O mistério do coelho pensante e outros contos

O mistério do coelho pensante e outros contos Clarice Lispector




Resenhas - O mistério do coelho pensante e outros contos


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Melissa 02/01/2021

Clarice não subestima crianças
Mesmo com uma linguagem mais infantil para crianças Clarice não deixa de tratar de assuntos mais densos, como a solidão. Em um momento ela até aconselha as crianças para quando elas se sentirem sozinhas conversarem com uma pessoa grande de sua confiança.
Para quem foi criado com Disney, onde tudo é lindo e perfeito com um final feliz o livro pode parecer inadequado para crianças (como se gente pequena nunca tivessem que lidar por exemplo com a morte de um animalzinho querido).
Acho difícil dar nota para o livro, pois sei que não sou o público para quem Clarice escreveu e genuinamente acredito que iria adorar se fosse criança.
comentários(0)comente



Karine 27/07/2020

Clarice sendo Clarice
Como fã da autora reconheço sua essência em cada conto, porém sua sinceridade em excesso para as crianças penso que pode não trazer o mesmo efeito que traz para os adultos. Para as crianças pode soar muito triste, trágico ou algo do gênero. Parece inadequado para crianças pequenas e talvez desinteressante para as maiores.
Melissa 02/01/2021minha estante
Me parece que estamos tão acostumados com Disney, onde tudo é lindo e perfeito com final feliz que acabamos achando que crianças menores não podem se deparar com assuntos mais densos, o que na minha minha opinião é subestimar as crianças




Steph Mostav 25/06/2020

Lispector para crianças
Chegamos à sexta leitura do #MLI2020, no caso mais uma releitura dos livros infantis de Clarice Lispector. Por um lado, são contos melhores que os contidos em "Doze lendas brasileiras", até porque duram o bastante para nos importarmos com o que acontece. Porém, não são tão bons quanto eu lembrava - Lispector realmente é muito mais talentosa como tradutora e escritora para um público jovem e adulto. São histórias bem escritas, até porque a simplicidade não a impede de exercitar seu estilo peculiar de junção entre enredo e reflexão, íntimo e compartilhado. Todas as histórias começam muito bem, principalmente A mulher que matou os peixes, mas ao longo do enredo o interesse esfria. Não nego que são todas bem divertidas e para uma criança devem ser bem mais, e acho que o maior obstáculo, ao menos para mim, foi a grande expectativa por serem contos escritos por ela, logo minha escritora preferida. Meu conto preferido foi o já citado A mulher que matou os peixes. Mais parece a justificativa de uma acusada, tentando nos provar sua inocência ou, ao menos, que não matou intencionalmente os pobres peixinhos. E, ainda assim, nas entrelinhas dos casos que ela conta, fica evidente seu histórico de negligência e de desatenção. Em seguida vem A vida íntima de Laura, menos pelo conteúdo e mais pela forma com que foi narrado, cheio de frases que são tão a cara da Lispector que nenhuma outra pessoa além dela poderia ter escrito. Foi decepcionante, mas continua sendo um bom livro.
Matheuzinho 25/06/2020minha estante
Valha-me, a sexta? Eu terminei a segunda ainda agorinha


Steph Mostav 25/06/2020minha estante
Tô mantendo o ritmo de um livro por dia, ao menos enquanto consigo




Mari 13/06/2020

Este é um livro infantil, que inicialmente foi escrito apenas para ser lido pelos filhos da autora, sem pretensões de ganhar o mundo. Mesmo aqui temos os traços característicos da escrita da Clarice, uma escrita bem hermética e cheia de metáforas. Mesmo sendo para crianças, carrega a tristeza que lhe peculiar. Não vai ser um favorito, porém não deixa de ser interessante.
comentários(0)comente



Rinaldo 26/03/2020

Clarice e seu mundo mágico.
Não importa o bicho, animal, pet o que importa é que eles são personagens que fazem a gente pensar... E imaginar...
comentários(0)comente



hanny.saraiva 23/01/2017

Juro que queria gostar de Clarice para crianças, mas...
ela me soa muito didática. Prefiro seus contos cheios de simbolismo.
comentários(0)comente



HENRIQUE BREGONCI 06/08/2011

-
Eu acho que o irmão de Paulinho ajudava
o coelho a fugir.
Não? rsrs
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8