Pobre Não Tem Sorte 2

Pobre Não Tem Sorte 2 Leila Rego




Resenhas - Pobre Não Tem Sorte 2


48 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Karina 06/01/2011

Pobre Não Tem Sorte 2 - O que já era bom, ficou ainda melhor!
A história:
Mariana Louveira precisou cair do salto (parcelado em várias vezes no cartão) para aprender que a vida pode não ser lá tão glamurosa como sempre quis, e que sentimentos valem muito mais do que uns óculos Prada. Tarde demais! Mari é abandonada pelo noivo Edu horas antes do casamento.

Sem casório, Mari só encontra uma solução: ir para São Paulo em busca de seus sonhos, ao lado da amiga Clara. Agora, a nossa protagonista, munida de um Bilhete Único, precisa arregaçar as mangas de um de seus terninhos chiques e batalhar por uma oportunidade. Em uma história pra lá de gostosa e divertida, Leila Rego narra todas as aventuras de Mariana em Sampa, desde as entrevistas de emprego, até as baladas mais malucas e cheias de confusão.

E, no vir das mudanças, será que ela finalmente vai esquecer Edu e dar a volta por cima? As dificuldades da vida valem mesmo como aprendizado? "Pobre Não Tem Sorte 2" é uma lição de amadurecimento e força de vontade, mas prepare-se para dar muitas, muitas gargalhadas, afinal, estamos falando de Mariana Louveira!


Meus pitacos:
O que era já era bom ficou ainda melhor! Sempre que lemos um livro (ou até assistimos a um filme) e gostamos muito da história, rola uma apreensão: será que a continuação dele vai ser tão boa? O segundo livro vai ser tão divertido e gostoso de ler quanto foi o primeiro?

A resposta é um sonoro: SIIIIIM!

"Pobre Não Tem Sorte 2" superou as minhas expectativas (em todos os sentidos). No livro, Leila Rego nos mostra como a nossa heroína, Mariana Louveira, chega a São Paulo ao lado da amiga, Clara.

A autora relata de maneira divertidíssima todas as aventuras (e que não são poucas) de Mari em busca de seus sonhos.

Nossa "futura Gloria Kalil" acha que vai chegar em Sampa e arrasar: conhecer os shoppings mais chics, jantar nos melhores restaurantes, além de visitar teatros e os pontos turísticos mais badalados da região.

Triste engano.

Mari acaba tendo que batalhar duro pra conseguir um trampo e, assim, dividir as despesas com a amiga.

- Você vai gargalhar com as embaraçosas entrevistas de emprego que ela encara (risos).

Para piorar tudo: sua amiga e confidente Clara começa a namorar Marcos - um cara super legal, mas que Mari demora a perceber. Ela chega a apelidar ele de "Chicletão". Desculpa, mas eu tinha que comentar isso. A criatividade de Mari para "batizar carinhosamente" as pessoas, é de impressionar!

- Destaque para a cena entre Marcos, Clara e Mari na tentativa de abrir uma garrafa de vinho (risos).

Mas, o mais legal, é que durante o livro você vai acompanhando não só as enrascadas em que Mari se mete, como também a evolução da nossa "pseudoricaconsumista". Ponto para Leila Rego que consegue fazer um equilíbrio muito bacana entre as situações engraçadas e as lições de vida que estão escondidas nelas.

Divertido, emocionante e cheio de mensagens positivas para se levar como exemplo no dia a dia, a seqüência da trama é fascinante!

Quem espera por um "Pobre Não Tem Sorte 3" levanta a mão: \o

Curiosidades à parte:
- a capa do livro é incrível! A parte gráfica representa bem a história mostrando Mari, loiríssima, teclando no PC envolta a vários itens como bolsa, sapato, carro, óculos, MSN e, é claro, um coração partido;

- destaque para a abertura dos capítulos: cada um deles começa com o trecho de uma música que vai "dar o tom" das páginas a seguir. Quer mais? No site da Leila você encontra até a playlist das faixas citadas no livro;

- a estrutura das páginas, além de muito bem feita, também facilita a vida do leitor. Assim, quando você se depara com as citações de Mari, ou com as conversas dela por MSN ou e-mail, você não se confunde;

Um parênteses:
- Tive o prazer de assinar a contra capa do livro. Gostaria de agradecer à Leila Rego pelo convite. A-dorei!


Resenha completinha no ContraCapa89: http://www.89fm.com.br/noticias/ler_noticia.aspx?not=2201

LeilaRego 19/01/2011minha estante
Adorei!




priscilabraga 09/11/2010

PNTS 2 - Alguma Coisa Acontece no Meu Coração
Pobre Não Tem Sorte 2, começa exatamente onde terminou o primeiro. Mariana vai para São Paulo tentar a vida na cidade grande e morar com sua amiga Clara. A verdade é que nem tudo sai conforme o planejado… Mari passa por infinitas entrevistas que parecem levar a lugar algum… E ter que lidar com aquelas secretárias quem nem sabem usar o delineador direito só piora a situação… E ela tava fazendo tudo tão direitinho, até uma pasta super estilosa ela arrumou para impressionar! Ninguém teria moral para falar do modelito impecável que ela usava durante as entrevistas então o que será que estava acontecendo? E a saudade de Edu… aaaaiiii, por que que ele tinha que terminar tudo no dia do casamento! Longe da familia, longe do amor da sua vida, longe daquele que era seu mundo em Presidente Prudente… Mari tem que se virar sozinha e nada parece ser tão fácil como ela imaginou… Ainda bem que a vida tem sempre suas surpresas… quem diria que ela se tornaria blogueira… que faria novas amigas, que conheceria um outro cara que… ok, essa é a parte que eu deixo todo mundo curioso para ler o livro é claro. Eu não vou contar a história toda,né?! Mas posso te garantir que a história de Mariana termina da melhor maneira possível e eu te desafio a não se apaixonar pelas confusões que nossa amiga linda e loira apronta! Pobre Não Tem Sorte? Aaah tem sim!

LEIA MAIS EM: http://bookaholic.com.br/2010/11/pnts-2-alguma-coisa-acontece-no-meu-coracao/
LeilaRego 09/11/2010minha estante
Muito feliz com sua resenha Pri!
Super obrigada pelo seu carinho com o meu trabalho e comigo. Vc é uma fofa!
Bjs,
-Leila


Karina 17/11/2010minha estante
Arrasou gata!
=)

744 beijos!




Lady 15/06/2011

Alguma Coisa Acontece no Meu Coração, a seqüência de Pobre Não Tem Sorte, é um livro muito mais maduro que o primeiro, em todos os sentidos. A personagem da Mari me arrancou mais risadas, sem perder a pose, e sem me irritar tanto. A fluência do texto me pareceu diferente, mais rica, mas ao mesmo tempo leve e muito boa. Enquanto o primeiro se tratav de um choque de realidade pra nossa personagem, o segundo é um choque de realidade pra todo mundo que lê: o impacto da vida adulta, as besteiras que a gente faz quando tenta conseguir um emprego, as ilusões que a gente enfia na cabeça até acordar pra vida.
E mesmo assim, o livro não deixa de ser divertido. Aliando o bom humor de sempre com uma história que poderia ser a de qualquer pessoa, a autora Leila Rego me surpreendeu de novo, porque, tal como antes de eu ler o primeiro, não estava esperando nada do que veio no segundo. Uma mudança que, claro, veio só pra melhor. Só tenho elogios e recomendo MUITO os livros da autora! Se você não conhece, fica a dica ai de um livro nacional muuuito gostoso de ler!
comentários(0)comente



Lili 15/04/2011

Gente, eu amei Pobre não tem sorte. Quem leu minha resenha aqui, viu que eu me acabei de rir com a história. Já Pobre não sorte 2 também é cômico, mas não tanto como o primeiro. O que vemos neste segundo livro é o crescimento de Mariana como pessoa e como profissional. Ela passa poucas e boas, é verdade, e sempre tem umas tiradas ótimas, mas começa a enxergar o verdadeiro valor das coisas e o que é realmente importante para ela. Ela passa a valorizar sua própria família do jeito como ela é, sem mudanças, mas aceitando o jeito deles. E Leila fez uma homenagem tão linda para nós, blogueiras, que fiquei realmente comovida. Muito obrigada Leila pela valorização daquilo que nós escrevemos!!
Fiquei impressionada com a escrita de Leila Rego. Ela também evoluiu como escritora e acredito que ela tenha uma longa carreira pela frente. Com certeza eu vou esperar por mais histórias cativantes como a de Marian Louveira. Livro super recomendado!!

E se quiser ler mais resenhas, acesse http://leiturasdeeliane.blogspot.com
comentários(0)comente



Renato Klisman 17/01/2011

Pobre Não tem Sorte 2 - BY: http://rkbooks.wordpress.com
Tamanho em dobro. Romance em dobro. Gafes em dobro. Risadas infinitas!

Quem gostou de PNTS vai se apaixonar por PNTS2.

Mariana enfim chega a São Paulo. Pena que ela cai do salto logo na primeira semana.
Ela achava que tudo seria fácil na grande metrópole, mas então descobre que a vida de miss que ela desejava não virá tão fácil assim.
A primeira decepção vem nas entrevistas de emprego. A coitada faz umas cinquenta, e o pior é que ela não passa em nenhuma. E quando passa acaba cometendo uma daquelas gafes dignas dos tabloides americanos.
Edu não dá as caras. No começo da estadia de Mariana em São Paulo eles até continuam meio “amigos”, mas de repente Edu some da vida de Mari, se torna distante e incessível. Isso faz com que a moça fique desesperada, totalmente deprê.
Mas com o passar do tempo, Mari vai se acostumando e logo se adapta a vida corrida de São Paulo. É então que as verdadeiras surpresas e aventuras começam.

PNTS2 é com certeza melhor que PNTS1, por quê? Só lendo para saber!

Fiquei superfeliz de que a Leila Rego tenha homenageado a nós, relés “tribo” dos blogueiros, inserindo-nos no seu livro. Amei demais o personagem que ela fez de mim!

PNTS2 é hilário e ao mesmo tempo nos faz refletir sobre o real sentido da vida, além de nos dar várias lições de “Como se comportar em uma entrevista de emprego”! Gamei no livro!

A Capa: Muito linda! Superperfeita! Pena que a ilustração não combine muito entre os dois livros. Tipo, a Mari do PNTS1 é totalmente diferente da Mari do PNTS2. Mesmo assim isso serve para nos mostrar como a história evolui, passando de um simples Chick-lit para um verdadeiro clássico que ficará eternamente em nossas memórias.

A história: Totalmente perfeita! Muito bem montada, envolvente e digna de ser um best-seller. O melhor é que além do romance da Mari, tem uma história paralela dentro do livro, que é contada pela própria Mariana, em seu blog. (Mais uma homenagem a nós! Huhuhuhu!).
Eu achei a história melhor que PNTS1 porque é mais envolvente e com muito mais suspense. PNTS1 ficou meio batido, tava todo mundo falando e, aqueles (malditos) blogueiros soltadores de Spoilers quase me fizeram perder a vontade de ler o livro (Ainda bem, que perseverei!). PNTS2 tem tanta história que nem todos os Spoilers do mundo podem fazer alguém perder a vontade de lê-lo, já que acontecem tantas coisas que seria impossível alguém falar todas.

Uma palavra que definiria o livro: Mudança.
comentários(0)comente



Paty 20/10/2011

Resenha Mix Literário
Quando comecei a ler ‘Pobre não tem sorte’ tinha poucas expectativas, mas o livro me surpreendeu de forma bem positiva ao seu final. Então veio a ansiedade para ler o segundo volume e saber o que Mariana poderia aprontar, como ela iria se sair em São Paulo e quais transformações essa mudança iriam trazer a sua vida.

No principio Mariana se deslumbra com a cidade e tudo o que ela pode lhe oferecer, grandes shoppings, restaurantes sofisticados, lojas de grife, uma imensa gama de novidade que seu lado fútil ainda desejava, mas o tempo foi passando e a cada dia Mari aprende que nada seria tão fácil, as dificuldades e a falta de dinheiro começam a lhe perturbar e emprego não era algo tão fácil de conseguir como ela imaginava que seria.

E foi exatamente com essas dificuldades que Mariana começou a crescer e tal crescimento aconteceu de forma gradual, onde ela também passou por algumas recaídas, algo bem normal quando estamos em uma fase de mudanças. Leila abordou tudo de forma tranquila e natural como se o crescimento de Mari estivesse esperando o momento certo para chegar e se estabelecer de forma definitiva em sua vida. Nada foi repentino, tudo teve o momento e a hora certa de acontecer. A sensação que tinha era como se Mariana fosse uma grande amiga, onde cada dificuldade encontrada ou cada obstáculo vencido fosse uma vitória minha. E esse é momento onde não posso deixar de destacar a Clara, uma verdadeira amiga que passou por tudo com a Mari, fosse eles os momentos bons ou os maus, foi quem vibrou a cada conquista, chorou a cada recaída ou decepção, deu broncas em nos momentos exatos, mostrando o verdadeiro significado da palavra amizade.

O que posso dizer é que Pobre não tem sorte 2 é um livro completo de escrita clara, descontraída e madura. Leila Rego nos leva a um mundo divertido e bem humorado, mas onde temos a lição que o amadurecimento não acontece repentinamente, mas ele vem com as nossas atitudes e determinação de mudança. Recomendadíssimo!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Cibele 17/05/2011

Nesse livro acompanhamos a transformação de uma mulher que tinha como principal objetvo de vida comprar roupas e sapatos, pra uma mulher que bem... ainda quer bolsas e sapatos, mas tem outras prioridades. E o que mais gostei é que isso é uma mudança gradual, não é uma coisa que acontece de uma página pra outra. Enquanto Mari está em busca de um emprego que a ajude a pagar as contas, ela nos dá ótimas dicas de como agir em entrevistas e se comportar no competitivo mercado de trabalho. E pra quem está em busca de um emprego na vida real pode seguir as dicas, basta estar atento aos erros e acertos da nossa protagonista.

Mas como nem tudo é vida profissional, Mari ao mesmo tempo que sabe que ainda é completamente apaixonada por Edu, se vê na obrigação de esquecê-lo pois acha que ele já seguiu em frente. Mas talvez ele esteja mais perto do que ela imagina, quem sabe? E tenho que confessar que as partes do Edu eram as minhas preferidas porque sim, ele é um fofo.

Leia mais em: http://www.euleioeuconto.com/2011/02/pobre-nao-tem-sorte-2-alguma-coisa.html
comentários(0)comente



Leninha Sempre Romântica 31/03/2011

Mariana chega a São Paulo cheia de planos e metas, mas claro o primeiro item da lista é conhecer os Shoppings da cidade e escolher o que melhor se identifica, e claro o último item: Arrumar emprego, kkkk

Claro que para poder frequentar os shoppings logo ela muda os planos e começa assim a maratona de entrevistas de emprego.
E ela vai confiante, munida de várias frases de impacto, ( retirados de blogs de ajuda para arrumar emprego). Nessa parte do livro eu ri muito, por que depois de soltar as frases ela não sabia o que falar em seguida, kkk

Mariana começa o livro no mesmo estilo de PNTS 1 totalmente avoada e apaixonada, sua vontade é de largar tudo diante das dificuldades e voltar correndo para Prudente (e para os braços de Edu) me faz perguntar: Será que Mariana vai amadurecer?!

E ela vai galgando capítulo a capítulo do livro em busca de crescimento, (claro que precisa levar uns trancos da amiga Clara e do Edu para acordar).

E, em busca de novos objetivos, vemos nascer uma Mariana, confiante, segura, dinâmica, mas ainda levando dentro de si sua grande paixão pela vida e o que ela pode oferecer, sempre é claro, sem descer do salto!

PNTS2 me conquistou, o livro consegue ser melhor que o primeiro, então, para quem leu o primeiro livro não pode deixar de ler esse.

Um livro que me fez rir, e refletir em certos momentos nas lições que a vida nos dá, que nem sempre é fácil realizar nossos sonhos, mas que com perseverança e garra a gente chega lá, enfrentando sim os tropeços, levantando e não desistindo.

Mariana é uma guerreira, vê o mundo ao seu redor com um encanto único, consegui me identificar com ela em vários momentos, mas principalmente quando ela decide: 'Sou uma Blogueira', adorei essa parte. Consegui reconhecer ao longo da história pessoas que conheço nesse universo maravilhoso que é a Blogosfera Literária, e até me vi sendo homenageada com a personagem 'Lena' no primeiro capítulo, agradeço à Leila por esse carinho.

Um livro onde você encontra muita diversão, e também exemplos para seguir, de perseverança e humildade e até de descobrimento de si mesmo.

Um livro acima de tudo que mostra que as pessoas podem mudar sem perder sua essência, sem ter que endurecer diante dos problemas, que passa uma mensagem positiva e fascinante.

Não podia deixar de agradecer a Leila por ter feito de forma tão delicada seus agradecimentos no livro, a todas nós Blogueiras que divulgamos os talentos nacionais com tanto carinho, dando a eles o espaço que lhes é devido, por que eles são realmente muitos talentosos.

Também não podia deixar de citar que adorei os trechos musicais no inicio dos capítulos do livro, que dá uma idéia do que encontrar na leitura a seguir.

Ah, adorei a Mariana blogueira, seu conto que foi introduzido no livro me fez suspirar, adorei o sabiá! Kkkk

Um chick lit sem pretensões mais que dá várias lições, adorei!
comentários(0)comente



estantedasuh 26/10/2015

Pobre Não Tem Sorte 2 - Blog Era Uma Vez o Livro
Marina sofreu um baque na sua vida. Estava tudo programado para estar casada com Edu, mas as coisas não deram certo. Agora ela quer mudar de vida e mudar de cidade. Depois de tanta humilhação ela resolver ir viver em São Paulo junto com sua nova amiga Clara.

Ao chegar a São Paulo, Mariana acha que vai ser fácil viver numa cidade grande. Sonha em fazer várias coisas, mas a realidade bate com força e ela vê que vai ser muito difícil de se manter numa cidade como aquela.

A princípio tudo é difícil para ela. Mariana não consegue um emprego e passa por várias entrevistas. Gente essas partes são hilárias. As respostas que a Mari dá nas entrevistas é de morrer de rir. Ela atira pra todos os lados, até de demonstradora de Mercado ela trabalha e grandes confusões acontecem, até ela conseguir um emprego bom.

Mesmo Mari estando com sua melhor amiga Clara, ela sente muita saudade de Edu. No começo eles sempre se falam por telefone, mas aos poucos a comunicação entre eles vai diminuindo até não existir mais. E é aí que Mari cria um blog. Isso mesmo! Mari vira blogueira. Essa parte é outra que morremos de rir. Mariana se mostra uma verdadeira escritora, além de dar conselhos de moda no seu blog. Com isso ela faz algumas amigas virtuais.

Pobre Não Tem Sorte 2 é maravilhoso. Vemos a Mari amadurecer, mas sem perder o seu jeitinho louquinha. A história está muito mais engraçada e Mari entra em muitas confusões e aventuras. Além disso, vemos que a escrita da Leila está mais madura e bem estruturada.

Nesse livro conhecemos outros personagens como Marcos o novo namorado da Clara, e as amigas virtuais de Mari que acabam se tornando amigas reais, onde elas se encontram pra passear e tudo mais.

Eu amei passar mais um tempo com Mariana e ver que ela evoluiu e viver as grandes aventuras que ela viveu. Esse livro é maravilhoso e super recomendado.

site: http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/2015/10/especial-chick-lit-probre-nao-tem-sorte.html
comentários(0)comente



ana paula 22/12/2010

Um oásis de bom humor 2!
Havia lido as aventuras e peripécias da Mariana e do Eduardo no primeiro livro. E não resisti: tão logo acabei a leitura do Pobre Não Tem Sorte, li a continuação. Que lição de vida que a Mariana levou nesta grande São Paulo! Vários episódios cômicos como o da coelhinha, transformaram a leitura em momentos super agradáveis. Agora Mariana mais madura (?) tem outras conquitas pela frente: a de um emprego, a de se manter numa cidade grande, amizades, um blog e, talvez a maior delas, a de conquistar seu grande amor de volta. Imperdível.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Sora Seishin 25/03/2011

www.meujardimdelivros.com.br
Continuação de Pobre Não Tem Sorte.

Mariana Louveira sai de Presidente Prudente, no interior paulista, para uma nova vida em São Paulo, junto com sua amiga Clara. Para quem não leu o primeiro livro, saiba que a Mari, apesar de ser uma pessoa super divertida, sempre foi meio fútil - dessas que acha a coisa mais importante do mundo andar por aí com uma bolsa caríssima, mesmo tendo que se matar para pagar todas as suas prestações.

>> Leia a resenha completa em: http://www.meujardimdelivros.com.br/2011/03/pnts-2-alguma-coisa-acontece-no-meu.html
comentários(0)comente



Dana 30/05/2011

Delicioso!
Foi muito gostoso acompanhar as aventuras de Mari na "cidade grande".
Ela continua meio doidinha e deslumbrada, mas acredito que essa é a parte de maior identificação com as pessoas que conhecemos. Por mais que elas evoluam, amadureçam, sempre fica um pouquinho de certos comportamentos e, muitas vezes, isso acaba se tornando uma qualidade, um diferencial.
A autora escreve de um modo totalmente convidativo, é como se você desse a mão para a personagem e fosse com ela pelas ruas ou como se sentasse em um sofá e ouvisse seus desabafos.
Só achei que as postagens do blog, colocadas no final do livro, ficariam ainda + bacanas e dinâmicas de se ler se fossem entremeadas nos capítulos.
Amei o livro e recomendo muito a leitura.
comentários(0)comente



*Rô Bernas 24/08/2011

Que bom que não desisti de Mariana!
Preciso começar dizendo que ao contrário do primeiro, eu amei este livro. Acompanhar o crescimento de Mariana foi maravilhoso, que bom que não desisti de ler o segundo livro, por não ter gostado do primeiro.

O bom foi que a Leila Rego não fez a Mariana crescer num vapt vupt...o crescimento foi gradativo com algumas recaídas (o que é super normal) mas de forma mais branda, como se o amadurecimento estivesse ali...presente, só esperando o momento certo de chegar e ficar.

Destaque para Clara, a amiga...sim...amiga de verdade que a acompanhou nos maus e bons momentos, que vibrou e chorou com ela, que deu bronca no momento certo... quem não queria uma amiga assim?

Amizades virtuais sendo formadas e firmadas...sei bem o que é isso. ;)

Um livro completo que me encantou pela escrita clara, descontraída e madura...um jeito todo Leila Rego de ser!
comentários(0)comente

LeilaRego 03/10/2011minha estante
QUe bom que você não desistiu, Ro! =D
Obrigada pelo feedback e pela resenha.
Beijos,
-Leila




48 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4