O Menino do dedo verde

O Menino do dedo verde Maurice Druon




Resenhas - O Menino do Dedo Verde


168 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Alan Ventura 10/03/2011

A vida é a melhor escola que existe!

“O Menino do Dedo Verde” narra a história de um garoto chamado Tistu,que por não conseguir manter-se acordado durantes as aulas monótonas do colégio acaba sendo expulso do mesmo.Como solução para que sua formação intelectual não seja estagnada,seus pais resolvem ensiná-lo de outra maneira,fazendo com que Tistu aprenda com os próprios olhos,ensinando-lhe nos locais apropriados,a conhecer as pedras,o jardim,os campos,como funciona a cidade,as fábricas entre outras coisas,julgando ser a vida a melhor escola que existe.

Por se tratar do primeiro livro que li de Maurice Druon,tive de pesquisar a seu respeito,descobri que embora seja acadêmico e autor de romances históricos,nada perdeu de flexibilidade,de gratuidade lírica,não se deixou esclarecer nem emburguesar pelos títulos,lauréis e outros títulos que costumam obstruir a capacidade de escrever um livro infato-juvenil.Druon é capaz de articular um relato nesse dificílimo idioma que adultos e crianças entendem,os adultos é claro,se não mataram em si o espírito de poesia ao achar que criança não entende nada.

”O Menino do Dedo Verde” é um livro que devemos reler ao longo dos anos,se tivermos a oportunidade de lê-lo na idade cronológica certa,é um livro para meditar em toda sua riqueza,se já somos adultos.Trata-se de um livro preso às contigências sociológicas do mundo em que vivemos,escrito na era da poluição,da banalização de valores,de agressividade e desentendimento.Creio que a missão desse livro é justamente despoluir,humanizar,de certa forma reintroduzir a poesia num universo do qual ela se encontra exilada,e que livros como "Pollyanna","Pollyanna Moça","O Pequeno Príncipe","Alice no País das Maravilhas","Ei,Tem alguém aí?" e alguns outros buscam resgatar.

Maurice Druon foi capaz de criar um símbolo cujo significado jaz um pouco em cada leitor,capaz de florescer ao descobrir-se também possuidor de um polegar verde,e que na medida em que as páginas vão passando,o leitor atento vai descobrindo que ter o dedo verde é uma qualidade maravilhosa,um verdadeiro dom do céu.Uma poesia que só quem tem o coração "regado" pode cultivar.
Jow 16/10/2010minha estante
Resenha sensacional!
me interessou muito esse embate de pensamento infantil e adulto. É sempre bom um livro que consegue ser capaz de levantar esse importante debate de como o homem, vê o mundo partindo de sua experiência de vida.
Quero ler.


Gláucia 02/12/2010minha estante
Nossa, tinha me esquecido desse belo livro lido em minha infância. Preciso relê-lo e verificar qual a minha visão dele agora.


Barbie 23/12/2010minha estante
Esse é um dos que acredito que vou gostar tanto qto "Meu pe´de Laranja Lima", o qual traz o mesmo debate citado na resenha. Será meu próximo depois do próximo que vou ler...rs!


Evelyne 16/02/2012minha estante
Eu quero ler!


Tchesco 22/03/2012minha estante
Gostei pois foi meu primeiro livro


Roselandia 12/09/2012minha estante
Primeiro que li aos 7 anos de idade.O encontrei,dentre tantos outros exemplares, na estante de livros de uma casa de freiras e desde então aquela estante se tornou parte de meu mundo.Ali,envolta por todos aqueles exemplares,descobri um mundo que poucos já sabiam existir.


Alcineide 30/10/2012minha estante
Eu o li aos 7 anos, foi um dos primeiros livros que li, fiquei lendo na biblioteca da escola, é muito marcante por ser uns dos primeiros livros que li, e o primeiro que li depois de me mudar pro Ceará.


Ariadne 15/03/2013minha estante
Super lindinho esse livro! *_*


Ardon 22/03/2013minha estante
Foi um dos primeiros livros que li e por isso tenho um carinho especial por ele.


Bea 18/04/2013minha estante
Minha professora da 2ª série me incentivou a ler esse livro,e sou grata a ela por isso até hoje.


Mia 04/12/2014minha estante
O primeiro livro que eu li foi este, aos 6 anos. Me tornei viciada em livros a partir dele! Muito encantador!!


Carla 09/09/2016minha estante
Quando li este livro eu já era mais velha, já tinha passado do 20 anos, eu trabalhava em um escritório de uma tia e ela incentivava a leitura entre os empregados, ela nos dava todos os dias 1 hora para que pudéssemos nos dedicar a leitura, então foi assim que eu li "O Menino do Dedo Verde, amei, este livro é de minha prima.




Miro 09/01/2009

Leitura para crianças, mas que encanta pessoas de todas as idades
O formato da escrita certamente foi feito para crianças, mas a estória tem uma doçura permanente que acaba nos envolvendo. Deixe-se levar pela leveza do texto, para conseguir aproveitar o final surpreendente.
comentários(0)comente



Silver Se7e 28/05/2010

ÓTIMO
Livro que me introduziu no mundo da leitura, com 11 anos, melhor que isso impossível. Reli faz uns anos e ele surpreendeu ainda mais, como se tivesse mudado, mas quem mudou fui eu.

Ele traz idéias que estão em falta hoje em dia, paz, solidariedade, determinação, comprometimento, fé nas pessoas e o fundamental, respeito aos seres vivos. Uma história singela que não perde nem um pouco de crédito por isso.

Vale muito a pena pela mensagem.

É para ser lido em uma noite.

O final não da para dizer se é triste ou feliz, para mim foi triste.
comentários(0)comente



Marcelo 12/12/2010

Todos nós fomos Tistu (um dia...)
Senti uma boa nostalgia ao ler "O Menino do Dedo Verde". Há tempos não lia uma história onde a inocência da infância fosse tão profundamente apresentada e encarada como a única solução para os problemas do mundo. Hoje, a criança quer ser adulto o mais rápido possível e as pessoas ao seu redor aprovam esse tipo de desejo. Criança com jeito de criança está cada dia mais raro. Tistu, o protagonista, é uma criança no último sentido da palavra: questiona, não conhece o mundo mas não tem medo dele. Enfim, é um personagem que nos toca ao nos alertar para um lado nosso que acabamos esquecendo: um dia, fomos como ele. Quando é que a gente deixou de ser?
comentários(0)comente



Bruno Manfredo 30/01/2012

O menino do dedo verde.
O livro conta a história de um menino muito especial, que possue pais preocupados com o seu futuro. Desde cedo os pais procuram fazer com que ele aprenda, mais as tentativas são em vão, ele realmente só leva jeito para uma coisa, trazer paz e esperança para a humanidade.
Com o seu jeito curioso ele vai aos poucos descobrindo os seus dons. Ele beneficia a todos que precisam de ajuda, como na reforma que fez no hospital trazendo alegria e esperanças para os pacientes.
No final ele conseque o esperado que é ajudar a descobrir o verdadeiro proposito de sua existência, já que não levava jeito para nada.
comentários(0)comente



Camila 25/10/2016

Uma lição de vida
Descobri esse exemplar perdido em um móvel de casa cheio de livros que nunca achei que fossem me interessar. Nunca havia me disposto a abri-lo até que ouvi um comentário de um amigo sobre ele e resolvi dar uma chance. "O Menino do Dedo Verde" é o típico livro que eu desejaria que me tivessem lido quando criança, tanto pela pureza das soluções de conflitos, quanto pelas metáforas simples e bem construídas entre a cidade fictícia de Mirapólvora e o mundo real. Quem dera pudéssemos resolver todos os males do mundo com as flores como faz Tistu. Uma utopia que faz pensar e desejar um mundo melhor, fazendo questionar se todos nós não temos um polegar verde, faltando apenas descobri-lo.
comentários(0)comente



Américo 14/07/2016

Um livro do mesmo calibre d'O Pequeno Príncipe.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
CLUBE THE BOOK ON THE TABLE 21/08/2016minha estante
Vou reler. Nem lembrava da estória.




Deca363 08/05/2009

Apesar de ser um livro infantil, todo adulto devia ler...é como O Pequeno Principe...só quem leu sabe a verdadeira importância da mensagem continda. Tistu é lindo!!!
comentários(0)comente

weysi 25/09/2009minha estante
aí...legal!!




Senar 17/09/2016

Refletir sempre o melhor remédio para o tédio.
Um belíssimo livro, a principio soa muito inocente, mais apos varias folheadas conseguimos entender a mensagem passada...nunca julgue um livro pela capa ou ate mesmo uma pessoa.
Todos nós temos os nossos dons especiais, porem temos que esta apitos a entender o momento que ele se manifesta, e temos que aprimorar esse dom...o livro fala mais ou menos isso...adorei o livro parabenizo o autor dessa bela obra prima o Maurice Druon..ele na sutileza perfeita...conseguiu chamar bastante a minha atenção e rever alguns conceitos...mais esse é o verdadeiro sentido da leitura, sempre aprender mais e mais, pois cultura nunca é demais...eu recomendo essa leitura.
comentários(0)comente



Andréia 28/06/2016

lindo
bela história, leve , emocionante e divertida. um dos primeiroa livros que li na infância, me marcou pela maneira que o menino Tistu encara a vida, seu otimismo e pureza. recomendo!!!
comentários(0)comente



Maria Joana 20/04/2012

Amo esse livro!!!!!!!!!!!
Todo mundo precisa ler........
comentários(0)comente



claudioschamis 12/02/2009

Nem acreditei quando ao pesquisar apareceu esse livro. Li na minha infância e pelo visto marcou. E marcou mesmo. Saudades desse tempo.
Dani Rodrigues 27/05/2010minha estante
Recordar é viver...rs Estou passeando pelas suas resenhas e estou voltando no tempo com os livros que temos em comum! Eu tb não acreditei qdo apareceu esse livro aqui no skoob... mas sabe por que? Eu estava procurando como se o título fosse "Tistu"! hauhauaah Lembra??

ps: ganhei esse livro na minha infância. E a experiência que tive com ele foi: nunca leia a última página de um livro!!!!!!!!! rsrsrsrsr


Nirleide 24/02/2012minha estante
Também li na minha infância e recentemente reli de pois de mais de 30 anos. Muito bom poder ver que ainda hj muitos lêem. Excelente livro!




Thamy 28/02/2011

Acho que esse é o tipo de livro que você lê quando é novinho nem gosta tanto, mas quando é grande e lembra pensa: 'onw... é um livro tão bonitinho'! =) E é mesmo Tisto trás uma lição de bondade e inocência infantil que é linda apesar de utópico! ^^
comentários(0)comente



Prof. Edivaldo 27/12/2015

Flores e flores
Um livro curtinho, mas que encerra um grande ensinamento. Com o menino Tistu, personagem principal, aprendemos que a bondade, a compreensão são fundamentais para vencer os males da humanidade, inclusive a própria guerra.
comentários(0)comente



168 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |