A Guerra dos Tronos

A Guerra dos Tronos George R. R. Martin




Resenhas - A Guerra dos Tronos


1000 encontrados | exibindo 46 a 61
4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 |


Patrick Lima 24/12/2018

Novela Medieval
Embora seja uma das maiores produções de cinema e tenha conquistado milhares de fãs, o livro e a série consequentemente, não passam de uma grande novela Medieval demorada, intediante e enjoativa, que pouco trás momentos memoráveis e excitantes. Acredito que o autor viu de maior importância, descrever o excesso de detalhes nas vestes de cada personagem que entra em cena e no nome de inúmeros personagens que pouco agregam no decorrer da escrita, ao invés de criar mais batalhas memoráveis e dar mais valor aos seres fantasiosos da trama.
Juvi E. Anne 15/03/2019minha estante
Eu comecei a ler hoje, depois de ter terminado um livro que vende na Amazon, que é um tipo de wikipédia de Westeros. Lá já dá para perceber que o Martin prefere dar valor aos conflitos políticos do que explorar a fantasia do próprio universo. MAAAAAAS, segundo minha amiga, nos próximos livros isso melhora bastante. E como ela e eu temos gostos bem parecidos para leitura, eu vou dar uma chance para a série.


Ned 28/04/2019minha estante
É justamente a riqueza de detalhes que faz as crônicas de gelo e fogo uma saga única e você tá reclamando disso? Poxa meu consagrado.




David Porto 21/12/2018

Minhas impressões
As crônicas de gelo e fogo está me surpreendendo muito, nunca havia lido série de livros, e ainda mais livros tão longos, mas isso já é passado e estou cada vez mais submerso com esse tipo de leitura. Agora bora para o segundo livro.
comentários(0)comente



Bonol 20/12/2018

Simplesmente fantástico!
Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, aceita a prestigiada posição de Mão do Rei oferecida pelo velho amigo, o rei Robert Baratheon, não descon a que sua vida está prestes a ruir em sucessivas tragédias. Sabe-se que Lorde Stark aceitou a proposta porque descon a que o dono anterior do título fora envenenado pela manipuladora rainha - uma cruel mulher do clã Lannister. E sua intenção é proteger o rei. Mas ter como inimigo os Lannister pode ser fatal: a ambição dessa família pelo poder parece não ter limites e o rei corre grande perigo. Agora, sozinho na corte, Eddard percebe que não só o rei está em apuros, mas também ele e toda a sua família. Quem vencerá a guerra dos tronos?
comentários(0)comente



LisboaPB 12/12/2018

Senti que eu estava lendo um roteiro de filme. Muitos diálogos que resumem a intrigas. Muito bom e surpreendente. Mas não entra em meus favoritos por alguns detalhes em que não gosto em George R. R. Martin. Ainda sim Robin Hobb é a herdeira do trono da fantasia. (Trocadilho gente e para quem não entendeu: geralmente o gênero de fantasia se passa em uma época medieval e por isso falei de herdeira do trono e tal. Agora que sabe o trocadilho pode rir). Claro, não li Tolkien. Ainda espero por essa oportunidade.
comentários(0)comente



Caio Nóbrega 11/12/2018

Meu livro de dark fantasy favorito.
É impossível falar de Dark Fantasy sem mencionar A Guerra dos Tronos. Deverá passar todo o século XXI como o livro de fantasia mais relevante na literatura mundial.
Uma saga obrigatória.
comentários(0)comente



Teixeira 11/12/2018

Pois então
Ganhei de surpresa o box, morrendo de medo de não gostar. Sabia do monte dos personagens, que tinha morte de tudo que é jeito e enfim, coisas da série.
Mas, como sempre acabou julgando os livros pela capa.
Achei que teria de anotar os nomes, - e de fato volta e meia tinha que ler, naquele guia das casas, quem era quem -, mas aos poucos me acostumei e gostei da narrativa grotesca e que cheira a praia. Reservarei para ler a série toda nas férias, pois comecei por ele e não tem mais sentido deixar as páginas sem areia... Enfim, daqui a alguns anos terminarei a série, que se tornou uma das minhas favoritas, pois eu estava mesmo precisando ler algo mais maçante, mais grotesco e enfim... Digo-lhes mais enquanto lendo... Se um dia lembrar de escrever mais
comentários(0)comente



Fany 21/11/2018

Livro Favorito
Qual o meu livro favorito? .... São os meus livros ora bolas! kkk

Ok, falando serio? O livro que amei ler foi: "A Guerra dos Tronos- As Cronicas de Gelo é fogo" Autor: George R. R. Martin

O livro tem uma política medieval muito bem elaborada, que mas refletir sobre: Do que as pessoas são capazes de fazer para conseguir poder? Em que ponto morre a moral e nasce o egoísmo?

Eu particularmente acredito que a sociedade deveria ser mais unida, afinal a Terra é casa de todos! Mas, as pessoas se limitam a metros quadrados.

O segundo ponto que amei! Foi a elaboração das guerras. Eu gosto de batalhas... Ah tem magia no livro também!

O terceiro ponto do livro que fez Martin ganhar o meu coração foi o fato dele ser um excelente escritor, ele narra a historia de forma excepcional! Não é a toa que o livro virou serie na HBO. Leia os seus livros e assista a serie... Vale apena! Aprendi muito durante a leitura com esse mestre!

E tem o quarto elemento que o faz ser genial.... É ate um aviso... Não se apegue a nenhum personagem ele foi fiel ao cenário da guerra.

E a guerra "My Brother" não ver bons ou maus, apenas devora quem não faz o melhor jogo! -Estefania Cristina


site: https://escritoraestefaniacristina.blogspot.com/
comentários(0)comente



Kau 22/10/2018

Simplesmente maravilhoso
Resumo:
A história se passa no período medieval em Westeros, da qual fazem parte os Sete Reinos, que estão sob o comando do Rei Robert Baratheon. Quando Jon Arryn, a Mão do Rei, morre, Robert vai para o norte e convoca para o cargo seu melhor amigo, Ned Stark, Senhor de Winterfell. A Mão do Rei é a pessoa com maior poder no reino após o rei. Além de aconselhar, ele é o responsável pelas decisões na ausência real. A princípio, Ned não quer deixar a família para morar em Porto Real (capital de Westeros), mas ao receber uma carta de sua cunhada avisando que Jon não morreu de causas naturais e que deveria ter muito cuidado com os Lannister, a família da rainha. Com a chegada de Ned a Porto Real, muitas desconfianças e revelações a respeito da rainha Cersei Lannister vêm à tona, e Ned está disposto a descobrir e revelar tudo Robert.
Ao mesmo tempo em que esse conflito principal ocorre, no extremo Norte do país existe uma muralha de gelo de quilômetros de comprimento, vigiada pelos patrulheiros da noite, que foi construída há muitos anos atrás para proteger o povo dos Outros (criaturas cruéis que vivem no frio intenso e matam os humanos).
Enquanto isso, no leste, vivem os irmãos sobreviventes da Casa Targaryen (Viserys e Daenerys) que perderam o trono quando o rei Robert tomou o poder e buscam de alguma forma recuperar o reino que um dia pertenceu à família deles. No entanto, para que isso aconteça, eles precisam de um exército. Então, pretende casar Daenerys com Khal Drogo, o líder da Tribo Dothraki (povo nômade e bárbaro).

Minha opinião:
A história é toda narrada em 3º pessoa, com capítulos de pontos de vista, o que acaba aproximando o leitor dos personagens. Outra característica é que no decorrer do livro o autor vai dando informações e construindo uma história rica em detalhes que tem sempre grande importância para a história, mas acaba deixando a leitura lenta e empacando em diversos momentos. E é muito interessante que quando se acaba de ler o livro, você conhece cada um dos personagens, que são extremamente bem construídos. Este é somente o primeiro livro dessa série de livros, o autor pretende publicar 7 livros, mas só foram publicados 5 até hoje.

Esta série de livros é sem dúvidas uma das minhas favoritas, e um dia pretendo terminar de ler todos os livros. A história prende você de um jeito que você não consegue parar de ler.

OBS: Em 2011 foi criada a série de TV Game of Thrones, que é uma adaptação das Crônicas de Gelo e Fogo.
comentários(0)comente



Suzana 11/10/2018

Fascinante!
Perfeito, não sei mais o que posso dizer.
comentários(0)comente



Amendoa 03/10/2018

Um enredo riquissímo
Tudo está centrado, de início, em Westeros, na morte de Jon Arryn, mão do rei, que é assassinado. O livro é narrado em terceira pessoa, mas em capítulos de ponto de vista, com foco principal nos Stark, a casa dos nortenhos (o sistema do livro é o feudalismo, com vários senhores e suas casas) Como o rei e Ned Stark (senhor de Winterfell) são muito amigos, após a morte de Jon, Robert (o rei) viaja até o norte para oferecer o cargo de mão do rei a Ned. A morte de Jon Arryn carrega um peso muito maior do que aparenta de início, e por trás dela há muitas intenções políticas. O desenrolar da história parte desse ponto: a mão do rei morta, Ned Stark assume o seu lugar e tenta descobrir quem está por trás dessa morte.

Mas A Guerra dos Tronos é muito mais do que isso. Tem um enredo muito rico a cerca de diversas vertentes diferentes. George RR Martin explora um universo cheio de mistérios, fantasia, intrigas e elos. É muito interessante que quando se acaba de ler o livro, você conhece cada um dos personagens, que são extremamente bem construídos.

Porém tudo no livro acontece de forma lenta, com muitos detalhes descritivos que acabam empacando a leitura em diversos momentos, por isso dei 4 estrelas. Demorei muito para ler, devido a esses detalhes meio que exagerados sobre tudo. Mas acho que são esses detalhes que fazem com que a história seja tão grandiosa como ela é!

Com certeza tem o enredo e personagens mais bem construídos que já vi! Vale muito a pela a leitura, está entre os meus favoritos da vida!
comentários(0)comente



Leitura da crys 02/10/2018

Otimo
Ótimo livro
comentários(0)comente



Maria 30/09/2018

Surpreendente!
“A Guerra dos Tronos” é um livro que faz parte da série “As crônicas de gelo e fogo” que foi lançado em 1996 e escrito por George RR Martin, tomando popularidade por conta da adaptação feita para a TV, a famosa Game of Thrones.

Apesar de já ter assistido a série, resolvi tomar coragem e encarar o calhamaço que é o livro e mesmo demorando vários meses para ler (obrigada faculdade, você suga minha vida) não me arrependo nem por um segundo.

O livro começa com um prólogo que já nos apresenta ao mistério que reside do outro lado da muralha. O que mais me chamou atenção nesse prefácio foram as informações escondidas nas entrelinhas. Não tenho certeza se eu teria prestado atenção nessas informações se não tivesse assistido a série antes e já pesquisado bastante sobre o universo que rodeia a história, mas foi uma experiência interessante perceber essas coisinhas escondidas nos diálogos e nos acontecimentos desse prólogo.

O livro então começa com capítulos divididos em pontos de vista dos personagens, o que é bastante interessante já que isso pode deturpar bastante como recebemos cada informação, já que cada um pode ter um ponto de vista sobre a mesma história. É muito interessante como no decorrer do livro o autor vai costurando informações e construindo uma história rica em detalhes que tem sempre grande importância para o desenrolar da história. A leitura se torna muito mais rica considerando esses fatores, fazia realmente muito tempo que eu não lia um livro que fazia isso com tanta maestria (na verdade, nem sei se já tinha alguma vez lido um livro que constrói uma história tão bem quanto o Martin o faz).

Cheio de intrigas políticas, a guerra dos tronos acontece entre segredos, revelações e mortes que nos envolve numa história fascinante e que, ao final deixa um gostinho de quero mais e é certo que cada vez mais a intriga do jogo dos tronos envolve o leitor de maneira como, eu pelo menos, nunca tinha sido envolvida.

Considerando que eu nunca fui a maior fã de livros de fantasia me vi surpresa por ter gostado tanto do livro e é importante ressaltar que eu já tinha assistido a série e mesmo assim me vi pega de surpresa por alguns acontecimentos.

Com um final surpreendente que nos deixa sedento pelo próximo volume da série, “A Guerra dos Tronos” é um livro incrivelmente fascinante e envolvente como eu nunca imaginei que seria.

site: http://theghostofmaria.wordpress.com
comentários(0)comente



Lê | @lelendolido 24/09/2018

A Guerra dos Tronos
Eu acompanho a série Game of Thrones e adoro muito! Assim como eu, qualquer fã que se preze deveria ler o livro desta saga. Então, um dos meus objetivos para 2015 era o de ler o primeiro livro das crônicas de gelo e fogo. Depois de 10 meses de leitura, a missão foi cumprida. Mas a tarefa não me parece fácil. Na minha opinião, a guerra dos tronos é um dos livros mais difíceis de resenhar, pela sua complexidade.

George R. R. Martim se inspirou na Guerra das Rosas, que foi uma série de lutas dinásticas pelo trono da Inglaterra, ocorridas ao longo de trinta anos, para escrever a trama.

A história se passa no período medieval em Westeros, da qual fazem parte os Sete Reinos, protegidos por famílias, e que estão sob o comando do Rei Robert Baratheon. Quando a Mão do Rei morre, Robert convoca para o cargo seu melhor amigo, Ned Stark, Senhor de Winterfell.
A Mão do Rei é a pessoa com maior poder no reino após o rei. Além de aconselhar, ele é o responsável pelas decisões na ausência real. Com a chegada de Ned a Porto Real, muitas desconfianças e revelações a respeito da rainha Cercei Lennister vêm à tona, e Ned está disposto a descobrir e revelar tudo ao amigo Robert. É aí que a treta começa!
Nesse primeiro livro teremos o enfoque principal na briga entre os Starks e os Lannisters.
Fazem parte da Casa Stark: Eddard (Ned) protetor do norte; sua mulher Catelyn; seus filhos Robb, Sansa, Arya, Brandon, Rickon e seu filho bastardo Jon Snow.
Fazem parte da casa Lannister: Tywin, Protetor do Oeste, sua filha Cersei, a Rainha, Jaime irmão gêmeo da rainha e membro da Guarda Real do Rei e Tyrion Lannister, um anão, sem papas na língua. Todos os personagens de suma importância.
Paralelo a toda essa “guerra”, teremos do outro lado do oceano, em Bravos, os irmãos Daenerys Targaryen e Viserys Targaryen da Casa Targaryen, os verdadeiros herdeiros do Trono de Ferro. Viserys está disposto a tudo para conquistar o trono que um dia foi de sua família. No entanto, para que isso aconteça, ele precisa de um exército. Com isso, pretende casar a irmã com Khal Drogo, o líder da Tribo Dothraki. Esse casamento também dará muito pano para a manga.
Apesar de o livro ser um calhamaço com quase 600 páginas, a leitura é fácil e muito agradável. Eu demorei todo esse tempo porque li um capítulo por semana. Os capítulos são narrados em terceira pessoa, mas cada um será destinado a um personagem diferente, fazendo assim com que tenhamos uma visão bem ampla de tudo que está acontecendo, tanto ao redor do personagem tópico quanto no interior do personagem. Esse modelo de narrativa me agrada muito, pois consegui saber tudo que está acontecendo nos sete reinos, ligando um acontecimento a outro.
O livro possui dois mapas detalhados, o sul e o norte de Westeros, que ajudam o leitor a imaginar melhor todo esse mundo criado pelo Martin. Há também um apêndice no final do livro com a descrição de cada casa e seus integrantes, seu lema, seu animal representante e os seus vassalos.
A série televisiva foi muito fiel à história. Claro que sempre tem umas coisinhas a mais, mas nada que fizesse falta para quem não quer ler o livro. Foi maravilhoso acompanhar, novamente, agora pela literatura, esta guerra pelo trono.

site: https://www.lelendolido.com.br/2015/11/resenha-12-as-cronicas-de-gelo-e-fogo.html#
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Débora 14/09/2018

A Guerra Dos Tronos
Eu senti tanta coisa lendo esse livro. Teve momentos em que pensei em abandoná-lo, eu outros eu o fiz, teve momentos em que eu não consegui largar, etc.

Foi um misto se emoções, uma história incrível, cheia de detalhes impressionantes.

Pretendo continuar lendo os outros livros, em breve.
Aafantis 17/09/2018minha estante
Leia sim, você vai amar! O melhor livro, na minha opinião, é o terceiro da série: Tormenta de Espadas.




1000 encontrados | exibindo 46 a 61
4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 |