Bellini e o Demônio

Bellini e o Demônio Tony Bellotto




Resenhas - Bellini e o Demônio


7 encontrados | exibindo 1 a 7


Momentos da Fogui 04/10/2016

Momentos da Fogui
Leia a resenha no blog:

http://foguiii.blogspot.com.br/2015/03/serie-bellini-02-bellini-e-o-demonio.html

site: http://foguiii.blogspot.com.br/2015/03/serie-bellini-02-bellini-e-o-demonio.html
comentários(0)comente



Kinha Fonteneles 19/02/2018

Bellini e o Demônio de Tony Bellotto
"O já conhecido e aclamado detetive Remo Bellini está de volta. E nesse novo mistério, além de lidar com os clientes esquisitões e cheios de pompas, o detetive tem que defrontar a si mesmo em questões que mais ninguém pode entender. “Bellini e o Demônio” é a nossa resenha de hoje. Tupiniquim até não acabar mais!

Já mencionamos nessa coluna, mais de uma vez por sinal, que quando se trata de consumir literatura feita no Brasil, parece que não obtemos muito sucesso. Compramos e usamos com louvor a síndrome do primo pobre, e com isso, o que é feito aqui dentro é quase sempre descartável. O que é uma lástima, visto que temos nomes realmente bons dentro do nosso mercado literário.

Tony Belloto mostra que não é só de música que se faz um titã. E depois de simplesmente fazer com que todos conhecessem o detetive Remo Bellini em “Bellini e a Esfinge”, ele volta com essa dobradinha do investigador que, agora, está na crise da meia idade, e ainda tem de resolver casos que vão muito além da sua alçada."
(...)
Quer terminar de ler essa resenha?
É só dar uma olhada na minha coluna na revista Woo! Magazine

site: http://woomagazine.com.br/resenha-bellini-e-o-demonio-de-tony-bellotto/
comentários(0)comente



Fogui 31/03/2015

Bellini e o Demônio
Tony Bellotto
Bellini 02
Companhia das Letras
1997

Bellini está cada vez melhor. Desta vez Dora Lobo da carta branca para Remo Bellini investigar um caso muito importante. Quando Bellini estar com tudo resolvido, só faltando colocar a cereja no bolo, a Lobo aparece para comandar o show e manda nosso frango de volta para São Paulo.

Desta forma com a Lobo no Rio de Janeiro, Bellini tem que tomar conta da "Agência Lobo de investigações particulares. Sigilo absolutos". Sozinho o detetive tem que se virar no caso de assassinato de uma adolescente dentro de um colégio particular.

Ninguém sabe quem é o assassino da jovem, partindo deste princípio nosso frango vai se meter nas maiores confusões. Até Lázaro que andava baqueado resolve dar o ar da graça, como uma fênix ressurgindo das cinzas, para o alívio do nosso querido detetive...

Quer ler a resenha completa e muito mais, visite o blog Momentos da Fogui:

site: http://foguiii.blogspot.com.br/2015/03/serie-bellini-02-bellini-e-o-demonio.html
comentários(0)comente



Só Sobre Livros 24/05/2013

O outro lado de Tony Bellotto
Confira resenha no blog http://sosobrelivros.blogspot.com.br/2012/04/o-outro-lado-de-tony-bellotto-carla.html
comentários(0)comente



Thiago Barbosa Santos 29/03/2018

Casos de Bellini
Além de excelente músico, Tony Belloto é um autor policial de mão cheia. Há três anos, li 'Bellini e o Labirinto' e gostei bastante do universo criado por ele no livro, me identifiquei com o detetive dele, o Remo Bellini, um dos funcionários da Agência de Investigações Lobo.

Recentemente li um outro livro da série dos casos desvendados pelo investigador paulista. Na verdade, este é um dos mais famosos, o 'Bellini e o Demônio'. A história é dividida em duas partes. Na primeira, Bellini é escalado para acompanhar um detetive gringo na busca por uns originais de um escritor famoso. Na primeira página, tem uma cena de Bellini lendo o jornal e se impressionando com um crime bárbaro, uma garota assassinada no banheiro de uma escola, com um tiro na cabeça, quando fazia xixi. Aquela barbaridade fica da cabeça de Bellini.

Após o desfecho do primeiro caso, Bellini atende no escritório uma jornalista foca que quer a ajuda da agência para desvendar a morte da garota e consequentemente conseguir um furo. A polícia trabalhou com a hipótese mais óbvia, a de que o namorado ciumento, que desconfiava de um relacionamento dela com o professor de português, tivesse cometido o crime.

Os dois começaram as investigações e um relacionamento amoroso. A história vai ficando cada vez mais intrincada e por pouco não termina de forma trágica. Ao fim, descobre-se que foi uma colega de classe a autora do assassinato. A assassina, para não ser descoberta, atraiu a jornalista para uma emboscada, deu um tiro nela e só não atirou em Bellini porque a chefe dele, Dora lobo, ao saber do caso, chegou a tempo e matou a garota antes. A jornalista se salva. É um livro envolvente e que assegura ao guitarrista dos Titãs o posto de um dos melhores autores policiais brasileiros da contemporaneidade.
comentários(0)comente



Diegão 21/08/2019

Mediano
Um dos primeiros livros que li, suspense bem mediano ...
comentários(0)comente



HARRY BOSCH 13/07/2014

noir policial
Adoro o personagem Bellini,é um detetive inteligente e principalmente Brasileiro.A literatura policial no Brasil tem um bom desenvolvimento, até melhor que muitos livros Americanos,graças a contribuição deste grande intelectual que é Tony Belloto.
comentários(0)comente



7 encontrados | exibindo 1 a 7