O emblema vermelho da coragem

O emblema vermelho da coragem Stephen Crane




Resenhas - O emblema vermelho da coragem


2 encontrados | exibindo 1 a 2


IvaldoRocha 17/09/2018

E então você irá descobrir o que é “O Emblema Vermelho da Coragem”.
Este não foi o primeiro romance de Stephen Crane, lançado em 1895 quando o autor tinha 22 anos, foi um sucesso imediato e lhe trouxe a fama desejada, embora Crane venha a morrer poucos anos depois.
Henry Fleming é um jovem fazendeiro de Nova York que se alista e parte para guerra, contrariando a vontade de sua mãe. Na busca de honra e glória, Henry se vê na companhia de soldados tão inexperientes quanto ele, que aguardam ansiosos a hora da primeira batalha e passam o tempo imaginando o quanto valente realmente serão e os atos heroicos que irão realizar.
O detalhamento e a escolha minuciosa das palavras, chama a atenção neste romance. Considerado um dos primeiros romances a retratar a realidade da guerra do ponto de vista de um soldado. As batalhas, os sentimentos de medo e desalento, quando da percepção do soldado de sua insignificância diante da máquina da guerra, não necessitam ser longas ou enfadonhas, pois são precisas. Isso fez com que as pessoas julgassem o autor uma pessoa mais velha, que já tivesse participados de batalhas. Na verdade, Crane viajou até a Virgínia e lá entrevistou veteranos de guerra. Contam que ele voltou da viagem de galochas, pois tinha destruído as solas do único par de sapatos que tinha, na andança atrás de suas entrevistas.
Depois que a maioria das pessoas conheceram a realidade de Crane, alguns críticos passaram a zombar da sua coragem, uma vez que nunca tinha participado de uma batalha embora as tenha descrito com tanta intensidade. Isto fez com que Crane se tornasse correspondente de guerra. Há quem diga que este é um exemplo de que a vida imita a arte.
O Romance foi adaptado para o cinema por John Huston, em 1951, com o título “A glória de um covarde”.
comentários(0)comente



jota 01/08/2013

Um jovem sonhador
O episódio bélico a que o subtítulo de O Emblema Vermelho da Coragem faz referência - “Um episódio da Guerra Civil Americana” - é, logicamente, a Guerra da Secessão (1861-1865), em que os soldados nortistas (os federalistas, ou yankees) combateram os sulistas escravocratas (ou confederados), lutando pela unidade dos Estados Unidos, fato que se deu sob a presidência do abolicionista Abraham Lincoln (1809-1865).

Mas o livro é mesmo sobre o jovem e inexperiente soldado Henry Fleming, idealista e sonhador, que, cansado da rotina da fazenda em que trabalhava, esperava encontrar nos campos de batalha soldados praticando grandes feitos e elevados atos de coragem, dos quais ele também pretendia ser protagonista.

Mas uma guerra não é bem isso, é feita de sangue, suor e lágrimas, o jovem vai aprender. E uma guerra também é feita de covardia e medo, como o próprio Fleming vai ter oportunidade de demonstrar num episódio desprovido de bravura ou coragem – ele vai ficar marcado com o “emblema vermelho” que perseguia mas não exatamente como pretendia.

O livro de Crane é considerado um clássico da literatura americana e deu origem ao filme dirigido por John Huston em 1951 (que no Brasil se chamou A Glória de Um Covarde; título que entrega um pouco o que se passa com Fleming). Essa filmagem resultou num outro livro (já considerado um clássico moderno do jornalismo), Filme, de Lillian Ross, também editado pela Companhia das Letras.

Tempos atrás li o livro de Ross, vi depois o filme de Huston e faltava ler O Emblema Vermelho da Coragem, que traz, de quebra, Apresentação, por Joseph Conrad (autor de No Coração das Trevas), amigo e admirador do autor, e Introdução, por Gary Scharnhorst, um especialista na obra de Stephen Crane. Muito útil e interessante esta edição Penguin-Companhia.

Lido entre 25/07 e 01/08/2013.
Elomar 28/08/2019minha estante
Muito boa a sua resenha. Eu tomei conhecimento do autor através de um conto do Rubem Fonseca, que está no livro "Romance Negro e Outras Histórias", se eu não estou enganado, o conto, é um diário falso do Joseph Conrad.




2 encontrados | exibindo 1 a 2