Lago dos Sonhos

Lago dos Sonhos Kim Edwards




Resenhas - Lago dos Sonhos


36 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


I Love It Group 13/05/2016

Resenhado por Karollyny Lima
"Às vezes o passado esconde segredos capazes de transformar nossas vidas."

O livro é narrado em 1ª pessoa, sob o ponto de vista de Lucy Jarret, uma jovem aventureira que viajou mundo afora para estudar e conhecer novas culturas sendo, também, bem sucedida em sua carreira. Ela vivia com o namorado Yoshi no Japão, mas estava enfrentando dificuldades para conseguir um novo emprego, mesmo com um currículo tão invejável.

Logo, ela recebeu a notícia de que a sua mãe tinha sofrido um acidente de carro, aparentemente sem muita gravidade, mas decidiu que era hora de visitar seu antigo lar nos Estados Unidos, mais precisamente em Lago dos Sonhos. Seria difícil para ela ter que voltar à sua cidade natal e reviver todos as emoções de quando perdera o pai 10 anos antes, num acidente, enquanto pescava no lago. No dia do acidente, o pai de Lucy a havia convidado a se juntar a ele em sua pescaria, mas ela se recusara e, desde então, se sentiu atormentada pela dor e pela culpa.

Quando ela chegou em Lago dos Sonhos, percebeu que tudo à sua volta havia mudado e que sua família conseguira retomar a sua vida após o acontecimento. A mãe dela se recuperou rápido do acidente e havia conhecido um homem muito especial, Andy, que lhe proporcionaria uma nova chance de recomeçar e ser feliz. Já o irmão de Lucy, Blake, pensava em aceitar a proposta do tio para trabalhar na Mestre dos Sonhos, a fábrica de fechaduras criada por seu bisavô e que existia há gerações.

Lucy não se dava muito bem nem com o tio Art nem o primo Joey, além de saber que a relação entre Art e seu pai estava estremecida por conta da disputa pelas terras da família. Art vivia tentando convencer a mãe de Lucy a lhe vender a propriedade, que se constituía em grande valor ambiental, mas ela evitava a todo custo precipitar sua decisão a respeito. Num dos cômodos da grande casa, Lucy encontrou um bilhete endereçado a seu bisavô e uma pilha de papéis envelhecidos. Logo descobriu pistas da existência de uma parente que nunca tinha ouvido falar. Nem mesmo a mãe dela sabia alguma coisa sobre Rose Jarret, o que fez despertar ainda mais a curiosidade de Lucy em investigar a fundo a história dos seus antepassados.

Nesse ponto da história, achei bem parecido com o ocorrido no livro “Julieta de Anne Fortier”. A personagem movida pela curiosidade sobre a vida de uma antepassada, começou a procurar indícios sobre o passado da família e acabou por descobrir que esta antepassado havia se envolvido no movimento feminista e que, por algum motivo, teve que abandonar a sua única filha. Nessa misteriosa jornada, Lucy conta com a ajuda de várias pessoas, entre elas seu ex-namorado Keegan Fall, dono de um próspero atelier de fabricação de vidro e de um vitral, criado por um artista famoso que tinha ligações com a sua tia-bisavó Rose.

Lucy, à medida que reunia mais cartas escritas por Rose à sua filha Iris e ao seu bisavô, ficou cada vez mais intrigada pela história e queria saber os motivos pelos quais seus antepassados resolveram ocultar a existência dela. Será que Iris ainda estava viva? Algum dia mãe e filha puderam finalmente se reencontrar, e qual teria sido o desfecho da vida dessas intrigantes personagens? Essas são algumas perguntas que os leitores farão ao começar a ler este livro. Não posso contar evidentemente, mas saibam que a história tem uma reviravolta que mudará para sempre a percepção que Lucy tem sobre sua família e, sobretudo, da morte do pai.

site: http://www.iloveitgroup.com/#!resenha-lago-dos-sonhos/miaoz
comentários(0)comente



Geicy Lemos 05/09/2015

A busca por Rose Jarret.
Antes de ler Lago dos Sonhos, tinha me apaixonado pelo O Guardião de Memórias, romance escrito pela mesma autora, Kim Edwards. Logo, comecei a leitura com muitas expectativas, esperando encontrar uma leitura tão empolgante quanto a anterior, mas a realidade não foi bem assim.
Lago dos Sonhos é um romance interessante porém, muito cansativo. A única coisa que me fez continuar lendo foi a curiosidade de saber quem tinha sido Rose Jarret e que fim ela tivera. A história, de uma forma geral, é bem instigante... a busca de Lucy Jarret por sua antepassada, Rose, a faz descobrir seu lugar no mundo. É depois de descobri quem foi Rose, que Lucy finalmente consegue segue em frente, depois da morte de seu pai.
comentários(0)comente



Gilles Vieira 30/04/2015

Não gostei, muito monótono.
Sinceramente, este livro é muito decepcionante. Principalmente se você, assim como eu, estiver procurando uma narração tão imersiva e envolvente como a contada em "O Guardião de Memórias".

A autora abusou na descrição dos cenários, tornando a leitura extremamente cansativa e massiva. Também achei que o foco principal da personagem, Lucy Jarrett, é exaustivo, criando uma situação muito enfadonha.

Para concluir, o final da história trás muitas perguntas que poderiam ter sido esclarecidas, principalmente relativas ao personagem Art.
comentários(0)comente



Tomo Literário 10/01/2015

Lago dos Sonhos - Kim Edwards
O livro “Lago dos Sonhos”, da escritora Kim Edwards, publicado pela Editora Arqueiro em 2011, conta em suas 336 páginas, a história de Lucy Jarrett. Após a morte de seu pai, ela parte para viver a sua vida não se enraizando num único lugar.

Lucy, apesar da distância, parece carregar alguma culpa em relação ao fato que levou seu pai à morte. A sua mãe sofre um pequeno acidente, sem gravidade e, aproveitando-se do fato de que está sem trabalho Lucy, que mora no Japão e tem um relacionamento morno, decide visitar a sua progenitora. A mãe de Lucy mora em Lago dos Sonhos, que dá nome ao livro.

A moça carrega consigo o trauma pela morte do pai. Ela pensa que se tivesse ido pescar com o pai no dia de sua morte, possivelmente ele ainda estaria vivo. De alguma forma ela acredita que poderia ter evitado a morte do pai.

A partir de um bilhete e de vitrais ela se depara com uma antepassada da família. Uma mulher a frente de seu tempo, a primeira a votar, que tinha sonhos de ser uma sacerdotisa, que tentou romper barreiras impostas às mulheres, abandonou a filha e se envolveu com um famoso artista da época. Essa mulher, no entanto, nunca teve sua história revelada nas conversas de família.

“De fato, pensei, mas era mais do que isso. Meu coração se acelerava quando eu pensava que havia uma história de família que ainda não tinha ouvido, uma forma de pensar no passado que talvez pudesse destruir a maneira como eu entendia as coisas. Era emocionante e também um pouco assustador, como um feitiço.”

Lucy, inquieta e curiosa, sai em busca do passado se deparando com uma realidade inesperada. Pessoas, correspondências, nomes, documentos, endereços, tudo se torna peça de um quebra-cabeças que Lucy busca montar. Uma ligação bastante forte há de ser revelada e ela descobre ainda porque a vida da misteriosa mulher não era um assunto nas rodas de conversa familiar. Essa descoberta também muda a vida da própria Jarrett.

site: http://www.tomoliterario.blogspot.com.br/2015/01/lago-dos-sonhos-kim-edwards.html
comentários(0)comente



Livretando 17/01/2014

Resenha: Lago dos Sonhos
Há 10 anos Lucy Jarret recusou um convite de seu pai para ir pescar, mas ela não sabia o que estava por vir, ele fora encontrado morto dentro do lago. Desde a morte de seu pai Lucy é atormentada pela culpa, achando que tudo seria diferente se ela tivesse aceitado aquele convite. Ela decide então ir embora de Lago dos Sonhos para estudar e depois lançou-se em uma vida aventureira, mudando sempre de cidade.

Agora, morando no Japão com seu atual namorado, Yoshi, ela recebeu a notícia de que sua mãe havia sofrido um acidente, nada grave, segundo seu irmão, mas após um pouco de relutância, decidiu que o melhor a fazer seria voltar àquele lugar que lhe trazia à memória a cena de seu pai sendo tirado do lago, morto.

Chegando à cidade onde crescera, todas as lembranças de sua adolescência vem a tona, uma delas é o seu relacionamento com Keegan Fall, que acabou de forma abrupta. Mas o que mais a incomodou foi ver como todas as pessoas da cidade haviam seguido suas vidas, enquanto ela sempre esteve presa ao passado, desde a morte do seu pai.

Passado alguns dias, Lucy encontra em um cômodo de sua casa alguns papéis que menciona uma parente sobre a qual ela nunca tinha ouvido falar, além de um tecido com um bordado que a intrigou e que veria posteriormente o mesmo desenho do bordado reproduzido em um vitral na casa de seu primeiro namorado - Keegan. Mas porque “abafariam” a existência dessa mulher? O que ela fizera de tão grave? Qual a sua relação com aquele vitral? Tudo isso teria alguma influência na vida de Lucy, mesmo depois de tanto tempo?

Cercada pela curiosidade e a necessidade que conhecer a verdadeira história de seus antepassados e de sua família, Lucy decide então seguir com uma pesquisa sobre essas pessoas. No decorrer da pesquisa, Lucy enfrenta descobertas que a assustam e os fantasmas do passado a faz repensar sobre sua forma de ser e de viver, sobre suas prioridades, sobre o que realmente importa para ela.

Achei a história bem construída, bem original, ao menos eu nunca havia lido nada parecido. A sutileza do relacionamento de Lucy com Yoshi é também muito agradável. A obra também aborda o amor lindo e incondicional de uma mãe para com a filha, amor que atravessa décadas, mas não posso entrar em detalhes senão escreverei spoilers. Mas mesmo sendo esta uma história bem comovente e bonita, tenho que dizer-lhes que a autora peca em alguns diálogos, que achei um pouco artificiais e até confusos, coisas que um personagem dizia e o outro entendia de uma forma completamente diferente, às vezes tomando até como um insulto, o que não era verdade. A narrativa pormenorizada da autora também não me agradou, as cenas eras descritas com minúcias de detalhes deixando, em alguns momentos, a leitura extremamente cansativa e enfadonha, mas isso vai melhorando do meio para o final. No geral, em uma escala de zero a cinco, darei três (bom) para essa obra.

site: http://livretando.blogspot.com.br/2011/06/resenha-lago-dos-sonhos.html
comentários(0)comente



João 08/11/2013

Nem parece um livro escrito pela autora de O Guardião de Memórias!
Esperava uma leitura interessante,que me prendesse como o outro
livro.
Foi um livro meio difícil de ler!
Lucy é uma personagem chata,não consegui simpatizar
com ela,suas discussões com a mãe e o irmão são
completamente sem pé nem cabeça.
A única parte que me agradou foi a história
de Rose Jarret. Não achei sentido nenhum na ligação
de Lucy com Rose além do parentesco.
Foi tudo meio sem nexo nesse livro(minha opinião,tem gente que gostou).
Ludy 15/09/2014minha estante
Foi exatamente o que eu senti,o livro não prendeu minha atenção,com exeção da historia da Rose!




Summy 29/10/2013

Excepcional
Já havia lido O guardião de memórias e achei a leitura tão agradável que resolvi ler este segundo publicado da Kim e me surpreendi.
Pelo nome do livro, parece um romance bobinho, mas não. Existe uma carga dramática em cima dessa história onde não vejo há tempos.

Toda a história voltada em descobrir o que aconteceu com uma pessoa da família até então inexistente é cheia de detalhes e a riqueza desses detalhes deixa a história linda.

Leitura altamente recomendada para quem gosta de dramas com mistérios envolvidos.

Envolvimento da primeira a última página.
comentários(0)comente



Zaneli 05/10/2013

Livro realista
Como eu já mencionei no meu perfil, eu tenho um apreço especial por Romance Histórico. Esse livro é um dos bons. A protagonista (Lucy) vê -se no meio de um mistério que circula sua família, uma mulher que viveu a mais de 100 anos atrás ( que faz parte da família de Lucy), participou de um movimento de direito de voto entre as mulheres.
Como a autora mesma cita, isso mudará o ponto de vista de Lucy sobre o mundo.
Eu considero esse livro muito bom, é bem calmo, um pouco diferente das leituras que faço. Mas ai vai do gosto de cada um.
comentários(0)comente



Flavinha 21/07/2013

A primeira obra desta autora que li foi "O guardião de memórias" e gostei muito, o que me fez ir atrás de outras histórias escritas por ela. Cheguei então ao Lago dos sonhos... Dá pra perceber que Kim Edwards tem estilo pra escrever e suas histórias seguem uma certa linha, trazendo tramas envolvendo família, passado, questões mal resolvidas. Aqui ela conseguiu me fazer torcer para que as histórias mal resolvidas do passado da personagem principal que acabaram por voltar à tona quando ela faz uma visita à sua terra natal, tivesse continuidade e um final feliz. E claro que eu não vou contar se tiveram ou não" rsrs
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Carolini 19/03/2013

Lago dos Sonhos
‘’Livro:Lago dos Sonhos
“As vezes o Passado Esconde segundos capazes de transformar
Nossas vidas. Pgs:329
Data Começo: \04\12\12 10:54Pm 2 Mêses e 12 Dias
Data Termino:02\07\12
Detalhes :Comprei na dvd oteca
Editora :Arqueiro


Lago dos sonhos
Em o Lago dos Sonhos conta a história de Lucy Jarret que vê seu pai morrer no lago da casa onde morrava “por isso Lago dos sonhos” após isso ela si casa e vai morrar no Japão co Yoshi seu namorado,mas por quem ela sempre foi apaixonada foi por Kegan seu amigo de infância,que após voltar ao Lago dos Sonhos descobre que ele si casou e tem um filho.Após seus que um billete de Rose,Lucy começa a pesquisar sobre seu passado e descobre que morava com seu bisavõ e que ele foi apaixonado por Rose...e sempre desenha seus quadros com uma rosa ..Depois disso Lucy descobre que Rose teve uma filha que si chamava Iris e que ela a abandonara.Rose morre,,mas Lucy descobre que Iris esta viva com seus 92 anos de idade e a revela toda a verdade que foi abandonada por sua mãe, Lucy vai a descobre o testamento de seu bisavô onde ele deixa tudo para Rose e Iris .Depois di tudo isso Lucy acaba descobrindo que seu Tio Avery foi quem matou seu pai no lago numa briga num barco, Lucy conta tudo a Iris , e depois disso ela si casa com Ioshy e tem uma filha
Minha opinião:Esse livro é um livro difícil de ler,tem uma historia complicada di si entender ..porem tem uma historia diferente ...




comentários(0)comente



B! 02/03/2013

Sem tempero!
A leitura é tranquila e leve, mas só a partir da página 200 é que fica interessante. Bem, mas também não dura muito e logo volta a monotonia. A proposta sugere autoconhecimento, mas foi tudo tão sem tempero e desinteressante! Não chega a ser chato, mas é que o "mistério" proposto, até então, não desperta curiosidade... O romance também não!
João 08/11/2013minha estante
Gostei da sua opinião!Bem parecido com o que senti ao ler esse livro!


Lilian.Baumguertner 23/11/2015minha estante
Eu estou lendo e nunca demorei tanto para ler um livro.




Sara 31/01/2013

Lago dos Sonhos - Kim Edwards
Bom confesso que, esse livro não me agradou de início e até pensei em abandonar, mas lá pelo quinto capítulo veio a surpresa rsrs' e ele começou a ficar super interessante.

Em Lago dos Sonhos, Lucy Jarrett (principal personagem)retorna a sua cidade natal após anos morando no Japão e fujindo do passado. De volta a cidade ela e sua mãe decidem fazer uma faxina de rotina e Lucy após remexer em uma caixa com diversos pertences antigos encontra uma pista sobre uma suposta antepassada, curiosa por mais informções ela irá descobrir não apenas detalhes íntimos e irrelevantes sobre sua antepassada (irmã de seu bisavô), como também sobre o laço que as une. Mas importante ainda, Lucy descobrirá que a morte de seu pai não foi um simples acidente, e que os habitantes da pacata cidade de Lago dos Sonhos (mais precisamente seus próprios parentes) escondem diversos segredos.
comentários(0)comente



Leeti 21/11/2012

+ou-
Não gostei muito desse livro, achei que ele explica muito os detalhes e volta muito na história, o que eu não curto muito.
Mas a história dele é boa até, apesar de acontecerem certas coisas que não seriam necessárias, o seu enredo é bom.
Ele fala muito da questão da família, e também da questão de não conseguirmos entender o que se passa em nós mesmos, além de mostrar que as vezes as coisas não são como a gente sempre achou que era e que podemos ser enganados por pessoas que amávamos.
Terminei de ler esse livro ainda não entendendo algumas coisas que se passaram nele.
Se vocês leram me digam o que acharam!
comentários(0)comente



Aline Coelho Cury 17/10/2012

Inspirador!!!
A tempos não lia um livro como esse com uma temática mais adulta, quer dizer, com um personagem maduro e que busca um sentido maior para sua vida. Esse livro nos conta a história de vida de Lucy Jarrett que nasceu e viveu com sua familia numa cidade pequena chamada Lago dos sonhos no estado de Nova york.
Após apresentar os personagens nos deparamos com a morte do pai de Lucy no lago próximo da casa deles; e isso muda totalmente a vida da familia e cada um tem seu jeito de lidar com a dor e o de Lucy foi se afastar de todos por tempo indeterminado. Ela decide ir para uma faculdade longe de casa e viver de bolças de estudo. Ela se forma em Hidrologia (movimento das águas)e passa a fazer cursos, estágios e a trabalhar pelo mundo. Em uma dessas viagens conhece seu atual namorado na Indonésia. Yoshi (filho de uma inglesa com um japonês) recebe uma ótima proposta para trabalhar no Japão e Lucy vai com ele. Mas essa mudança não foi bem o que ela imaginava, porque ela não fala japonês e tem uma certa dificuldade em conseguir emprego por lá, ela até dá umas aulas de inglês para os japoneses mas nada muito certo. Isso faz com que ela tenha um tempo só e a partir daí começa a refletir sobre sua vida, suas decisões e a dor da perda do pai.
"Não imaginava como o fato de não ter um emprego poderia me isolar." pág. 11
Achei muito interessante ela dá ênfase em sua narrativa ao fato que em países que tem tendência a catástrofes naturais as pessoas são mais dispostas e abertas a ajudar os outros de forma voluntária.
Ela recebe uma ligação da mãe falando de um acidente de carro que ela sofreu, mas que não foi grave e que só ligou para informar do acontecido. Mas conversando depois com Yoshi ela decide ir visitar sua familia para saber o que estava acontecendo. Ela fica com medo de perder mais alguém.
Chegando no Lago do Sonhos ela fica surpresa com as mudanças na cidade e na familia. E percebe que voltar para o lugar onde tinha perdido seu pai seria muito mais dificil do que imaginava. Mas seu retorno foi necessário para que mudanças importantes acontecessem na vida de todos.
O livro faz um mix entre o passado e o presente da personagem, mas isso acontece de uma forma tão bem estruturada que a leitura e a compreensão fluem de forma maravilhosa.
Sem ter muito que fazer ela começa a explorar a casa antiga onde sua mãe mora só atualmente e acaba encontrando uns papeis guardados em compartimentos "secretos" da casa. Avaliando com atenção seus achados descobre que eles devem ter sido de uma antepassada, mas ela nunca tinha ouvido falar nela e fica curiosa. A partir daí ela começa uma investigação sem fim que a consome quase que completamente.
Achei o máximo essa parte do livro porque já tive uma fase de querer saber dos meus antepassados e sua importância.
Nessa sua busca ela descobre que seu bisavô teve uma irmã e essa uma filha, mas ela não entende porque ninguém nunca falou da existência delas; além disso fica anciosa para saber quais seriam os outros segredos que sua familia guardou.
Achei muito interessante os temas abordados nesse livro, tem um pouco sobre a luta pelos direitos das mulheres em 1914, comportamento social da época e sua influencia nos dias atuais das familias. Enfim Lucy percebe que os segredos levaram o destino de sua familia a consequencias inimaginaveis e ela decide correr trás do que é justo e faz disso uma questão de honra. No geral sua decisão de conhecer o passado da sua familia a fez superar seus medos e angustias do passado além de descobrir o que queria fazer para ser feliz.
"Entendi que precisava voltar a ter uma vida criativa, precisava produzir coisas. Era para onde essa jornada estava me levando interiormente." pág. 225
"Por trás da minha independência escondia-se uma história dificil (..."pág.244) de luta das mulheres por seus direitos.
As descobertas que Lucy fez mudou sua percepção de mundo e dela mesma. Ela passou a valorizar tanto o passado quanto o presente e relaxar um pouco em relação ao futuro. A evitar tomar decisões em momentos de raiva e a perceber o belo nos momentos simples da vida.
Enfim gostei tanto desse livro e mais que indico ele para quem quiser acompanhar uma bela história.
comentários(0)comente



36 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3