A Investigadora

A Investigadora Dee Henderson




Resenhas - A Investigadora


4 encontrados | exibindo 1 a 4


Cíntia Mara 06/02/2011

Entrou para os favoritos
Uau! Não consigo começar esta resenha de outra forma. Este parecia ser o melhor livro da série e não me decepcionei!

OS PROTAGONISTAS

Eu havia me identificado com Kate e Shari, mas me identifiquei muito mais com Lisa. Ela é teimosa, não dá o braço a torcer, não consegue expressar seus sentimentos. É independente, meio inconseqüente, não desiste até descobrir o que a intriga... (Só não compartilho de sua paixão pelos animais.) Apesar de cabeça-dura, Lisa vai amolecendo ao longo do livro. É uma personagem muito bem construída e consistente.

Quinn é um cowboy que se tornou chefe de polícia. Manso, calmo, paciente, mas obstinado... E bonzinho. Obviamente, não caí de amores por ele, mas também não o odiei. Parceiro de Marcus, uma parte de sua história e seu interesse por Lisa aparecem nos livros anteriores. O fato de ser apresentado aos poucos combina com seu jeito tranqüilo e acabou conquistando a minha simpatia.

O ROMANCE

Não é um interesse à primeira vista e nem um caso de melhores amigos apaixonados. É o caso de um amigo solteirão da família O’Malley, que já namorou duas irmãs e agora está interessado em outra. Ele se aproxima; ela resiste; seus trabalhos os aproximam; ela gosta, mas não admite... É um interesse que virou amizade e que pode virar amor. Eu acho esse tipo de história mais real e, por isso, me agradou mais.

A RELIGIÃO

Kate não conseguia conciliar a justiça e a misericórdia de Deus. Marcus tinha um problema com orações não respondidas. Lisa não acredita na ressurreição. Uma questão difícil. Eu não vi Cristo ressurreto. A Bíblia possui credibilidade suficiente para nos convencer?

Já disse que gosto muito da forma como a autora coloca a religiosidade dos personagens. Eles são pessoas normais; têm suas vidas, mas se preocupam uns com os outros. Querem que seus amigos se convertam, mas não forçam, não se isolam. Só amam e falam a verdade. O que é bom por dois motivos. Primeiro porque leitores de outras religiões não ficarão ofendidos. E segundo, porque ensina aos cristãos, uma boa forma de agir. Tudo tem seu tempo. Cada pessoa tem seu passado, seus problemas, suas feridas, seus pontos fracos. Não adianta querer forçar uma crença, sendo que, no final, quem nos convence é o Espírito Santo.

O SUSPENSE

Formada em medicina, Lisa não luta pela vida, mas trabalha com a morte. Visita cenas de crime, coleta até mesmo as informações insignificantes a olhos destreinados. O título em inglês diz tudo: Ela busca a verdade. O que leva alguém a matar? O que há em comum em casos ocorridos há tanto tempo? Matou uma vez, matará outras? Onde está Amy Ireland? E o que isso tem a ver com Quinn?

O FINAL

Uau²! A trama é complexa e o final corresponde. Nem sempre conseguimos obter todas as respostas e algumas perguntas permanecem ao fim do livro. Não perguntas que os personagens passam a ignorar. Eles sabem que o caso terminou e que essas respostas provavelmente nunca chegarão.

E nem sempre nosso caminho rumo à resolução dos problemas está perfeito. Muita coisa faz sentido, mas às vezes nós colocamos o sentido com base em nossos julgamentos. Confesso que desconfiei do culpado desde a primeira vez que ele apareceu. Assim como Lisa e Quinn, eu não estava totalmente errada, mas também não estava totalmente certa.

Apesar de ter ficado curiosa com o que não foi dito e até mesmo um pouco confusa, gostei do final. Li os últimos capítulos num fôlego só. Lisa tem o dom de se meter em encrencas! E Dee Henderson tem o dom de prender minha atenção!


Trilha sonora: Now that you've come - Mark Schultz

CONCLUSÃO

O que você está esperando pra ler logo? (Ok, dinheiro, já que o grande problema são os preços. Se eu souber de alguma promoção, aviso pra quem tiver interesse.)
--
Visite o blog e participe da discussão nos comentários! Sua participação será muito bem vinda :-)

http://www.cintiamcr.com.br/2011/02/investigadora-dee-henderson.html
comentários(0)comente



Sa 28/12/2009

Eu me apaixonei pela Série O'Malley logo no primeiro livro "A Negociadora", mas foi esse livro que eu mais me identifiquei! Não seise é porque eu tenho uma grande semelhança com a Lisa, mas foi o livro mais emocionante e que me deixou tensa do início ao fim. Eu li extremamente rápido, e a leitura flui muito fácil. E como ele lidou com a questão da ressurreição foi muito boa!
Recomendadíssimo!
comentários(0)comente



Resenhas Cristãs 28/07/2019

Quem assassinou Amy Ireland?
(O Crime)
Mulheres estão aparecendo mortas pelo do lago.
A casa de Egan Hampton pegou fogo durante a última madrugada.
Até o gato morreu carbonizado.
Coitado do gato.
Amy Ireland está desaparecida há 20 anos.
O pai de Quinn Diamond foi alvejado pelas costas.
Alguém está enviando bilhetes ameaçadores para a casa de Lisa.

E somente mais um integrante da família O'Malley conseguirá desvendar esse mistério. Isso se ela não morrer também.

Alguém está atacando adolescentes e enterrando-as perto do lago. O assassino parece atuar sempre da mesma maneira. Ela persegue as vítimas, amarra-as pelas mãos às costas com fita de alta resistência e depois as enterra em uma cova. Ninguém sabe por que ele faz isso nem qual motivo teria para cometer tamanha atrocidade. Aparentemente, todas as mortes possuem algum tipo de ligação. Lisa acredita que o mesmo assassino tenha sido responsável pela morte de 3 jovens na mesma cidade. Mas ela não tem certeza.

(A Religião)
Lisa é cética. Por trabalhar com a morte diariamente, ela não acredita na Ressurreição de Cristo. Quais são as chances de alguém se levantar de uma tumba 3 dias depois de ter falecido? Lisa também tem um passado obscuro. Há muitos anos ela sofreu uma grande decepção com Deus. Aliás, todos os O'Malleys possuem as mesmas dificuldades do passado em relação à Bíblia. Todos foram abandonados por suas famílias e tiveram de se virar sozinhos no mundo. Lisa simplesmente se recusa até mesmo a conversar com outras pessoas a respeito de Jesus ou da Bíblia. Até o momento ela é a mais resistente da família. Será que Quinn Diamond conseguirá amolecer o coração da nossa doce e fria patologista forense?

(O Desfecho)
De todos os livros lidos da série até o momento esse foi mais confuso. São muitos personagens agindo simultaneamente. Você começa a confundir os seus nomes e quem é quem na história. O crime foi maravilhosamente bem planejado pela autora. Somente uma mente brilhante como a da Dee Henderson para bolar um livro tão bacana e bem escrito como esse! Contudo, o final foi explicado de maneira rápida e ligeira, deixando pouco estamos para ação e mistério. Passamos boa parte do livro acompanhando o desenrolar lento do crime, ao passo que o foco do livro ficou mais entre o romance em Lisa e Quinn. Eu confesso que esperava mais do final.

(Minha opinião)
O livro merece 4 estrelas. Sim, é verdade que o crime foi meticulosamente planejado pela autora e que dificilmente alguém conseguiria escrever um romance policial tão bem bolado quanto esse. Contudo, confesso que pelo começo do livro eu espera algo mais "emocionante" no final, e acabei talvez colocando expectativas demais. A série continua sendo sensacional, mas confesso que ainda prefiro o livro 2, a saber, "O Guardião". Esse, sim, superou todas as minhas expectativas! Valeu a pena cada minuto da leitura!

A impressão que tenho lendo essa série é de que a autora deva ter trabalhado grande parte da sua vida como policial, patologista forense ou no departamento de investigações criminais dos Estados Unidos. Como ela pode ter escrito tantos detalhes criminológicos dessa maneira? Os livros dessa série são dignos de um episódio de "CSI" ou Havaí 5.0" ou até mesmo "NCIS"!

Essa foi a resenha do 3° volume da Série O'Malley traduzido para o português. Os próximos livros da série são "O Protetor" e "A Reconciliadora".

Será que vem surpresa boa por aí? :)

P.S: Coitado gato. Ele não podia ter morrido daquela maneira....
Os leitores o livro entenderão.

site: https://resenhascristas.blogspot.com/
comentários(0)comente



Lala Kim 27/03/2020

Magnífico
Um livro de tirar o fôlego... Confesso que esperava mais no clímax da personagem, mas sem dúvida o final foi incrível, apesar de meio óbvio!
comentários(0)comente



4 encontrados | exibindo 1 a 4