A um passo do amor

A um passo do amor Anna Garcia




Resenhas - A um passo do amor


31 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Emilly Ferrareis - @emydoslivros 06/09/2021

"Senti sua falta, Will. Já sei qual é o meu planeta favorito. É a Terra, porque é onde você vive."
Um romance gostoso, mas o que mais me emocionou e me fez amar essa história é o Will, e todo processo de adoção abordado. Com uma boa dose de drama me peguei chorando muitas vezes. O final é digno de deixar coração quentinho, e apesar de não ter gostado de algumas atitudes dos protagonistas, é uma história muito fofa. A leitura é fluida e ao mesmo tempo leve. Recomendo!
comentários(0)comente



Lu Oliveira 04/09/2021

Bom livro
"Uma boa história... um romance gostoso de acompanhar e com uma boa dose de drama. Foi lindo acompanhar o relacionamento de Alex e Patrick, mas sobretudo o personagem que ganhou meu coração foi o Will."
comentários(0)comente



Diane 22/08/2021

Fofo, com ressalvas
Uma história sobre três vidas entrelaçadas e transformadas pelo amor.

Alex é uma jovem que todo dia, no mesmo horário, vai ao parque suspirar pelo homem por quem ela está apaixonada. Só que ele nem sabe da existência dela.

Will é um menino esperto que adora ver o lado bom das coisas e tenta vivê-las, já que em casa a situação não é das melhores.

Patrick é um professor que ao ter o coração partido, decidiu dedicar-se apenas a dar aulas para crianças, ler livros e correr ao ar livre.

"- Alex, está livre?
- Livre?
- Para ser minha amiga...
- Claro que sim. Ficarei muito feliz em ser sua amiga, Will."

Um romance que encanta ao abordar a temática da adoção e como o amor é fundamental em meio a um processo tão burocrático. É um livro fofo, com personagens fofos, mas que tem alguns deslizes que desandam um pouco a trama.

Apesar de, inicialmente, achar o envolvimento entre Alex e Patrick bem encantador, alguns momentos bem desnecessários na trama que não agregaram tanto, acaba deixando o casal irritante.O grande destaque fica para o pequeno e cativante Will, e gosto demais como as histórias entre os protagonistas se entrelaçam, a autora soube desenvolver muito bem a narrativa.
comentários(0)comente



Mori.Tudorache 08/08/2021

Mil coisas acontecem no livro, mas todas sem profundidade, rola uns dramas sobre coisas desnecessárias, e a protagonista com 28 anos tem atitudes de uma menina de 13, poderia ser mto melhor?
comentários(0)comente



Rafa Tulino 11/07/2021

O livro é tão fofo, mas tão fofo, que preciso admitir que em alguns momentos chega até ser irritante kkkk

Mas ele foca em um assunto muito pouco discutido e que por muitas vezes é extremamente burocrático: a ADOÇÃO!

Fica a reflexão: quantas crianças não poderiam ter suas vidas mudadas se tivessem mais oportunidades de encontrarem uma família e de serem amadas?!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Pam 03/06/2021

Quaaaase cinco estrelas
Fui de lágrimas, a tremores de tensão; de risos a frenesi.
Ansiedade, tristeza, esperança, alegria também são sentimentos bem comuns nessa leitura.
O amor tem várias formas, a princípio - julgando pelo título, capa e início da história - achei que seria aqueles clichês de comédias românticas, mas a história dá uma reviravolta inesperada, e, assim nos deparamos com um outro tipo de amor. E esse amor, meus amigos, foi me tomando de um jeito tão intenso, que não teve como não me envolver pela história.

Embora tenha os clichês românticos (que eu gosto, mas que tiraram 1/2 estrela da avaliação kkkk), esse livro navega por uma realidade que conheço, já acompanhei de perto e que move meu coração.

Se "nada é para sempre", precisamos viver cada momento pra valer. Com todas as nossas forças.

E que além da pessoa adequada, encontremos aquela que "se encaixa perfeitamente" e que saiba qual é o seu planeta preferido hahaha.
comentários(0)comente



Myh 29/05/2021

A um passo
Esse livro é muito especial, tem uma história bonita com personagens cativantes e temas muito importantes
É um romance mas com pitadas de drama , que deixa tudo muito mais emocionante. Acompanhar toda a jornada da Alex, Patrick e Will é muito legal, não é apenas como um casal se apaixona, mas é um casal que descobre um amor em comum e acaba se apaixonando
Vemos um trajetória bonita de amadurecimento, amizade, amor, grandes gestos e aceitação , uma história que não trata apenas do amor carnal, do amor entre duas pessoas mas também do amor fraternal, da ligação entre um adulto e uma criança, entre pessoas que não são do mesmo sangue mas também vemos a ligação entre irmaos/parentes
Temos uma quase tragédia na história (que hoje não é tão incomum na vida real), mas que no final tudo se acerta, é muito mais que um felizes para sempre, é um somos felizes hoje, agradecidos pelo ontem e esperançosos pelo amanhã
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Luciano Otaciano 23/04/2021

Livro muito bom, embora carregado de temas batidos!
Alex á uma jornalista que trabalha para o Times e nunca tem tempo para nada que não seja o seu ofício, acumula mil e uma funções e tenta fazer tudo da melhor maneira possível. Nessa sua rotina atarefada ela mal tem tempo para si mesma, mas não abre mão de uma prática que começou recentemente, a corrida. Mas não para ter uma vida mais saudável, nada disso, Alex corre todo o dia para ver o amor de sua vida passar ao seu lado... e apenas isso, ela sequer fala com ele.
Há poucos meses ela estava no parque fazendo fotos para o jornal quando o viu pela primeira vez e se apaixonou na mesma hora, no dia seguinte ela voltou ao local no mesmo horário para vê-lo mais uma vez, no outro dia também, e no outro e no outro, e assim sucessivamente. Acabou virando um hábito e ela passou a correr também para ficar mais tempo perto dele, só que não consegue acompanhar o ritmo e fica no máximo uns quinze minutos. Alex tem um irmão gêmeo chamado Joey que descobriu esse segredo da irmã e tentou dar algumas dicas para ela, mas não deu muito certo e a Alex continua sem nem saber o nome dele e vendo o amor de sua vida passar ao seu lado dia após dia. Will é uma criança de apenas oito anos que tem muito amor pela vida e uma alegria incrível. Ele é um menininho inteligentíssimo e maduro o bastante para sua pouca idade, Will teve que aprender a cuidar de si mesmo e da casa muito cedo, pois a sua mãe não tem condições de fazer isso por ele. A mãe de Will é uma viciada e vive drogada, o traficante vai com frequência ao apartamento dela para aplicar as injeções e ela mal consegue abrir os olhos. A mãe de Will até que tenta proteger a sua inocência, diz a ele que está doente e que por isso precisa que um amigo vá ao apartamento para lhe aplicar algumas injeções e que ela precisa descansar, mas ela é negligente em relação à criação dele e à educação, não lhe dá os cuidados básicos, não zela pela sua segurança ou saúde. Will é vizinho da Alex e certo dia quando ela estava chegando em casa acabou se aborrecendo com o menino brincando em frente à sua porta e o deixou triste, então, para se desculpar, o convidou para tomar um sorvete e – sem que os dois percebessem – nascia ali uma verdadeira e profunda amizade.
Will é uma criança curiosa e sempre faz muitas perguntas, Alex fica sem saber o que responder para algumas delas, mas se sai bem na medida do possível. Ele lhe confidenciou que gosta de estudar e que quer ser professor quando crescer porque ele tem um professor maravilhoso e quer ser assim também, mas disse que não vai à escola todos os dias porque a mãe está muito doente e não pode levá-lo. Alex prontamente se oferece para levar e buscar o Will na escola, ela fica cada vez mais preocupada com o bem-estar da criança e a mãe continua indiferente. Alex não sabe o que fazer, chamar o serviço social pode piorar a situação porque Will claramente é feliz com a mãe, mas ela não pode deixar que ele viva nessas condições. Decide então conversar com o professor dele.
Patrick é o professor de Will e também está muito preocupado com a situação da criança, quando Alex aparece para conversar eles tentam resolver sem que seja preciso tirar o Will da mãe, ele sabe que seria um trauma ainda maior para a criança e que os orfanatos fariam mal a ele. Patrick e Alex começam a passar algum tempo juntos e Will fica tão feliz com isso porque os ama muito. Só que a felicidade dura pouco porque uma tragédia acontece e muda a vida dos três para sempre.
Partindo dessa premissa comum e clichê Anna Garcia consegue criar uma obra cativante e envolvente, embora carregada de temas corriqueiros e batidos.
A Um Passo do Amor é um livro que pode destroçar o coração de quem o lê facilmente ao longo da narrativa. Will é o personagem que merece destaque nessa trama, é uma criança de apenas oito anos e que já passou por mais coisas na sua curta vida do que qualquer um deveria passar. Filho de uma mãe viciada e negligente, ele é feliz à sua maneira, se alegra com poucas coisas e ama a mãe acima de tudo, acredita que ela está apenas doente e que precisa das injeções para ficar curada Ele cuida de tudo, arruma a casa, prepara suas refeições, cuida até de sua irresponsável mãe.
Alex é a vizinha do Will, uma jornalista que tem uma rotina bruta, mas que encontra tempo para ajudar Will, ela não consegue ver a situação na qual ele vive e não fazer nada, começa levando e buscando Will na escola todos os dias e com o passar do tempo a relação entre os dois se fortalece, ela sente um amor incondicional por esse menino e fará tudo o que estiver ao seu alcance para que Will fique bem. Patrick é o professor do Will e também se preocupa muito com ele, Patrick tem um passado semelhante ao de Will e o entende completamente, então se une a Alex para tornar a vida de Will a melhor possível. Eles formam um casal atraente e a maneira como cuidam do Will é encantador, embora exaustivo para ambos. A narrativa é bastante fluida, pois mesmo nas cenas pesadas ela consegue dosar o grau de drama contido na obra na medida certa, funciona bem para dar uma respirada porque ela aborda temas bastante difíceis e o faz de uma maneira intensa. É uma obra viciante, e eu não posso deixar de indicar para os leitores que adoram o gênero.
Espero que tenham curtido a resenha. Até a próxima!






comentários(0)comente



Natalia.Souto 30/03/2021

Esse é aquele tipo livro comédia romântica. Onde você consegue se emocionar e rir em alguns momentos chega a ser previsível e outros consegue te surpreender. Mas é uma leitura leve que além do romance traz toda a questão de adoção.

comentários(0)comente



Júlia 25/03/2021

Um livro de romance PERFEITO
Daqueles que dão um quentinho no coração.
Eu comecei a ler esse livro e confesso que nos primeiros 2 cáps eu não estava gostando muito e cogitei em abandonar ele (que bom que não fiz isso rsrs) me surpreendi muitoo com o livro, pois a partir do cap 3 ele só melhora. Não é somente um romance bobinho, ele fala de assuntos interessantes que tocam muito o leitor e não tem como não se apegar com todos os personagens.
Esse livro me fez rir, chorar, me emocionar e tantas outras emoções. Acho tão sensacional quando um livro consegue nos causar tantas emoções através da leitura, isso me faz lembrar o quanto amo ler. ♥️
Uma leitura bem rápida de ler que flui muito bem, não tem como largar. Acredito que esse livro iria dar uma ótima adaptação cinematográfica. Eu li o livro sem olhar a Sinopse, mas vou deixar aqui caso alguém queira saber mais.

site: https://www.instagram.com/p/CE2YPUxD_ZI/
comentários(0)comente



Day 09/02/2021

Um pouco clichê
Bom ele conta a história da Alex uma jornalista, que começa a cuidar do seu vizinho Will porque a mãe era drogada.
Uma história muito empolgante faz você querer continuar a cada parafrago que termina, porém é bem clichê, pelo menos pra mim. Já desconfiava de várias coisas que iam acontecer, mais teve umas que não imaginava. Vale a pena ler
comentários(0)comente



Keyê 23/12/2020

Arrebatador
Que história perfeita! Chorei, ri, me animei e identifiquei. Teve momentos que só queria que acabasse o livro logo pra não sofrer mais porém a autora consegue não se perder no conto e finaliza com maestria. Tô apaixonada.
comentários(0)comente



Isabela 10/12/2020

Que livro maravilhoso!
Esse livro é único! Estou surpreendida com o tanto de assuntos "polêmicos" que esse livro trás e trabalha tão bem, de modo sereno, sem pânico e com muito amor nas colocações.

Eu me senti no lugar da protagonista por muito tempo no livro, por ser mulher e viver alguns estigmas que ela conta no livro. O Patrick é um homem que eu mesma me peguei apaixonada hahaha fiquei triste quando acabou o livro por não acompanhá-lo mais.

Enfim, recomendo muito esse livro. Uma lição de vida.
comentários(0)comente



31 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR