Os Tambores de Outono

Os Tambores de Outono Diana Gabaldon




Resenhas - Os Tambores de Outono - 1ª Parte


117 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Manu Boschetti 03/09/2020

Como sempre a primeira parte é melhor
Eu amei esse livro, se tornou um dos meus preferidos da série, junto com a viajante do tempo.
Amei os capítulos alternando na linha temporal.
comentários(0)comente



Rafa 15/01/2021

É impossível não gostar de Outlander - seja ele qual fo. É envolvente, é apaixonante. Rico em detalhes, extenso - e intenso do começo aí fim. Não se contradiz, te ensina, te puxa pra onde quer a história vá.
comentários(0)comente



Paola 10/08/2020

É tanta coisa que falta tempo pra assimilar tudo
Essa primeira parte do quarto livro envolve muitos personagens novos, lugares novos, reencontros, partes bem tristes e chocantes, e o que eu mais gosto: misticismo. Uma sensação de ansiedade, mistério por conta da mistura de passado com futuro e visões indígenas. Muito legal!
Também fica no ar a dúvida sobre mais viajantes do tempo que já tenham morrido ou que ainda vão passar pelas pedras. (Como eu vi a série antes de chegar aqui, eu já sei o que acontece, mas...).

Foi uma leitura muito prazerosa cheia de aventuras, adorei!!!!
comentários(0)comente



Lili 17/01/2010

"Tambores de Outono" é o quarto livro da autora Diana Gabaldon da série Outlander. A autora realmente nos surpreende por sua capacidade em contar histórias. "Tambores de Outono" com certeza não vai decepcionar os fãs da série. Caso você não tenha lido os três romances anteriores, eu recomendo que o faça antes de começar este livro, pois acho que seria muito confuso apreciá-lo cuidadosamente, sem ter lido a história e o drama pessoal de seus personagens que a autora meticulosamente detalha tão bem em seus livros anteriores.

A história desta vez não se passa como pano de fundo nas highlands da Escócia. Jamie e Claire concordam que não havia qualquer possibilidade de construir uma vida para si, na Escócia. Os clãs tinham sido forçados a emigrar, devido a fome e a pobreza extrema. Então, os Frasers juntamente com alguns amigos e o sobrinho Ian, atravessaam o Atlântico e vão para a Carolina do Norte refazer suas vidas... Em um tempo paralelo, Brianna no século XX e seu amado escocês Roger descobrem algumas informações sobre o que vai acontecer com Claire e Jamie no 'passado'. Então, devido essas informações surpreendentes e terríveis, Brianna está determinada a alcançar os seus pais e avisá-los de alguma maneira esses próximos eventos, na esperança de mudar o futuro...

A primeira parte do livro confesso que não me agradou muito, achei um tanto cansativo. Mas, a segunda parte devorei em dois dias as suas 500 e tantas páginas! Muitas coisas acontecem...
Diana Gabaldon detalha muito bem a vida do século XVIII na Carolina do Norte, de forma clara e precisa, minuciando todos os detalhes da época. Claire e Jamie como personagens crescem consideravelmente, assim como o amor e a intimidade entre eles. Novos personagens são introduzidos, bem como um vilão bastante viril, e, em típico estilo Gabaldon, estas novas pessoas são retratadas com muito realismo, complexidade e humor... Briana e Roger estão adoráveis!

Os livros desta série estão entre meus favoritos com certeza! Os personagens são tão reais que o leitor acaba se envolvendo com eles, pelo menos com Jamie e Claire, de uma forma comovente. Pois, seguimos as suas vidas e observamos o seu crescimento como seres humanos, as suas experiências tanto na alegria como na tristeza, e como interagem uns com os outros em seu dia a dia, bem como em meio a grandes aventuras. Pelas páginas vão se passando a sua história e muitas vezes devido a ela choramos a distância por eles.

Veja esta e outras resenhas aqui http://nossosromances.blogspot.com/
Semiramis 01/07/2010minha estante
Lili, sua resenha me deu forças para continuar o primeiro livro. Realmente, está um pouco cansativo e estou muuuiiitooo devagar. rsrs
Mas depois de ler seus comentários, e por ter amado os primeiros livros da série, vou voltar a ler com mais ânimo.
bjs
;)




Claire Scorzi 13/03/2009

Jamie e Claire no Novo Mundo...
Comparado a "O Resgate no Mar", este volume da série equilibra melhor ação/ introspecção dos personagens. Há aqui também um gostinho de romance antigo no uso que Diana Gabaldon faz de contar uma história dentro de outra história (Dickens, gênio da Literatura Inglesa no século XIX, era mestre nisso). Tanto Claire quanto Jamie 'contam histórias' em algum momento da narrativa (Claire, por sinal, está contando um clássico do próprio Dickens!). Saboroso e cheio da já conhecida empatia que a autora estabelece entre esse seu casal maravilhoso e nós leitores.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Natacha.Barreto 04/10/2020minha estante
Esses livros só vão ficando melhores...Um sopro de Neve e Cinzas é incrível!


Laurinha 04/10/2020minha estante
Sim, é impressionante como a escrita da Diana é boa, não teve um que eu não me deliciei lendo!


Natacha.Barreto 04/10/2020minha estante
Bom p nós q ela não economiza na escrita né ?




Bruna 08/04/2020

Os Tambores do Outono
Nunca pensei que iria sofrer tanto por causa de um certo personagem.
Se tornou meu livro favorito da série.
comentários(0)comente



Djamila 03/01/2021

Minha série queridinha!
Ah como eu amo essa série de livros! Sempre maravilhoso reencontrar Claire e Jamie, ainda mais em uma nova aventura, agora no Novo Mundo.
Achei algumas partes do livro arrastadas, e, as vezes desnecessárias para a história principal, mas sem prejudicar a experiência como um todo. Adoro os trechos de Brianna e Roger, um novo amor, uma nova história. Ansiosa pela parte 2 do livro.
comentários(0)comente



Jaqueline.Marcondes 19/04/2021

Um livro maravilhoso
"- Você é minha coragem, assim como eu sou sua consciência - sussurrou ele. - Você é meu coração, e eu, sua compaixão. Sozinhos, não somos inteiros. Você não sabe disso, Sassenech?" (pág. 272)

No quarto livro de Outlander, Diana Gabaldon nos traz Jamie e Claire mais maduros e unidos, o que os fortalece para enfrentar cada novo obstáculo.
Enquanto isso, Brianna e Roger precisam descobrir o caminho de volta para os braços e o coração um do outro.

site: https://dicadelivroefilme.blogspot.com
Iane.Barros 19/04/2021minha estante
Eu amo a série tbm




Larissa 09/05/2021

Outlander é outlander
Não foi o meu preferido, e em muitos momentos achei a leitura arrastada. Mas o enredo é muito envolvente, o casal principal tem uma sintonia tão maravilhosa.. É uma leitura gostosa ao mesmo tempo que angustiante, devido ao contexto histórico e tudo mais... Enfim, recomendo !!!!
comentários(0)comente



Bia 20/02/2020

Bom
A história no geral é bastante envolvente. A leitura é um pouco cansativa devido ao livro ser longo, mas como todos os livros da DG, são completos de detalhes e singularidades.
comentários(0)comente



Lua 09/12/2020

O livro mais familiar da série até agora. Muito bom ver o Jaime como um tiozão kkkk
comentários(0)comente



Ana Paula FZ1 23/04/2021

¨Seu rosto é meu coração Sassenach, e o seu amor é minha Alma ¨

Como eu amo um ruivo apaixonado rrss

Pra mim esse livro foi melhor do que os outros 4, e não vejo a hora de ler o próximo. Confesso que gosto mais quando lemos sobre Jaime e Claire do que quando a historia é de Brianna e Roger. ( e gosto mais desse Roger daqui do que o da série )

E o melhor nesse livro é a maturidade da Claire e Jaime mostram ao longo de toda a série. Se amam como nunca, mas envelheceram, amadureceram e se tornam um casal ainda mais forte.

A resenha completa esta no Blog

site: http://paixaoporleituras.blogspot.com
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Caroline 18/10/2014

Uma excelente história, mas que decepcionou na forma em que foi contada
Ou meu humor não anda nada bem ou esse livro me decepcionou, o que é duro de admitir, já que aprendi a amar essa série com todo meu coração. Fanatismos à parte, senti falta da Diana impactante dos livros anteriores, da Diana que me deixava ora com raiva ora suspirando, da Diana que me roubava o ar e me fazia ter vontade de jogar o livro na parede, da Diana da paixão avassaladora, das surpresas e da ansiedade. Parece que ela só acordou na segunda metade do livro, ainda assim, um pouco sonolenta.

Pensei ser praticamente impossível falar desse livro sem entregar seus segredos, e qual não foi minha surpresa quando li a sinopse ao término da leitura e constatei que está tudo ali. Tudo. Claire e Jamie resolvem, depois de algum tempo, que vão tentar a vida na América e se fixam em uma propriedade concedida pelo Governador. Do outro "lado do tempo", no "futuro", acompanhamos um pouco do relacionamento de Roger e Brianna e suas descobertas sobre a vida de Jamie e Claire. Falarei menos que a sinopse, e se você não a leu aconselho que não o faça. Os dois jovens descobrem algo importante que vai mudar (e movimentar) o rumo da história.

Parte I - Dói um pouco ter que admitir que as partes sobre Jamie e Claire na primeira metade do livro não eram as mais interessantes. Roger e Brianna roubaram a cena, mesmo que elas tenham sido pontuais. A autora escreve, escreve, escreve, e não diz muita coisa. Diana É prolixa, mas aqui ela exagerou.

Parte II - "Ufa, Diana acordou", pensei. De fato, a história cresce significativamente e tem seus momentos dignos de aplausos. Há um encontro super emocionante e incrivelmente bem escrito, que é, para mim, o ponto alto de todas as mais de mil páginas. A história que se desenrola nessa segunda metade é muitíssimo interessante, mas mal aproveitada. Uma simples falta de diálogo - que não deveria ser comum entre Jamie e Claire e sua evidente maturidade - teve uma consequência que se arrastou até quase o final do livro.

Se gostei do livro? Sim, gostei. Citarei uma frase que a autora usa para descrever um acontecimento do livro e serve bem para resumir minhas impressões sobre ele. "É como no beisebol - assegurei a ela. - Longos períodos de tédio, pontuados por curtos períodos de intensa atividade."

Deixo claro que não tenho problema com livros longos, gosto tanto dos enredos quanto das palavras e seus jogos, mas não gosto quando as páginas e os pensamentos se repetem em demasia. Talvez tenha sido esse o problema em Os Tambores de Outono, mas, esperançosa de reencontrar a autora que me encantou, seguirei firme na série, especialmente porque, além de Jamie e Claire, agora existe a figura de Roger, que muito me agradou. A teimosia de Brianna me impediu de morrer de amores por ela, mas, verei o que me aguarda.

Em suma, uma excelente história, mas que decepcionou na forma em que foi contada.

4/5 Estrelas
4/5 Corações


*** SPOILER ABAIXO ***

Minha maior birra foi o estupro, definitivamente. Por que todos os personagens têm que sofrer algum abuso sexual? Acontecera com Jamie, com Fergus, com Ian e com Mary. Com Claire não foi estupro, mas ela "vendera" seu corpo como moeda de troca. E aqui em "Tambores" mais um. E um que me incomodou bastante, não pelo fato em si, mas pela tara da autora pelo assunto. Ficou caricato, passou do limite. Espero, sinceramente, que ela não o extrapole ainda mais nos próximos livros.

Mari Siqueira 13/05/2016minha estante
Acho que é impossível contar uma história sobre o século XVII e XVIII sem envolver muito estupro. Infelizmente, esta atrocidade fez (e infelizmente ainda faz) parte da História e escrever ou não sobre ela não faz com que ela deixe de existir. Desculpa, mas dizer que Diana tem uma "tara" pelo assunto é absurdo.




117 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |