Cem Anos de Solidão

Cem Anos de Solidão Gabriel García Márquez




Resenhas - Cem Anos de Solidão


1352 encontrados | exibindo 91 a 106
7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 |


Bel 26/02/2021

Cem anos de solidão é meu livro favorito da vidaaa!!! nunca vou cansar desse livro, ja é a segunda fez que leio e o capítulo final não cansa de me causar frio na barriga e arrepios.
comentários(0)comente



Soraia 26/02/2021

Mágico!
Um livro mágico, com descrições fantásticas e que mobilizam a nossa imaginação.
Impossível não fazer parte da família Buendía.
Uma leitura para esquecer do mundo que vivemos e sonharmos...
comentários(0)comente



Janaina 26/02/2021

Uma obra genial!
Você já parou para pensar em como certos acontecimentos da vida se repetem? E em como determinados fatos históricos são ignorados pelas grandes massas até que simplesmente sejam apagados pelo tempo? Em Cem Anos de Solidão, Gabriel García Márques joga a realidade mais dura na nossa cara, mas não sem antes adicionar alguns elementos surreais para torná-la mais, digamos, poética. No início fica difícil acompanhar a árvore genealógica com a eterna repetição de nomes mas, passado o estranhamento inicial, você percebe que tudo faz sentido. Passei cada página desse livro desejando que os personagens tivessem desfechos diferentes, mas quem disse que toda história precisa ter um final feliz? Esse livro é tão duro e envolvente quanto a própria vida. Comecei a ler sem ter ideia alguma do enredo, sem nem ao menos ler a contracapa, e, hoje, certamente se tornou um dos meus favoritos. Nunca vou esquecer os Buendía!
Albert 26/02/2021minha estante
Ótima resenha. Descreveu tudo o que eu queria saber.


Janaina 26/02/2021minha estante
Indico muito, Albert. Esse livro não poderia representar melhor a América Latina. Eu sempre fico com um pé atrás sobre ler clássicos, achando que a leitura pode ser cansativa demais, mas não é o caso. Nesse livro, você sempre está ansioso para saber o que vai acontecer depois, não dá vontade de parar!




Isa 26/02/2021

Amei
A história de envolveu do começo ao fim, me arrancou risadas e lágrimas na mesma intensidade e o final não poderia ter sido mais poético e encantador.
Me apaixonei e já quero reler
comentários(0)comente



thaw 25/02/2021

amar nos faz solitários, como diria Virginia Woolf
acabei esse livro que é de longe um dos melhores que já li e me encontro diante de um final que não só me deixou anestesiada como me roubou as palavras, mas vou tentar fazer alguns comentários: a obra é grandiosa em todos os sentidos possíveis, aqui encontramos a prosa poética de Gabo, uma das minhas paixões, em seu ápice. essa é uma história que extraordinariza o cotidiano e trata o surreal com a mais bela naturalidade. é impossível não se sentir solitário junto com os Buendias, mas também é impossível não sentir sua grande propensão ao amor. o final é um daqueles que com certeza ecoarão na minha mente o resto da vida, pois me arrepiou e emocionou de uma forma que poucas obras conseguem. leiam cem anos de solidão, leiam Gabo, leiam América Latina.
Krishna 26/02/2021minha estante
Gabo dizia que se sentia muito influenciado por Virginia Woolf. Achei interessante você ter notado. :)




maria | mariaclarasb 25/02/2021

No começo não pensei que seria um livro de 5 estrelas pra mim, mas estava muito enganada.
Fui sacudida, viajei e fui jogada de volta pra realidade.
Me senti perdida e fiquei muito incomodada em algumas partes, mas depois li em um artigo que o Gabo faz isso propositalmente e foi como se virasse uma chave na minha mente.
Agonizante a maneira como todos os Buendía são fadados à verdadeira solidão mesmo estando cercados por uma multidão, quando a gente pensa que algum deles vai quebrar esse círculo vicioso a corrente se inicia novamente!

O último capítulo é brilhante, de tirar o fôlego!
comentários(0)comente



Lucas 24/02/2021

Eu sempre via boas críticas e comentários em relação a esse livro, entretanto, quando comecei a lê-lo, me surpreendi e superou todas as minhas expectativas. Apaixonante, entrei de cabeça no realismo fantástico (antes disso só havia tido contato com realismo fantástico em A Relíquia, cuja escrita não me agrada), e a cada página me despertava o súbito interesse de ler mais e mais e mais.
Costumo ter dificuldades para eleger os meus ?preferidos? de algo, seja comida, música, filmes, etc... mas esse, com toda a certeza, está entre os meus livros preferidos da vida, e, indiscutivelmente, a melhor leitura do ano até agora
comentários(0)comente



Amanda 23/02/2021

..
Foi o primeiro livro deste gênero que li e eu adorei. Gostei muito das metáforas ali presentes. Valeu muito a pena a leitura.
Até os 40% foi meu truncado, mas depois fluiu muito bem.
comentários(0)comente



Tuca 22/02/2021

Surreal!!
Que livro incrível!!
São capítulos gigantescos, com parágrafos de até duas páginas com uma confusão de nomes e linha do tempo, mas é de uma genialidade que eu fiquei de queixo caído!!
Nesse livro fica claro como os nossos conceitos e parâmetros são resultados da sociedade que vivemos, tantas coisas que não vemos com bons olhos para os habitantes de Macondo é algo okay e é vida que segue, esse foi um dos pontos que mais me deixou maravilhada com o livro.
Outro ponto que preciso ressaltar é a construção de cada personagem, apesar da confusão dos nomes na minha cabeça, cada um deles teve uma personalidade impecavelmente construída. Além disso, são tantos outros pontos para ressaltar que eu não seria capaz de colocar tudo aqui. Para quem tem a curiosidade de ler essa obra prima pare de perder tempo e vai ler, porque é simplesmente maravilhoso!!

site: https://www.instagram.com/p/CKM8s5FMSGB/
comentários(0)comente



Galardo 21/02/2021

Um clássico indiscutível
Não poderia desejar uma melhor introdução à literatura latino-americana e ao realismo mágico do que com Gabriel García Márquez, um clássico não só pela grande escrita mas sobretudo sobre como exala reflexões calcadas na história e nas vivências de América Latina.
A edição apresenta alguns erros mas nada que tenha comprometido a leitura de maneira grave.
comentários(0)comente



Andréia 21/02/2021

Leitura densa, difícil. Não é uma leitura rápida. Muitas vezes necessário voltar página para entender. A história muda com um ponto final e Não com outro parágrafo. Poucos capítulos. E assim contada história triste, solitária de várias gerações em que filhos com mesmo nome dos pais, avós. Situações , hábitos , manias se repetem nesses ciclos e nem sempre contados em sequência cronológica o que requer muita atenção e até anotações para compreender melhor. Vocabulário impecável. Durante a leitura já é perceptível porque o reconhecimento do livro/ autor.
comentários(0)comente



Thais 21/02/2021

Um clássico que merece ser clássico
Gabriel García Marquez brinca com cem anos de história da família fictícia Buendía no povoado fictício chamado Macondo. Dramático, trágico e, ao mesmo tempo, engraçado.
comentários(0)comente



Thais 21/02/2021

Um clássico que merece ser clássico
Gabriel García Marquez brinca com cem anos de história da família fictícia Buendía no povoado fictício chamado Macondo. Dramático, trágico e, ao mesmo tempo, engraçado.
comentários(0)comente



Joh 21/02/2021

Foi o primeiro contato com obras do autor que tive, sempre ouvia elogios e quando li entendi o porque... Uma escrita linda, poética, uma mistura de realidade com fantasia que faz a gente viajar pela história com muita facilidade, depois de dias de ter terminado o livro ainda fiquei pensando na família dos Buendia, adorei!
Larissa Freitas 07/04/2021minha estante
Ata




Ada 20/02/2021

Maravilhoso
Sem palavras para esse livro, uma narrativa incrível de uma história fantástica do realismo mágico. Recomendo a todos!
comentários(0)comente



1352 encontrados | exibindo 91 a 106
7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 |