Flipped

Flipped Wendelin Van Draanen
Wendelin Van Draanen




Resenhas - Flipped


13 encontrados | exibindo 1 a 13


Eduarda 13/12/2012

Ah... o primeiro amor...
É aos 7 anos de idade que Bryce Loski chega na nova casa e se torna vizinho e colega de classe de Julianna Baker. Juli se apaixona por Bryce à primeira vista, mas ele não a suporta.
Entre colegas que forçam o "namoro", rotinas de escola e ovos (é ler pra entender, haha) - tudo se passando durante cerca de 7 anos - Bryce descobre, sobretudo por meio do avô, que há muito mais em Juli do que os olhos podem ver. Ela também percebe que sua paixão, o garoto que anda pra lá e pra cá guardando seu primeiro beijo, pode ser mais que "dizzying and beautiful blue eyes" e tem que decidir se gosta ou não disso.
Tendo todos os capítulos narrados pelo ponto de vista dos dois, "Flipped" é um livro delicioso que traz aquela nostalgia dos nossos 14 anos e do nosso inesquecível primeiro amor.


Flipped aí significa algo como: ficar balançado. Juli diz que the first day she met Bryce Loski, she flipped. "E era algo nos seus olhos, aqueles olhos azuis estonteantes". Olha que gracinha! rs
É um livro curtinho, 200 e poucas páginas, de fácil entendimento e muito engraçado, especialmente nas cenas narradas pelo Bryce.
Eu decidi ler esse livro porque assisti ao filme (de mesmo nome) a que ele deu origem, que no Brasil se chama O Primeiro Amor. Lindo, lindo! A diferença é que o filme se passa nos anos 60. Já viu o charme né? Talvez por isso seja melhor que o livro, apesar de bastante fiel.
Vocês devem estar pensando: mas essa resenha não diz nada! É porque de fato, não há o que contar, a história não é contada em tempo contínuo, já que os acontecimentos voltam o tempo todo, e não tem um fato central através do qual a história gira. O ponto principal da história é o desenvolvimento na relação dos dois, os sentimentos sendo descobertos e é claro, a lembrança que gera no leitor de seus próprios sentimentos ao passar por situação semelhante.
Tanto o livro quanto o filme são de se suspirar. Quando eu vi o filme fiquei com um sorriso bobo no rosto do começo ao fim. E é o tipo de filme que a gente não quer que acabe nunca. Como eu disse, o filme é melhor, talvez pela atmosfera dos anos 60, mas ambos valem uma olhada.
Ah! O livro nunca foi lançado aqui no Brasil (e o filme saiu direto em DVD). =/

site: http://riscoserabiscosdaangel.blogspot.com.br/2012/12/resenha-ingles-18-flipped.html
Carol 09/02/2013minha estante
É muito complicado para ler? Eu procurei só que só achei em inglês e quando eu assisti o filme fiquei simplesmente apaixonada eu preciso muito ler esse livro.


Eduarda 10/02/2013minha estante
Carol, o inglês é básico. Ouso dizer que é o livro em inglês mais fácil que eu já li...
Sem contar que é tão fiel ao filme que a maioria das partes você vai perceber que já viu enquanto estava assistindo.


Rafaele 12/11/2013minha estante
Eduarda - agora tu me convenceu a comprar em inglês e ler! HAHAH


Eduarda 21/01/2014minha estante
Que bom Rafaele. Faça isso! Você vai gostar, certeza.


Artur Cassol 17/06/2015minha estante
Acabei de comprar, agora estou na espera por sua chegada!!! Adorei sua resenha foi exatamente o que pensei depois que vi o filme, mas quando vi que só tinha em inglês fiquei um pouco decepcionado, mas como já tinha lido livros em inglês por que não.


Eduarda 27/06/2015minha estante
Isso aí Artur. =)
Depois conta o que achou...




Maria Bethânia 22/06/2020

A magia do primeiro amor!
Flipped foi um dos poucos casos no qual li o livro depois de ver o filme, pois não sabia da sua existência (o livro inclusive nunca foi traduzido para português).

Esse livro é de fato um tesouro: engraçado, espirituoso, leve, reflexivo! Devorei em poucos dias... Não se engane pelo fato de ser um livro essencialmente "infanto-juvenil" (inclusive adotado em muitas escolas americanas), ele traz reflexões relevantes sobre a natureza humana, sobre como nossas decisões e escolhas quando jovens podem alterar o adulto que nos tornaremos.

Adoro livros narrados sob o ponto de vista de mais de um personagem (afinal, toda história tem dois lados) e gostei bastante do capítulo extra, após o final do livro, no qual a autora discorre sobre a história que acabou de contar, conta momentos que passou com os fãs e sobre a produção do filme (que é incrível e muito fiel ao livro).
comentários(0)comente



Gabriela 18/01/2013

Essa e outras resenhas em www.maisumcapitulo.com
Flipped conta a história do primeiro amor de Juli Baker: Bryce Loski.

Desde os sete anos de idade, quando Juli viu Bryce e seus olhos estupidamente azuis pela primeira vez, ela se tornou totalmente obcecada sobre ele. Tentava de todas as formas se aproximar, desde vigiar sua casa até seguir todos os passos do garoto na escola. E, bem, isso deixou Bryce um pouco... desconfortável. E como são meninos aos sete anos, ele simplesmente decidiu que Juli era uma esquisita e a evitava de todos os modos possíveis.

Entre idas e vindas, ovos, galinhas e árvores, somos apresentados à essa belíssima história narrada pelo ponto de vista de ambos. É interessante como os capítulos funcionam, pois as cenas se repetem, porém narradas de pontos de vista diferentes - por exemplo, os capítulos ímpares são de Bryce, e os pares de Juli. Assim, quando Bryce diz oi para Juli, podemos ver que pra ele foi só um oi, e pra ela ele estava declarando estar perdidamente apaixonado por ela através daquela simples palavra.

E aí os capítulos vão passando, vamos ficando com pena de Juli e raiva de Bryce (pelo menos eu fiquei) até que algumas coisas acontecem e Juli percebe que talvez Bryce não seja o príncipe que ela sempre sonhou ao mesmo tempo que Bryce percebe que talvez Juli não seja tão esquisita... na verdade, ela até parece bem legal.

É uma história simples, rápida porém belíssima. Entre o foco principal do primeiro amor, temos também problemas familiares e outros temas tão sérios quanto. É um livro que com certeza vale a leitura.

Ah!, tem também um filme inspirado no livro, que no Brasil foi lançado como O Primeiro Amor. Ainda não assisti, mas pelo que li de resenhas por aí, parece ser bem legal. =)

Flipped, por Wendelin Van Draanen
Editora: Knopf Books
ISBN: 0375825444
Páginas: 212
Nível de Inglês: fácil
Eduarda 20/01/2013minha estante
Veja o filme sim Gabriela. É bem fiel ao livro, mas ambientado nos anos 60, tudo de bom!




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Bia Vicente 20/04/2012

Flipped
Amei o livro! o livro é narrado em duas pessoas,Julianna Baker e Bryce Loski que são vizinhos desde os 7 anos,Juli se apaixona por ele assim que o viu chegando no bairro,mas Bryce falava que não gostava dela e que ela era estranha por não ser exatamente igual a todo mundo e que sua família também era estranha e que sua casa era mal cuidada,mas no fundo ele sempre foi apaixonado por Juli,só que ele mesmo nunca percebeu isso,e quando ele percebe pode ser tarde de mais... uma verdadeira história de amor,vale a pena ler ! existe o filme também,achei muito semelhante ao livro.
Ana 26/05/2012minha estante
Assisti o filme e gostei muito, gostaria de ler..
Mas só acho em inglês.....
Vc leu em inglês? Onde acho em português?


Bia Vicente 18/10/2012minha estante
Li em inglês mesmo,acho que não traduziram pra português mas o livro é muito bom!


Luana 29/01/2013minha estante
Qual o nível do livro. Fácil, médio, difícil?


Carol 09/02/2013minha estante
É muito complicado pra ler em inglês? Porque eu procurei em português e parece que ainda não traduziram, mas eu tenho um pouco de insegurança de ler o livro e não conseguir entender nem metade dele . Eu assisti o filme e me apaixonei quero muito ler o livro.


Bia Vicente 13/03/2013minha estante
Eu amei o filme também,por isso resolvi ler o livro,é um bom livro pra iniciar a leitura em inglês porque na minha opinião o nível de inglês é fácil e ele não é grande ,vale a pena tentar (:




Tássia 09/10/2015

Vai ser amor eterno e à primeira vista
Eu confesso que ainda não sei como descrever Flipped. Vi primeiro o filme e agora que acabei o livro, sinto que o amor que sinto por ambos vai durar para sempre, rs.
Bryce Loski se mudou para a vizinhança de Juli Baker quando tinha sete anos. Desde que se viram pela primeira vez, Juli se apaixonou por Bryce e Bryce... bem, Bryce nunca demonstrou que o sentimento era recíproco, mas não é algo que uma garota apaixonada de 7 anos vá perceber.
O livro te cativa desde o primeiro capítulo e o fato de você ler os mesmos acontecimentos a partir da visão de cada adolescente é genial e muito engraçado. Juli fantasia uma reciprocidade inexistente de Bryce enquanto ele só tenta se livrar dela sempre que pode. Você poderia pensar que o livro ser escrito a partir dos pontos de vistas de um garoto e uma garota de 13 anos o faria infantil ou teen demais... Mas não há recomendação de idade para ler Flipped, porque a linguagem do livro jamais é infantil demais ou adulta demais para que uma faixa etária em si se sinta incomodada. O humor é leve, o livro flui bem e quando o fim infelizmente chega, tudo o que você quer é um Flipped: The Return que mostre Juli e Bryce com 30, 40 anos.
O livro nunca foi traduzido, mas não deixe que isso te impeça. O inglês é simples e garanto, vai ser amor a primeira vista por Juli, Bryce, e por todas as suas histórias.
comentários(0)comente



Alex 22/12/2015

Flipped
Descobri o livro após ver o filme que se baseia nele na Netflix e pesquisar sobre. É um livro fantástico, que explora a fase da infância até a adolescência, mostrando todas as duvidas, medos e descobertas dessa fase tão importante em nossas vidas. O livro apesar de parecer simples, explora muita coisa. É um livro ideal para você ler nesse período da adolescência, mas se você já está estiver um pouco mais velho como eu, ainda é um prato cheio.
comentários(0)comente



Lucas 26/03/2016

Aquele livro que vira seu xodozinho
"Flipped" é um livro publicado em 2001 e escrito por Wendelin Van Draanen.

Conheci essa história pelo filme que eu vi no SBT. Descobri que tinha o livro e a curiosidade bateu forte. (DEMOROU ANOS PRA EU TOMAR CORAGEM PARA LER O LIVRO).

VAMO LA

Esse livro tem dois pontos de vista: Bryce e Julie.

O livro começa com a mudança do Bryce pra vizinhança e no ponto se vista dele, a Julie é a menina louca que o persegue.

Para Julie, ele é o menino mais perfeito que ela já viu.

O livro funciona desse jeito. Uma mesma cena com dois pontos de vista, as vezes apenas momentos de cada um onde dá pra conhecer o ambiente familiar dos dois - muito distintos por sinal - e no final é uma delícia.

Não é aquele livro: "Ai meu Deus o menino pegou a faca virou um mutante ai blablablbla". É um livro que fala sobre como é se apaixonar pela primeira vez, introdução a adolescência, toda aquela coisa de hormônios.

Pra mim foi um prato cheio.

O filme então.
Perfeito.
O filme é a cópia fiel do livro. (Eu fiquei até passado pq as adaptações dos livros que eu gosto nunca ficam tão iguais).
PS. O tempo do filme é diferente do livro. O livro se passa nos dias de hoje, o filme em 1957.

OLHA A DIFERENÇA DE TEMPO.

MAS TA IGUAL.
INCRÍVEL
(Eu bati palmas pq o diretor deixou tudo igual e de uma maneira coerente mesmo em épocas distintas).

LIVRO MARAVILHOSO E FOFO!
RECOMENDADO.
Thamy Fernandes 04/05/2017minha estante
O livro se passa nos dias de hoje? Onde você achou essa informação? Na leitura tive a sensação de que se passa pelo menos algumas décadas atrás, por conta da tecnologia mencionada.


Lucas 04/05/2017minha estante
Eu saí procurando tudo sobre o filme e o diretor mencionou aaaaaaaaaa. O Pior que é verdade, se eu n soubesse que o livro se passasse nos dias de hoje eu teria 100% certeza que seria no mesmo tempo que o do filme. Na verdade, até preferia.


Thamy Fernandes 04/05/2017minha estante
Agora vi que ele foi escrito em 2003, deve se passar na época em que foi escrito, então. É que a tecnologia já mudou taaanto desde 2003 que me senti lendo algo muito antigo rs


Lucas 04/05/2017minha estante
NEEEEEEEEEEEEE. 2003? JÁ ISSO TUDO? CARAMBA


Maria Beatriz 10/12/2018minha estante
Eu também achei o filme muito fiel ao livro, mesmo que seja em um tempo diferente deixou o filme melhor e adorei, amei também o livro.




Tali @letrasmaislivros 01/05/2016

Flipped
Meu primeiro contato com esta estória foi através do filme, no Brasil conhecido como O Primeiro Amor, baseado no livro. Como a estória do filme logo me conquistou, fiquei ansiosa para ler este livro e assim que tive a chance, decidi compartilhar a minha opinião sobre a leitura.

O livro é muito fofo: Relata a relação dos dois desde crianças; Juli sempre apaixonada por Bryce e este a considerando uma completa maluca... Até a oitava série, quando Juli começa a ver Bryce por quem ele é e não a imagem que ela projetou nele, e Bryce começa a sentir coisas que nem ele compreende por Juli...

Os capítulos são intercalados pelos dois, sendo um pouco repetitivos por mostrar a perspectiva de cada um deles em determinado acontecimento, mas isto não atrapalha a leitura, pois nos revela o que o personagem sentiu e pensou naquela determinada situação.

"Alguns de nós são mergulhados no comum, alguns em seda, alguns em brilho..." Ele se virou para mim. "Mas de vez em quando você encontra alguém que é iridescente, e quando você encontra, nada irá se comparar."

O livro fala de preconceito, de julgar aos outros sem os conhecer e de como as aparências enganam. A leitura é fluída e as cenas tratadas no livro geram um misto de emoções no leitor. Recomendo a leitura do livro à todos!

site: http://letrasmaislivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Day 06/03/2017minha estante
Maravilhosa resenha, foi exatamente como me senti lendo esse livro. Só fiquei triste pq queria algo mais deles no final...


Jeh 06/03/2017minha estante
Day assistiu ao filme??


Day 06/03/2017minha estante
Não assisti, me diz que é mais completo com direito a beijo!


Jeh 07/03/2017minha estante
Ai amiga é muito fofo também, mas nessa ficaremos sem =(
http://hdfilmesonlinegratis.net/o-primeiro-amor-dublado-online/


Day 07/03/2017minha estante
Vou assistir, se for como no livro, vai valer a pena! *----*


Jeh 07/03/2017minha estante
Eu gostei... hehehe. O que tem lido?




Natasha 04/06/2020

Sabe aquele livro super leve e envolvente, que durante a leitura você se pega o tempo todo com um sorriso no rosto?
Assim foi minha experiência.
É aquele tipo de história que, por mais que você fique com vontade de saber o que aconteceu depois, entende que terminou do jeitinho que devia.
Lindo, lindo. Virou um dos favoritos.
comentários(0)comente



Maria Beatriz 10/12/2018

Amei
Fofinho, lindo e simples.
Assisti o filme e fiquei encantada com a história de Bryce e Juli. Depois descobri que tinha o livro e me encantei ainda mais. O filme é bem fiel ao livro, acho que só não é a mesma época, mas isso não muda nada. Você se apaixona pela a história de primeiro amor deles.
comentários(0)comente



Clara 23/07/2019

Doce, romântico e inocente
Meu livro favorito até os dias de hoje. Eu já li este livro mais vezes do que consigo contar, e todas as vezes me emociono com a pureza e sinceridade em cada um dos diálogos, em cada novo capítulo.
Melhor ainda é poder ver como cada um deles se sentiu em cada momento, já que as cenas se repetem, mostrando o ponto de vista dos dois.
comentários(0)comente



13 encontrados | exibindo 1 a 13