Nietzsche Para Estressados

Nietzsche Para Estressados Allan Percy




Resenhas - Nietzsche para Estressados


88 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Nicole 01/11/2017

Muito clichê para pouco Nietzche
Fraco
comentários(0)comente



Claudia.Jorge 07/10/2017

Resenha - Nietzsche para estressados
Olá pessoa tudo bem com vocês? Estou iniciando o blog e espero que vocês gostem dos livros que vou apresentando aqui. Escolhi começar falando um pouco sobre um dos livros que li recentemente que eu adorei! 

Diferentemente dos livros comuns em Nietzsche para estressados  não encontramos capítulos ou personagens. Aqui encontramos em cada página um diálogo do escritor com o leitor levando-o a uma reflexão sobre suas ações perante o mundo e o outro. 

A cada página uma máxima do grande filósofo para ler sempre seguida de uma reflexão, conselho, explicação ou orientação que vem para  auxiliar nos momentos de decisão, ajudar a recuperar o ânimo, estimular a continuar no caminho escolhido, a refletir sobre a forma que estamos agindo diante das situações que a vida nos apresenta, a encontrar o caminho a ser percorrido.

Nietzsche para estressados não é um livro somente para aqueles que se encontram em estado de estres e buscam uma maneira de livrar-se dele, mas também para todos aqueles que buscam refletir sobre o cotidiano, desejam entender um pouco mais sobre o ser humano em sua forma de agir e pensar ou simplesmente buscam um bom livro para ler. 

O autor após nos apresentar um breve Prólogo sobre o livro, o autor nos apresenta um alforismos do grande filósofo seguidos de sua aplicação. Elencamos alguns dos algorismos 

"Quem tem uma razão de viver é capaz de suportar qualquer coisa". - "Quando perdemos de vista nossos objetivos fundamentais, somos dominados pelo estresse e pela desorientação [...]".

"Quantos homens sabem observar? E, desses poucos que sabem, quantos observam a si próprios? 'Cada pessoa é o ser mais distante de si mesmo'".  -  "A viagem até nós mesmos é sempre longa e tortuosa, pois implica dar muitas voltas para encontrar algo que estava tão perto que éramos incapazes de ver. [...]"

 "Uma alma delicada se sente mal quando sabe que receberá agradecimentos. Uma alma grosseira se sente mal quando sabe que precisa agradecer a alguém". - "Quando praticamos a gratidão, reconhecemos os benefícios recebidos e procuramos devolver à vida algo que ela nos deu. [...]"

"Seus maiores bens são seus sonhos". - "[...] Todo grande feito foi concebido antes na imaginação [...]".

"Podre do pensador que não é o jardineiro, mas apenas o canteiro de suas plantas". - "[...]Quando não há preconceitos, a luz da vida faz florescer o melhor de nós em nosso jardim interior" 

"Na maior parte das vezes que não aceitamos uma opinião, isso acontece por causa do tom em que ela foi manifestada". "[...] Invadir  o território alheio para dizer a alguém o que fazer pode causar atritos [...]"

"Não há razão para buscar o sofrimento, mas se ele surgir em sua vida, não tenha medo: encare-o de frente e com a cabeça erguida".   - "[...] Aquele que tem medo de enfrentar a dor a receberá sempre como uma maldição. [...]"


Esses são alguns dos muitos conselhos e reflexões que Nietzsche e o autor Allan Percy apresentam  na prazerosa leitura desse livro que demonstra uma solução para uma série de problemas tanto na vida pessoal quanto na vida profissional.

Espero que tenham gostado da indicação de hoje.
Um grande abraço a todos.
comentários(0)comente



Jeef 05/09/2017

Bom.
O livro é bom, uma coletânea de pensamentos do grande filósofo Nietzsche, que podem ser aplicadas no dia a dia das nossas vidas. Mas apesar do título do livro, nao esperava ser auto ajuda.
Jeef 05/09/2017minha estante
undefined




Cheli 18/08/2017

Reflexivo!
Muito, muito bom... a cada página virada uma reflexão...
comentários(0)comente



Valério 18/08/2017

Poderia ser bem melhor
As frases de Nietzsche utilizadas como base para o livro são excelentes. E por si só tornariam o livro muito interessante. Mas o autor divaga e transforma demais o significado. Por vezes tirando o significado profundo da citação.
Ainda é um livro interessante. Mas poderia ser melhor.
comentários(0)comente



Matheus V. 18/07/2017

Desestressado
Bom, o livro em questão é muito mais do que aparenta ser, sabe quando em nossas vidas, as fases aparecem e sabemos que é ótimo, porém não temos um pontapé para o sucesso e paz interior?
pois bem, neste livro você encontrará diversos meios de se deleitar com seu eu interior e o mundo que vos cercam.
Um sucesso em vendas e um sucesso em palavras.
comentários(0)comente



Natanne 18/02/2017

A proeza de reunir Nietzsche e auto-ajuda
Antes de ler Nietzsche Para Estressados, já havia visto alguns de seus trechos pela internet, em fotos no Instagram. Gostei da estética do livro, ademais, a ideia de misturar auto-ajuda e filosofia me parecia interessante. Eu gosto de ler filosofia, já havia lido Nietzsche em outra oportunidade, porém comecei a ler a obra de Percy despretensiosamente.

A leitura é bastante leve, são vários textos curtos que podem ser lidos com bastante calma, sem pressa. É objetivo nas propostas, que buscam "desestressar" o leitor, não faz muitos rodeios, até porque o livro busca refletir as máximas do autor alemão.

Tenho que ser sincera e dizer que não gostei do livro, bastante pretensioso, redundante e as análises bem rasas. Os 99 textos são enfadonhos, na metade eu já estava entediada porque os aforismos já dizem o bastante, não é à toa que Nietzsche utilizou a técnica. Além do mais, a filosofia de Nietzsche passou longe do livro, que distorce bastante as ideias dele. Obviamente a intenção do autor não foi transmitir a filosofia niilista, que de fato não ajudaria ninguém com elevados níveis de cortisol. Mas usar os aforismos para dar sutis lições de vida. Curioso observar que ao final do livro há uma "Bibliografia recomendada" e não há um livro sequer da grande estrela da obra citado.

Pessoalmente, não gosto de auto-ajuda, mas já li, com certeza, livros do gênero muito melhores. No mais, admiro a proeza do autor de trazer essa filosofia tão ligada à descrença, para um campo tão espirituoso quanto a auto-ajuda.
Ronaldo.Refundini 05/08/2017minha estante
Olá, gostaria de divulgar meu segundo livro " Auschwitz como parâmetro de Amor", trata-se de uma análise ontológica que expõe as mazelas humanas que impedem as pessoas de viverem na sua plenitude. Numa reflexão profunda a respeito do sentido do ser além das aparências, o livro indaga a possibilidade do amor incondicional, trazendo também a ideia de que todas as pessoas são semelhantes sob a perspectiva de uma análise ontológica, a assimetria do verdadeiro e falso, a eternidade pela razão, perdão, etc. É uma obra fascinante! Será lançado na Bienal do RJ, mas já disponibilizo a pronta entrega, encomendas pelo whatsapp 44 99721 0404




Gabriel 15/02/2017

Para desestressar
Iniciei essa leitura com uma certa resistência pois não sou muito fã de leituras de auto-ajuda! No entanto, acabei gostando por se tratar de uma leitura leve e com conteúdo filosófico e aplicável ao dia a dia.
comentários(0)comente



Camila TQR 07/02/2017

A vida tem muitas pedras no caminho, mas cabe você não deixá-las atrapalhar seu desempenho nela.
Ganhei este livro de minha em 2013, pois tenho a fama de ser estressada.
Infelizmente, não posso discordar (hehehehe).
E hoje, após passar um outro grande estresse decidi ler de fato, pois começava e parava, e fiquei me perguntando: Por que não li antes? Talvez não estivesse preparada ou achasse que não fosse estressada o suficiente para ler.
Mas enfim, isso não vem o caso.
Eu li e AMEI. Vou levar para a minha vida.
O livro traz 99 doses de filosofia para despertar a mente e combater as preocupações, e de fato é isto mesmo que acontece.
Li em apenas algumas horas e digo que vou usar várias dicas em minha vida.
Este livro é mais uma questão de reflexão sobre como estás lidando consigo e com que acontece ao seu redor e te dar dicas e explicações simples que não te deixam com dúvidas.
Não sei se classificaria como auto-ajuda, mas acho que sim, pois me ajudou a abrir a minha mente e meus horizontes.
A vida tem muitas pedras no caminho, mas cabe você não deixá-las atrapalhar seu desempenho nela.
Eu recomendo.
comentários(0)comente



Juliana.Cantuária 11/01/2017

Excelente
Não é um livro para se ler corrido, fazer uma resenha e deixar na estante para todo o sempre. É uma coletânea de pensamentos, que podem ser consultados a qualquer momento da vida, uma página aleatória pra um momento de ansiedade, dúvida...Quem sabe a mensagem que sai não é exatamente aquela que você está precisando ler? Ainda assim não pude resistir a ler tudo de uma vez, pois sou desse tipo de leitor.
Todas as mensagens são realmente válidas para pessoaas que vivem em mundo frenético, ou seja, é indicado a QUALQUER pessoa, sem contra-indicação. Super recomendo!!
Ronaldo.Refundini 05/08/2017minha estante
Olá, gostaria de divulgar meu segundo livro " Auschwitz como parâmetro de Amor", trata-se de uma análise ontológica que expõe as mazelas humanas que impedem as pessoas de viverem na sua plenitude. Numa reflexão profunda a respeito do sentido do ser além das aparências, o livro indaga a possibilidade do amor incondicional, trazendo também a ideia de que todas as pessoas são semelhantes sob a perspectiva de uma análise ontológica, a assimetria do verdadeiro e falso, a eternidade pela razão, perdão, etc. É uma obra fascinante! Será lançado na Bienal do RJ, mas já disponibilizo a pronta entrega, encomendas pelo whatsapp 44 99721 0404




Elizandra 02/11/2016

Nietzsche usado como autoajuda?
O livro não se trata de uma biografia de Nietzsche, mas sim de seus pensamentos e aforismos. O escritor preserva totalmente o pensamento filosófico de Nietzsche, muitas vezes fazendo uso de metáforas para explicar uma fábula indiana ou chinesa, mostrando que o filósofo e o autor acreditam e fazem menções sobre os poderes medicinais e filosóficos dos pensadores orientais. as citações de Nietzsche são consideradas ‘‘universais’‘ para os assuntos polêmicos que enfrentamos atualmente.
É um livro bacana e de leitura leve, mas..., para quem não conhece o filósofo, alemão não é por meio deste livro que irá faze-lo. Nietzsche era muito diferente de autoajuda.
comentários(0)comente



Luiz 24/10/2016

Esquecível
Não gostei muito, talvez pela falta de uma narrativa, as frases muitas vezes são auto explicativas, não há necessidade de uma abordagem mais ampla, e isso acaba parecendo uma encheção de linguiça. O título tbm não deixa claro a proposta do livro.
Ronaldo.Refundini 05/08/2017minha estante
Olá, gostaria de divulgar meu segundo livro " Auschwitz como parâmetro de Amor", trata-se de uma análise ontológica que expõe as mazelas humanas que impedem as pessoas de viverem na sua plenitude. Numa reflexão profunda a respeito do sentido do ser além das aparências, o livro indaga a possibilidade do amor incondicional, trazendo também a ideia de que todas as pessoas são semelhantes sob a perspectiva de uma análise ontológica, a assimetria do verdadeiro e falso, a eternidade pela razão, perdão, etc. É uma obra fascinante! Será lançado na Bienal do RJ, mas já disponibilizo a pronta entrega, encomendas pelo whatsapp 44 99721 0404




Thais.Cardoso 26/09/2016

Esperava mais ...
Quando comprei livro esperava que fosse mais um pouco de 'auto ajuda' e o que eu encontrei foi varios relatos de temas mais parecendo comentarios do que ajudas. O lado positivo foi que encontrei muitas dicas de outros livros que talvez me ajude mais.
Ronaldo.Refundini 05/08/2017minha estante
Olá, gostaria de divulgar meu segundo livro " Auschwitz como parâmetro de Amor", trata-se de uma análise ontológica que expõe as mazelas humanas que impedem as pessoas de viverem na sua plenitude. Numa reflexão profunda a respeito do sentido do ser além das aparências, o livro indaga a possibilidade do amor incondicional, trazendo também a ideia de que todas as pessoas são semelhantes sob a perspectiva de uma análise ontológica, a assimetria do verdadeiro e falso, a eternidade pela razão, perdão, etc. É uma obra fascinante! Será lançado na Bienal do RJ, mas já disponibilizo a pronta entrega, encomendas pelo whatsapp 44 99721 0404




Matheus 30/08/2016

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
comentários(0)comente



Ricardo Brandes 16/06/2016

Sabe Nietzsche, o filósofo?
Olá amigos! Sabe Nietzsche, o filósofo? A resenha de hoje traz um livro bem diferente dos romances e aventuras a que estamos habituados, mas nem por isso menos interessante! Nietzche para estressados (Editora Sextante) é um campeão de vendas no Brasil, com mais de 450 mil livros vendidos. Que tal entender o motivo de tanto sucesso?

Eis um livro de auto ajuda, sobre filosofia, com máximas e citações explicadas de forma agradável e de fácil digestão. E são “99 doses de filosofia para despertar a mente e combater as preocupações”, como cita a própria capa. Interessante, não?

E o que achei do livro, como leitor? Bom, confesso que nunca fui fã de filosofia, nem acompanhei os trabalhos dos filósofos mais renomados, mas sabem que adorei esse livro? Quantas boas lições pude tirar para minha vida pessoal, das páginas dessa interessante obra!

Achei o livro de fácil leitura, bem diagramado e com temas muito interessantes. Também encontrei inúmeras citações a outros livros e pensadores, tudo muito bem trabalhado pelo autor Allan Percy.

Por fim, o livro acaba sendo um manual para compreender nossa própria vida, entendendo o que passamos e o que podemos melhorar no dia a dia, sem tanto estresse, na vida pessoal e profissional.

No prólogo, acabei descobrindo um pouco mais sobre a vida desse grande Filósofo, que dá tema ao livro. E que vida... Se você ainda não leu sobre a vida de Nietzsche, recomendo.

E no anexo, ao final do livro, encontrei também explicações sobre o valor terapêutico da filosofia e suas aplicações no nosso cotidiano. Como cita o próprio filósofo, “O que não nos mata, nos fortalece”.

Recomendo esta obra, para estressados e não estressados. Vale a leituira!

Por Ricardo Brandes
comentários(0)comente



88 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6