Em Chamas

Em Chamas Suzanne Collins




Resenhas - Em Chamas


963 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Alisson 20/06/2017

A sequência de Jogos Vorazes traz início ao pensamento revolucionário de Katniss Everdeen, baseado nas injustiças políticas e sociais cometidas pela Capital. Cada capítulo termina com um acontecimento clímax, que faz com que o leitor se sinta interessado em conhecer o desfecho. O desfecho porém não se dá nesse livro, já que novos eventos surgem a partir da septuagésima quinta edição de Jogos Vorazes e que faz com o Katniss desconfie daqueles em que ela sempre confiou.

"Enquanto adormeço, tento imaginar aquele mundo, em algum lugar do futuro, sem Jogos, sem Capital. Um lugar como a campina na canção que cantei para Rue (...). Onde o filho de Peeta poderia estar seguro."
comentários(0)comente



Juliana 28/05/2017

"Até mesmo o mais forte dentre eles não pode superar o poder da Capital"
Em Chamas se passa um ano depois da carnificina da última edição dos Jogos Vorazes, que teve Katniss Everdeen e Peeta Mellark como vencedores. O fato desta edição dos Jogos terem tido dois vencedores, ao contrário de tradicionalmente um, teve um impacto muito maior além dos limites da arena, algo que Katniss sequer pode imaginar. O que era para ser um desafio para manter ela e Peeta vivos, se tornou a esperança dos distritos de se levantar contra a Capital.

A primeira parte do livro, então, segue mostrando a influência do ato final de Katniss na arena para os outros distritos e sua vida como vencedora dos Jogos Vorazes.

O choque de realidade é grande. De repente, Katniss Everdeen, a menina que caçava desde os 11 anos para sustentar sua família, dispõe de rios de dinheiro. Morrer de fome já não é mais uma preocupação e nada mais falta em sua casa. Em contrapartida, lida com os pesadelos constantes causados pelas mortes na arena e com o peso de uma rebelião causada por sua ousadia nos Jogos: em vez de matar para sair como vencedora, estava disposta a se matar junto com seu parceiro de distrito. O ato foi visto como uma enorme afronta à Capital e desencadeou a esperança que as pessoas precisavam para se levantar contra o duro regime que as oprime. Aos poucos, Katniss percebe que seu feito não só mudou as regras dos Jogos como também desencadeou rebeliões nos distritos. As pessoas já não tinham mais medo do que poderia vir a acontecer com elas, mesmo que isso significasse a morte. A Capital precisava saber que elas estavam ali. E Katniss era o catalisador disso.

Katniss está, então, em um fogo cruzado com o presidente de Panem, Snow, que vê a enorme possibilidade de seu governo vir abaixo com uma rebelião nos distritos. É hora, então, de acabar com seu símbolo.

O Massacre Quaternário é uma edição dos Jogos Vorazes que ocorre em um determinado intervalo de anos e que procura fugir da tradicional seleção de 24 jovens para lutar por suas vidas em uma arena. Katniss conta no livro que em uma das edições, por exemplo, foram selecionado o dobro do número de tributos, fazendo com que os jogos contassem, assim, com 48.

Ao contrário do primeiro volume, essa segunda parte da história não é tão rápida para mostrar as surpresas da arena. O que não significa uma trama menos atraente. As duas primeiras partes de Em Chamas são totalmente focadas no impacto que o ato de rebeldia de Katniss teve sobre os distritos e as ideias que correm nos mesmos, as aspirações dos rebeldes e os possíveis planos. São implantadas uma série de medidas para pegar possíveis rebeldes e até mesmo Katniss, como a mudança na equipe de Pacificadores e eletrização das cercas que separa seu distrito da floresta, local proibido pela Capital por possibilitar fugas.

O segundo volume da trilogia é responsável por narrar o início da rebelião e a guerra não declarada entre Katniss e o presidente Snow. Tudo ainda bastante dinâmico, de forma que o leitor entende a complexidade de um levante de forma simplória. A história é bastante bem estruturada, de forma a não deixar brechas desnecessárias e ainda tendo um pequeno espaço para romance, sendo esse inserido na trama de uma forma pouco convencional da que geralmente é vista nos young adults atuais. O que há entre Peeta e Katniss é arquitetado de acordo com a situação pela qual passam, apesar de ambos terem criado fortes laços no meio disso. Há quem espere por algo mais caloroso entre os dois e talvez se decepcione – romance romântico não tem vez com Suzanne Collins.

As críticas continuam ferrenhas assim como a raiva de Katniss pelo governo totalitário que a oprime até em pensamentos. Um livro que continuou mantendo seu foco até a última página e sem perder o pique, mostrando desta vez a relação que se instalou entre a protagonista e seu presidente. Uma leitura muito bem vinda e uma releitura prazerosa.

site: https://cafepoetisa.wordpress.com/
comentários(0)comente



MermaidTears 19/05/2017

Em Chamas
O livro tem um bela mensagem, mas muitas cenas são cansativas e talvez longas demais.
comentários(0)comente



Momo Del Rey 18/05/2017

Em Chamas é o segundo volume da trilogia de Jogos Vorazes. A centelha revolucionária do finalzinho do primeiro volume já deixa a entender que as coisas vão mudar, e muito, em Panem. Sem muita consciência disso, Katniss acaba despertando a coragem e a esperança de alguns distritos, e em pouco tempo os levantes vão acontecendo por todo o país. Agora cabe a ela tentar consertar tudo e conter as rebeliões, sob a ameaça do (medonho) Presidente Snow.

Jogos Vorazes já tem uma certa violência (um pouco abafada no filme), mas não tanta comparado com Em Chamas. A arena está muito mais sanguinária, reflexo do chamado 3º Massacre Quaternário (edição especial dos Jogos que acontece a cada 25 anos), e as crueldades do regime autoritário da Capital estão mais intensas e frequentes.

Quem gostou do primeiro ato da saga com certeza vai gostar desse também. Além de mais emocionante, já criamos mais familiaridade com os personagens, inclusive aqueles que até então apareceram pouco. Alguns momentos de Jogos Vorazes também são vivenciados mais uma vez, mas ao invés da sensação de déjà vu, o que fica é a superação. O passeio de carruagem e a entrevista dos tributos consegue ser ainda mais emocionante!

Recomendo esse com muitas estrelinhas!
comentários(0)comente



Ca Agulhari 21/04/2017

Arrastado no começo, mas...
...mesmo assim vale a leitura e deixa um gancho pro último. Imagino o desespero dos leitores aguardando sair o terceiro livro da trilogia!
comentários(0)comente



Garcia 31/03/2017

Resenha na integra aqui http://entrefrasesepalavras.blogspot.com.br/2017/02/em-chamas-suzanne-collins.html

site: http://entrefrasesepalavras.blogspot.com.br/2017/02/em-chamas-suzanne-collins.html
comentários(0)comente



Ghost Writer 28/03/2017

Muito Interessante
Não é à toa que muitas pessoas gostam de jogos vorazes. Confesso que no início não me interessei muito, mas depois quando vi melhor a história com outros olhos percebi uns fatos interessantes. Exemplo

Muitas pessoas que viram o filme ou leram o livro, algumas criticaram dizendo q era idiota pq as pessoas eram más e ficavam assistindo matança pela TV e tal, falando q o futuro assim era ridículo e tal. Porém Suzanne Collins foi bem inteligente, porque? o que é jogos vorazes ??

Se vocês prestarem a atenção, jogos vorazes é simplesmente o Coliseu do futuro. Onde a cidade principal do filme seria como se fosse Roma antiga.

Temos uma arena de matança onde os jogos são bem populares e as pessoas adoram ir ver e assistir umas matando a outra. Temos uma cidade rica dominante e que manda em todas as outras. Como se fosse Roma. Temos o imperador que manda em tudo, comanda os jogos e adora matança e odeia a população pobre. assim como Cesar antigamente em Roma também temos isso no filme e no livro.... Temos pessoas insaciáveis para ver sangue, ver lutas. Temos pessoas lutando contra animais colocados no jogo justamente para ataca-los e nada mais. Exatamente como era em Roma. Onde os animais eram postos pra atacar os gladiadores.

Temos patrocinadores exatamente como havia em Roma. O gladiador mais famoso e que tinha mais vitorias, ganha escudo mais forte, ganhava elmo, ganhava espada melhor e conforme sua fama crescia ele ganhava coisas. Resumindo é exatamente igual jogos de matança onde o imperador criava situação para ver quem iria ganhar, enquanto divertia a população com as lutas, e assim como em Roma as pessoas queriam ver sangue, e ficavam muito chateada quando o gladiador não matava seu oponente debilitado no chão.

ou seja se a humanidade não der uma melhorada, o que nos impede de realmente ser no futuro como éramos antigamente ?, já vemos tanta matança por ai, onde não nos incomoda mas como antes. Antigamente na época de nossos avós e bisavós ver um corpo no chão, era algo chocante, hj em dia tem lugares onde isso é quase uma rotina. Até chegarmos num futuro pós guerra onde ver as pessoas morrendo não será mais um choque e sim uma diversão, não estamos longe disso, no whatsapp mesmo rola vídeo de pessoas sendo morta e etc e pessoas compartilham isso pelos telefones, se divertindo com esses vídeos. Não estamos nem um pouco longe disso. Enfim é isso ai e pra finalizar eu recomendo leiamm o livro.. e vejam o filme :)
comentários(0)comente



Vitor 22/03/2017

Suzane Collins é #$@&
Esse, na minha opinião é o melhor livro da trilogia até agora. Ele vai de uma perspectiva de tranquilidade até uma desde pelo próximo livro.
comentários(0)comente



Rafael 06/03/2017

Show
?????
comentários(0)comente



Tatiane.Ribeiro 05/03/2017

Quando você acha que não pode ficar mais chocado, Suzanne Colins mostra que é possível com a criatividade de uma ótima escritora. A ação intensa, os mistérios a serem descobertos, a agonia da personagem principal faz o leitor devorar o livro e deixa a vontade de quero mais (e ainda bem que tem). O melhor livro da saga, sem enrolação e muito detalhado, cheio se surpresas e mini ataques cardíacos.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Jhen 11/02/2017

A emoção continua...
Depois de mexer com suas emoções, grandes coisas podem acontecer no decorrer da história que lhe fará perceber o amor e a felicidade mostradas inconscientemente. ?
comentários(0)comente



Duda - @mardoart 07/02/2017

segundo de emoção
prefiro o primeiro e terceiro mas o segundo livro não deixou a desejaramei,amei,amei,sinceramente a escritora me surpreendeu,n dormi enquanto n terminei de ler,maravilhoso.Super recomendo
comentários(0)comente



Elle 02/02/2017

Tique-taque
O que posso dizer a respeito desse livro? Bem, fui surpreendida mais uma vez. Mesmo já conhecendo a história e seus personagens, Suzanne Collins parece ter uma capacidade incrível de nos arrancar risos em meio ao desespero, lágrimas em meio ao amor e pena em meio a tanto ódio.
Me emocionei diversas vezes a simples menção de Rue, e me desesperei mais vezes do que posso contar sempre que me vinha a cabeça o fato de que Katniss teria que voltar a arena.
E o que dizer sobre Katniss e Peeta, não é mesmo? Os amantes desafortunados do Distrito 12. Os instigadores (mesmo que inconsciente) de uma revolução. Em meio a guerra que está por vir, a única coisa que posso desejar a eles é todo o amor do mundo.
Porém, me parece que tudo está ruindo, e penso que, nada vai abaixo sem ocorrer algumas perdas. A verdadeira pergunta é: Katniss está preparada para perder pessoas que ama para salvar toda uma nação?

site: https://www.facebook.com/DevoradoresDeLivrosS2/photos/a.238741812969050.1073741828.238714902971741/736051969904696/?type=3&theater
comentários(0)comente



Gabrielly.Alves 27/01/2017

Quero de novo
Katniss Everdeen, voraz em si. A gente vê o fogo se espalhando dentro de si mesma. Forte, corajosa, e completamente capaz de sacrificar tudo que ama por um grande amor. Esse livro faz vermos as coisas diferentes, um país em guerra. Mas a guerra acontece ao nosso redor, nós é que não permitimos enxergar. Esse livro com certeza vai ficar pra sempre na minha memória, e saber que para sermos felizes temos que sacrificar certas coisas.
comentários(0)comente



963 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |