O Ninho de Cobras

O Ninho de Cobras Peter Lerangis




Resenhas - O Ninho de Cobras


11 encontrados | exibindo 1 a 11


Camila 18/02/2011

O Ninho de Cobras
Agora que terminei de ler esse sétimo volume é que me dei conta que a série está se aproximando do final! Faltam apenas 3 livros e os mistérios começam a ser revelados! Nesse volume ficamos sabendo qual é o clã de Amy e Dan! Eu desconfiava, mas ainda sim foi bacana ter a confirmação! Rs...

www.leitoracompulsiva.com.br
comentários(0)comente



Marina *-* 20/02/2011

Amei *-* concerteza o melhor da série até agora /) eu tinha certeza sobre o clã que eles pertenciam, só estou curiosa pra saber mais sobre isso, adorei o Kurt *-* a Amy precisa de alguem melhor que o Ian u.u já estou ansiosa pra ler o próximo volume *-* amei /) eu recomendo o/
comentários(0)comente

My 12/03/2011minha estante
Amei tanto o Kurt, que tipo... Mas sou cismada com basicamente ~tudo~ então achei ele perfeito demais até, AHAHAHAHAH.
E sei lá, por mais que o Ian apronte com ela, eu continuo esperando uma ceninha deles dois...
Palpite sobre qual clã eles perteciam, acho que todo mundo tinha mais ou menos o mesmo.
Outra coisa que até agora não entendo, é se aquele Alistair é do >bem< ou do >mal< porque olha, ô velhinho pra me deixar confusa.
Enfim, adorei sua resenha *o* he




Bruna Fernández 16/09/2011

Resenha para o site www.LivrosEmSerie.com.br
Rumo à reta final da história de 39 Clues, não posso deixar de afirmar que fiquei com um pé atrás com esse volume, afinal, o livro mais "sem sal" da coleção - na minha opinião - foi o terceiro volume O Ladrão de Espadas, escrito pelo mesmo autor desse sétimo livro. Apesar de ter um ritmo mais frenético e ser mais engraçadinho que os dois primeiros livros, achei o enredo curtinho demais. E com tantas coisas a serem reveladas nessa reta final, dá pra entender por que eu estava apreensiva, não é mesmo?!

Porém - ainda bem! - tudo não passou de ideias da minha cabeça mesmo: O Ninho de Cobras é ótimo e mantém a ótima qualidade dos outros volumes. E o melhor? Trás muitas revelações sobre os mistérios da série! Já era hora, não é mesmo?!

No último volume, Nas Profundezas, acompanhamos os irmãos Cahill e a au pair Nellie em sua passagem pela Austrália, onde eles conheceram um tio de Amy e Dan, Shep, que os ajudou a refazer uma rota que os pais deles fizeram uma vez, em busca do avião de Amelia Earhart, claramente, tudo relacionado à caça das 39 pistas. Ao final do livro, depois da grande tragédia envolvendo a morte de uma das personagens, a história termina sem nos revelar qual será a próxima parada deles. Depois de escaparem da ilha em que se encontraram - e depois uma longa discussão, quase irem para a cidade errada - os três, e Saladin, o gato, seguem para Pretoria, na África do Sul.

Depois de tanto "levarem na cabeça" e serem traídos e/ou enganados por praticamente todos, é muito bom finalmente ver Amy e Dan mais maduros e desconfiados até da própria sombra. Nesse enredo mais do que nunca o lema "Não confie em ninguém" é uma completa confusão, nos perdemos facilmente junto com os personagens sem saber quem realmente é leal ou não. Junto a isso, é perceptível o crescimento dos irmãos e é muito interessante ver como eles abordam essa desconfiança com mais coragem, balanceando os sentimentos dos dois. Quando Amy é durona, Dan está mais maleável. Quando o irmão está mais confiante, Amy segue suas indicações. A união dos irmãos é um yin-yang, um equilíbrio sem igual, e isso está cada vez mais descarado... nesse volume vemos um lado mais família, mais humano de Dan, e um lado mais duro e agressivo de Amy.

Quanto ao conteúdo histórico, nesse livro é abordada a questão do apartheid, que foi um regime de segregação racial adotado de 1948 a 1994 pelos sucessivos governos do Partido Nacional na África do Sul, cujo os direitos da grande maioria dos habitantes foram cortados pelo governo formado pela minoria branca. Mais uma vez, o tema é abordado de uma forma leve e que leva o leitor a entender melhor toda a questão e o quão absurda era essa forma de governo de forma lúdica e recreativa.

O ritmo da história é rápido, o que aparenta ser a marca registrada de Peter Lerangis. As coisas acontecem rápido, sem muita enrolação e temos, pelo menos, uns três clímax antes do final. Quando você acha que o momento tenso se resolveu e o autor preparou as últimas palavras da história.... BAM! Mais alguma ação ou revelação bombástica acontece, que deixa os leitores ansiosíssimos para finalmente chegar à última palavra do livro. E então vem a revelação que muitos procuram por tanto tempo, inclusive Amy e Dan: finalmente descobrimos a qual clã os irmãos pertencem, aliás, não só eles como seus pais e Grace também! Não vou relevar aqui qual é o clã dos irmãos, mas posso afirmar que eu desconfiava um pouquinho e secretamente torcia para que eles fossem desse clã! E aí, ficou curioso?! Corre ler o livro e aventure-se com os irmãos Cahill!
comentários(0)comente



Cíntia Mara 14/01/2012

Uau. Uau! UAU! Não que eu nunca tivesse desconfiado que Amy e Dan fossem DESSE clã. Mas ler que eles realmente são é bem diferente. Depois vou reler o final, porque li tão rápido pra descobrir logo. Também já desconfiava da pista, desde que a palavra apareceu pela primeira vez. Mas, claro, que eles não poderiam perceber logo de cara, ou não teria livro.

E que sufoco o final! Tadinho do Dan. Bom, da Amy também, mas gosto mais dele. Tenho tendência a gostar mais dos pestinhas, haha.

Esse livro é um dos melhores da série (até agora), apesar de meio confuso em algumas partes. Quero entender qual é a do Hamilton Holt (será que ele também é a fim da Amy?), o que era aquela mensagem no celular da Nellie e as partes do cara que a gente não sabe quem é. A frase final deixou tudo ainda mais enigmático. Preciso ler o começo do próximo imediatamente. E comprar o 10, que eu ainda não tenho. Acho que o tempo de chegar é o tempo pra eu ler os dois que faltam.
comentários(0)comente



Si 30/05/2012

ϟ O NINHO DE COBRAS: minhas frases favoritas ϟ
"Em matéria de confiança, ele era como as previsões do tempo. Você quer acreditar nelas, apesar de já terem falhado e te deixado na mão várias vezes."

"Ele não tinha nada contra braceletes de metal, porém algemas deixavam marcas desagradáveis na pele."

"Mofo. Papel podre. Amy sorriu. Não havia nada mais inebriante do que o cheiro de livros velhos."

"Muitas vezes os problemas têm soluções inesperadas."

"Eu quis que ele morresse. Nunca senti isso antes.
O que há de errado comigo?"

"- Obrigada, Carlos - Nellie respondeu com um sorriso. - Vou casar com o Carlos. Eu mando ele fazer uma coisa e ele simplesmente faz. Sem reclamar.
Eles tinham batizado de Carlos o novo aparelho de GPS da Nellie."

"- Xeque-mate! - A voz de Amy ecoou da cabana, seguida de uma risada do velho e de um resmungo brincalhão de Kurt.
- Temos mais alguns minutos - afirmou Dan. - Ele vai pedir uma revanche.
- Como você sabe?
- É coisa de homem!"
comentários(0)comente



Philip Rangel 27/11/2011

Uma brilhante história nas mãos de Peter Lerangis. Até que fim os irmãos descobriram seu clã, agora o fará refletir dos novos rumos a tomar, para descobrir a verdade. Saindo da África do Sul, nossos amigos irão para Pequim, dessa vez retornamos nas mãos de Korman, mesmo autor do segundo livro Uma Nota Errada.

E atenção estamos caminhando para o final da aventura, para o oitavo livro... será??

A resenha completa, maiores detalhes vocês conferem no blog Entrando Numa Fria: http://www.entrandonumafria.com.br/
comentários(0)comente



Becky Cunha 18/03/2011

Peter Leragis não começou muito bem. Achei o começo um pouco confuso e ele não parecia saber o que estava fazendo, mas, cabeça para frente e ele conseguiu!
O livro continua eletrizante, os personagens não só continuam eles mesmos como ao mesmo tempo vão mudando por conta das mudanças bruscas e repentinas.
Mais mistérios resolvidos, mais mistérios apareceram! Mais personagens, mais aventura e mais comédia também, porque, sinceramente, as tiradas do Dan continuaram boas nesse livro.
Aguardo ansiosa pelo 8!
comentários(0)comente



AndyinhA 15/06/2012

Trecho de resenha do blog MON PETIT POISON

No livro 7 – O Ninho de Cobras, a verdade nua e crua atinge em cheio os irmãos, afinal não basta apenas saber das coisas, é preciso entender o que isso acarretará para eles e também como será a nova relação com sua maravilhosa família (afinal que é parente dos Cahill não precisa de inimigos).

A busca pelas pistas os leva à África e mais mistérios estão esperando os irmãos. As ligações entre as pistas começam a fazer mais sentidos e até ficam mais interessantes, ela deixaram de ser tão fáceis como eram no início.

Para saber mais acesse: http://ow.ly/bBDIL
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Analu. 27/07/2011

Gente nem me toquei , não tinha idéia em que eles pertenciam de boa, mais o clã que eles pertenciam realmente fazia sentido D: KKK eles vão ser fodões 8)
comentários(0)comente



Veronica 09/10/2011

O ninho de cobras
Excelente! Essa série é muito boa. A cada livro a gente conhece mais sobre os clãs, e sobre Dan e Amy. E descobrimos a que clã os irmãos Cahill pertencem... eu nem desconfiava. Ansiosa para o próximo!

http://here-igo.blogspot.com/
comentários(0)comente



11 encontrados | exibindo 1 a 11