Destinos Cruzados

Destinos Cruzados Elizabeth Chandler




Resenhas - Destinos Cruzados


92 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Ana 04/08/2019

A cada 2 páginas eu durmo
0 necessidade de uma continuação, apenas.
A história estava ótima com apenas 3 livros, não tinha motivos para fazer uma continuação (que por sinal, ficou extremamente entediante).
comentários(0)comente



Laila 16/01/2019

o famoso: não havia necessidade.
Não precisava ter uma continuação.
comentários(0)comente



Kelita 16/11/2018

Melhor que os anteriores até agora
Demora a engrenar, mas quando engrena é agradável... o melhor da série até agora...
comentários(0)comente



Kellbet 30/05/2017

Se minha vida fosse como a de Ivy eu já teria surtado. Sério.
Como uma pessoa pode ser tão ingênua e tão ‘super protegida’?
Seus amigos começaram a fazer raiva em mim, e o pior é que Ivy se deixa levar facilmente por estranhos. Então tudo anda dando raiva ultimamente. E o pior é que o livro termina te levando para o próximo algemado de curiosidade. (Risos)
Pela reação que tive, você amigo leitor como eu, pode imaginar que altos acontecimentos esperam nesse novo ‘capítulo’.
Indo correndo para o próximo.
;)

site: https://kellbet.blogspot.com.br/2017/04/elizabeth-chandler-destinos-cruzados.html?spref=fb
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Fabi 10/08/2016

A AUTORA DEIXOU A HISTÓRIA MAIS DOIDA AINDA NESSE LIVRO.
Bem, lá vamos nós com mais um livro dessa série, que na minha opinião deveria ter acabado em Almas gêmeas :(
Gente, Ivy e Will eram tão fofos e tal....
Porque a autora fez eles terminarem?
Affff, eu sei q o casal central é Ivy e Tristan, mas ele não morreu? E depois mandou ela seguir em frente?
Aí a besta fica dizendo que gosta do Will em Almas gêmeas, para nesse livro dizer que só gosta dele como amigo blablabla.....
E que história é essa de Gregory retornar e querer vingança? Meio doido né?
Sem dizer que Tristan retorna no corpo de João/Luke.
Resumindo: a autora se perdeu na história, o que fez com que ela ficasse mais confusa ainda.
Mas vamos começar agora Revelações né e ver como vai desenrolar essa história.
Lembrando que ainda faltam 2 livros para acabar essa série.
Paciência necessita pessoal >_
comentários(0)comente



Tici 15/02/2015

Ivy, Will e Beth vão passar férias e ajudar a tia Cindy (tia de Beth) em Cape Cod, onde Dhanya e Kelsey (primas de Beth) resolvem entrar em contato com espíritos através da tábua Ouija e acabam fazendo com que Beth e Ivy participem. Porém essa brincadeira acaba se tornando um pouco desagradável, e isso elas só percebem depois.

Não leva muito tempo para que Ivy sofra mais um acidente de carro, só que dessa vez ela não tem tanta sorte assim, já que ela morre nesse acidente. Por um momento, Ivy se vê do lado de fora de seu corpo, porém, não por muito tempo pois Tristan, com um beijo, a faz retornar.
Ivy acorda no hospital, e a única coisa em que consegue pensar é no contato que teve com Tristan após o acidente, na paixão que há e ainda os une.
É também no hospital onde Ivy conhece João, uma pessoa “desconhecida”, pois não lembra nada sobre seu passado e é por isso que passa a ser chamado de João, João sem nome...
Ivy passa a estar mais tempo ao lado de João, o que desestabiliza seu namoro com Will, que é totalmente contra ajudar um desconhecido.
Quando Ivy descobre que João pode ser qualquer pessoa, a dúvida da confiança começa a aflorar dentro de si, não só sobre João, mas também sobre as pessoas que estão a sua volta, pois até um de seus amigos pode estar escondendo algo.

Eu queria muito que não acontecesse o que aconteceu entre Will e Ivy.
Tive um pequeno momento de raiva com a Ivy, pois eu adoro o Will, mas nem tudo nos agrada.

Mesmo já desconfiando sobre a identidade de João, devo confessar que no decorrer da leitura eu fiquei em dúvida, mas continuava pensando que não era possível e então deixei de lado a incerteza e tive ótimos resultados no fim. Só espero não estar errada ao ler a continuação.

Ao dar início à leitura eu fiquei pensando em como iria se desenvolver a história nesse livro. Porém, apesar de achar o começo um pouco fraco, mas necessário, tudo começa a tomar o seu rumo e fluir naturalmente.
Como eu já esperava, esse livro tem um final que te deixa com muita vontade e curiosidade de saber o que vai acontecer. Com certeza o ponto forte de Elizabeth é o desfecho.

“Ivy, se Tristan realmente lhe deu o beijo da vida – disse Lacey – ele está bem encrencado. Não tente entrar em contato com ele. Não o incite ainda mais. Você já fez com que ele fosse assassinado. Não o amaldiçoe para sempre.” (Página 195).

site: http://www.obsessionvalley.com/2014/07/livro-destinos-cruzados-elizabeth.html
comentários(0)comente



Marisa Aziliero 02/05/2014

Ivy, Beth e Will vão passar o verão com a tia de Beth, longe de todos os últimos acontecimentos. Uma noite na pousada da tia de Beth, ela e Ivy saem correndo de carro atrás da prima de Beth que estava bêbada em uma balada, ao tentarem encontrar o lugarem que estavam, elas não viram que um carro se aproximava veloz de mais, Ivy tentou desviar mas a estrada era muito estreita e acabou não conseguindo.
Ivy via a amiga gritar desesperada e quando não conseguiu tocar nela percebeu o que estava acontecendo, viu seu corpo no carro e o sangue escorrendo, foi então que ouviu Tristan. Eles haviam novamente declarado seu amor um pelo outro, e Tristan prometeu que jamais a deixaria, quando se beijaram, ela recuperou a consciência no hospital.
Lá ela conhece João, que não se lembra de nada e ajuda-o a fugir do hospital. Ivy passa muito tempo com João por achar que tem uma ligação forte com ele e que pode ser Tristan tentando se comunicar com ela, o que acaba ocasionando o término de seu namoro com Will, mas Beth acha que pode ser o Gregory e que Ivy deve tomar muito cuidado.
Ivy acaba descobrindo que João havia mentido para ela e que se chama Luke quando a polícia procurou por ele acusando-o de assassinato e ele fugiu. Ivy então passa a acreditar na amiga, em que Gregory estava de volta e estava ali atrás dela. Porém quando Luke procura por Ivy novamente, diz ser Tristan e ela acredita nele novamente, passando a desconfiar que Gregory esteja usando sua amiga Beth.
comentários(0)comente



Fer - Mato Por Livros 16/02/2014

E tudo volta ao que era antes.
Após um ano da morte de Tristan, todos acham que já estão conseguindo levar suas vidas um pouco melhor. Ivy, Will, Beth e mais duas amigas (Dhanya e Kelsey) estão passando as férias em uma pousada da tia de Beth em Cape Cood. Tudo ia bem até as meninas ficarem entediadas e resolverem brincar com o tabuleiro Ouija (aquele com letras do alfabeto e símbolos, usados para a comunicação com espíritos). Daí em diante fatos estranhos começam a acontecer, parece que mexer com os espíritos desencadeou acontecimentos muitos estranhos e que podem tornar-se perigosos.

Logo Ivy e Beth sofrem um acidente, onde um fato muito estranho acontece, e faz com que Ivy se reencontre novamente com Tristan. Ivy vai parar no hospital e ninguém consegue acreditar no milagre que aconteceu, e ela fica sem entender se realmente se encontrou com Tristan ou se tudo não passou de um sonho.
No hospital Ivy conhece João, um rapaz que sofreu um acidente no mesmo dia que ela, mas que perdeu a memória por completo. Logo Ivy se vê atraída por esse rapaz, mas se sente confusa em relação a ele, porque percebe que esta se envolvendo com ele, porque ele poderia ser Tristan. Ao começar uma relação de amizade colorida com João Ivy perde seu namorado, que não consegue compreender as atitudes estranhas e loucas de Ivy e também afasta sua melhor amiga, Beth, que esta cada dia mais estranha, desde a brincadeira com o tabuleiro Ouija.

Ivy sente que algo de muito estranho e ruim está acontecendo, e que algum espírito do mal, esta rondando sua vida novamente, mas no começo ela se faz novamente de cega, como em tantos outros momentos.

Aonde seu relacionamento com João vai levar? Quem será que pode ser esse rapaz? Visto que foi encontrado em circunstancias muito suspeitas. E Beth porque esta tão estranha? Será realmente que um novo mal esta rondando a via desses personagens?

Em Destinos Entrelaçados, conseguimos ver uma evolução na história que ficou um pouco melhor que nos outros anteriores, é claro que continuamos com o problema na diagramação, mas com algumas melhoras também, ou eu que já me acostumei com isso.

Mas esse livro nos traz muito mais suspense e emoção, o enredo foi escrito de uma forma bem mais evoluída.
Continuamos com aquela sensação de que precisamos passar ao próximo livro, para saber que rumo ira tomar a vida de todos esses personagens. O acréscimo de novos personagens como Kelsey e Dhanya e mais alguns meninos, só veio complementar, essa turma é do barulho e está sempre metida em alguma enrascada, Bryan me deixa com a pulga atrás da orelha.

Bem claro que quem começou a ler a trilogia, não pode perder sua continuação, que como sempre vem com muitos sentimentos a flor da pele. Estou muito ansiosa para chegar no ultimo, porque fiquei muito curiosa em como ela vai terminar essa história.


site: http://matoporlivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Yara 18/01/2014

Destinos cruzados.
Eu estava ansiosa para ler este livro, porque gosto muito da série, e quando ganhei ele em um blog, fiquei realmente muito feliz. E mais uma vez, não me decepcionei. Foi o primeiro livro da série que eu não li em apenas um dia, por causa da escola.

Eu praticamente devorei o livro e me encantei mais ainda com todos os personagens, pois agora Ivy está mais ousada, apesar de às vezes voltar a ser a menininha apática e sem ação que foi até o segundo livro da série; Will ainda é um personagem que me deixa dividida... Eu gosto dele, o acho muito fofo e tudo o que ele faz passa a impressão de um menino perfeito, mas realmente não consegue ser MAIS perfeito que o Tristan...rsrs E o Tristan, acho melhor deixar ele de lado...rsrs Sério, não vou comentar sobre ele, só quero que saibam que eu o amo!haha Mas a Beth! Esta sim é uma personagem que me confunde muito... Ela é legal, carinhosa, inteligente, mas às vezes é super protetora ou sentimental demais e isso me irrita profundamente.

A escrita do livro é muito envolvente, mas o livro em si é tenso, emocionante e triste. Não tem muitas reviravoltas, assim como os volumes anteriores, mas ainda assim mantém uma carga de tensão que deixa tudo melhor. E eu até chorei!

Novamente, este livro (na verdade, esta série inteira) não vai agradar quem não gostar de histórias simples e inocentes, então se vocês estiverem procurando uma história extraordinariamente detalhista e complexa, melhor passar longe de Ivy e Tristan, mas se o interesse for por uma história fofa... Esta é a certa!

site: Blog Ilusões Escritas: http://www.ilusoesescritas.com/
comentários(0)comente



Mary Dourado 03/01/2014

O que fazer quando a autora resolve dar continuação a uma saga que teve um final bem aceitável?
Beijada por um Anjo era uma trilogia, era.
Chandler decidiu prolongar um pouco mais a história e lançou Destinos Cruzados, que relata a tentativa de Ivy e Tristan de seguir em frente. Só que Ivy acaba morrendo e depois de receber um beijo de Tristan no Além, ela volta à vida. E assim de desenrola a história, Ivy tentando se recuperar do acidente, mas sem conseguir esquecer que perdeu Tristan novamente.
O livro é interessante,mas para mim a história terminou no 3º livro, não consigo pensar em uma continuação. Já sei que tem mais um livro para ser lançado, e quem sabe depois mais outro, e outro. Só espero que não estrague a história original.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Cíntia 19/08/2013

Os personagens secundários são protagonistas
Esta série é indicada para quem:
- Gosta de histórias sobre anjos;
- Gosta de romances açucarados;
- É adolescente (ou gosta de histórias para adolescentes).



Resumo:




Beijada por um Anjo (Volume 1): Conhecemos Ivy, uma jovem que sempre acreditou em anjos. Ao conhecer Tristan, os dois se apaixonam, mas após um intenso e breve namoro, ele morre num acidente de carro, fazendo com que ela perca sua fé nos anjos. Isso é um problema, pois Tristan retorna a Terra como anjo, para protegê-la de um terrível perigo, mas ela não consegue sentir sua presença. Como ele irá ajudá-la se ela nem mesmo sabe que está correndo perigo e que ele está lá para salvá-la?




A Força do Amor (Volume 2): Um mês após a morte de Tristan, Ivy continua em depressão. O anjo Tristan, com a ajuda de Lacey, começa a aprender a lidar com seus poderes para mostra a Ivy que o acidente que o matou não foi de fato um acidente. Enquanto isso, Ivy continua tendo pesadelos horríveis com o acidente que o matou, recebendo o apoio de seu irmão adotivo Gregory.




Almas Gêmeas (Volume 3): Ella, a gatinha de estimação de Ivy, sofre vários atentados e tudo indica que o autor é a mesma pessoa que assassinou Tristan. Quando começa a ser perseguida, Ivy volta a acreditar em anjos e a falar com Tristan, tentando salvar a própria vida e a daqueles que ama. A missão de Tristan é ajudar Ivy, mas será que se ele concluir sua missão terá que abandoná-la e sumir de vez da Terra?




Destinos cruzados (Volume 4): Um ano após o acidente que separou Ivy e Tristan, o anjo parece ter seguido o seu caminho, enquanto Ivy começa a namorar Will. Procurando esquecer os traumas do passado, Ivy se refugia com seus amigos em Cape Cod. Tudo até que ia bem, até Ivy sofrer um acidente de carro onde quase perdeu a vida, foi por pouco, mas Tristan a salvou com um beijo. Isso a faz voltar a pensar desesperadamente no rapaz e no amor interrompido abruptamente.




Revelações (Volume 5): Ivy descobre que Tristan voltou a Terra, dessa vez não como anjo, mas no corpo de Luke, que pelo visto é um assassino. O garoto se esconde da polícia e Ivy não sabe mais onde encontrá-lo. As coisas ficam ainda piores, pois desde que Ivy e suas amigas participaram de uma taboa de Ouija, ela tem percebido que Beth anda estranha. Ivy precisa se juntar a Tristan-Luke para descobrir os mistérios que envolvem o passado do rapaz, além de ajudá-lo a fugir da polícia e encontrar um modo de proteger Beth do mal que parece a estar controlando.




Resenha:



Li os três primeiros livros dessa série (Beijada por um anjo, A força do Amor e Almas gêmeas) em um único final de semana e não, não é porque os livros são viciantes, é porque não tem conteúdo mesmo. Se tirassem todas as páginas em branco que a editora colocou entre capítulos e se os capítulos começassem na parte de cima da página (como é normalmente) e não no meio dela, ou seja, se o projeto gráfico fosse outro, teríamos reunidos os cinco volumes iniciais da série em um único volume, e ele nem seria tão grosso assim. Mas para quê fazer isso, não é? Bora fazer cinco livros para ganhar mais dinheiro em cima dos leitores...

Bom, mas em relação à série, ou melhor, em relação ao “livro desmembrado”, é regular. Alguns pontos eu realmente gostei bastante, mas avaliando como um todo achei a série meio morna. Me encantei com o começo, talvez porque o Tristan ainda estivesse vivo (e isso não é spoiler, pois até a alma mais desavisada sabe que o anjo do título é o namorado da protagonista e que ele morre logo no começo, eu um acidente de carro).

O Tristan é um fofo, realmente gostei do personagem e achei uma gracinha as coisas que ele faz para conquistar ou mesmo apenas ficar perto da Ivy no primeiro livro. Dei muitas risadas com as confusões nas quais ele se meteu e com os micos que ele pagou na festa de casamento da mãe da Ivy. Acho que me identifiquei porque também sou desastrada e meio azarada, principalmente no quesito “tentar impressionar alguém”.

Depois que o Tristan morre (vira anjo), as coisas só ficam interessantes novamente bem mais para frente na série, quando a Ivy se envolve em outro acidente de carro, mas daí não posso contar muito não. Nesse meio tempo, achei a história um pouco chatinha. Ele sempre tentando cuidar da Ivy e ela sempre lenta demais para entender os sinais que ele manda e perceber quais são os perigos que a rodeiam.

O que dá certo charme na série é o Gregory e os jogos que ele utiliza. Jogos de sedução no primeiro livro e jogos mentais nos outros, que realmente torna as coisas mais interessantes. Por que será que os vilões tem sempre uma personalidade mais profunda? Daí não dá, por isso acabo me apaixonando e até torcendo por eles.

A Beth, com seu jeitinho meigo (ainda por cima escritora) e a fantasma maluquete Lacey também são personagens bacanas, apesar de caricatos demais. Para ser sincera, a personalidade que mais deixou a desejar foi a da protagonista, Ivy. Achei-a sem muita personalidade, meio sem sal, mesmo antes de perder o namorado. Tipo, ela tem tantas coisas boas na vida: 3 caras interessantes a fim dela - claro, cada um do seu jeito - (Tristan, Gregory e Will)...pô, e um dos caras é até um anjo!; Tem amigos leais (principalmente a Beth, caramba, eu queria ter uma amiga como a Beth!), uma mãe amorosa, um irmão fofo e um padrasto rico... e ela lá, toda sem expressão.

Esta protagonista meio parada, aliada a um romance feito para adolescentes (sem muita sensualidade e muito adocicado), não permitiram que eu me entregasse a essa série. Mas se eu tivesse uma irmãzinha de uns 13 anos e quisesse iniciá-la nos romances sobrenaturais, talvez indicasse os livros, claro, se o dinheiro saísse do bolso dela... rs.

Para quem quer conferir a série ou mesmo para aqueles que estão na dúvida se vale a pena ou não, minha dica de ouro é entrar no site http://www.beijadaporumanjo.com.br/. O site é lindo, e nele você encontra wallpapers, ringtones para baixar, um teste legal para saber quem é o seu anjo, sinopses dos livros já lançados no Brasil, um link para assistir o booktrailer, além de um link chamado “Ouça o anjo”, com uma espécie de representação do que seria o Tristan falando lá do além. Achei o efeito legal, mas não gostei da voz, imaginava a voz de um cara mais jovem.

site: http://biblioquecintiamendes.blogspot.com.br/2013/08/resenha-serie-beijada-por-um-anjo.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Carol 06/08/2013

Beijada por um Anjo - Destinos Cruzados é o 4º livro da série escrita por Elizabeth Chandler (pseudônimo usado por Mary Claire Helldorfer). Sendo assim, essa resenha poderá conter spoilers dos três primeiros livros.

Ivy está namorando com Will, eles e Beth vão para Cape Cod, onde Cindy, a tia de Beth, tem uma pousada e eles vão ajudá-la nas férias. Lá também estão Kelsey (prima da Beth) e sua amiga Danhya. Vai fazer um ano da morte de Tristan e Ivy está pensando bastante nele, mas sabe que deve seguir em frente. Então, Kelsey e Danhya resolvem fazer uma sessão com o tabuleiro de Ouija, ou seja, onde querem ter contato com os espíritos, e Ivy e Beth participam dessa sessão.

Kelsey é bem divertida e bem irresponsável também, e por ter saído com Danhya e ter bebido demais Ivy e Beth saem para buscá-las de carro, quando sofrem um acidente, onde Ivy morre. Mas Tristan a faz voltar a vida, com um beijo. Ivy acorda no hospital, onde lembra do beijo de Tristan. A partir de então ela pensa ainda mais nele e percebe que não há como amar Will como amou Tristan, sentindo-se culpada.

No hospital Ivy conhece 'João sem nome', um cara que está internado por ser encontrado na praia com graves ferimentos e está com amnésia, sendo assim, chamam ele por este apelido. Com o tempo, Ivy começa a se aproximar muito de João, pois ele a faz lembrar de Tristan. Mas então, descobrem quem é João, seu nome na realidade é Luke e há muita coisa em seu passado. Contudo, coisas estranhas acontecem com Ivy, sendo assim, ela descobre que com a sessão espírita que fizeram, permitiram que Gregory se aproximasse. E ai podemos descobrir muita coisa, podemos saber quem Gregory está atormentando para prejudicar Ivy, o que aconteceu com Tristan.. entre outras coisinhas que não posso contar antes que vocês leiam o livro.

Eu gostei bastante do livro, no início fiquei meio confusa com os novos personagens, mas gostei de praticamente todos. A autora melhorou muito a escrita e até a diagramação do livro está bem melhor do que nos outros volumes.

Fiquei feliz por Tristan estar de volta (não posso contar como exatamente), por Suzanne aparecer pouco, só por se comunicar por e-mail algumas vezes, pois foi viajar depois da morte de Gregory, e eu detesto a Suzanne, então, achei um ponto positivo ela ficar longe.

Agora indico ainda mais a série, é viciante!

site: http://hconcours.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



92 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7