Pobre Não Tem Sorte 2

Pobre Não Tem Sorte 2 Leila Rego




Resenhas - Pobre Não Tem Sorte 2


48 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


estantedasuh 26/10/2015

Pobre Não Tem Sorte 2 - Blog Era Uma Vez o Livro
Marina sofreu um baque na sua vida. Estava tudo programado para estar casada com Edu, mas as coisas não deram certo. Agora ela quer mudar de vida e mudar de cidade. Depois de tanta humilhação ela resolver ir viver em São Paulo junto com sua nova amiga Clara.

Ao chegar a São Paulo, Mariana acha que vai ser fácil viver numa cidade grande. Sonha em fazer várias coisas, mas a realidade bate com força e ela vê que vai ser muito difícil de se manter numa cidade como aquela.

A princípio tudo é difícil para ela. Mariana não consegue um emprego e passa por várias entrevistas. Gente essas partes são hilárias. As respostas que a Mari dá nas entrevistas é de morrer de rir. Ela atira pra todos os lados, até de demonstradora de Mercado ela trabalha e grandes confusões acontecem, até ela conseguir um emprego bom.

Mesmo Mari estando com sua melhor amiga Clara, ela sente muita saudade de Edu. No começo eles sempre se falam por telefone, mas aos poucos a comunicação entre eles vai diminuindo até não existir mais. E é aí que Mari cria um blog. Isso mesmo! Mari vira blogueira. Essa parte é outra que morremos de rir. Mariana se mostra uma verdadeira escritora, além de dar conselhos de moda no seu blog. Com isso ela faz algumas amigas virtuais.

Pobre Não Tem Sorte 2 é maravilhoso. Vemos a Mari amadurecer, mas sem perder o seu jeitinho louquinha. A história está muito mais engraçada e Mari entra em muitas confusões e aventuras. Além disso, vemos que a escrita da Leila está mais madura e bem estruturada.

Nesse livro conhecemos outros personagens como Marcos o novo namorado da Clara, e as amigas virtuais de Mari que acabam se tornando amigas reais, onde elas se encontram pra passear e tudo mais.

Eu amei passar mais um tempo com Mariana e ver que ela evoluiu e viver as grandes aventuras que ela viveu. Esse livro é maravilhoso e super recomendado.

site: http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/2015/10/especial-chick-lit-probre-nao-tem-sorte.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Aline Coelho Cury 04/09/2014

PNTS 2
Confesso que a capa desse livro não me agradou, mas o enredo soube prender minha atenção até a última página. No inicio de cada capitulo temos um trecho de uma música que tem tudo a ver com a história. A narrativa continua em primeira pessoa, pela ótica da Mariana com a exceção de um único capitulo maravilhoso narrado pelo Edu, adorei e fiquei querendo mais. Garanto que para quem gosta de chick-lit esse livro é mega indicado.

Nesse livro encontramos nossa protagonista Mariana Louveira morando em São Paulo com sua amiga Clara e tentando viver sem o Eduardo, amor da sua vida. Ela começa a narrar suas mil e uma entrevistas de emprego (nossa me divertir muito nessa parte e em alguns momentos me identifiquei com ela), depois nos fala como esta conseguindo viver com a mudança na sua rotina de vida em relação a Presidente Prudente, interior de São Paulo, local onde vivia com sua família (ela está se esforçando para aprender a viver com pouco dinheiro, a se virar sozinha e claro parar para pensar no que realmente quer para sua vida além de reconquistar o Eduardo).
Depois de muito ralar consegue um emprego, mas como ela mesmo diz: "Pobre não tem sorte" e nesse emprego ela acaba passando por umas situações desagradáveis que a testarão o máximo possível; Porém Mari acaba se superando e mostrando seu valor aos seus superiores e assim crescendo na empresa e se encontrando profissionalmente.

Posso dizer que no inicio do livro Mari era a mesma sem noção do primeiro livro, mas com o tempo ela foi amadurecendo e se auto descobrindo. Foi fazendo novas amizades, sentindo-se valorizada e reconhecida no trabalho e até conheceu um chefe de cozinha e dono de restaurante bem interessante que a fez ficar com a alta estima em dia. Mas será que a Mari superou seu sentimento pelo Edu e deu uma segunda chance para seu coração ou lutou para reconquistar seu lindo médico Eduardo??? Só lendo para saber.

Não contei nem metade do que você encontrará nesse livro, são muitas as situações divertidas e cheias de mensagens de valor nesse livro leve e com personagens bem legais. Enfim fica a dica de uma nacional maravilhoso e super divertido.
comentários(0)comente



Três Leitoras 30/08/2014

Resenha: Pobre Não Tem Sorte 2
Depois de ser abandonada pelo Edu e não ver a realização dos seus sonhos, Mari decide mudar a sua vida e a principal delas é mudar de cidade. Assim ela decide mudar-se para São Paulo e conquistar novos horizontes. Só que se ela achava que seria fácil, viu que de fácil não teria nada.

Sua amiga Clara foi com ela e isso foi um ponto diferencial para a Mari, pois são amigas de verdade e uma estava sempre apoiando a outra.

Para conseguir um emprego a Mari precisou fazer muitas entrevistas, mas nada dava certo e ela não entendia o que estava acontecendo. Chegou ao ponto de aceitar um emprego temporário, de promotora de vendas em um supermercado, isso mesmo a Mari colocou uma daquelas roupinhas bizarras e oferecia o produto aos clientes, mais ou menos assim.

Nesse tempo ocioso, a Mari se torna uma blogueira e começa a falar do assunto que mais gosta: MODA, mas ela também começa a escrever contos e consequentemente faz grandes amizades através do blog e acreditem muito sucesso.

Continue lendo no link

site: http://tresleitoras.blogspot.com.br/2014/08/resenha-pobre-nao-tem-sorte-2.html
comentários(0)comente



Jess 24/03/2014

Em meio a risadas e momentos estressantes eu me deliciei com cada segundo deste livro, se fosse para escolher entre o primeiro volume e este eu diria que o segundo tem mais pontos positivos ao qual me atraíram, que me fizeram ficar firme na leitura sem querer me afastar. Leila está de parabéns, vi muita evolução de “Pobre Não Tem Sorte 1” para este e espero que a cada obra sua ela cresça mais como autora, consequentemente conseguindo conquistar mais e mais leitores.

- # -

O livro tem inicio com Mariana correndo atrás de um emprego, afinal de contas, uma hora o dinheiro que ela juntou antes de se mudar iria acabar e Mari não poderia deixar sua amiga, Clara, pagar tudo sozinha. Porém, diferentemente do que Mari pensa arranjar emprego não é algo fácil e a garota constata isso com o decorrer dos meses e a ligação que aguarda confirmando sua contratação nunca chega. Se não bastasse; a vontade de voltar para casa vai crescendo aos poucos, a saudade dos seus familiares, de sua casa simples e principalmente de Edu vai a cada dia se infiltrando mais em seu peito, transformando aquela vida “perfeita”, aquele conto de fadas a qual Mariana havia elaborado para si, em um mundo não tão colorido.

É morando sozinha que a garota começa a notar as dificuldades da vida de uma pessoa independe agora Mari não te mais a mãe ou o pai para recorrer quando precisa de algo, por isto ela é forçada aos poucos a amadurecer tendo total apoio de Clara, que sempre que necessário está lhe aconselhado.

Mariana ainda tem se comunicado com Eduardo, isto faz com que cada dia mais ela descubra o quanto seu amor é grande por aquele homem, porém por mais que eles estejam amigos Edu está um pouco distante, não é tão caloroso quanto quando estavam namorado e isto a deixa um pouco triste. Tudo só piora no momento em que Marina encontra Clarissa, sua ex-amiga pirua, no shopping e esta lhe dá uma notícia nada agradável sobre Edu, fazendo a garota notar que algumas atitudes de seu ex levam aquela informação a ser verdadeira.

Será que Mariana vai conseguir aceitar isto e seguir em frente? Será que o final feliz que todos os leitores esperam para este casal não vai ocorrer?

Bem, você terá que ler para saber!

- # -

Eu pensei que neste segundo volume de “Pobre Não Tem Sorte” sentiria menos raiva já que a Mariana estava amadurecendo e deixando de ser uma patricinha enjoada, mas me enganei, pois desta vez quem me deixou muito irritada foi o Edu. Sim, vocês leram bem; EDU! Ele fez com que em alguns momentos eu tivesse vontade de matá-lo por suas atitudes mal pensadas, atitudes estas que poderiam trazer consequências futuras que não agradaria a ninguém e partiria os corações de muitas leitoras!

No começo eu até tentei entender um pouco seu afastamento, eu sabia que ele estava inseguro por tudo o que Mariana lhe revelou no primeiro livro (quem não ficaria?), assim como também sabia que ele queria ajudá-la a amadurecer definitivamente, fazendo com que ela deixasse de ser aquela garota mimada e fútil. Mas com o decorrer do enredo esse jeito dele meio frio, meio distante começou a me deixar bem chateada até... Chegar o ponto dele sumir definitivamente e isto me enfureceu de vez.

Eu recomendo este livro para quem está precisando dá boas gargalhas e espero que vocês também o curtam.

site: http://worldbehindmywall.fanzoom.net/?p=6707
comentários(0)comente



Gabi 09/01/2014

~SEM SPOILER~

Em Pobre Não Tem Sorte 2, vemos a continuação da história de Mariana Louveira. Agora em Sao Paulo, ela terá que ser mais independente e arranjar um emprego, o que não vai ser nada fácil. Alem do mais, a saudade cada vez aumenta de sua família e seu ex-noivo, Eduardo. Será que ela vai conseguir se acostumar com a vida na cidade grande? Graças a distancia, Mariana consegue perceber que ama Eduardo. Na verdade, sempre o amou. E que o que ela dava pouco valor, hoje se transformou em seu tesouro.

Na cidade grande, dividindo o apartamento com sua amiga Clara, ela terá boas histórias para contar e com certeza te tirará belos sorrisos. E a personagem consegue nos mostrar que alem de uma paixão, existe sim amizade verdadeira.

Simplesmente amei esse livro. Confesso que não esperava o rumo que teve, por isso, consegui me surpreender ainda mais. Sobre a diagramação, eu tenho que valorizar o belo trabalho: houve um grande amadurecimento tanto na escrita da autora quanto no livro (em termos de diagramação) se comparados ao Pobre Não Tem Sorte, o livro que possibilitou ter continuação na história de Mariana.

Agora, Mariana não é mais tão consumista. Na verdade, ela consegue se controlar mais e ver o quanto era fútil no passado. Ela precisou perder algumas coisas para perceber o quanto era egoísta e só tinha algumas ações para agradar a si mesma.

LEIA MAIS EM

site: http://umaleitoranonima.blogspot.com.br/2014/01/pobre-nao-tem-sorte-2-por-leila-rego.html
comentários(0)comente



Val 31/12/2013

Livro "Pobre não tem sorte 2"
O livro é a continuação desse daqui. Achei que ela já estaria mais humilde, mas não.Do nada começou a ser contado sobre Duda e um cara no elevador. Achei engraçado, mas não entendi nada. Só depois entendi que era um livro que ela estava tentando montar.
Mari consegue trabalhar com doce em um supermercado, mas não da certo e sai. Após um tempo, faz outra entrevista, que parece que vai dar certo.
Uma das coisas que mais gosto nesse livro é que a personagem “fala com a gente”. E, nesse livro, Mariana está bem mais aceitável.
Ela consegue (finalmente) um emprego, e agora vai tentar definitivamente mudar de vida..para melhor, claro. Após 9 meses em São Paulo, ela e Clara voltam para a Prudente, junto com o namorado de Clara, para matar a saudade da cidade. Ela se depara com várias surpresas..casa decorada, irmã mudada..
Mariana queria encontrar Edu, mas deu azar de ele estar viajando. Ela então decide esquecer Edu de vez.
Após o natal, vai para Buenos Aires para começar uma nova vida e realizar um sonho.
Edu resolveu ir para Buenos Aires atrás dela, tentar reconquista-la, e Mariana leva um susto ao vê-lo.
Ele explicou tudo o que se passou, e eles voltaram a se dar bem.
Tanto o primeiro quanto o segundo livro são maravilhosos e te prendem do inicio ao fim, e no final ainda tem os textinhos do blog dela. Mega amei!


Você já leu o livro? O que achou?

site: http://www.revistagalaxy.com/2013/12/resenha-pobre-nao-tem-sorte-2.html
comentários(0)comente



Bruna Capobianc 28/10/2013

"Porque é importante pra você. Não se tranque dentro de casa. Não fique pensando no que passou, no que você fez de errado ou em como as coisas estariam se tivesse feito de outra forma. Já passou e não há o que possamos fazer para mudar. Pense em como você pode melhorar e evoluir como pessoa. Busque coisas que te agreguem valor, viva seus dias com alegria, corra atrás daquilo que você realmente quer para você e não desanime que logo, logo as coisas se ajeitam. Se tiver algo que realmente queira de coração, corra atrás. Não deixe passar, não deixe de viver, entendeu?"
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Carolina Durães 09/08/2013

Sempre que um livro tem continuação, e eu gosto do primeiro, o meu coração bate de modo descompensado por medo de que o segundo me deixe desencantada. Podem ficar tranquilos porque isso não aconteceu com "Pobre não tem sorte 2", pois o segundo superou e muito o primeiro!
Depois de ser largada horas antes do casório e ter percebido sua futilidade, Mari ruma para a grande São Paulo a procura de emprego e de certa forma, de si mesma. Acompanhada pela nova e fiel amiga Clara, as duas vão aprontar muito na capital. Com trajetórias totalmente distintas (a Clara consegue se estabilizar rapidamente) e os devaneios de Mari, o livro é risada garantida aos leitores. O livro mostra a solidão da Mari ao morar sozinha e se virando pela primeira vez, o que faz com que o leitor se identifique com ela, além das frustrações para arranjar um emprego. Dei muitas risadas nos trechos em que a autora descrevia as entrevistas e na história que a protagonista criou (pois é, a Mari virou escritora!). Um detalhe que me alegrou muito durante a leitura foi a possibilidade de acompanharmos o crescimento da família da Mari lá em Prudente. Sua irmãzinha foi quem mais se destacou nesse ponto. E não adianta meninas, o Edu não me convenceu e eu me tornei integrante do fã clube do André. Isso mesmo, vocês leram certinho: André. Ainda temos mais alguns personagens apaixonantes, como o Chicletão, que é um fofo vão integrar essa nova jornada da Mari. Sem sombra de dúvidas a Mari amadureceu e mostrou a todos que pessoa maravilhosa ela é (eu não tinha dúvidas disso!)
Um livro leve, gostoso, hilário e apaixonante.
Em relação a revisão, diagramação e layout foi feito um ótimo trabalho. A capa combina com a do livro anterior e com a personalidade da Mari. Uma graça.

Essa resenha será publicada no blog Acordei com Vontade de Ler.

site: http://www.acordeicomvontadedeler.com/
comentários(0)comente



Gabi de Cinque 19/06/2013

Alguma coisa acontece no coração da Mari (e no meu também)
Lembram da Mari? Pois é, ela está de volta! E agora na cidade mais badalada do país: São Paulo. Juntamente com sua bff Clara, viajam em busca de novos desafios, mas acabam descobrindo que nem tudo é um paraíso, shopping e compras. Mari fica em uma busca incessante por um trabalho e desesperada ao não conseguir nadica de nada resolve criar um blog e tentar trilhar a carreira de escritora. Mesmo separados, Edu e Mari mantêm um contato amigável (eu tomando cuidando para não dar spoiler do primeiro livro, haha) e nada mais.

Durante esse novo ano, conhecemos os textos de Mari onde João Sabiá e Duda são os protagonistas de uma louca, intrigante e sensual história de amor que felizmente podemos acompanhar lá no Blog da Mari, além de Marcos, a grande paixão amor e tudo mais de Clara e também André que cruzou o caminho de Mari e que me deixou fazendo figas para que algo rolasse. Também mudanças ocorreram em Prudente e com sua família, colaborando tudo para a nova Mariana que estava se formando e aprendendo com os erros e a vida.

O segundo livrou ganhou uma edição maior, com as letras super amigáveis e com os capítulos lindamente decorados com trechos de músicas a cada começo. A capa misturou um pouco de tudo que foi trabalhado em toda a história, bem como as últimas páginas que na verdade eram parte de suas divagações lá no blog. Claro que fiquei com um gostinho de "quero mais" na boca e não vejo a hora do terceiro, afinal até minha mãe já está no segundo e amando.

No skoob o livro está com nota 4.4, mas eu dou cinco sem dó! São 341 páginas bem produzidas pela editora All Print, dividido em (acho que) 28 capítulos. Você pode encontrar a autora, Leila Rego, no facebook, twitter, instagram e site.

Vocês podem encontrar essa resenha (com fotos) e muitas outras em http://sometimeluv.blogspot.com ♥
comentários(0)comente



/QMD/ 17/06/2013

Andressa quer mais PNTS.
Quem leu o primeiro livro sabe o que acontece com o casamento de Mariana, uma das protagonistas mais divertidas de todos os tempos. Agora, ela chega a São Paulo e deve conviver com uma nova vida: muita ralação numa das maiores cidades do mundo. Ela precisa arranjar um novo emprego, depois de pedir demissão no livro anterior, e se descobrir em meio ao caos da cidade grande.

Sem estar acostumada com esse tipo de vida, mais movimentada e egoísta, Mariana precisa suar bastante pra conseguir espaço, trabalho, amigos... E conviver com as novas pessoas que conhece não será nada fácil, já que a única pessoa realmente amiga será Clara, que terá sorte e se dará bem no novo habitat, deixando Mari um pouco inconformada.

Com a grana curta, outro desafio para ela será a economia. No primeiro livro, percebemos o quanto Mariana é deslumbrada, gastando muito dinheiro e comprando não aquilo que precisa, mas aquilo que deseja, sem olhar o que está escrito nas etiquetas. É hora de manter os pés no chão, Mari!

Em Pobre Não Tem Sorte 2 acompanhamos o amadurecimento de Mariana ao mesmo tempo em que Leila também amadurece. O segundo volume da série está mais dinâmico, mais engraçado, mais bem melhor escrito. É ótimo ver uma autora nacional que escreve tão bem assim.

A grande quantidade de diálogos no livro o deixou ainda mais rápido. Todos eles são hilários! Além disso, Mariana, que narra o livro em primeira pessoa, conversa muitas vezes com o leitor, o que é um ponto forte. O lado blogueira da moça também me conquistou e me lembrou os primeiros diários que surgiam na internet, devido ao pacote gráfico usado antigamente e os contos narrados paralelamente à história.

Cada capítulo começa com uma música diferente e foi uma oportunidade bacana de conhecer coisas novas, já que não conhecia NENHUMA das músicas. Juro, nenhuma. Aos poucos os trechos iam nos contando um pouquinho do que ia acontecer em cada capítulo, sem revelar muito, deixando a gente ainda mais instigado para chegar ao final, que achei bem diferente. Acabei me surpreendendo e me emocionando!

Levei um susto quando percebi que o Edu estava narrando um dos capítulos. Achei que faltou um avisinho, um título que revelasse no capítulo. Por uma vez ou outra, me perdi com umas situações também, onde a narrativa misturava uma coisa com outra.

RESENHA COMPLETA: http://www.quermedar.com/2013/06/pnts.html
comentários(0)comente



Jéssica 23/04/2013

Resenha - Diamante Negro
Depois de ler sem parar o Pobre Não Tem Sorte 1 eu fui correndo pro 2. Digo logo: Não me desapontei nenhum pouco.
O livro já começa com uma lista das coisas que Mariana quer fazer em São Paulo, claro que vindo de Mariana Louveira arrumar um emprego está em último nas prioridades, logo em seguida vem seu currículo, um ótimo começo para as atrapalhadas de Mariana que me tiraram gargalhadas o livro todo.
No decorrer do livro, Mariana vai demonstrando falta de seu ex-noivo e descobre que ama ele de verdade! Esse sentimentalismo é novo, Mariana não demonstra sentimentos por outra pessoa no livro 1, só os interesses dela mesma. Essa nova demonstração nos mostra que Mariana está mudando mesmo e de certa forma me fez ter um carinho a mais por ela.
Gostei muito da mensagem que o livro me passou, no final Mariana mostra que é possível mudar, que é possível se tornar independente e ter a vida que sempre sonhou com seus próprios esforços! Peguei a lição pra mim... Não desistir, comprar uma maquiagem a prova d'água, arrumar o prada butterfly na cabeça, subir no salto e ir a luta!

http://docediamantenegro.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Paola 12/03/2013

Já estava com saudade de Mariana e da sua falação. Ela realmente me diverte. Ela finalmente vai para São Paulo tentar a vida e recomeçar. Esquecer os últimos acontecimentos e ser feliz. Deslumbrada como sempre, ela se encanta com São Paulo e é claro que a sua lista de compras é enorme... Porém, nem tudo é doce nessa sua nova vida, então, economizar é parte da sua rotina!

O primeiro obstáculo é um emprego. Todas as vagas sempre muito concorridas, exigindo experiência. E ainda todas não tem somente uma função e sim vários afazeres, injustiça, assédio... E Mari passará por "bons" momentos.

Ela se assusta com as pessoas. Pois, é cada um por si. Não são nada acolhedoras iguais as da sua cidade. Sempre sérias, com o tempo corrido. Longe da família e de Edu, o seu amor, ela conta somente com a ajuda de Clara, sua amiga.

Qual a opção de Mariana? Crescer e amadurecer. Aprende a se virar sozinha e com os pés no chão. Não será fácil sua estadia na grande metrópole, mas é a oportunidade que ela tem de se redimir, aprender com seus erros e conquistar seu lugar ao sol.

Eu preciso dizer que dei boas risadas com Mari? Acho que não né... Quem leu o primeiro livro sabe o quanto Mari nos mata de ri com suas confusões! E esse livro é ainda melhor do que o primeiro. Uma ótima pedida para quem quer fugir das leitura emotivas e cair na gargalhada.
comentários(0)comente



Danni 12/12/2012

Melhor que o primeiro
Pobre Não Tem Sorte 2 é bem melhor do que o primeiro.
Mari foi pra São Paulo pra crescer e amadurecer.
Como sendo uma cidade grande as coisas não são tão fáceis, e nessas partes que rimos com a personagem.
A curiosidade de ler a segunda parte foi por causa do Edu e Gustavo(esse sumiu).
Amei o capitulo que quem narra é Edu, achei bem adulto. Quem derá se o livro fosse narrado por ele. Acho a Mari muito fútil.
Mas é um bom livro pra passar horas lendo.
comentários(0)comente



48 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4