Através do Espelho

Através do Espelho Jostein Gaarder




Resenhas - Através do Espelho


95 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Camila 25/03/2018

ATRAVÉS DO ESPELHO
Cecilia Skotbu, a protagonista da história, este é seu conto, a menina sofre de uma doença rara e não vivera por muito tempo, a cada dia que se passa, seu corpo vai perdendo as forças, que lhe restam. Mas para ela seu mundo esta sempre em movimento constante, ela possui um caderno onde anota e desempenha de tudo.
A história da menina é uma preparação para sua morte, que se aproxima de forma cautelosa, como viajar, neste meio tempo, ela conhece Ariel, seu anjo da guarda, que se torna seu companheiro de aventuras, e aprende com junto dela sobre muitas coisas da vida, Cecilia ainda ensina os humanos, e familiares seus antes de partir, o anjo aprende com a menina o que é a dor e os prazeres de viver, através de perguntas e busca insaciável por respostas que quase sempre não aparecem. É uma leitura curta, mas de grande significado para quem a lê com atenção, recomendo muito, pelo sentido que ele da a nós leitores quando nos encontramos em um momento difícil ou precisa-se ser forte para li dar com uma perda de um alguém próximo, ou dificuldade de algo que enfrentamos e que é muito particular nosso.
PERSONAGENS:
Cecilia Skotbu: Protagonista.
Anjo Ariel: Anjo de Cecilia, que vive muitas aventuras e aprende com ela.
Família de Cecilia, que a acompanha, e busca compreendê-la.
PONTO DE VISTA:
Embora seja possível deduzir o motivo de Cecília estar presa à cama e se sentindo sempre tão fraca, a própria menina diz que não interessa o nome da sua doença, ela queria melhorar rápido para usar seu ski e tobogã na neve. O que mais me sensibilizou é que ela, em seus planos e ambições, se colocava no futuro. Por mais que ela estivesse cansada, ela não se entregou ou deixou levar. Os pais e avós revezavam-se para estar ao lado de sua cama, tentando trazer o mais próximo de conforto possível. As aventuras, as sensações e as brincadeiras vividas por Cecília e Ariel eram cada vez mais frequentes e, ao mesmo tempo, em que fortalecia o espírito da menina, enfraquecia seu corpo físico. Numa tentativa sutil de preparar o leitor para a transição final.
comentários(0)comente



Emilly.Ester 05/03/2018

O livro conta a história de uma mulher doente,e para piorar o seus problemas essas doenças n tem cura, porém um anjo consegue fazer uma transição de vida cm algumas ligações.
O livro indica que devemos olhar o outro lado da vida e nunca pensarmos só em nós msm
Ana Paula Paim 06/04/2018minha estante
Conto O Espelho - Machado de Assis.




Matheus.Freitas 05/03/2018

o espelho
O livro conta a história de uma mulher doente, e para piorar o seus problemas essa doença não tem cura, porém um anjo consegue fazer uma transição de vida com algumas lições. O livro indica que devemos olhar o outro lado da vida e nunca pensarmos só em nós mesmo!
Grace 04/04/2018minha estante
OK




Davi.Melo 05/03/2018

O livro conta a história de uma mulher doente, e para piorar o seus problemas essa doença não tem cura, porém um anjo consegue fazer uma transição de vida com algumas lições. O livro indica que devemos olhar o outro lado da vida e nunca pensarmos só em nós mesmo!
Ana Paula Paim 06/04/2018minha estante
Resenhou o livro?
O texto não é esse. Espelho - Machado de Assis




Michele Bowkunowicz 15/01/2018

A primeira impressão quando lemos a orelha do livro, aquela parte que faz uma pequena introdução a sinopse, acreditamos que o livro falará sobre tristeza, morte e dor. Mas muito contrário a isso, o livro trata de forma delicada sobre a vida e tudo que ela envolve ,além daquilo que nossos olhos podem ver. Digamos que o autor tenta nos revelar o que há através do espelho, ou seja, além da nossa mera visão humana.
Como se espera de um filósofo e teólogo, Jostein Gaardner, aprofunda-se em assuntos que não pensamos cotidianamente. Como você explicaria a alguém que não sente, o que é sentir? Como explicaria para alguém que pode-se enxergar com olhos que vão além dos nossos globos oculares? Gaardner faz isso em seu livro com uma maestria ímpar. E esses detalhes são destacados em um diálogo simples entre uma garota enferma e um anjo. Além disso, o autor expõe um pensamento sobre Deus que normalmente não questionamos: a criação. Debate-se sobre os erros que existem nela. Assunto que por muitas vezes deixamos para depois, talvez por nossas crenças ou por não querermos nos envolver em discussões acaloradas. Falando em discussões, o autor entende e passa isso de forma afável, em um diálogo no qual entendemos que os anjos discutem sobre nós e tudo que nos envolve. A curiosidade e a importância das crianças para Deus também é destacada, e é ai que encontramos o conflito do livro, pois se as crianças têm tamanha importância para Deus, porque, então, morrem?
Esse livro é uma completa emersão e reflexão em questões raramente discutidas e observadas pelos seres humanos em sua vida diária e cotidiana. Entramos na vida de uma pessoa, uma criança obtendo certo conhecimento e quando saímos, compreendemos o verdadeiro significado de sua existência.

O livro traz os momentos finais de Cecília, uma criança que coleciona pedras do mundo todo, muito inteligente e sagaz, mas que teve seus dias diminuídos por uma doença grave, porém, durante um tempo, recebe a visita de um anjo, seu nome é Ariel. Um anjinho curioso que quer saber sobre os segredos da humanidade ... Cecília por sua vez quer saber sobre os segredos celestiais. Pertencente a uma família religiosa, sua avó lê a bíblia para ela e todos a tratam como um anjo do Senhor. Cecília torna-se criança amargurada, desconfiada, mimada chegando ás vezes ser grossa com sua mãe, no entanto, isso pode ser entendido no decorrer dessa leitura que nos torna mais sábios e compreensivos entendendo algumas coisas através do espelho pois afinal:

“Nós enxergamos tudo num espelho, obscuramente. Às vezes conseguimos espiar através do espelho e ter uma visão de como são as coisas do outro lado. Se conseguíssemos polir mais esse espelho, veríamos muito mais coisas. Porém, não enxergaríamos mais a nós mesmos”. Jostein Gaardner

site: http://www.rotinaagridoce.com/2018/01/resenha-1558-atraves-do-espelho-jostein.html
comentários(0)comente



Elisângela 11/01/2018

Através do espelho
Este livro conta a história de Cecília, que está muito doente e, sua doença não tem cura. O anjo Ariel a ajuda a fazer a transição para a outra vida com lições de vida.
comentários(0)comente



DaniM 05/01/2018

"Através do Espelho", de Jostein Gaarder: uma bela e reconfortante parábola infantojuvenil sobre a vida e a morte.
"Sim, vocês só enxergam a si mesmos. Não conseguem ver o que há do outro lado"

site: https://www.instagram.com/danimansur/
comentários(0)comente



A menina que ama livros 30/12/2017

Quando li achei que era sobre Alice através do espelho. Vi que não era. Cheguei no fim e não sabia o que fazer depois, um misto de emoções, dor, tristeza, gratidão. Aprendi muito com a personagem
comentários(0)comente



Gabe | @gabereader 24/12/2017

Tocante
Uma breve história muito profunda. Livro extremamente tocante, vai narrar a história da Cecile, uma garotinha que luta contra uma doença em plena época de Natal. De cama a menina recebe a visita de uma anjo e a partir de então se desenrolam conversas extraordinárias sobre a obra da Criação, Deus, anjos, universos, sobre a vida e etc.

Os diálogos entre Cecile e Ariel são o ponto forte deste livro, tudo é questionado, as coisas mais banais e triviais são postas a prova nos fazendo mergulhar em profundas reflexões sobre tudo que sabemos sobre a vida.

Não se pode falar muito sobre estas conversas, o incrível mesmo é acompanhar as indagações que vão surgindo. Apesar de ter como plano de fundo O Natal, pouco se fala sobre a época ou seus encantos como normalmente aconteceria, mas não é algo que faça desmerecer a historia. O final apesar de previsível não decepciona em ponto algum, é lindo, é emocionante. Recomendo demais, mesmo curto não é uma leitura leve, é denso mas vale a pena, é satisfatório.
comentários(0)comente



Yasmin Anhaia 08/11/2017

Reflexão
Seu começo tão solene e tão calmo, nos enche com verdades ilustres sobre o dia a dia e sobre a vida,mas conforme você for virando as paginas prepare-se para ter seu coração inundado de doçura e carinho, de amor, de piedade. e não deixe que seu final tire isso tudo com uma dor lancinante
comentários(0)comente



Thay.Livros 29/07/2017

trecho do livro
Nós enxergamos tudo num espelho, obscuramente. Às vezes conseguimos espiar através do espelho e ter uma visão de como são as coisas do outro lado. Se conseguíssemos polir mais esse eespelho, veríamos muito mais coisas. Porém não enxergaríamos mais a nós mesmos.

Jostein Gaarder ( Através do espelho)




site: https://www.pensador.com/autor/jostein_gaarder_atraves_do_espelho/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
A menina que ama livros 30/12/2017minha estante
Eu já não gostei de O mundo de Sofia




Desireé 02/01/2017

Um bom livro, mas sem a maestria de O Mundo de Sofia (@UpLiterario)
O livro conta a historia de Cecília, uma jovem garota que vive intensamente. Tudo o que vê e aprende ela anota em um caderninho que esconde embaixo da cama.
Infelizmente, Cecília está muito doente e mal consegue sair da própria cama. Contudo, a menina não se deixa abalar completamente e aproveita estes momentos de calmaria para pensar sobre sua vida e o mundo em que vive.
.
"Nós enxergamos tudo num espelho, obscuramente. Às vezes conseguimos espiar através do espelho e ter uma visão de como são as coisas do outro lado. Se conseguíssemos polir mais esse espelho, veríamos muito mais coisas. Porém não enxergaríamos mais a nós mesmos".
.
O livro narra o avanço da doença e o mergulho espiritual e filosófico que Cecília dá em seus últimos dias. O último natal com a família, os últimos desejos infantis, as boas lembranças e os ensinamentos que registra em seu caderno.
Ao mesmo tempo em que se despede da vida, ela aprende muito mais sobre o que significa de fato viver e os encantos e desencantos da existência humana.
.
Um livro bastante tocante, que te faz pensar sobre uma série de coisas de maneira simples e bela, e quando você vê já está totalmente envolvido na narrativa e nas viagens e aventuras da menina.
.
Confesso que a história deste livro não tem a mesma maestria de O Mundo de Sofia, mas a narrativa singela e tocante do autor permanece intacta, assim como o despertar de sentidos e pensamentos que seus personagens tem o condão de despertar nos leitores. Um livro para ler e reler em várias fases da vida. Recomendo!

site: www.instagram.com/upliterario.com
comentários(0)comente



Anny 01/01/2017

Reflexão
Primeiro do ano concluído. Escolha perfeita para início do ano, pois nos traz a reflexão sobre a vida , sobre nossa breve passagem. Leitura fácil, rápida mas não deixa de trazer uma grande reflexão.
comentários(0)comente



Hugo 01/01/2017

O espelho da existência
Mais um livro do Jostein riscado da “lista de livros para se ler antes de morrer” e mais uma dose de sensações inexplicáveis. Como esse autor consegue me fazer sentir um pedacinho de algo tão grande? Que poder ele tem? Primeiro foi com O Mundo de Sofia e agora Cecília me emociona de uma forma tão delicada e até mesmo ingênua. Ela é uma garota debilitada por uma grave doença e encontra conforto no dia que Jesus nasceu. Entre tradições e anotações em seu caderninho de memória, um ser de um outro plano faz uma aparição que muda todo o caminho tortuoso da menina. Para melhor, é claro.

O debate filosófico travado durante a história serve para mostrar que a vida nada mais é do que um poço de perguntas inexplicáveis e são elas que nos movem. A nossa existência é um grande mistério. De onde viemos? Quem sou eu? Para onde irei depois de morrer? Para Cecília esses questionamentos são distrações, ela só quer melhorar e sair da cama. Esquiar e envelhecer, mas a sua perspectiva de presente e futuro muda quando um anjo apresenta-se a ela e pergunta se a menina dormiu bem na noite de natal.

Depois do choque da aparição, Cecília começa a interagir com o anjinho Ariel que está em todos os lugares ao mesmo tempo e já olhou nos olhos de Deus. É uma criação dele como todos os seres humanos, porém sem a liberdade de sentir e de compartilhar do mesmo mundo. É uma dualidade, os dois vivem em reflexos da criação. Frio e curioso, Ariel atravessa o espelho da existência e começa a questionar sobre os sentidos, sobre a carne e o sangue, e toda a complexidade da massa cinzenta humana! Em troca, ele ajuda a sua recém amiga a entender o porquê de viver, morrer e de se entregar ao destino porque respirar, abrir os olhos e enxergar, crescer é o mesmo que ganhar o mundo, até mesmo quando se parte dele.

Acho que todos nós devemos ter chance de entender a vida antes de partir e nada melhor do que um ser de um “outro plano” para preparar essa caminhada. Não sou religioso, mas acredito em um propósito e em um ser que olha por todos nós. Existem vários nomes para essa onisciência: Victor, Paulo, Larissa ou João. Deus, quem sabe, está espelhado em tudo. Em você que lê o que estou escrevendo e nas palavras que saem da minha mente. O fato é que nós passaremos para o outro lado do espelho e descobriremos o mistério do que é existir.
comentários(0)comente



95 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7