Escuridão Total Sem Estrelas

Escuridão Total Sem Estrelas Stephen King




Resenhas - Full Dark, No Stars


219 encontrados | exibindo 61 a 76
5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 |


Camila Miranda 15/03/2017

Gostei muito dos 4 contos, mas o primeiro com certeza é o meu favorito. Achei o mais perturbador e até repulsivo. Essa foi minha segunda leitura do autor Stephen King, confesso que esperava algo mais. Talvez tenha colocado altas expectativas devido a todos os comentários a respeito dele. Vou continuar lendo outros livros do autor e ver o que acho, acredito que algum me agrade mais. Mas de todo modo, gostei da forma como ele escreve, então dou 5 estrelas.
comentários(0)comente



Júliah 06/07/2015

O velho está com tudo!
O tio ainda está com tudo! O livro é maravilhoso, não conseguia largar, e cada conto um melhor que o outro! Todos prendem muito a atenção e são muito intrigantes! Adorei muito.
comentários(0)comente



Compre pela capa 07/01/2018

CONTOS ARREPIANTES EM "ESCURIDÃO TOTAL SEM ESTRELAS", DE STEPHEN KING
A obra resenhada de hoje é formada por quatro contos, escritos majestosamente por Stephen King, o rei do horror.

Stephen King é meu autor favorito do gênero de horror, desde minha adolescência. Os títulos escritos por ele que mais gosto são A Hora do Vampiro e O Iluminado. Nunca tive a oportunidade de ler Carrie, a Estranha, mas sempre adorei o filme (a versão de 2002).

Abordando sempre o sobrenatural em suas obras, King consegue agradar a todos os fãs do horror com suas histórias macabras e surreais. E não foi diferente em sua obra publicada originalmente em 2010, Escuridão Total Sem Estrelas (Full Dark, No Stars). Nesta obra o autor aborda assuntos além do sobrenatural, como vingança, terror psicológico e egocentrismo.

1992 - Wilfred, um fazendeiro que vive com sua esposa Arlette e seu único filho Hank, encontra-se num terrível dilema: escolher entre sua fazenda ou sua esposa.

Passando-se no ano de 1922, a esposa de Wilfred herda de seus pais 100 acres de terra. Ela decide então vendê-los e mudar-se para a cidade, já que odeia morar no campo. Essas terras se tornarão um abatedouro de porcos. Já nosso protagonista, que viveu a vida toda na fazenda que pertenceu a seu avô, não sabe o que seria pior para ele, mudar-se para a cidade ou tornar-se vizinho de um abatedouro.

Enfrentando este dilema é que ele decide facilmente resolver seus problemas: matar sua esposa. Mas para isso, vai precisar da ajuda de seu filho Hank. O que vemos a seguir é Wilfred começando a envenenar a mente do menino contra a mãe, para conseguirem viver tranquilamente em sua tão amada fazenda, porém sem a "amada" mãe e esposa.

Este conto foi o meu preferido, pois mescla realidade com sobrenatural. Mas o toque sobrenatural mostrado aqui pode ser apenas psicológico e imaginativo, o que torna o conto ainda mais interessante e envolvente.

Gigante do Volante - Este conto tem como elementos principais estupro e vingança. Uma mistura ácida que deu muito certo. Sua personagem principal é Tess, uma escritora de suspense que, em uma certa noite, logo após uma de suas famosas palestras, acaba pegando um atalho numa estrada desconhecida e sofre um acidente proposital e é estuprada muitas vezes por um homem enorme.

Conseguindo sobreviver ao horrível ataque, ela então vira sua vida de ponta-cabeça para descobrir a identidade daquele homem, e quais circunstâncias realmente a levaram a cruzar aquela estrada. Tess parte então para uma corrida desenfreada em busca de sua vingança cruel.

O interessante sobre este conto é que ele nos mostra o que uma pessoa pode se tornar quando sofre um choque tão grande em sua vida. Gostei bastante deste conto, e gostei muito de Tess. Fiquei torcendo por ela do começo ao fim, para que conseguisse sua tão desejada vingança. Este foi meu segundo conto preferido.

Extensão Justa - Como recusar uma proposta irrecusável?

É esta a pergunta que Streeter, um homem com câncer terminal vê-se fazendo a si mesmo após encontrar com um homem desconhecido e misterioso na beira da estrada.

Streeter recebe do homem a chance de ser curado para sempre de sua fatal doença, e para isso ele só precisa dizer um nome. Todos nós podemos nos imaginar no lugar de Streeter. Todos já sentimos uma profunda inveja de alguém. E é sobre isso que o conto diz respeito: inveja. E tudo que ela pode acarretar.

Um Bom Casamento - Será que realmente conhecemos a pessoa com quem dividimos a vida?

No último conto, conhecemos Darcy, uma mulher de meia-idade que é casada a 27 felizes e perfeitos anos. Deste casamento ela pôde colher frutos que qualquer mulher almejaria: ótimos filhos, estabilidade financeira e um marido ótimo e amoroso.

Mas como este é um conto de Stephen King, é claro que a vida de Darcy dará uma terrível reviravolta. A mulher descobre por acaso que seu perfeito marido não é quem ela sempre achou que fosse. Ela decide então desvendar os segredos que ele escondia de todos, e suas descobertas serão fatais.

Gostei muito deste conto, pois a história te prende do começo ao fim.

OPINIÃO

Resumindo, este é um ótimo livro para quem adora Stephen King e para quem adora histórias macabras. Sem falar nesta edição da Suma de Letras, que está incrível. Desde a capa toda preta com o título prateado, até as laterais totalmente negras, que fazem alusão a uma noite escura de terror.

site: comprepelacapa.wixsite.com/home
comentários(0)comente



chivers 26/12/2010

Esse não é um livro de terror, mas sempre me espanto com o fato de que os livros dele q não são de terror são sempre os mais assustadores!
4 histórias, as 2 primeiras (1922 e big driver) são de tirar o fôlego! impossível de largar!
a 3a história, a menor de todas, também é muito boa, mas tem um tom quase cômico que destoa do resto do livro.
já a última, apesar de ser uma ótima história, começa muito bem, mas do meio para o final se arrasta...
Big driver sem dúvida se tornou uma das minhas preferidas do autor.
@BecoDosLivros 29/05/2015minha estante
TrailerBook do livro: https://www.youtube.com/watch?v=m2Zge8tDK6s&list=PLjfCBSfmCna5QKc7vxrIhdWZRASvzuqS1




Cris 05/08/2015

Escuridão total sem estrelas
Nunca tinha lido Stephen king .Adorei esse livro e agora virei fã desse autor!!!
comentários(0)comente



Juliano 18/01/2017

SENSACIONAL
Esse é o meu terceiro livro do Stephen King, li ele logo depois de já ter lido obras como Mr. Mercedes e Carrie, e só posso dizer que é sensacional.
O livro faz jus ao nome "Escuridão Total Sem Estrelas", você se depara com 4 contos e que mostra que a noite sem estrelas não há esperança.
comentários(0)comente



Jaque - Achei o Livro 11/09/2017

Chocante!
Quatro contos de suspense misturados com terror psicológico que vão tirar o sono de qualquer leitor.
1922 conta a estória de Wilfred que, conduzido pela ganância, vai planejar se livrar da esposa que possui a maior parte das terras da fazenda. Ela deseja vendê-la e se mudar para a cidade, mas o marido não compartilha do mesmo sonho.
Se somente a parte dela for vendida, os futuros compradores irão instalar um matadouro de porcos que irá poluir todo o lago da fazenda que faz parte das terras da esposa e isso é inaceitável para Wil.
Ele vai convencer o filho de apenas 14 anos que a melhor maneira de se livrarem dos problemas é eliminando a mãe.
Eu fiquei chocada com a essa estória!
Extremamente bem escrita e descrita, à partir do momento que você começa a ler não consegue mais parar e fica aquela ansiedade de saber como tudo aquilo vai terminar.
O nível de maldade aqui é bem alto, mas o autor consegue te deixar preso na estória como se ele estivesse sentado na sua frente te contando em detalhes o que aconteceu. Fiquei completamente envolvida pela narrativa.
Apesar de ser o conto mais chocante, foi o melhor dos quatro na minha opinião, ainda que todos sejam muito bons.
(Esse conto está sendo produzido pela Netflix e vai virar filme.)

O Gigante do volante é o segundo conto, igualmente tenso e apesar de ser um pouco menos intenso que o primeiro, ainda assim é chocante.
Vai tratar de um outro tipo de maldade, do ser humano guiado pelas suas vontades acima de qualquer coisa, tomando aquilo que deseja à força, incapaz de sentir o menor pingo de piedade ou remorso.
Esse conto se trata de vingança. A escritora Tess é brutalmente estuprada quando volta pra casa após um encontro com os fãs de seus livros.
Decidida à não procurar a polícia por vários motivos, entre eles vergonha e medo do julgamento das pessoas, ela decide descobrir a identidade de seu agressor e fazer justiça com as próprias mãos.
Apesar das dores físicas e emocionais, Tess vai se preparar para esse encontro, vai abandonar seu medo e ir até o final na sua vingança.
Eu me peguei torcendo demais por ela e fiquei muito apreensiva com o final que ela teria na estória, independente se ela teria êxito ou não.
(Esse conto virou filme (Big Driver - 2014). Assisti e gostei bastante, achei bem fiel ao livro.)

Extensão justa foi o que menos gostei. Esse conto trata-se da inveja, pura e simples e o que a pessoa é capaz de fazer para ter o que deseja.
Dave tem câncer em fase terminal e ao pegar a estrada num dia qualquer, encontra um vendedor um tanto peculiar. Ele vende 'extensões', realiza desejos a troco de dinheiro e algo a mais: Se ele curar a doença de Dave a mesma deve passar para outra pessoa, afinal é o equilíbrio da vida, porém Dave deve escolher quem irá receber o desagradável 'presente'.
Ele a princípio não acredita em nada daquilo, mas como não tem mais nada a perder, entra no jogo do estranho homem e com o passar dos dias ele realmente começa a levar a sério.
De piedade passei a sentir raiva do personagem. Sua falta de piedade ou remorso é intragável.
O final deixou a desejar pra mim, mas ainda assim vale a leitura.

E por fim, Um bom casamento vai nos contar a estória de um casal já beirando os 50 anos que vive uma vida aparentemente perfeita. Até que um dia a esposa entra na garagem à procura de pilhas e encontra uma caixinha que pertence ao marido.
O que ela vai encontrar dentro dessa caixa e como ela vai se comportar à partir desse momento vai deixar o leitor completamente envolvido até o seu desfecho final.
(Também virou filme (A Good Marriage - 2014), outro que também gostei e recomendo)


O livro mostra o pior do ser humano, o lado mais sombrio, mais vingativo, mais mesquinho. Inveja, ódio, ganância e vingança são alguns dos sentimentos abordados nesses contos, com uma narrativa tensa, mas rápida e absolutamente viciante.
Stephen King prende o leitor do início ao fim, com apenas uma pausa para respirar entre um conto e outro.
E no final o autor fala sobre a escrita e de onde surgiram as ideias para escrever essas estórias.

Recomendo! Prepare-se para ficar apreensivo e angustiado.

site: http://acheiolivroperdiosono.blogspot.com.br/2017/09/escuridao-total-sem-estrelas-stephen.html
comentários(0)comente



Talita.Chahine @cutucandoahistoria 17/01/2016

Sem palavras !!!
Mais uma vez fico em palavras ao terminar um livro do mestres !!!
Esse contos, conseguem evocar diversos sentimentos !!!!
Vemos mais uma vez o quanto o ser humano é capaz de ferir o próximo em benefício próprio , e isso pra mim é o mais assustador de tudo !!!
Super recomendo a leitura desse livro, mas se você não gosta de contos leia apenas o 1922, mas lembre-se você precisa gostar de terror !
comentários(0)comente



MAGALHÃES 26/10/2017

Amei
São quatro contos maravilhoso.
Não me sinto muito atraída por contos,gosto de longas histórias,mas se tratando de SK resolvi ler.
comentários(0)comente



Ana 13/04/2019

Eu acredito que há outro homem dentro de cada homem, um estranho, um homem conivente o nosso eu obscuro
?Quando se trata da escuridão do coração humano, parece não haver limite?

Este livro é composto por uma coletânea de 4 contos escritos com maestria por Stephen King, onde em cada um são abordados o tema da maldade e crueldade que próprio ser humano carrega dentro de si

Como é citado no primeiro conto (e meu favorito) 1922: ?Eu acredito que há outro homem dentro de cada homem, um estranho, um homem conivente, o nosso eu obscuro?
O que você faria em uma situação em que fosse agredida, abusada e tivesse a oportunidade de se vingar? Ou qual seria sua reação ao descobrir que é casada com um assassino? Você trocaria sua saúde mental por um pedaço de terra?
O autor coloca personagens comuns que poderia ser eu ou você, em situações assombrosas que muitas vezes a vida nos impõe a viver. É assustador ver as decisões tomadas pelos personagens diante dessas situações o que também nos faz refletir e se fosse com você? Teria feito o mesmo? Você também tem uma parte obscura dentro de você?
Eu amei a temática do livro e a reflexão que ele nos trás. Não conseguia parar de ler este livro e a cada final de história era um sentimento de choque e de medo diferente. Recomendadíssimo!
comentários(0)comente



Valéria 16/10/2017

4 contos, 1 lado negro!!
Como sempre, Stephen King deixa claro porque é considerado o mestre do terror e mais uma vez senti aquela calafrio ao ler seus livros. São 4 contos que exploram o lado negro do ser humano, e os motivos por trás disso, sejam eles bons ou ruins.

Dos 4, o meu favorito foi 1922, que esse mês ainda vira filme do Netflix e já estou super ansiosa. A história é a mais macabra de todas, e por diversas vezes pensava: "como alguém tem tanta criatividade pra explorar algo tão grotesco e medonho?"

Já os outros contos são mais tranquilos de ler, mas nem de longe são simples, muito pelo contrário, pois em toda a leitura eu sentia uma aflição e queria cada vez mais buscar as respostas para os atos do ser humano. Vale cada parágrafo!!!
comentários(0)comente



Isa 27/07/2015

Como pode ser tão bom?
Realmente Stephen King consegue se superar a cada obra que faz, cada vez mais ele cativa e mostra a realidade para quem não quer enxergar. Com um pequeno toque de sutileza e escuridão ele irá nos proporcionar quatro mundos, quatro contos, onde o leitor pode ver que na vida de cada personagem um pouco de luz não faria mal nenhum.
O primeiro conto é o mais longo, onde é abordado a maior parte no campo com uma família composta por três pessoas (mãe, pai e filho) e como a união pode ser mudada de uma hora para outra pelo dinheiro.
O segundo conto realmente mostra como não devemos confiar em estranhos por mais dóceis que possam parecer.
O terceiro é realmente uma questão para vida, Situações desesperadoras pedem medidas desesperadas?
E o quarto e último conto é um soco no estômago, você confia na pessoa que dorme ao seu lado na cama?
Leiam!!!
comentários(0)comente



Larissa 30/08/2015

Simplesmente maravilhoso!!!! Não tenho muitas palavras, só sei dizer que ele é incrível, muito incrível!!!!!!!!
comentários(0)comente



Na Nossa Estante 27/05/2016

Escuridão seria a ausência de luz, há muito escondido na ausência de luz, medos, monstros, crimes, horrores e o grotesco. Mas todo ser possui seu lado mal, sua escuridão, o lado mais animalesco da existência humana, no qual as atitudes não são medidas, o lado onde ações violentas são justificáveis e cada um tenta salvar a própria pele. Stephen King conhecido por seus personagens com lados psicológicos profundos não faz diferente em Escuridão Total Sem Estrelas, dessa vez suas historias não são povoadas por psicopatas, assassinas com distúrbios psicológicos ou monstros, mas pessoas comuns, pessoas com quem você encontraria na padaria, no metrô, nas ruas ou até mesmo na porta ao lado, e talvez já até tenha encontrado. Escuridão Total Sem Estrelas prova que um dia ruim pode levar qualquer um a loucura e que qualquer pessoa pode ser o grande vilão de uma história de terror.

A obra é dividida entre quatro contos, sem ligações uns com os outros, mas todos de uma forma ou outra mostram pessoas em seu momento de escuridão total, onde não há saída, não há esperança ou luz no fim do túnel.

No primeiro conto, 1922, somos apresentados ao fazendeiro Wilfred, sua esposa Arlete e o filho Henry, a família mora em uma fazenda no interior dos Estados Unidos, porém a esposa cansada das dificuldades da vida bucólica deseja vender as terras, morar na cidade e tornar-se dona de um pequeno negócio, Wilfred por outro lado ainda vê encanto na vida de fazendeiro, o filho do casal que deseja apenas manter-se próximo a garota que ama vê seu futuro totalmente alterado quando um de seus pais decide tomar medidas um tanto quanto extremas em busca da vida que deseja.

O conto seguinte, O Gigante do Volante, é capaz de fazer com que o leitor tome as dores da personagem, entre em sintonia com sua mente e apoie decisões instintivas de Tess, uma mulher famosa por seus romances policiais, quando é convidada a ser palestrante em uma biblioteca pública, segue o conselho de rota da organizadora do evento na volta para sua casa, o que leva ao seu encontro com o Gigante do Volante, a partir disso acompanhamos o quanto esse momento influência e muda a vida de Tess, para pior.

Extensão Justa fará com que você repense todas as vezes que parou em barraquinhas de quinquilharias, o que mais pode ser vendido? David Streeter descobre a resposta para essa pergunta e mais, tudo nessa vida tem um preço, até onde o seu bem-estar vale a desgraça alheia e que em um pacto com o diabo não é só a sua alma que está em jogo.

Um Bom Casamento comprova a teoria de Extensão Justa, um casamento não é a prova de que você conhece a essência, a bondade e a maldade daquele com quem dividiu a vida. Nesse conto, por acidente Darcy descobre que a coleção de moedas não era o único hobby de seu marido, Bob, ela descobre que Bob possui um passado imerso em escuridão, descobre algo que preferia não ter encontrado, mas que não há como esquecer ou deixar para lá.

Após a leitura dos quatro contos é impossível não buscar relações com o cotidiano, momentos em que vingança, raiva ou cobiça dominaram as ações e cobriram qualquer noção de julgamento, claro ações não tão extremas quanto nos contos, assim espero.

Rafaela Alves

site: http://www.oquetemnanossaestante.com.br/2016/05/escuridao-total-sem-estrelas-resenha.html
comentários(0)comente



Filipe 20/08/2017

Tenso e perturbador
As coletâneas de King com pequenas noveletas sempre trazem grandes histórias, aqui não poderia ser diferente. As quatro narrativas carregam tudo que é de pior no ser humano, fazendo o leitor muitas vezes sentir nojo das situações pesadas e dos personagens problemáticos. King mais uma vez consegue transpor aquilo que faz o ser humano ser o que é, e expõem as mais variadas vertentes da faceta de seus personagens.
Fica um elogio a mais para 1922, de longe a melhor história, bem no estilo do mestre, com cenas chocantes, só esta já merecia um romance completo.
comentários(0)comente



219 encontrados | exibindo 61 a 76
5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 |