Call Me By Your Name

Call Me By Your Name André Aciman




Resenhas - Call me by your name


84 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Letícia 25/10/2021

Surpreendente
Me apaixonei pela história, é uma coisa totalmente poética, não imaginei que seria assim, muitas vezes fiquei cansada de ler e quis pular cenas, mas a verdade é que esse livro te marca de alguma forma, mesmo que você crie uma relação de amor e ódio você é incapaz de soltá-lo até terminar.
Acho que é a primeira vez que tenho uma relação tão complexa com um livro e com um universo.
comentários(0)comente



i6lou 21/10/2021

simsismsismsismsismsisksismismsismsismsismsiksisksisksisksimsismsismsisksisksimsismsismsissimsisksisksismsi
comentários(0)comente



bia 15/10/2021

Call me by your name
um livro que eu tinha grandes expectativas devido ao filme da netflix, a obra em geral foi satisfatória, criando uma reflexão complexa sobre a vida ao final da leitura.
porém, creio que o autor exagerou na sexualidade masculina, deixando o romance superficial e puramente sexual, além de descrições excessivas em algumas páginas que tornam a leitura cansativa.
mas apesar de tudo, ler o livro após assistir o filme foi uma experiência incrível e eu quero muito assistir o filme novamente para notar os sinais e significados que só podiam ser notados após a leitura do livro. 4/5?
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Viv 26/09/2021

Não gostei, é muito problemático, o que salvou pra mim foi só o estilo da escrita
Romantiza umas coisas muito ???
comentários(0)comente



Morais 21/09/2021

Romance dos 20 anos
Até então, com meus exatos 20 anos, esse foi o romance mais lindo que li até então. Cada flerte, cada pensamento, cada indecisão faz dessa história algo tão reflexiva que assusta. Felizmente, a vida toma seus caminhos!
comentários(0)comente



~ViHh~ 19/09/2021

"Lembro-me de tudo..."
Não consigo descrever em palavras o quanto esse livro me emocionou, me marcou e me trouxe de reflexões. A escrita de André Aciman é bela, poética e nos leva além das paisagens e do clima de verão do norte da Itália, na realidade adentramos a mente e pensamos, sentimos, vemos o mundo e as pessoas através de Elio. Inúmeras vezes eu já fui Elio, já pensei e senti como ele, por isso a conexão que tive com essa personagem durante a leitura foi profunda.
Para muito além das questões a respeito de sexualidade, que certamente chamam a atenção, mas encaro como uma análise superficial a respeito da verdadeira densidade do livro, o que me marcou foi a história sobre um encontro de almas, o ápice da intimidade e que em uma das passagens, onde Elio reflete sobre o que sente por Oliver, ele descreve que entre eles há uma experiência completa de relacionamento: eles são irmãos, amigos, pai, filho, esposos, amantes e um se torna o outro.
Me Chame Pelo seu Nome é uma jóia da literatura contemporânea que sem dúvidas voltarei a ler e recomendo para todos aqueles que buscam um pouco de poesia, arte e magia como antídoto ao nosso bruto cotidiano.
comentários(0)comente



clara 13/09/2021

imagino q exagerado eh a musica deles
amo cmbyn plmd o livro q me fez querer largar tudo ir p italia e viver um romance de verao e andar de bicicleta
comentários(0)comente



natbrodrigues 12/09/2021

Maravilhoso e intenso
Esse é um dos livros mais lindos e intensos que eu já li, sem contar o quão bem escrito é!
Você passa todo o tempo na cabeça do Elio, com os pensamentos dele e os sentimentos dele em relação a todas as situações e você consegue sentir tudo!
Claro que tem suas problemáticas, não posso vou passar pano pra isso, mas a história em si é muito bonita, tem cenas lindas e doloridas que vão te fazer chorar horrores e pensar muito sobre a vida no geral e a ambientação também é incrível e bem descrita.
O filme é incrível, mas ter lido o livro me faz entender e sentir mais o que o Elio sente, fica tudo muito mais claro e sem falar que o filme termina em uma parte e o livro vai além.

Leiam, não tem como se arrepender de ler esse livro, de sentir tudo que o Elio sente e ver como o Elio vê. Recomendo muito

O que eu chorei nesse último capítulo do livro não dá nem pra contar. Muito lindo.
bruna 12/09/2021minha estante
SIM !!


Eduardo 12/09/2021minha estante
exatamente!!




Mandy 09/09/2021

Uma das minhas primeiras leituras em inglês de 2021
Chorei rios, primeiro por conseguir finalizar e compreender um livro no idioma em que venho estudando e aprimorando por mais de um ano, segundo por toda a sensibilidade contida nele. Eu posso jurar que senti o cheiro daquele jardim e das frutas. Li pelo estudo e terminei extremamente afetada por um romance de verão ?
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Sofia 03/09/2021

"Arrancamos tanto de nós para nos curarmos mais rápido das coisas que ficamos falidos aos 30 anos. E temos menos a oferecer cada vez que recomeçamos com uma nova pessoa. Mas se fazer insensível para não sentir nada? Que desperdício."
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



DTK 09/08/2021

Before anything else I must talk about the way Aciman talks about falling in love without even needing the words love or passion or wathever else. He is simply able to describe the feelings we have when first falling in love to their full extension, for some time not even realising it, some of the time having conflicting feelings. The first third of the book is altogether perfect cause of all this.
(I feel sad for the movie because there is no way the actors can express so much feeling, reading Elio?s thoughts is all there is)

The other parts just make me desperate for a passion that would affect my life so completely, really. To be understood and accepted as it is.
The book is awesome, everybody should at least give it a try
comentários(0)comente



sunnie 28/07/2021

What things matter? Intenso, não há estrutura que sustente??
Uma leitura que tocou muito meus sentimentos, é extremamente intenso e mexe demais com a sua estrutura emocional! Eu me identifiquei em muitas coisas e a leitura é tão gostosa e imersiva que facilmente te prende e desperta absolutamente todos os seus divertidamentes.
O livro tem uma dualidade que dança ao longo de toda a história, juro! Essa dualidade se compõem em trechos e parágrafos extremamente sensíveis e clichês para um tanto estressantes e esquisitos mas nada que te tire da órbita do livro, saca? é algo que faz querer mais e mais, devorando a cada capítulo que vem a seguir porque você necessita de respostas, ações, sentimentos novos e isso é extremamente incrível.

A obra tem seus pontos altos e baixos, devo concordar que em um parte específica da leitura fiquei um pouquinho entediada e alguns pequenos trechos chegam parecer absurdos, mas é coisa pouca, logo depois aquele vigor intenso se renova. Eu chorei muito e muito mesmo com essa obra e eu me vejo muito em boa parte do história e sentimentos dos personagens, eu me vi ali e isso mexeu tanto com meu interior que me fez chorar agarradinha ao livro, vale muito a pena, como eu disse tem seus pontos altos e baixos e por isso não dou 5 estrelas mas ao meu ver foi intenso e emocionante de se ler, a frase que mais pegou depois do discurso do Mr.Perlman foi "Que coisas importam?" nossa, isso teve tantos significados e trouxe tantas interpretações diferentes pra mim, realmente um misto de sensações. A experiência que tive com call me by your name foi algo totalmente singular para mim e que vou levar comigo a vida inteira.

? Com amor, sunnie ?
comentários(0)comente

Dibow | Dinnie 28/07/2021minha estante
concordo em tudo, rainha sol. tudo pra minha carreira esse livro ? só é meio nojentinho em algumas partes.


sunnie 28/07/2021minha estante
sim, tem uns pontinhos do livro que te fazem ficar meio '-' mas é boa a leitura, agora old que o filme surra >>>>>>


Dibow | Dinnie 30/07/2021minha estante
o filme... porra, o filme é uma obra de arte, maluco.




84 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR