Querô

Querô Plínio Marcos




Resenhas - Querô


4 encontrados | exibindo 1 a 4


Olívia 01/05/2012

Realidade nua e crua
É um livro duro, porém sensível. Retrata a Vida de Querô (diminutivo de Querosene), cuja apelido foi dado por causa da forma como a mãe, que era prostituta, se suicidou. Vivendo na periferia de Santos, o livro mostra o dia-a-dia de quem mal tem condições de continuar sobrevivendo. Mostra as violências cotidianas que sofre e que acaba por fazer. E ao mesmo tempo as reflexões de quem vive desta forma. Tudo na linguagem adequada ao personagem.

Vale a pena conhecer.
comentários(0)comente



Ju 12/07/2011

Chocante!
Poucas vezes me emocionei com um livro, e esse de Plínio Marcos, realmente faz jus a sua fama. A narrativa triste e até mesmo cruel de um garoto pobre, sem muita perspectiva de vida, faz com que repensemos algumas coisas do tipo: O porquê de tanta violência? Infelizmente a história de Querô é verdadeira e se repete na vida de milhares de garotos e garotas que não possuem espaço na sociedade, para irem em busca de uma situação de vida melhor. Simplesmente chocante!!!
comentários(0)comente



Ju 04/06/2010

Querô é o Querosene, apelido do personagem principal do livro, filho de uma prostituta e criado por uma mulher que é uma espécie de cafetina, a qual ele detesta.
O livro mostra um submundo, ou melhor dizendo, o mundo como ele é nas classes mais pobres e a narrativa se passa em Santos.
Querô vive muitas aventuras, não é o típico bom moço, mas sua vida nunca foi fácil, o que nos faz questionar seus motivos para suas atitudes.
O livro já foi adaptado para o teatro e o cinema.
comentários(0)comente



Ricardo 19/11/2015

Leitura intensa, de ritmo frenético, cheia de gírias vindo de um garoto marginal (protagonista) que luta por sobrevivência numa sociedade opressora e dominada por toda a espécie de podridão e corrupção. Boas reflexões podem ser tiradas desta leitura. Uma delas é a de que bandido bom não é bandido morto.
comentários(0)comente



4 encontrados | exibindo 1 a 4