Quem É Você, Alasca?

Quem É Você, Alasca? John Green




Resenhas - Quem é Você, Alasca?


1172 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Corrinha_mari 21/06/2017

"Eu disse - Você realmente leu todos aqueles livros no seu quarto?
Ela riu - Não, claro que não! Talvez eu tenha lido um terço daquilo. Mas vou ler todos. Eu os chamo de a Biblioteca da Minha Vida. Desde pequena, percorro as vendas de garagens em busca de livros que pareçam interessantes. Então sempre estou lendo algum livro" [página 20]
?

Amo esse livro, sei que muita gente tem um caso de ódio por essa personagem, já na minha opinião esse é o melhor livro que o John Green já escreveu.
Ao longo da leitura percebemos que a Alasca nunca quis e não fez mal a qualquer outra pessoa, só a si própria por não conseguir superar seus traumas de infância e seguir em frente.
Carol Rezende 21/06/2017minha estante
Sinto a mesma coisa por esse livro, me surpreendi ao ler e ver que me apaixonei pela historia.




SandyLane 11/06/2017

Que livro maravilhoso!
Pra mim, o melhor livro do John Green. Fiquei completamente apaixonada por essa história.
comentários(0)comente



Ellen.Karollyne 06/06/2017

Resenha de Quem É Você, Alaska?
"Como descrever essa história?"

Miles é um garoto que vai em busca do seu "Grande Talvez" indo para um colégio, longe de seus pais e acaba conhecendo Alaska e outros amigos.

1-O livro começa com um "Antes", para mim que não peguei a sinopse, fiquei irritada por não saber o que esse "antes" significava.

2-E nem queria que o "depois" tivesse que acontecer...

3-Para quem não gosta de John Green -ou Nicholas Sparks -, como eu, é um livro bem bacana, não destrói tanto o coração... Que dá pra ler sem ter tanta vontade de matar John Green.

4-Tudo tem um porquê.

5-Nem tinha começado direito o livro e já tinha me apaixonado por Alaska. O por quê? Ela é simplesmente a pessoa mais legal do universo literário!!!! -em questões de trotes.

6-As vezes parece que o livro não tem um objetivo... Mas o objetivo fica bem nítido no "depois".

7-Amo o professor de religião deles. Tipo, é o ensino religioso que deveria ter em todo mundo, porque não ensina somente uma religião, mas sim várias.

8-Recomendo muito.

9-"Descubra como sair desse labririnto."
comentários(0)comente



Lara 24/05/2017

AMEI
Esse livro é incrível! Mais uma vez John Green arrasa com seus livros marcantes. Acompanhei Miles e suas aventuras na Culver Creek , ri bastante com esse livro, mas o final arrancou o meu coração, assim como A culpa é das estrelas
Super recomendo esse livro! ?.?
comentários(0)comente



Thata 13/05/2017

Primeiro beijo a primeira garota a primeira perca
Depois de culpa e das estrelas melhor livro que li do autor com um final inesperado
comentários(0)comente



Fabi.Oliveira 09/05/2017

Não poderia amar mais!
Um livro que você quer saber o final, mas não quer terminar de ler! ?? Simplesmente maravilhoso! ? Superou minhas expectativas, tornando-se um dos meus livros favoritos!!! ??
comentários(0)comente



Tati Tavares - @citalivros 08/05/2017

O título me intrigou tanto, que quis ler essa história. Confesso que antes de ler qualquer coisa do John Green, eu o julgava como um autor primário: com texto popular e temas vendáveis. Após a leitura de Will&Will (primeiro título que li), minha opinião permaneceu a mesma, não que eu não tivesse gostado da história, por que sim, adorei, mas acredito que a escrita dele atinge os adolescentes não muito seletivos na hora de escolher um livro, o que em parte é ótimo, pois incentiva a leitura de jovens que supostamente não leriam outros autores.

Falando do livro… Tem uma narrativa cotidiana e suave, a leitura flui. Green nos faz entrar na história e nos anseia também para saber afinal, Quem É Você Alasca?



O livro é separado em “antes” e “depois”, e é cronologicamente narrado em: dias antes e depois de um tal acontecido. O QUE NOS DEIXA COM TANTA CURIOSIDADE QUE DA VONTADE DE MATAR O AUTOR!




Miles Halter é um adolescente da Flórida, Estados Unidos, fissurado em ler biografia de grandes nomes e em descobrir quais foras suas últimas palavras. Não muito popular, ele decide mudar de escola, muda-se para a Culver Creek, ao sul de Birmingham, Alabama, também antiga escola que seu pai frequentou. Miles vai à procura de um “grande talvez”, de um sentido real para sua vida.

De malas feitas, e deixando sua mãe aos prantos, pois a Culver Creek será a nova casa do garoto, onde ele não só estudará, mas também passará a morar; apodera-se do Quarto 43. O quarto é tão pequeno, mas não chega a desapontar Miles, que está decidido a fazer história na nova escola.

Chip Martin é seu colega de quarto, apelidado futuramente de Coronel. Ele apresenta o campus e aponta alguns grupos de pessoas no qual ele não gosta e não acredita serem confiáveis. Através do Coronel também, Miles conhece Alasca Young, uma garota muito inteligente e completamente bonita e atraente. Eles apelidam Miles de Gordo, um trocadilho, por que o garoto mal possui carne entre os ossos. Aos poucos Gordo consegue fazer parte do grupo de amigos do Coronel, que conta com Alasca, Takumi e Lara.

Miles é um personagem muito influenciável. Ele começa a beber e fumar, só para “fazer parte de algo”. Muito típico de adolescente, não é mesmo?

O grupo de amigos apronta inúmeras armadilhas para deter Águia, o inspetor e supervisor do campus, também apelidado pela trupe. Além de constantemente entrarem em rixa de trotes com os “Guerreiros de Dia da Semana”, a galera mais popular de Creek.

Mesmo estando muito próximo a todos do grupo de amigos, Gordo, não consegue saber absolutamente nada sobre Alasca, pois a garota mal fala sobre a própria vida, é uma tremenda incógnita. O que fascina o protagonista, que faz de tudo para estar por perto, mesmo a garota tendo namorado.

Alasca até arma para que Gordo saia do zero a zero, mas ele não leva jeito na conquista, e mantém seu amor platônico, apesar de ser óbvio, somente em sua mente.

No “último dia” antes do tal acontecimento que Green nos prende à sua leitura, Miles e Coronel vão ao quarto de Alasca, para beber e comemorar a “Noite no Celeiro” (mais um de seus trotes), e decidem brincar de verdade ou consequência. E a consequência escolhida foi: um beijo entre Alasca e Gordo. E apesar de ter sido muito rápido, Alasca queria mais, e eles se beijam como dois amantes!

Awn

Mas eis que a garota está sonolenta, e diz: “continuamos depois?!”. Frase crucial para o futuro de Miles.

Logo depois, na mesma noite, após os garotos terem ido para o seu devido quarto, Alasca entrara desesperadamente gritando que teria que sair do campus imediatamente. Bêbada e desnorteada. Os garotos distraem Águia para que Alasca possa sair da escola, de carro, dirigindo e mais uma vez, bêbada!

⁃ A seguir contém spoiler, é preciso dizer o que houve.




Na parte denominada “depois” do acontecido, descobrimos o que de fato estava sendo cronologicamente contado: s morte de Alasca. A garota morre em um acidente de carro!

POR DEUS, por essa não esperava. Isso quebra totalmente a linha de raciocínio do leitor, deixando-o em choque.

A partir daí, a narrativa é um pouco repetitiva, os dias de Miles e Coronel são tristes e vazios, Green perde a linearidade que mantinha desde o começo do livro. Eles perderam a melhor planejadora de trotes, e para ambos, a melhor amiga.

Com o apoio dos dois, que indiretamente contribuíram para que Alasca não estivesse mais viva. Eles decidem então, tentar desvendar sua morte: fora acidente ou ela suicidou-se? Independentemente da resposta, a culpa seria levada para sempre.

Juntos descobrem grandes fatos, e Miles sabe o que agora é o “grande talvez”. Mas ele nunca soubera quem era a garota que ele sempre amou.

Resenha da página Cita Livros - LEIA MAIS EM: citalivros.com.br

site: http://citalivros.com.br/resenha-quem-e-voce-alasca/
comentários(0)comente



Nádia 02/05/2017

#resenhapomarliterario Quem é você Alasca?
" Ela tinha namorado. Eu era um palerma. Ela era apaixonante. Eu era irremediavelmente sem graça. Ela era infinitamente fascinante. Então voltei para o meu quarto e desabei no beliche de baixo, pensando que, se as pessoas fossem chuva, eu era garoa e ela, um furacão."
.
O John Green escreve tão bem sobre o universo adolescente e seus jovens personagens são tão intensos que você se vê voltando a ter 16 anos. Acho incrível a escrita desse autor que já me ganhou desde a primeira obra lida.
Eu amo livros nos quais os personagens são leitores e usam das referências literárias pra desenvolver um questionamento interno profundo.
O Miles coleciona as últimas palavras de pessoas célebres e baseado nas últimas palavras do poeta François Rabelais está buscando o seu Grande Talvez. Para isso, ele abandona sua vidinha cômoda e sem graça e inicia o ano no colégio interno de Culver Creek. Lá ele conhece a intensa e linda Alasca Young, que também baseada na obra de Gabriel García Márquez, O general no seu labirinto, se questiona sobre as últimas palavras de Simón Bolívar: "Como sairei deste labirinto?" E o que seria o labirinto? Para cada um tem um significado diferente: a vida, o sofrimento, um conflito... O questionamento é tão intenso que é usado por um professor como tema de um trabalho final.
Uma história fascinante sobre o impacto indelével que uma vida pode ter sobre a outra. A impossibilidade de saber dos conflitos alheios e do que se passa na cabeça de cada indivíduo.
Ponto alto: A busca pelo entendimento dos motivos que levaram Alasca a agir como agiu, a investigação de seus últimos momentos e a falta de pistas. A construção das teorias e a incerteza de sua verdadeira motivação. Ah e o último trote que me fez descobrir que tenho um lado bem desvirtuado, visto que torci para que o plano fosse um sucesso!

site: https://www.instagram.com/p/yiROV4mv8r/?taken-by=pomarliterario
comentários(0)comente



Brunna 02/05/2017

ÓTIMO
Um livro engraçado e triste ao mesmo tempo...
comentários(0)comente



Cheiro de Livro 27/04/2017

Quem é você, Alasca?
John Green é um sucesso mundial com milhões de fãs, minha única experiência lendo um livro seu aconteceu por puro acaso e não foi das melhores. Dessa vez fiz tudo certinho, fui a livraria com a intenção de comprar um livro de Green, resolvi que levaria o que visse primeiro e assim “Quem é você, Alasca?” veio parar na minha mão. Uma tentativa de romance de formação que não me agradou.

Miles “Bujão” Halter é um adolescente deslocado e sem amigos que deixa a casa dos pais para estudar em um internato no Alabama. Na nova escola conhece Alasca e se integra a um grupo de amigos e começa a sua jornada pelo Grande Talvez. O Grande Talvez são as palavras finais do escritor Rabelais, Bujão é fascinado por ultimas palavras, e aqui tanto essas como a de Bolivar (como sairei desse labirinto?) conduzem os personagens e o leitor pela trama. É um bom recurso estilístico e filosófico o suficiente para encantar adolescentes.

O meu grande problema com o livro é o fato de Green achar que o impacto que uma pessoa tem na vida de outra é maior com uma tragédia. Alasca é descrita como apaixonante, mas para mim ela beira mais a insuportável. Tudo nela é exagero e esse é o erro, ela não encanta do leitor e isso diminui o impacto do que é narrado. As marcas que as pessoas que cruzam a nossa vida deixam não dependem de grandes acontecimentos e é ai que Green erra na mão. Bujão é mais tocado por ter conhecido o Coronel do que Alasca e essa sutileza é desperdiçada no livro.

Green tem uma escrita fácil e o livro flui bem, mesmo assim não me encanta. O livro poderia ser melhor, ser um romance de formação de verdade e não apenas uma grande tragédia rodeada por questões filosóficas para adolescentes. É verdade que aqui os adolescentes agem mais de acordo com a idade, no terço final tem umas escorregadas em que Bujão mais parece um adulto, e isso contribui para a percepção do exagero da história. Adolescentes são autocentrado e dramáticos, a narrativa não precisa ser.

Essa minha segunda investida na obra de John Green não tirou a minha impressão mais ou menos de seus livros. “Quem é você, Alasca?” é melhor desenvolvido do que “A Culpa é das Estrelas” e isso não é dizer muito.

site: http://cheirodelivro.com/quem-e-voce-alasca/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Luh Santos 19/04/2017

Simplesmente fantástico!
Quem é vc Alasca é meu romance favorito, eu ri, chorei e me diverti muito com esse livro. Eu me indentifico em partes com o Milles e com a Alasca por conta que tem varias aventuras..
Vale a pena ler é muito bom ?
comentários(0)comente



Duda 07/04/2017

Surpreendedor
"Quem é você, Alasca?", sem dúvidas é o livro que irá mexer com suas emoções, lhe fará repensar sobre os acertos futuros e os erros passados. Com toda a sua trama, este livro apresenta a história de Miles Halter, um adolescente comum que até então possui uma vida rotineira ao lado de seus pais na Flórida. Apaixonado por últimas palavras e em busca de um grande talvez, Miles deixa sua casa e ingressa na escola Culver Creeck, um internato no Alabama. Nesse novo horizonte ele terá seu primeiro amor e seus primeiros amigos, dos quais irão viver muitas aventuras que, geralmente, são lideradas pela misteriosa e sexy Alasca Young. Dentre muitos desfechos, Miles, que acaba sendo apelidado de "Bujão", se arrisca a desvendar Alasca, passando por experiências boas e traumatizantes, mas esse grupo de amigos irá marcar a escola de Culver Creeck, afinal, a raposa nunca falha. O livro em si contém muitas surpresas, e promete gerar gargalhadas e lágrimas.
Juninho 16/04/2017minha estante
Haha ?




spoiler visualizar
Livia.Maria 27/03/2017minha estante
Oi ,como começo a ler ? N sei aonde aberta pra ler




Gabi 21/03/2017

Fav.
O meu livro preferido. Me prendi facilmente à história, lendo assim, rapidamente o livro. Tive um pequeno trauma pós termino de leitura, porém após alguns meses consegui voltar aos livros. A história e a personagem principal me encantaram.
comentários(0)comente



1172 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |