Se beber, não ligue

Se beber, não ligue Penelope Ward




Resenhas - Se Beber, Não Ligue


27 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Jéssica Abrantes 24/10/2020

Um livro ok
Eu acho que esperava mais, a leitura não me prendeu muito e estava praticamente me obrigando a terminar de ler o livro. O final foi ótimo, bem fofinho, e teve partes bem engraçadas, mas sinto que faltou algo pra ser realmente bom. Não esperava pelo plot, porém não foi como algo super surpreendente e inovador, foi só ok mesmo, nada demais.

Ps. Gostei de como eles são sinceros e verdadeiros um com outro, geralmente em romances os personagens não conversam e ficam escondendo coisas que só prejudica o relacionamento e aqui nesse livro eles deixam claro um pro outro que tem algo para contar, mesmo não estando preparado ainda, mas há essa necessidade de ser sincero.
comentários(0)comente



Pedro.Morais 24/10/2020

Um livro com uma lição de vida incrível.
"Não há nada de errado em ter defeitos. São eles que nos tornam humanos. Talvez não seja realmente um erro se você aprende com ele."

Rana sempre alimentou uma paixão de adolescência por seu amigo Landom, porém após o casamento dos pais estar indo de mal a pior e a mudança repentina que afastou os dois Rana aprendeu que nem sempre o final feliz sai dos contos de fadas e que a vida impõe situações que devem ser enfrentadas antes dos sonhos.
Treze anos depois encontramos Rana se desdobrando no máximo pra manter as contas em dia. O trabalho exaustivo de dançarina do ventre, com uma cobra no pescoço e se esquivar das cantadas baratas dos rapazes é algo que faz parte do cotidiano dela, porém tudo muda quando ela chega em casa bêbada e pesquisa o nome do Landom no Google e ela liga pra ele e despeja " você é um babaca, pois eu sempre te amei e você nem notou os sentimentos que eu nutria por você."
Landom imediatamente retorna a ligação e ali em meio a vergonha do efeito do álcool e uma ressaca daquelas no outro dia Rana vai tocar não só o coração dele, mas de todos nós leitores.
Penelope Ward trouxe uma comédia romântica que envolve a sedução mesclada em nuances de aprendizado e de lidar com as frustrações que carregamos da vida, vai ter momentos que você vai sorrir e outros que seu coração vai ficar em pedaços quando os personagens revelar o passado e o preço que cada um pagou até então.
comentários(0)comente



Andreza.Lautenschleger 23/10/2020

Rapidinho e gostoso de ler.
A história tem humor, emoção e é sensual na medida exata. Realmente apaixonante e impossível de largar, eu amei
comentários(0)comente



Camy 21/10/2020

Um clichê que vai além do clichê!!!
Estou emocionada até agora, esse livro é incrível. É um livro sensual, mas ao mesmo tempo nos faz refletir. Recomendo muito a leitura.
comentários(0)comente



Tati 19/10/2020

Ri demais com esse livro
Simplesmente incrível !!!
Super me tirou da ressaca literária que estava . Amei a história desse casal . Super indico .
comentários(0)comente



Tati 19/10/2020

Ri demais com esse livro
Simplesmente incrível !!!
Super me tirou da ressaca literária que estava . Amei a história desse casal . Super indico .
comentários(0)comente



Malucas Por Romances 19/10/2020

Resenha no instagram @porromances
Olá, leitores!!

Hoje eu vim espalhar a palavra de Se Beber, Não Ligue. O livro me surpreendeu demais e quero que o máximo de Malucas leiam esse livro. Vem que eu vou tentar contar em poucas palavras porque você deve ler Se Beber, Não Ligue.



Se Beber, Não Ligue vai contar a história de Rana, que depois de chegar em casa depois de um dia de trabalho bêbada começa a pesquisar sobre seu amigo de infância no qual ela era muito apegada e Rana acha seu telefone e por impulso liga. Rana descobre que Landon também sempre pensou nela e pensa que nunca mais vê-lo. Só não imaginava que Landon ligaria de novo e que a vida deles mudaria para sempre depois desse telefonema.










Logo no começo fui fisgada pela história por causa das risadas que eu dei quando estava lendo, mas isso é a autora te preparando para o eita atrás de eita.



Eu ri, gritei, fiquei perplexa é mais uma vez a Penelope me fez de trouxa. Já imaginava o plot do mocinho, mas o da mocinha nada me preparou para aquilo. É nessa parte que você vai se emocionar lendo.



Os personagens aqui tem segredos do passado e a cada página você vai ficar curiosa para saber o que impede dos dois enfim consumir essa paixão que é palpável em cada página.



Falando de paixão o negócio com os dois pega fogo. Mesmo com uma carga dramática a autora conseguiu colocar cenas hots de tirar o fôlego.



O mocinho London tem todo o meu amor nesse livro. Landon mesmo quebrado não vai ser aquele boy chato que desconta tudo na mocinha. Fiquei mais uma vez apaixonada por um personagem literário da Penelope.







A capa deu o que falar com as Malucas e confesso que também prefiro outra, mas nem tudo é perfeito, né minha gente? O livro é escrito em primeira pessoa pelo ponto de vista de Rana. Encontrei alguns errinhos de digitação, mas nada que atrapalhe a leitura.





site: http://malucaspor-romances.blogspot.com/2020/10/resenha-se-beber-nao-ligue-penelope-ward.html#axzz6bMGZK8vc
comentários(0)comente



Hive 17/10/2020

Bom
Demorei para entrar na história... sei que os personagens já se conhecem desde adolescentes mas, achei sem sal este "oh é você que quero".

Vi outras resenhas e pensei que fosse chorar com a história. Mas o livro tem um plot na história que é bem marcante. Mas não cheguei a chorar não... só achei interessante essa reviravolta da história e todo o significado que tem para os personagens.
comentários(0)comente



Aldeia de Livros 16/10/2020

Se beber não ligue
O que voce? faria se, apo?s ligar be?bada para um crush de infa?ncia e descarregasse todas as suas frustrac?o?es, ele retornasse a ligac?o?es?

Foi assim que aconteceu com Rana Banana apo?s um dia exaustivo de trabalho. Com uma errada mistura de frustrac?o?es acumuladas e boas tac?as de vinhos, ela achou na internet o contato do sei antigo vizinho Landon e na?o mediu esforc?os para liga?-lo e descarregar todas as complicac?o?es da sua vida apo?s se mudar e culpa?-lo por isso. Afinal Rana morava em sua garagem com a fami?lia e teve que se mudar porque atrasaram o aluguel e foram expulsos de la?. Ou pelo menos foi isso que ela ouvira? dos pais.

O que ela na?o esperava e? que Landon na?o so? fosse lembrar dela, como se interessar e passar a ligar com freque?ncia. A vida de Rana se tornou uma curiosidade constante na vida dele e agora as coisas comec?aram a esquentar: ele queria ve?-la, mas Rana sempre teve questo?es mal resolvidas com a identidade, insegura com a apare?ncia.

Ate? o dia que Landon simplesmente some e quando reaparece e? atrave?s do seu amigo, dizendo que ele tinha sofrido um acidente e batido a cabec?a e na?o sabia o quanto se?rio era. Dominada pelo desespero e o medo de perder a pessoa que ja na?o vive sem, largou tudo em Michigan, no meio do trabalho e correu para o Aeroporto para pegar o primeiro voo para a nova casa se Landon, na Califo?rnia. Quando chegou, mandou uma mensagem explicando o que tinha acontecido e que estava atra?s dele, ele se virou instintivamente e paralisou com a imagem que tinha visto: Rana realmente tinha voado para vê-lo, mesmo com toda inseguranc?a com sua imagem.

Bem, o resto voce?s va?o ter que ler pra descobrir o que aconteceu. Os demo?nios dos dois va?o assombrados nessa jornada de reencontro e eles va?o ter que superar juntos todo o trauma que carregam para fazer esse relacionamento dar certo.

Se beber na?o ligue e? uma come?dia roma?ntica deliciosa que voce? na?o vai conseguir parar de ler.
comentários(0)comente



Vivi 14/10/2020

Fluido e comovente...
Tem uma história que combina humor, sensibilidade e uma mensagem linda...
comentários(0)comente



Jess 14/10/2020

Gostosinho de Ler
Um romance bem água com açúcar, sem sofrimento e bom p passar o tempo. Além de ser imperfeito, pq nem tudo na vida são rosas
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



drixza 13/10/2020

Apesar da capa sofrível, história fofa
Leitura muito gostosa, despretensiosa e divertida. É uma história de pessoas com vidas simples, que lutam pelo pão de cada dia, diferente da maioria dos livros atuais onde temos executivos fodões. A construção do relacionamento é divertida, fofa e muito sensual. O enredo é sobre aceitação, perdão e seguir em frente. Recomendo.
comentários(0)comente



cris.leal.12 08/10/2020

Sexy, tocante, inesquecível…
Há treze anos Rana Saloomi não tem notícias de Landon Roderick. Quando tinham 13 anos eles viveram próximos e eram melhores amigos, mas, de repente, o pai dela levou a família para outro lugar e desde então, Rana nunca mais soube de Landon. Não planejava procurá-lo, apesar de, ao longo dos anos, pensar muito nele, principalmente quando sentia-se triste. Em uma noite, depois de voltar do seu trabalho de dançarina do ventre e beber um pouco além da conta, Rana ligou pra ele. Falou de como se sentia frustrada por ele ter esquecido que ela existia e desligou arrependida, achando que nunca mais ouviria falar dele, mas para seu espanto, Landon retornou a ligação.

A partir daí passaram a conversar frequentemente pelo telefone ou por mensagens de texto e a cada bate-papo se sentiam mais e mais conectados. Rana e Landon haviam encontrado o caminho de volta, mesmo ele estando na Califórnia e ela em Michigan. As suas conversas são divertidas e um flerte adorável tem início. Aos poucos restabelecem a confiança que tinham no início da adolescência e vão se mostrando como verdadeiramente são: duas almas quebradas precisando de cuidados. Ambos trazem sobre os ombros o peso de escolhas ruins que fizeram no passado. Não fogem das consequências, sofrem por causa delas, e entendem que precisam revelar seus dramas pessoais para continuar a relação que iniciaram e preservar o forte sentimento que os une.

Quando os segredos de Landon e Rana são revelados, a trama ganha um toque dramático que muito me agradou porque, além de tratar assuntos graves com a seriedade necessária, mostrou o quanto o casal estava disposto a aceitar e perdoar para manter vivo o imenso amor que sentiam. Eu amei o livro e apesar do alerta contido no título, beber e ligar foi a melhor coisa que Rana fez na vida. Achei o casal imperfeito, perfeito! Impossível não se apaixonar por eles e por seu relacionamento doce, atencioso, protetor e muito picante. Eles se amam com todas as forças de seus corações e eu fiquei feliz em testemunhar isso. Vale a pena conferir.

site: https://www.newsdacris.com.br/2020/10/resenha-se-beber-nao-ligue-de-penelope.html
comentários(0)comente



Roh Matos @somaisumparagrafo 06/10/2020

@somaisumparagrafo
Em uma noite, após abusar do vinho, Rana resolve stalkear o antigo vizinho, aquele por quem tinha uma paixonite na adolescência, e ao conseguir o seu contato liga para passar um trote. Entretanto, a bebida faz as pessoas soltarem a língua e Rana praticamente se declara para London. O que era para ser apenas um momento vexatório, se transforma em ligações cotidianas um tanto quanto calientes, trazendo antigos sentimentos à tona.

-x-

Rana e Landon tinham uma conexão especial quando adolescentes, mas perderam o contato ao seguir caminhos diferentes. Treze anos depois, após uma bebedeira, essa conexão está se reestabelecendo a cada telefonema dado, onde eles falam sobre tudo e sobre nada, tendo a oportunidade de conhecerem suas versões adultas. É inegável que eles fazem fazem muito bem um ao outro e que há muita química entre o casal, entretanto ambos guardam segredos do passado, não somente capazes de destruir a si mesmos, como também de levar o outro ao abismo.

Esta é uma história que vai falar sobre escolhas do passado que deixaram cicatrizes na alma. Rana é uma dançarina do ventre de Michigan que possui grandes problemas com sua aparência e com o relacionamento materno. London é um cara descolado, todo cheio de tatuagens e dono de um food truck na Califórnia, local para o qual fugiu para ficar longe dos pais. Juntos, eles terão que enfrentar os segredos e traumas do passado para poder assumir um relacionamento.

Com uma narrativa fluída, a trama aborda temáticas como padrões de beleza, abandonos familiares, escolhas erradas, além de trazer alguns assuntos bem interessantes ? que não posso contar por serem spoilers. Mas infelizmente esses assuntos foram eclipsados pelo sexo. É isso mesmo, a autora pesou a mão nas cenas de sexo. Correndo o risco de parecer pudica, eu estava curtindo a leitura até que de repente o sexo virou uma constante na trama e esse excesso não me cativou. Além disso, não consegui me conectar com nenhum dos personagens, não houve carisma, o que dificultou minha relação com a história.
comentários(0)comente



27 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2