O Colecionador

O Colecionador John Fowles




Resenhas - O Colecionador


728 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Gyovanna 23/09/2020

Vocês estão prontas, crianças?
Não é um livro pra ser lido sem repertório sociocultural. Referências musicais, literárias, teatrais e às artes plásticas permeiam e enriquecem todo o escrito.

A construção dos personagens, reflexões sobre a condição humana e o estilo filosófico empregado em certos trechos são essenciais para elevar Fowles a um patamar distinto dos romances psicológicos.

No processo de leitura, algumas referências consegui estabelecer conexões. Outras precisaria de mais tempo para ver e viver. Por isso, não me sinto confortável em atribuir juízo à produção. É uma obra já consagrada, tanto pelo tempo (1963) e por quem escreve, quanto pela aclamação recebida pela crítica.

Embriagada pelas fórmulas dos best sellers e YA, me culpo por, durante a leitura, não apreciar o ritmo em que a narrativa se estabelecia.

Nesse sentido, é como afirmado no início: é necessário maturidade literária para apreciar toda a gradação sistematizada por John Fowles. Como Stephen King deliciosamente apontou em seu prefácio: é um livro cujo leitor consciente e justo não temerá reler para apreciar todas as nuances, sempre com muito cuidado.

Espero favoritá-lo quando finalmente entender toda a sua grandeza.
Mel 23/09/2020minha estante
Esse livro é uma meta de leitura minha já faz um tempo kk


Gyovanna 23/09/2020minha estante
As primeiras 200 páginas li que nem vi! Vale a pena!


Mel 23/09/2020minha estante
Ok?




spoiler visualizar
comentários(0)comente



crlngnr 22/09/2020

RESENHA

O colecionador é um livro romance escrito por John Fowles, e conta a história de Frederick Clegg, um simples funcionário público que coleciona borboletas. Depois que ganha na loteria, ele fica obcecado com a ideia de sequestrar Miranda, seu amor platônico.
Ele acredita que só assim, Miranda pode ama-lo, e ela tenta usar toda a sua inteligência para confundir e fugir do cativeiro.

Eu fiquei encantada e agoniada com cada página desse livro. Consegui sentir pena do sequestrador em algumas situações, torcer para que ficassem juntos em outras, e também queria que ela conseguisse fugir... E claro que o final me deixou de cara.
Única coisa que não gostei particularmente, foi que tinha alguns erros nas frases (como ter ponto aonde tinha continuação), fora isso, a leitura foi perfeita.
comentários(0)comente



Letícia 22/09/2020

Esse livro é maravilhoso. O Joe do You totalmente leu esse livro e se inspirou kkk. O Caliban é um sociopata, nunca admitindo que o comportamento dele está errado e, na verdade, achando que está fazendo as coisas certas. Admito que na parte da Miranda eu me arrastei mais porque não aguentava ela falando horrores do GP, mas achei ótimo por mostrar isso como o mecanismo de escape dela naquele espaço. Também foi interessante ver como foi meio que se estabelecendo uma Síndrome de Estolcomo e a Miranda se sentindo grata pelo Caliban e a solidão intensa que a levava a desejar a companhia dele. O final eu meio que já imaginava, mas mesmo assim apreciei bastante.
comentários(0)comente



Rafael Pravitz 22/09/2020

Reconheço que esperava mais.
Uma edição linda da editora caveira, uma boa premissa mas quando o olhar da história passou a ser da vítima a história se perde um pouco passou a não funcionar mais para mim.
É um clássico tem coisas boas mas creio que a história se perde do meio para o fim.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



DD 22/09/2020

Sem sombra de duvidas um livro que me deixou com as placas tectônicas abaladissimas, me encalhou numa ressaca literária e despertou em mim diversos sentimentos como mulher, uma coisa que gostei bastante foi o livro narrar as duas perspectivas tanto do sequestrador e o da sequestrada, o plot twist do final é bizarro, um livro bacana de se ler, a escrita te envolve li em 3 dias apesar de por vezes ser um tanto cansativo
comentários(0)comente



Kauanne.Saldanha 21/09/2020

O colecionador
Ele é muito bom, a leitura flui perfeitamente, mas chega uma hora no livro que começa a ficar muito puxado.
comentários(0)comente



Nathalia.Bakes 21/09/2020

Leitura estranha
O que mais gostei desse livro foi a construção dos personagens, principalmente a evolução da Miranda. Também gostei das discussões que o livro trás sobre moral e religião.
A primeira parte do livro achei fluída, já a segunda foi bem arrastada pra ler, muitas informações sobre pinturas e pintores o que deixou um pouco chato. As duas últimas partes foram muito boas e dao bastante angústia.
A obra ao todo vale a pena de ser lida, recomendo.
comentários(0)comente



Maitê 21/09/2020

Mesmo sendo um romance de 1960, achei a leitura de fácil entendimento. Os personagens são muito bem construídos e a leitura é didática e não cansativa. O autor, no entanto, poderia ter separado a primeira parte do livro em capítulos, já que ás vezes não temos tempo de ler 150 páginas direto.
comentários(0)comente



Marina 19/09/2020

É um livro que traz todos os sentimentos possíveis e principalmente a angústia da personagem. Em um pedaço do livro a leitura foi bem parada e difícil para mim, mas acho que foi proposital do autor fazer esse capítulo dessa forma.
comentários(0)comente



Andressa Contreira 19/09/2020

Perfeição! O colecionador
Frederick Clegg é um solitário colecionador de borboletas e obcecado por Miranda. "...Clegg é louco, Miranda é a sua loucura, e o que ele deseja é adiciona-lá a sua coleção, como se fosse uma borboleta..." Uma história espetacular, narrada ora pelo sequestrador, ora pela vítima. Uma leitura super fluída.
comentários(0)comente



Lucimar.Paiva 19/09/2020

Não foi uma leitura tranquila, foi muita arrastada achei que seria melhor
comentários(0)comente



reni 18/09/2020

O louco Colecionador!!
Otimo livro, momentos de bastante agonia para mim, não sou muito de ler suspense, mas, comecei com esse, e gostei bastante do gênero!!

Adorei o personagem do G.P, muito interresante o inserção dele na historia.

Meu capitulo favorito é sem duvidas o primeiro, viajar pela mente do protagonista é sensacional!!!

Muito bom
comentários(0)comente



Mabs @surtosdeumaleitora 16/09/2020

A beleza da borboleta é a liberdade em seu voo
Terminei a leitura nesta madrugada e estou terminando de digerir o livro ainda. Não sei se escrevo nas mais perfeitas condições, ainda estou tentando recuperar o fôlego e acalmar toda a desordem que Fowles fez em mim. Minhas últimas leituras me fizeram questionar muito sobre a avaliação dos livros, mas O Colecionador é merecedor de cada uma dessas cinco estrelas.

O romance traz o ponto de vista de Frederick Clegg, colecionador, obcecado por Miranda, uma jovem artista cheia de vida (bem diferente do que as borboletas de Frederick costumam ser). Apesar de ter ignorado completamente a descrição física de Miranda (em minha cabeça, construí uma mulher tão diferente que, quando vieram os detalhes, já não encaixavam mais com a minha imaginação), a visão que Frederick traz dela é fascinante. Ao ler o ponto de vista dela, só me encantava ainda mais. Miranda se tornou uma das minhas personagens preferidas de todos os livros que já li.

A primeira parte do livro me consumiu rapidamente. Quando dei por mim, já havia chegado na segunda parte e foi só aí que me desmotivei um pouco com a leitura, eu simplesmente precisava respirar um pouco. Conforme os dias de Miranda vão passando, voltei a sentir todo aquele desespero na leitura, a urgência em chegar ao final do livro. Honestamente, não me lembro quando foi a última vez que chorei ao terminar alguma leitura. O colecionador, com toda sua monstruosidade, acabou por me mostrar a minha borboleta preferida.

"Parece impossível explicar com palavras. Mas é exatamente assim. Estou mais velha e mais jovem. Estou mais velha porque aprendi. Estou mais jovem porque muito do que há em mim consiste em coisas que pessoas mais velhas me ensinaram. Toda a lama de suas ideias rançosa em meus sapatos. Os meus novos sapatos." p. 286

site: https://www.instagram.com/surtosdeumaleitora/
comentários(0)comente



728 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |