O Pintor da Vida moderna

O Pintor da Vida moderna Charles Baudelaire




Resenhas - O Pintor da Vida Moderna


1 encontrados | exibindo 1 a 1


Francine 20/06/2012

Baudelaire e Poe
Estudar e apreciar as artes, conhecer o passado e entendê-lo, são processos importantes para, entre tantas convicções (certas ou não) que alimentam a alma, poder olhar com mais verdade sobre a vida, como se o estudo do passado fosse a possibilidade adquirida de ver em cores. É isso e muito mais que propõe o ensaio O Pintor da Vida Moderna, escrito por Charles Baudelaire, poeta e teórico francês que viveu entre 1821 e 1867 na França. Seu livro mais conhecido é “As flores do mal” e seus textos teóricos influenciaram as artes plásticas e também, por ser impossível dissolver, a sociedade moderna.

O Pintor da Vida Moderna lançado em 2010 pela editora Autêntica e com tradução e Tomaz Tadeu, contém 3 textos: o ensaio de Baudelaire, que analisa as obras do pintor Constantin Guys; o conto de Edgard Allan Poe “O homem da multidão”, não por acaso, mas porque o próprio Baudelaire aproxima o conto de Poe à obra de Guys; e uma crítica do francês Jérôme Dufilho, especialista em Guys.

O livro, além do excelente conteúdo, é muito bonito, capa dura e papel couché fosco de 150 g, um excelente presente.

http://livroecafe.com/2012/06/19/pintor-da-vida-moderna-sorteio/
comentários(0)comente



1 encontrados | exibindo 1 a 1


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR