O Reino dos Mares do Sul

O Reino dos Mares do Sul Juliana M.P.




Resenhas -


6 encontrados | exibindo 1 a 6


Suzane | @memoriasdeumaleitora 31/07/2020

O Reino dos Mares do Sul é um local habitado por diversos seres que está sendo ameaçado por terríveis aves de fogo, denominadas Guyrakais. Todos os habitantes do reino possuem poderes dos quais foram ensinados a vida toda como recolher, canalizar, e liberar para se proteger dos perigos.

Além disso, nosso audacioso rei tem um plano de conquistar a imortalidade, e para conseguir isso ele recolhe a energia de todo seu povo prometendo que irá repassar em maior proporção, mas ele não cumpre com sua palavra, causando assim total desequilibrio no reino e enfraquecendo o povo que mal consegue se defender.

Porém Iara, nossa personagem principal, recebe a missão muito importante de salvar aquele reino, e convencer o povo a mudar a intenção de sua magia, de escura pra clara, que é extremamente mais forte.

POR QUE LER ESSA HITÓRIA?

1. FANTASIA: toda a magia da história é muito diferente do que já vi, e é um sistema incrível onde o rei e o povo podem doar e receber energia uns dos outros foi incrível, mostrando que eles precisam uns dos outros e da natureza para serem fortes.

2. FOLCLORE: dentro da história são citados muitas criaturas do nosso folclore brasileiro, como a Iara, Curupira, Mula-sem-cabeça, e eu amo muito essa diversidade cultural!

3. GOVERNO: essa foi a parte que eu mais amei, claramente o livro é uma crítica a governos autoritaristas, onde apenas recolhem o poder do povo os manipulando e tirando a chance de se defenderem. Em muitas falas eu gritei: É ISSOOOO, O PODER É DO POVOOO!!!

Recomendo muito que vocês leiam, é um livro extremamente encantador e que trás uma mensagem incrível

site: https://www.instagram.com/p/CDUlQ6GnVrD/
comentários(0)comente



Patricia 04/08/2020

Uma viagem para O Reino dos Mares do Sul
“Naquele reino, tudo se interligava, todas as energias conectavam-se. Tudo lá tinha vigor próprio: plantas, água, animais, pessoas, pedras, grãos de terra; todos emitiam uma luz, às vezes visível, às vezes não.”
Um reino formado por um povo que luta constantemente contra aves de fogo que destroem tudo pela frente, os Guyrakais.
Eles usam a energia da natureza para canalizarem poder para se defenderem, mas a energia é cinza e cada vez mais disputada já que o Reino está em desequilíbrio devido a má fé das pessoas que não seguem as regras.
Os cidadãos se veem cada vez mais ambiciosos para tomar o poder um do outro. Talvez seja questão de sobrevivência já que o Rei é quem mais faz isso.
O Rei que deveria recolher parte da energia do povo e devolve-la, mas que está destruindo o equilíbrio e tomando mais poder para si.

Um Rei em busca da imortalidade, uma família dividida, um povo destruído que sofre pelas más escolhas.
Mas uma profecia pode mudar tudo.
E está prestes a se cumprir já que a criatura verde de energia clara está entre o povo.
Talvez mais perto do que se imagina.

Uma fantasia nacional repleta de mitologia que veio para conquistar.
Uma luta pelos direitos do povo.
Uma luta para que esse povo possa se redescobrir como parte de um reino prospero.
Uma luta liderada por uma jovem guerreira e seu grupo que tentarão reverter essa situação para que o reino alcance a paz e o equilíbrio que sempre sonhou.

“O abandono e a exploração intensificam-se cada vez mais e geram uma nuvem cinza sobre o reino, um céu sombrio que precisa ser iluminado. É necessário que se cortem, definitivamente, os laços dos habitantes com o poder cinza e que se fortaleça a ligação energética entre as próprias pessoas. E sua missão, Iara, é garantir que isso ocorra”.

Mas como lutar contra tudo e todos? Como lutar para salvar um reino que não sabe que precisa ser salvo?
Como mudar o pensamento e a forma de agir de um reino que foi ensinado a trapacear e roubar?
Com 400 páginas, Juliana M. P. criou um mundo de fantasia e diversidade, mas tão atual e verdadeiro que pode nos ensinar muita coisa durante a leitura. Foi um experiencia muito boa conhecer o Reino dos Mares do Sul.
Apesar de ser um livro longo, a leitura flui bem e nos envolve, deixando o gostinho de quero mais a cada página.
Tive um pouquinho de dificuldade no final do livro, já que veio de uma explosão de acontecimentos para um final mais calmo. Mas necessário.

“𝐈𝐚𝐫𝐚 𝐬𝐨𝐫𝐫𝐢𝐮 𝐞 𝐚𝐠𝐨𝐫𝐚 𝐬𝐞 𝐯𝐢𝐚 𝐞𝐦 𝐭𝐨𝐝𝐨𝐬 𝐞𝐥𝐞𝐬 𝐦𝐚𝐢𝐬 𝐝𝐨 𝐪𝐮𝐞 𝐧𝐮𝐧𝐜𝐚. 𝐇𝐚𝐯𝐢𝐚 𝐜𝐡𝐞𝐠𝐚𝐝𝐨 𝐨 𝐦𝐨𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨 𝐝𝐚 𝐫𝐞𝐚ç𝐚𝐨 𝐞, 𝐜𝐨𝐦 𝐜𝐞𝐫𝐭𝐞𝐳𝐚,𝐚𝐬 𝐟𝐞𝐫𝐚𝐬 𝐝𝐞 𝐟𝐨𝐠𝐨 𝐞 𝐨 𝐝𝐞𝐬𝐞𝐪𝐮𝐢𝐥𝐢𝐛𝐫𝐚𝐝𝐨 𝐏𝐞𝐝𝐫𝐨 𝐧𝐚𝐨 𝐭𝐞𝐫𝐢𝐚𝐦 𝐦𝐚𝐢𝐬 𝐜𝐡𝐚𝐧𝐜𝐞𝐬 𝐜𝐨𝐧𝐭𝐫𝐚 𝐚𝐪𝐮𝐞𝐥𝐞 𝐩𝐨𝐯𝐨 𝐟𝐨𝐫𝐭𝐞.”

Recomendo a leitura.

E você, está preparado para visitar o Reino dos Mares do Sul?
Gosta de fantasia nacional?

Beijinhos cactuzinhos 


site: https://www.instagram.com/floristaliteraria
comentários(0)comente



Juuj 16/08/2020

Pense da mesma maneira que plantadores de árvores...
O livro é incrível, tem várias referências ao nosso Brasil, como o presente folclore, a cultura indígena, o hino nacional e até mesmo a Chitãozinho e Xororó .
A história é muito bem construída e promove importantes ideais como a igualdade, poder popular, respeito e o direito à uma opinião .
Os personagens me cativaram, e o final é encantador. Com toda certeza recomendaria o livro a amigos.
comentários(0)comente



dentre.paginas.e.livros 22/08/2020

UM REINO A GOVERNAR. INTRIGAS A TRAÇAR. GLÓRIAS A LIDERAR.
?Hey leitores! Como vão??

?Hoje vamos falar sobre um dos melhores livros de fantasia que eu já li até hoje!?

O reino dos mares do Sul está sendo atacado por grandes feras voadoras feitas de fogo. Os Guyrakais são férias que assombram o reino há muito tempo.

Aqui nós vamos conhecer a Iara, a cozinheira do palácio real. no livro nós vamos acompanhar toda a trajetória da Iara se redescobrindo e seguindo o seu objetivo.

Nesse dia para todos os personagens tem segredos e poderes que de uma hora para outra pode mudar.

Aqui ainda conhecemos o rei Pedro, o monarca que se apodera de toda a população que rouba os poderes de todos para conseguir alcançar a imortalidade e consegui ter poder absoluto.

A trama se desenvolve com os personagens principais tentando recuperar o que um dia foi um reino de glória e felicidade. Um livro envolvente e muito rápido de ler. Possuindo muita magia e conspiração!
comentários(0)comente



Yasmim Braga 02/10/2020

fantasia leve
Nessa fantasia temos uma magia bem diferente de tudo que já vi, as pessoas liberam seus poderes através de luvas especiais que colocam nas mãos. O rei controla o reino e o poder das pessoas, devolvendo para o povo somente o necessário.

Temos muitos personagens, os filhos do rei, habitantes, pajé, curandeiro, entre outros. A princesa “surtada” é bem irritante no início, mas depois aprendi a gostar dela. Cauê é um fofo e estava bem fraco, contudo depois foi tendo seu espaço e conquistou meu coração.
Temos dois vilões, sendo o segundo um pouco previsível, mas não tirou a graça da história. No geral, os personagens foram bem construídos e possuem personalidades únicas, sendo fácil de se conectar com alguns deles.

As histórias, profecias, lendas e a luta por poder, me fizeram gostar ainda mais da leitura, querendo saber mais e mais sobre o reino e seu passado. A escrita da Juliana é fluida e o enredo foi me envolvendo devagar, até que quando percebi já estava imersa na leitura e torcendo para vários personagens. Especialmente para Iara, nossa protagonista. É nítida a evolução dela, quando chegamos no final é possível perceber o quanto ela amadureceu e ficou ainda mais determinada. Gostei muito do romance que se desenvolveu e das cenas de ação, tiveram alguns momentos bem legais.

Se você procura uma leitura leve e com um sistema de magia diferente dos outros que já vemos por aí, então vai curtir bastante. O Reino dos Mares do Sul é uma fantasia bem legal, tem alguns clichês porém prende o leitor. Recomendo para todos que curtem o gênero.

📖 DISPONÍVEL: Na Amazon e no Kindle Unlimited

site: https://www.instagram.com/blogliterarte/
comentários(0)comente



Naty @livrossaofilhos 15/10/2020

Uma fantasia nacional cheia de lendas e muito original
Gostei da Iara desde o começo, ela era ousada e irreverente e não se deixava intimidar, o Rei quase me enganou no comecinho da história. A princesa me irritou um pouco, mas depois entendi a personalidade dela, Cauê me conquistou desde o primeiro momento e depois que ganhou mais visibilidade eu gostei mais ainda. Os personagens secundários foram super importantes e eu adorei todos.
?????????
Gostei também que a autora trouxe bastante a cultura brasileira, com vários nomes e lendas. A crítica ao governo autoritário foi bastante presente também e eu adorei como a autora tratou essa temática, bem atual.
comentários(0)comente



6 encontrados | exibindo 1 a 6