússia, mas pra guerra e pros outros países envolvidos, como Alemanha, USA e Inglaterra.
Na primeira guerra e apresentada por esse autor também sobre o ponto de vista dos soldados sobre essa situação toda, sobre por exemplo o fato de que por ir pra guerra o que fazer na minha provável última noite de vida, já que pro ir para a guerra posso morrer amanhã e como a duração da guerra trouxe traumas não só pros soldados, mas para família de cada um que foi lutar lá, como cada família que perdeu um parente por conta da guerra e pro mundo de forma geral, uma cicatriz que nem o tempo apaga.
por último e não menos importante o livro é narrado através do da história de personagens, um Russo, um americano é um inglês, suas famílias e as suas relações na sociedade e na guerra.
comentários(0)comente



Cristina 17/07/2020

Um dos meu autores preferidos
Impecável! Sou fã desse escritor e essa trilogia é incrível! São muitos personagens mas no início tem um guia pra se localizar, e cada pouco vc volta lá pra ver quem é quem kkk. Mistura realidade com ficção, mas não deixa de ser uma aula de história das boas. Merece muito sua leitura!!
comentários(0)comente



Bella 15/07/2020

Sem explicação!
Um livro incrível narrando fatos históricos com personagens reias e fictícios, onde os fatos vão se encaixando.
É até difícil decifrar.
Perfeito!
comentários(0)comente



Ana Paula 11/07/2020

Queda de Gigantes
Primeiro livro da trilogia do Século
A história se passa no início do século XX por 5 famílias diferentes com a Primeira Guerra mundial, a Revolução Russa, a luta da Classe trabalhadora e o Voto feminino.
comentários(0)comente



Ebenézer 05/07/2020

Enfim, li a trilogia inteira:
- Queda de Gigantes ( 908 pg)
- Inverno do Mundo ( 874 pg)
- Eternidade Por Um Fio (1069 pg)
É inegável a sobeja criatividade de Ken Follet no manejo de tantas personagens num longuíssimo enredo na cruzada bem sucedida de abarcar um recorte amplo da história contemporânea.
Numa boa mistura de ficção e realidade Ken Follet levou a bom termo seu objetivo de cativar o leitor por um tempo bastante generoso.
O foco de Ken em sua trilogia é a dramatização de muitos momentos históricos destacando aqueles de maior impacto na humanidade e que transformaram completamente a nossa sociedade. Follet procura evidenciar na sua narrativa as possíveis vivências das famílias que participaram daqueles eventos contextualizando e tornando verossímil cada situação.
Ainda que muitas personagens sejam ficcionais, há um elenco de nomes reais de pessoas (estadistas) que fizeram parte efetiva daqueles instantes. Nesse sentido Follet contribui excepcionalmente para um aprendizado histórico.
A força narrativa de Follet é bastante vigorosa uma vez que consegue transportar o leitor para o centro das tensões a que o momento se reporta. E muitos desses eventos são excruciantes e narrados com muita propriedade.
Dar conta da leitura da trilogia inteira é um exercício comparado a realizar uma corrida de longa distância, uma Maratona: o leitor/atleta tem a clara noção do que lhe está reservado.
É necessário muita paciência e persistência para vencer o longo trajeto.
Tal como numa Maratona, o princípio é leve e festivo; na metade do percurso aparece um evidente cansaço; no último quartel o corredor já questiona a sua sanidade mental...
Esse fenômeno da exaustão também fica evidente na trilogia: lentamente aparecem os indícios da perda da potência narrativa. E para manter o fio condutor do enredo e sustentar desperta a atenção do leitor o autor exagera um tanto no recurso recorrente da exposição das intimidades sexuais de seus personagens vertidas, muitas vezes, em cores escatológicas.
A comparação não é exagerada: à medida que se aproxima da Linha de Chegada é natural que o maratonista extenuado e de corpo exaurido, que já é um outro atleta totalmente diverso do início da peleja, se exaspere pelo momento que o arremate da trilogia com a Eternidade se mostre logo no horizonte.
Se valeu a pena ler a trilogia? Claro que "tudo vale a pena se a alma não é pequena".
comentários(0)comente



Gui 04/07/2020

Livro muito demorado de ler
Primeiramente o autor Ken Follett arrazou no final do livro!

Segundo que, reconheço o estudo que o autor fez antes de escrever essa trilogia e tudo mais (por isso dei 3 estrelas, mais pelo esforço de ter estudado sobre o assunto)... porém tem MUIIITA informação que deixa o leitor muito entediado e confuso ao mesmo tempo.
Muitos personagens que não tem como ficar lembrando (fora os principais).

São 900 paginas com um assunto muito cansativo de ficar lendo e você se esgota depois de 10 paginas falando de nomes de políticos e soldados etc...

Comprei os 3 livros da Trilogia mas nem tenho data pra começar o segundo.

As partes que fluiram mais e que eu gostei foram a dos personagens principais, que é mais romance.
Carlos 29/07/2020minha estante
Fico feliz em saber que não sou o único que fica entediado e confuso com o excesso de informações as vezes, é um livro sim muito bom, mas essas partes realmente chegam a ser entediantes. Os personagens são maravilhosos e é ótimo ver como a vida deles se entrelaça no meio de todo o contexto histórico da obra, mas acho que daria para o autor explicar as partes sérias de forma mais lúdica e simples.




MariBreyer 30/06/2020

Meu primeiro livro do Ken Follet e já me apaixonei. Para quem gosta de livros com acontecimentos históricos é perfeito.
Personagens apaixonantes!
Vale a pena a leitura
comentários(0)comente



Vinícius 23/06/2020

Se pudesse, daria não 5, mas 55 estrelas!
Que trabalho absurdo que Ken Follett fez nesse livro. Simplesmente sensacional!
comentários(0)comente



Zidane 19/06/2020

Sendo um amante da historia britânica, o autor best-seller Ken Follett, lança em 2010 umas de suas maiores e menos valorizadas obras, A Queda de Gigantes, primeiro livro da trilogia o século. O livro redrada os principais acontecimentos do mundo no inicio do século XX, como destaque a primeira guerra mundial, porém com um aprofundamento nas misérias da revolução russa, e um bom retrato do movimento sufragista, enquanto o mundo passa por esses grandes acontecimentos, Ken opta por foca a sua historia na vida de cinco famílias de cinco países distintos que têm suas vidas afetadas pelas mudanças desse novo século.

Com uma escrita engajadora, simples e envolvente, Ken nós faz viajar por todo o mundo entre vários personagens uma mais carismática e única que o antecessor. Sendo uma historia sem protagonista fixo, você fica ainda mais investido em cada um, sem ter certeza dos seus destinos. Ken também faz uso de personagens históricos de uma forma muito orgânica, como por exemplo, o Rei Jorge V, Woodrow Wilson o 28 presidente dos EUS, e Lênin líder do Partido Bolchevique, tento o apuramento de 8 historiadores, Ken se garante nos fatos históricos de seu livro. Com mais de 900 paginas, não há duvida que é uma leitura extensa, não chega a ficar maçante ou chata em nenhum momento, pois com tantos personagens e tantos acontecimentos eles vão te cativar, e você não vai conseguir para de ler.
comentários(0)comente



Laura 16/06/2020

Surpreendente
Fui supreendida positivamente com esse livro.
A princípio, um livro sobre guerra com mais de 900 páginas pode parecer maçante, existem muitos personagens, tanto que as primeiras páginas do livro são dedicadas a apresentar cada um deles. Mas a escrita caminha de uma forma que, mesmo estando em diferentes países, as suas histórias se cruzam direta ou indiretamente. Alguns, a gente não dá nada no começo, mas depois se tornam corajosos herois. Outros, torcemos por eles desde o início. E sempre quem aqueles pelos quais a gente desenvolve uma certa antipatia.
Personagens fictícios e também alguns reais se misturam para contar a história da Primeira Guerra Mundial, desde os anos que a precederam, os fatores que a desencadearam, passando pelos anos durante e a guerra e também mostrando o cenário após seu fim.

Esse livro une o prazer da leitura com uma grande aula de história. Recomendo muito, sem dúvida.
comentários(0)comente



Prof.GOD 07/06/2020

Instrutivo
Ken Follett conseguiu trazer uma perspectiva épica sem vulgarizar a história que conta. O livro é de fácil compreensão, mas pode afastar o leitor leigo por conta do tamanho.
A obra auxilia no entendimento sobre a primeira guerra mundial e como foi possível que as animosidades prevalecem, muitas vezes, sobre a razão.
Recomendo como professor de História que se leia em conjunto com um livro teórico sobre o tema, se destaca o de Martin Gilbert por ser bem geral, a imersão e o estudo são facilitados pela compreensão do modo de vida.
Em resumo, um livro muito e mais que recomendados.
comentários(0)comente



Fellipe.Henrique 04/06/2020

Que livro espetacular!
Livro muito bem escrito, com uma história envolvente com vários personagens igualmente envolventes, e o pano de fundo histórico é a cereja do bolo!
comentários(0)comente



241 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |