O Menino do dedo verde

O Menino do dedo verde Maurice Druon




Resenhas - O Menino do Dedo Verde


177 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


claudioschamis 12/02/2009

Nem acreditei quando ao pesquisar apareceu esse livro. Li na minha infância e pelo visto marcou. E marcou mesmo. Saudades desse tempo.
Dani Rodrigues 27/05/2010minha estante
Recordar é viver...rs Estou passeando pelas suas resenhas e estou voltando no tempo com os livros que temos em comum! Eu tb não acreditei qdo apareceu esse livro aqui no skoob... mas sabe por que? Eu estava procurando como se o título fosse "Tistu"! hauhauaah Lembra??

ps: ganhei esse livro na minha infância. E a experiência que tive com ele foi: nunca leia a última página de um livro!!!!!!!!! rsrsrsrsr


Nirleide 24/02/2012minha estante
Também li na minha infância e recentemente reli de pois de mais de 30 anos. Muito bom poder ver que ainda hj muitos lêem. Excelente livro!




Xandy Xandy 30/05/2017

O Menino do Dedo Verde!
A história começa com o nascimento de João Batista. Acontece que o menino não gostou nenhum pouco do seu nome e esperneou e chorou muito quando o chamaram de João Batista, afinal, não fora ele quem escolhera o nome e sim os adultos.

Logo depois, ele passou a ser chamado de Tistu, pois apelidos são formas naturais de se chamarem as crianças.

Tistu era loiro e de olhos azuis e nascera em uma família muito rica, pois o Sr. Papai, seu pai, era um importante fabricante de canhões da cidade de Mirapólvora. Ele tinha certeza que seu filho querido o sucederia na fábrica.

Leia o resto no meu blog:

site: https://lendomuito.wordpress.com/2017/05/30/o-menino-do-dedo-verde-maurice-druon/
Isabeli.Tavares 01/06/2017minha estante
Eu li este livro e fiquei fascinada pelo Tistu com seu poder que ele ajudava as pessoas.




Janara 26/12/2009

Dos livros que li na infância, esse é o segundo que trago com mais carinho em minhas lembranças. Li uma edição que minha prima me deu, já toda mofada, com as folhas retorcidas e grossas como um pergaminho. Emprestei, sumiu. Mas a mensagem é eterna, e espero que ele esteja passando por muitas mãos.
Anna.Claudia 28/11/2017minha estante
Nossa! Como acho esse livro maravilhoso. Nunca se torna antiquado e trás reflexões deliciosas.




João Akio 01/10/2012

Genialidade mata, sabia, Druon?
Para fazer as provas de português na minha escola, a professora manda a classe ler um livro por mês que ela escolhe. Para agosto, ela pediu O Menino do Dedo Verde, que eu gostei tanto que vou resenhar.

O livro fala sobre Tistu, um garoto (que seria francês se existisse porque ele mora em uma cidade fictícia) que tem o dedo verde e é riquíssimo (Ele é o Nate Archibald, só que sem a parte da maconha e indecisão). O tal dedo verde, faz com que qualquer lugar que ele tocar, no dia seguinte milhares de plantas e flores lindas brotam da noite para o dia.

Com determinada guerra se aproximando e as condições precárias em parte de Mirapólvora (a cidade fictícia), o dedo de Tistu vai levando a alegria para tudo quanto é canto nesta cidade de canhões (ou ninguém percebeu Mira-Pólvora), os quais quem fabrica é seu próprio pai, que tem o maior orgulho da fábrica.

O livro é extremamente inteligente, passando uma mensagem de que devemos, "humanizar" esta humanidade.

Maurice Druon é um gênio francêz (imaginem eu falando com sotaque francês) que escreve com rapidez explicando como essa sociedade pode ser ingênua e que muito disso tudo está além do entendimento humano fazendo com que o leitor interprete de formas diferentes a mesma obra.

Tistu, é um garoto corajoso e ingênuo, seus pais, Sr. Papai e Dona Mamãe, são o tipo perfeito de hipócritas e antiquados que você ama odiar, mas que ao mesmo tempo odeia amar. Sr. Trovões, Sr. Bigodes são dois tipos de pessoas que defendem a mesma coisa de formas diferentes e encantam o leitor com sua generosidade (Bigodes) e frieza (Trovões) para com a mesma coisa.

Essa história francesa (os franceses devem ser ressaltados) é perfeita, e apesar de antiga, é ao mesmo tempo, moderna e recente, representando o mundo atual com clareza e genialidade.

O final do livro, é igual o o resto dele, incrível. Depois de ler, percebi que Druon foi, na verdade, o Tistu da vida real.

Se eu recomendo esse livro ou não, vocês decidem vendo a minha nota pra ele.

Nota: 9,8
Edlamar 05/10/2012minha estante
este livro me foi adotado em 85 e me recordo pois me marcou muito onde adquire o gosto pela leitura e já pedi q fosse adotado em 2 escolas onde meu filho estudou e q foi bem aceito pelo corpo docente quanto pelos alunos pois aborda tudo de uma forma ainda atual. MARAVILHOSO :)




Rafael 15/11/2012

O paraíso pertence aos puros de coração
Tistu é um apanágio de boas vibrações e esperanças neste nosso mundo tão conturbado. Como seria interessante ter entre nós um menino que transformasse em alegria tudo aquilo que tocasse. Aparentemente uma leitura fácil e despretensiosa, mas que permite uma reflexão tão profundo sobre o que somos e aquilo que deveríamos, ou gostaríamos, de ser. O fim, nem tão surpreendente, nós faz acreditar que algo bom nos aguarda quando nosso termo chegar.
Denis 18/12/2012minha estante
Legal Rafael você ter ido além da história infantil! Puxa, eu não entendo como há pessoas que o acham razoável ou ruim...acho que precisam um pouco de flores na vida!




Daniel 09/07/2019

Vamos descer pelo corrimão?
Resenha no link abaixo!

site: https://blogliteraturaeeu.blogspot.com/2019/07/o-menino-do-dedo-verde-tistou-les.html


spoiler visualizar
CLUBE THE BOOK ON THE TABLE 21/08/2016minha estante
Vou reler. Nem lembrava da estória.




Renato.Tato 14/11/2018

gostei muito do livro a parte que mais gostei foi quando ele vira um anjo.
nasceu um menino seu nome era joão batista mas todos os chama-o de tistu ele tinha cabelo cacheado e dos olhos azuis.
tistu era rico não gosta de estuda na escola pois só vai para dormir seus pais tirou da escola e não gostava de usar chinelo então sua mãe tem uma casa cheia de tapete então ele pode brinca com seu corre mão de ouro.
seu pai tinha uma loja de armas e fez com que as armas atira flores tinha um ajudante chamado dr.trovão.
tistu aprendeu a soltar flores e encheu a prisão cheia de flores um dia sr.bigode morreu e depois o ponei e tistu morreu e virou um anjo
Thiago 04/06/2019minha estante
Sua resenha tem spoilers. Bem desagradável você não ter avisado.




Molina 22/09/2019

Uma leitura agradável
O engraçado é que até mesmo no início do livro, se nota uma comparação dele com o Pequeno Príncipe feita por críticos, porque ambos abordam sobre um mesmo sentimento; a inocência de uma criança. As ilustrações são bem divertidas, a narração simples e fluída e o protagonista incrivelmente decidido. Já reli várias vezes, e sempre derramarei lágrimas no final do livro. Foi algo que eu realmente não esperava, mas que de certa forma deixou o meu coração mais feliz. Apesar de ser uma leitura agradável e com um ótimo plot twist, não a coloco no mesmo patamar da obra de Saint-Exupéry. Isto porque não utilizou termos líricos (o que deixou o livro de Saint simplesmente soberbo), metáforas e possui soluções muito simples para os problemas do mundo. Sei que para uma criança, tudo é muito fácil. Porém, achei fantasioso demais. O pequeno príncipe teve que encarar a fria realidade em diversas partes da sua jornada para se reencontrar com a rosa, uma das coisas que realmente apreciei.
Jordanah 02/01/2020minha estante
Pra mim também não tem comparação. Concordo com tudo que falou!




wirnac 27/11/2018

Carinho no coração
O menino do dedo verde é um livro daqueles que faz carinho em nosso coração. A narrativa conta a história de um garoto cujo dedo possui uma espécie de encantamento. Por ser uma criança, Tistu passa a avaliar as situações difíceis da vida de forma simples, curando todos os males com a produção de flores, o que acaba fazendo um ?afago? ao leitor. É um livro que ensina o público infantil e ao mesmo tempo dá esperanças ao público adulto.
comentários(0)comente



Graça 31/01/2009

Um livro para criança que todo adulto deveria ler. Uma mensagem linda, um menino que tudo que tocava, virava verde. Escrito para repensar nossos atos e o quanto podemos fazer para melhorar o mundo em todos os aspectos. Amei.
comentários(0)comente



Thiago 04/06/2019

Trata-se de um livro voltado ao público infantil, cuja narrativa é permeada de simbolismos que podem ser estimulantes também aos adultos. Fiquei incomodado porque ao longo da história o garoto conseguia usar seu dom de uma forma diferente daquela que foi inicialmente apresentada (faltou preservar uma certa coerência dentro daquela lógica fantasiosa). O livro é curto e em sua maior parte se mostra mediano, mas os últimos capítulos são excelentes e o final emocionante e memorável o suficiente para deixar uma boa impressão final sobre a obra.
comentários(0)comente



Márcio 07/04/2019

Saudades da infância
Livro com sabor de saudade...acabei de me recordar dele, li em minha infância uma estória pungente e um apelo antibélico..um clássico que todos deviam ler. Embora seja voltado às crianças em razão ds inocência do livro.
comentários(0)comente



Deca363 08/05/2009

Apesar de ser um livro infantil, todo adulto devia ler...é como O Pequeno Principe...só quem leu sabe a verdadeira importância da mensagem continda. Tistu é lindo!!!
comentários(0)comente

weysi 25/09/2009minha estante
aí...legal!!




Giovana 30/10/2009

Mensageiro do AMOR
È um livro que meu pai me indicou, ele gostaria muito qu eu lesse e entendesse sua mensagem. Então, como ótima filha que sou, rsrrsrs. Resolvi ler. Entendi o que meu pai queria me passar. Um livro mágico, que me ensinou a conhecer os valores. Um livro que eu quero ter na minha estante para transmitir para os meus FILHOS a mesma mensagem que quando criança recebi.
comentários(0)comente



177 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |