Twice Shy

Twice Shy Sarah Hogle




Resenhas - Twice Shy


56 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Mona 23/01/2022

Bom
Não curto muito a escrita dessa autora, mas gostei mais desse livro do que de You Deserve Each Other, Wesley é maravilhoso e um protagonista bem diferente do que geralmente a gente encontra em livros de romance, ele é tímido e tem um certo pânico social, a protagonista é bem engraçada e me identifiquei bastante com ela em alguns momentos. Foi um livro bom pra passar o tempo, ri bastante.
comentários(0)comente



Bia 21/01/2022

me trouxe esperança
É muito fofo pelo amor de Deus, gente.. o Wesley é um ser tão precioso, dá tanta vontade de colocar ele num potinho e proteger do mundo. Eu amei muito que toda a história se desenvolveu durante a reforma da casa e como eles foram se conhecendo e se conectando juntamente com as memórias que a casa possuí foram reveladas e como eles criaram novos momentos incríveis ali também.. enfim, eu amei.
comentários(0)comente



Ray 19/01/2022

Achei a história reeealmente fofa e bem inspiradora em alguns pontos.
Conhecer o Wesley e a Maybell foi bem divertido, queria mesmo era a visão do Wesley sobre toda a história, mas não deixou a desejar.
comentários(0)comente



Duda.Lima 16/01/2022

A coisa mais linda do mundo
Acabei de ler, não dá pra descrever o quanto eu amei esse livro, estou emocionalmente abalada, nunca vou me recuperar!!!!
Os sentimentos intensos são consequências de estar na cabeça de Maybell Parrish por 24 horas, espero que sintomas amenizem de 3 a 5 dias úteis! E Wesley... Meu Deus não é possível que exista pessoas tão doces assim, tão puras de alma e coração, só de lembrar quero chorar!
Ri e chorei e não consegui parar de ler e estou prevendo uma ressaca literária de proporções gigantescas!
Enfim, perfeição.
comentários(0)comente



Viviane Maciel 15/01/2022

Nunca me identifiquei tanto com um personagem ??
Sarah Hogle sabe como construir um personagem. Eu achei que não poderia gostar tanto desse livro quanto gostei de You deserve each other, mas amei, e fovoritado.

A Maybell sou tão eu, criando essas realidades que só existem na cabeça dela, imaginando o que diria pra pessoas que fizeram ela se sentir mal, mas não conseguindo, só deixando as coisas pra lá porque é mais facil que por um ponto final.
comentários(0)comente



Bibi 15/01/2022

O que dizer sobre essa obra prima??

Fui positivamente surpreendida diversas vezes, e em alguns momentos até chorei de adoração.

A evolução dos personagens é notável no decorrer do livro, e você se pega aprendendo e crescendo com eles. Apesar de tudo, fica claro que eles mantêm sua essência, e aprendem a conviver com as diferenças.

Estou apaixonada.

Wesley, você é tudo!
Maybell, go little rockstar!
ELEN 16/01/2022minha estante
Mulher não me venha com essa de go little rockstar, to achando que ela morreu, faz isso cmg não


Bibi 18/01/2022minha estante
Mds ela não morreu! Nem sabia que usavam pra quando a pessoa morre, socorro kkkkkkkkkk


ELEN 20/01/2022minha estante
Não usam só pra morte mas tenho trauma com essa msc KSSKKAAKAK




Raphaella 07/01/2022

Primeira leitura do ano com um livro que estava na minha estante a no mínimo 4 meses mas me arrependo de não ter lindo ano passado, é fofo e leve, uma combinação perfeita pra qualquer dia.
comentários(0)comente



Júlia. 05/01/2022

Um livro rápido e não muito bom. Diria que é decepcionante, personagens mal desenvolvidos, enredo bem mais ou menos, vários furos. Mas se você quer um romance razoável pra ler em uma tarde Twice Shy é muito adequado...
comentários(0)comente



Amanda 02/01/2022

Primeira leitura do ano.
É um livro leve e com um ótimo enredo de romance. Uma história que se desenvolve aos poucos e é gostoso acompanhar a história entre os dois principais.
comentários(0)comente



Vasya - A Corsária 31/12/2021

Wesley Case-se Comigo Agora! (Essa É Minha Declaração)
'Querida, poderosa e majestosa Violet Amelia Parrish, anjo entre os mortais, única mulher para mim: Estou implorando por outra chance. Uma vez você me chamou de o homem dos seus sonhos. Tente se lembrar."

*

"Aqueles que se importam menos sempre têm a vantagem."



#125 - Terminar o ano lendo um livro de uma das poucas escritoras que me deixaram feliz nesse ano. Primeiramente: Obrigada Sarah por ter me dado casais tão icônicos como Naomi-Nicholas e Maybell-Wesley.

Suas personagens femininas me fascinaram tanto, pois eu me via nelas e o Wesley também, pois simplesmente foi como ver meu reflexo com suas fobias e medos. Amei esse rabugento sinceramente, estou esperando ele sair do livro pra casar comigo, ai minha gente, o plot da casa cor de rosa e o momento que ele levou ela pro céu (entendedores, entenderam) meu pai amado que homem perfeito!
Eu amei esse livro tanto que nunca terminaria ele, mas não posso falar bem de algo que não terminei, então hoje depois de três semanas deixando o último capítulo em aberto terminei, pra poder dizer que esse livro é um dos favs de 2021.
Porque tudo aqui é perfeito, desde o casal principal a história de amor de Violet e Victor, eu perdi as contas de quantas vezes chorei lendo as cenas deles e juro pra vocês que meu coração quebrou na carta do último tesouro (alerta spoiler: Como assim escritora? Eu chorando achando que ela não sabia nada a respeito das coisas que ele fez e ela sempre soube, ódio que sinto de você, Sarah, por me causar tanta dó).

Amei os personagens também, pois Maybell é incrível, ela é uma pessoa de coração puro que não ver seus sonhos sendo realizados pois a vida não acontece da forma que queremos, e eu gosto muito de ver esse tipo de narrativa, sei lá. O desenvolvimento e a sensação de que nem tudo está perdido afinal, me dá um quentinho no coração.
E sobre o Wesley, eu vou rasgar seda sobre ele mais uma vez, sim, meu homem ranzinza meigo fofinho, como ele é perfeito, todas as cenas dele eu estava vomitando arco-íris, muita perfeição pra mim.

Enfim, a três semanas falei que queria passar o resto da vida dentro desse livro e ainda me sinto assim, amei tudo, ele me fez feliz e por mim essa escritora pode escrever mil contos sobre os dois e eu vou ler.
comentários(0)comente



Thai 31/12/2021

Apaixonada
ESSES DOIS SÃO A COISA MAIS FOFA DO MUNDO. É isso, eu fui ler esse livro sem expectativa nenhuma, mas acabei me encontrando rendida nesses dois, nesse romance fofo, nesses personagens meio estranhos kkkk, mas que te deixa de coração quentinho e que me identifiquei tanto e em tantos momentos. Virou um confort!
comentários(0)comente



Jeh Diário dos Livros 23/12/2021

''Quando lanço um olhar rápido sobre minhas histórias de namoro, as pesquisas são conclusivas. Nunca vem coisa boa de uma paixão.''
Twice Shy de inicio não tinha me conquistado por completo, achei a personalidade de Maybell no começo muito infantil para uma mulher de 30 anos, mas, mesmo assim quis ver aonde iria sua jornada e as coisas foram melhorando drasticamente conforme a autora começou a desenvolver melhor os personagens na narrativa.


Bom... falando da nossa protagonista no geral, Maybell gosta de viver no mundo da fantasia a maior parte do seu tempo, deixando de lado sua vida real e deixando muitas vezes as pessoas passarem por cima dela, ela prefere viver na mesmice do que se arriscar em algo novo, mas, quando ela tem a noticia da herança da sua tia, ela finalmente se da conta que sua vidinha pacata pode mudar e ela pode ter novas escolhas e direções a seguir e a partir dai conseguimos ver uma evolução boa da personagem, ela acaba se auto descobrindo, tendo coragem para ir atrás dos seus desejos e sonhos sem precisar da aprovação de ninguém.


Já Wesley, é um personagem que eu gostei muito de conhecer, logo de cara você vai achar ele uma pessoa distante, indiferente e fria, mas, aos poucos junto com Maybell vamos conhecendo um pouquinho dos anseios do personagem, seus traumas e principalmente a ansiedade de lidar com pessoas. Wesley é tímido, retraído e não-social e é legal ver o trabalho da autora em mostrar que muitas pessoas são assim não porque querem, mas porque são é o jeito delas e elas sofrem muito para superá-los.


O romance vai acontecendo aos poucos, temos aquele ponto bem clichê logo de inicio o que achei bem divertido, mas, mais do que amor, eu senti uma amizade e cumplicidade dos protagonistas maior do que um romance. Claro que temos aquelas cenas românticas fofas de livro que faz a gente suspirar, mas achei o trabalho na amizade dos dois ainda mais legal que o romance entre eles.


A história não tem muito reviravoltas, pois o foco é no desenvolvimento dos personagens e eles lidando com seus problemas e correndo atrás de seus sonhos e objetivos, se apaixonando e vivendo.
A dinâmica do livro é bem bacana e a leitura flui muito bem entre os capítulos.

site: https://diariodoslivrosblog.blogspot.com/2021/08/resenha-twice-shy.html
comentários(0)comente



Rhai 05/12/2021

Sarah Hogle foi uma das boas surpresas desse ano. A escrita dela é muito boa, engraçada e aproxima mais o livro do leitor.

Eu amei esse livro, ri demais e me identifiquei com os personagens, perfeito demais.
comentários(0)comente



Larissa.Cavalcante 30/11/2021

Alguém me leva pra Falling Stars.
PERFEITO!!! É a palavra que define esse livro, ele é simplesmente perfeito.
Começando pela protagonista que representa todas as fanfiqueiras de plantão, Maybell é uma personagem com um coração enorme e um gosto interessante pra roupas... Eu amei ela no primeiro segundo em que a conheci.
Wesley demorou um pouco pra me conquistar mas quando ele se deixou ser visto e conhecido, não decepcionou em nenhum minuto!!

Foi lindo ver o amadurecimento deles, ver eles enfrentarem seus medos e limitações. Esse não é um livro para aqueles que gostam de romances rápidos, em Falling Stars as coisas acontecem e nos conquistam aos poucos.

Sarah Hogle, só tenho a agradecer por esse livro incrível e elogiar sua escrita impecável que me prendeu desde a primeira página.

(Eu nunca quis tanto caçar um tesouro ou ir ver o lago Ness como estou querendo agora!)
comentários(0)comente



rafa 27/11/2021

Twice Shy me surpreendeu muito positivamente!
Não tentem panfletar esse livro como enemies to lovers (acho que esse foi o motivo de muitas pessoas ficarem decepcionadas com ele). No começo, os protagonistas se bicam um pouco, mas não é muito cão e gato, apesar disso os diálogos são engraçados e fofos, principalmente porque os dois são pessoas introvertidas e reprimidas. Maybell quer ser o que as pessoas querem que ela seja, por isso ela nunca se dá voz e Wesley é extremamente tímido e tem fobia social.
No começo, a Sarah Hogle enrolou bastante, mas depois que ela passou a focar mais nos dois o livro ficou muito bom. Não há uma trama surpreendente ou algo assim, mas continua sendo uma ótima leitura.
comentários(0)comente



56 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR