Olga

Olga Fernando Morais




Resenhas - Olga


96 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


J R Corrêa 03/02/2018

Olga
Este livro relata a história de Olga Benario Prestes, judia e comunista, que foi companheira de Luís Carlos Prestes. Olga foi entregue a Hitler pelo governo Vargas, quando estava grávida de sete meses e acabou assassinada nos campos nazistas.
A obra fala sobre a vida de Olga Benário, jovem militante comunista alemã, de origem judaica, que após participar de uma ação paramilitar audaciosa, na qual libertou seu companheiro de militância e namorado Otto Braun da prisão de Moabit, Alemanha, resultando na fuga de ambos para a União Soviética, envolveu-se com o militar e político comunista brasileiro Luís Carlos Prestes. Ela foi enviada pelo Comintern ao Brasil ao lado de Prestes, para promover a revolução comunista neste país, unindo-se ao recém constituído movimento Aliança Nacional Libertadora (ANL). Na viagem de ida ao Brasil, com falsas identidades, a fachada de casal obrigava Olga e Prestes a intimidades imprevistas e eles acabam se envolvendo emocionalmente. Na chegada, Olga deslumbra-se com o Brasil e prossegue ao lado de Prestes na luta pelos ideais comunistas e contra o governo brasileiro do presidente Getúlio Vargas. Após uma tentativa fracassada de golpe político e mititar, posteriormente denominado Intentona Comunista, ambos acabam presos. Olga então descobre-se grávida de Prestes na prisão, enquanto Prestes perde a patente de capitão e inicia um período de prisão política que durará nove anos. Olga é deportada grávida pelo governo brasileiro do presidente Getúlio Vargas para a Alemanha, que se encontava então sob regime do nazismo. A criança fruto da união de Olga e Prestes, Anita Leocádia Prestes, nasceu em uma prisão na Alemanha, tendo sido posteriormente resgatada pela mãe de Prestes, Leocádia, após uma intensa campanha internacional. Olga morreu em uma câmara de gás do campo de concentração nazista de Bernburg, em fevereiro de 1942, sem saber que Anita estava desde então sã e salva com sua avó Leocádia. Estimou-se em 2005 que na reedição da Companhia das Letras o livro de Morais tinha vendido mais de 170 mil exemplares, sendo considerado um sucesso editorial.[1]
A obra também foi adaptada para o cinema em 2004 pelo cineasta Jayme Monjardim - Olga (filme).
comentários(0)comente



Gladston Mamede 11/01/2018

Mais do que a história de uma mulher, a história brasileira num de seus períodos fundamentais. Lembro-me que li emprestado e, por gostar tanto, comprei logo depois de acabar. Resultado: tenho-o, mas sem minhas queridas anotações, datas e grifos. C'est la vie.
comentários(0)comente



Larissa 26/12/2017

Que mulher! Que vida!
Livro que nos coloca em meio às perversidades e crueldades dos ideias nazifascistas, remontado pelas militâncias e lutas da judia Olga Benario. Nos mostra sua notória atuação no movimento comunista mundial, e sua influência e percepções acerca das atividades desenvolvidas no Brasil por seu marido, Luís Carlos Prestes. É comovente e angustiante, mas também esperançoso. Definitivamente o tipo de livro que daria a minha filha, se um dia tiver, para em idade apropriada ler. Exemplo de força, inteligênca, amor, e luta, por ideais e por um mundo que acredita melhor.
comentários(0)comente



Prof. Angélica Zanin 07/09/2017

Caríssima Olga, A intolerância continua...
Romance histórico sobre a vida de Olga Benário, militante comunista, uma das responsáveis pelo levante de 1935, no Brasil, companheira de Luis Carlos Prestes e mãe de sua filha Anita Leocádia.
Jovem alemã, comunista e de origem judia, muito inteligente e culta opta por dedicar sua vida a uma causa: implantar, no mundo em que vive, a doutrina de Karl Marx. Conheceu seu futuro amor, em Moscou, e ali foi destinada a uma grande missão, na América do Sul, período em que a ligação entre Olga e Prestes deixou de ser estritamente política.
Deflagrada a insurgência, no Brasil, e tendo sido um fracasso, ambos são presos: Olga é deportada para a Alemanha Nazista e tem o mesmo fim de milhões de judeus, é morta na câmara de gás.
Por mais terrível que possa parecer, é real! Exemplo de mulher muito mais por sua luta, por sua determinação, por seu caráter, por sua lealdade àquilo em que acreditava do que por sua ideologia.
É, caríssima, talvez o mundo não queira ser mudado, no entanto, você: "Lutou pelo justo, pelo bom e pelo melhor do mundo...preparou-se para morte, mas não se rendeu, apenas soube fazer-lhe frente quando ela chegou...até o último momento, manteve-se firme e com vontade de viver".
Após a leitura, reflito; Como incentivar minhas alunas, meninas, há pouco saídas da infância, a estudar, informar-se e lutar pelo que acreditam justo, ético e humano? Como as envolvo na convicção de que é preciso olhar para o bem comum e nunca apenas para o próprio bem?
Simples, mulheres como Olga seguem fazendo história, influenciando outras mulheres e deixando seu legado para o mundo. Não falo de sua doutrina, mas da maneira como ela defendeu seu ideal. "Em momentos difíceis, é preciso pensar em alguma coisa bonita!" Olga Benário.
comentários(0)comente



Tatah 03/09/2017

Olga
Peguei esse livro por acaso e não me arrependi ,pois é um livro incrivel que conta a historia de Olga uma mulher que poderia ter escolhido viver com a mãe rica e ter uma boa vida mais escolheu viver a pro do comunismo, lutando pelos direitos do povo lutando contra um governo imperialista .
Uma mulher forte que apesar de todas as dificuldades não deixou seus conceitos de lado e persistir e permaneceu forte até seus ultimos dias.
Este livro tambem conta detalhadamente bem como era o governo do Brasil ,como o gertulio Vargas comandava e como era gerado tais impactos nas pessoas tanto as contras e as a favor daquela politica entre meios da 1 a 2 segunda guerra mundial.
comentários(0)comente



Andrade 10/02/2017

Fantástico!
"Olga" conta como foi viver na segunda guerra mundial, onde ela sofreu por ser judia e comunista. Ela relata os anos angustiantes que precisou viver longe daqueles que a amavam.
comentários(0)comente



Sil 13/01/2017

Livro real
Bem parecido com o filme, o livro retrata a história de Olga Benário.
comentários(0)comente



Rafaela 01/08/2016

Forte, real!
Esse livro conseguiu minha atenção dedicada à ele por um mês, o tempo de leitura. Mesmo sendo curtinho, precisei de atenção para os nomes, em que eles se ligavam, qual sua participação naquilo ou isso, e tinha Olga, como mulher, como esposa e como mãe, sua história me emocionou. E tudo que ela passou, o quanto sofreu e pelos motivos disso tudo. Quem ela foi, é um exemplo para qualquer um e deve sempre ser eternizada por sua força.
comentários(0)comente



Livro e Neblina 21/06/2016

[Livro]Olga
Olááá, pessoal!
como vocês devem saber, a cada mês temos o Desafio Literário, assim, o desse mês é resenhar um livro baseado em fatos reais.
Bem, não existem tantos livros assim. em geral eles são biografias, gêneros que não costumo ler. Mas a biografia que vou resenhar é bem bacana. quero dizer, é bem escrita, apesar da história ser triste.
A resenha é de Olga, da autoria de Fernando Moraes.



Se você lembra das aulas de História, Olga Benário foi uma judia alemã que lutou ao lado de Luís Carlos Prestes na Intentona Comunista na década de 30. Mas bem antes de conhecer Prestes, ela já era uma guerreira. exilou-se na antiga URSS após participar de uma ação paramilitar libertando seu antigo namorado. É na URSS que ela conhece Preste e recebe a missão de escoltá-lo de volta ao Brasil. Devido a falsas identidades, precisavam fingir serem casados, mas...Acabaram se gostando de verdade.
Então, voltam ao Brasil para tentar implantar o comunismo aqui, o que resultou na Intentona Comunista, e deu errado, claro. Ainda mais no auge do Estado Novo, período mais conservador de Getúlio, onde comunistas eram incansavelmente caçados. E eles foram caçados, seus parceiros de luta barbaramente torturados e por fim foram encontrados e presos.
Bem, quem lembra sabe do final dessa história. Quem não lembra, sugiro ler o livro, assistir ao filme e pesquisar rs
Apesar de ser triste, o livro retrata a vida de Olga, pelo menos da juventude a sua "volta" pra Alemanha de forma que parece que a acompanhamos. É narrado em terceira pessoa e na edição que li tinha algumas fotos. Olga foi uma mulher interessante de ser conhecer. Punha a cara a tapa e arriscava a vida para tentar mudar seu país para melhor, era independente, inteligente e acho que hoje em dia seria feminista. Será?

Bem, sua história e a história ade Carlos foram importantes para nossa história. A intentona Comunista, a Aliança Nacional Libertadora, Estado Novo, tudo influenciou o Brasil de hoje, a Alemanha naquela época influenciou a de hoje... enfim, fatos passados levam aos de hoje e o deles vale a pena conhecer.


site: http://www.livroeneblina.com/2016/04/olga.html
comentários(0)comente



Samu 16/05/2016

Lindo!
A hist´ria é linda, comovente e encantadora, Morais consegue nos levar ao encontro da vida de Olga e a época em que tudo acontece. A leitura é facil, boa, organizada, com imagens muito interessantes que te situam muito bem. No entanto em alguns pontos o autor se pega divagando e tornando a leitura monótona.
comentários(0)comente



Rafaela 06/04/2016

EMOCIONANTE
Esse livro é incrível, muito bem detalhado. Eu considero esse livro o mais triste que eu já li, primeiro, porque é uma história real, segundo, porque mostra que Olga era uma mulher comum, que amava, que queria fazer do mundo um lugar melhor.
comentários(0)comente



HL Castro 01/02/2016

Fantástico
É um livro delicioso de ler. Muito bem escrito, de forma que a cada capítulo você quer saber o que vai acontecer.

Ainda dá uma perspectiva do tipo de coisa que acontecia em tempos de ditadura. Um relato de uma mulher corajosa e inteligente. Leitura obrigatória!
comentários(0)comente



Veruska 15/01/2016

Emocionante
Um livro que te prende do começo ao fim....você até pode não concordar com os ideais que ela acreditava....mas não tem como não se emocionar com a sua historia....
Olga Benario foi realmente uma grande mulher.
Amei conhecer mais sobre ela.
comentários(0)comente



Mayara Marques 18/11/2015

Indico a leitura pra quem gosta de história!
Livro muito bem elaborado. O autor foca nos aspectos históricos de forma concisa o que não torna o livro cansativo.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



96 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7