Radiante

Radiante Alyson Noël




Resenhas - Radiante


114 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Tata 19/08/2019

Radiante
Riley é uma pré-adolescente de 12 anos que sofre um acidente de carro com sua família no qual a única sobrevivente foi sua irmã. Quando Riley começa sua nova vida em Aqui e Agora , fica meio espantada com as aventuras que viram ate ela, que é passar as almas que vagam em um "Jardim" para aqui e agora.
Estou totalmente feliz por ter gostado de algum livro, é uma história leve, e que me preendeu bastante, recomendo super esse livro.
comentários(0)comente



Ste 02/04/2019

As surpresas da vida
Riley é uma pré-adolescente de 12 anos que sofre um acidente de carro com sua família no qual a única sobrevivente foi sua irmã. Então ela, seu pai,mãe e seu cão Buttercup passam pela luz e vão para o Aqui & Agora (como se fosse o céu), lá cada alma tem uma função ou missão para seguir.
A missão de Riley é falar com almas inquietas e convence-las a atravessar a luz e ir para Aqui & Agora para poderem ter paz.
Ela sente muita falta da irmã e de sua vida na terra e no céu ela demora para se adaptar pois ainda não acredita que morreu e tudo mudou de uma hora pra outra, mais ela acha interessante sua missão e acaba encontrando seu proposito.
comentários(0)comente



Meg 27/02/2018

Muito fofo e gostosinho de ler
Leve, engraçado, e encantador. Riley só tem um desejo: completar 13 anos!!! Quando sua família sofre um acidente de carro onde sua mãe, pai e seu cachorro morrem ela se vê presa em um lugar chamado Aqui e Agora, aonde ela enfim vai aprender a crescer e então realizar seu tão querido sonho de chegar aos 13 anos. Mas a caminhada não será fácil, pois ela precisa realizar missões como Apanhadora de Almas, e assim guia-las para a Ponte, ficam mais um passo de receber seu brilho e mais próxima de seu objetivo.

Dizer que esse livro é adorável é pouco! Diferentemente de a saga Os Imortais (que só para constar Eve é a irmã mais velha de Riley que sobreviveu ao acidente em que ela e a família morreram) que para mim foi de péssima evolução e que abandonei no 2 volume!!! Riley Bloom acaba sendo uma personagem de Clara Evolução, que transmite uma mensagem de "você não pode se deixar acomodar, siga em frente, engula sapos, seja você, siga ordens, quebre elas, contanto que seja o melhor caminho para chegar em seus objetivos e que te traga a felicidade!"
Vale muito a pena ler os volumes seguintes! São maravilhosos!!!!
comentários(0)comente



Gabi Ruggin 19/02/2018

Regular
A História tinha tudo para ser boa, mas não teve uma boa base, não era o que eu esperava e não aprofundou os demais personagens da trama... não recomendaria esse livro
comentários(0)comente



Giovanna.Rovero 09/06/2017

Best Book!!!1
Melhor livro que eu já li , um livro muito inspirador. Conta historia da Riley Bloom uma adolescente que morreu a pouco tempo e deixou sua irma Ever , e quando deixou a terra reencontrou seus pais e seu cachorro Buttercup. Quando Riley começa sua nova vida em Aqui , fica meio espantada com as aventuras que viram ate ela. Melhor livro de todos , espero ler a Coleção : 2- Luminoso , 3- Terra dos sonhos e 4- Murmurio .
Leiam este livro com certeza que vão amar
comentários(0)comente



Julia.Maria 03/04/2017

E se o "final" não fosse especificamente o final? E se após a morte, existisse outro tipo de vida nos esperando? Mas tipo, uma vida mesmo! Onde uma espécie de sociedade funcionasse a todo vapor com divisões de trabalho, jovens indo a escola, uma medida de tempo, ou seja, nada de descanso eterno.
É nesse atual mundo que se encontra Riley. Após um acidente de carro que pôs fim a sua vida e a de seus pais e o cão da família, o grupo parte para o "segundo plano" e tenta aos pouco se adaptar a uma nova "vida", até que Riley ganha uma função. Após a jovem se chamada pelo conselho, ela ganha o trabalho de ser uma "Apanhadora de Almas", que é ir na terra em busca de almas penadas e convencê-las a atravessar a ponte vulgo "entrar na luz". Porém o quê ela não sabia era que o caso que a esperava era um tanto desafiador. .
Devo admitir que na primeiras páginas eu fiquei tipo: "Que p#@% é essa??" Mas no decorrer da história eu fui super me encantando e me deixei levar pelas as aventuras de Riley. "Radiante" nos trás uma mensagem muito bonita sobre recomeço e sobre aceitação de seu eu, que muita das vezes tentamos viver uma vida subordinada aos outros que acabamos não vivendo nossa própria vida, deixando de lado o nosso querer para se adaptar a outros moldes.
?"Radiante" é o primeiro de uma série de quatro livro, ordem: Radiante/Luminoso/Terra dos sonhos/Murmúrio .
comentários(0)comente



Maysa.Cristina 01/06/2016

Livro maravilhoso
O livro conta a história da Riley Bloom, uma garota que morreu em um acidente aos 12 anos. Ela achava que não havia vida após a morte, mas verá que está enganada e que há muito a fazer. Riley então é escolhida pelo conselho como Apanhadora de Almas, que consiste em voltar ao plano terreno e incentivar os fantasmas que vagam por lá a cruzar a ponte.
É um livro ótimo e que consiste em uma série: Radiante, Luminosa, Terra dos Sonhos e Murmúrio.
A leitura é super leve e gostosa. Nunca tinha lido nada da autora e me surpreendi, com certeza comprarei outros livros dela. Recomendo para todos que gostam de livro nesse estilo.
comentários(0)comente



Ru 14/03/2016

Amor e ódio
Gente, esse livro é muito rápido. Sério. Peguei ele pra ler e não larguei nem uma vez. Terminei em uma hora e meia. A coisa passou voando! Assim como em Os Imortais, tenho uma relação de amor/ódio com esse livro. Ele tem muitos pontos fracos e clichês, e principalmente no que se refere ao Bodhi é entediantemente previsível. Mas não sei, com todos os defeitos e repetições da palavra "bem" (que, por Deus, são muitas) é um bom livro. Não gosto de comparar um livro a outro mas é meio que inevitável. Em relação à Os Imortais, Radiante é muito mais leve. A Riley tem um ponto de vista bem mais descontraído, não se parece nem um pouco com a personagem problemática/melancólica que a Alyson criou na outra coleção. Admito que no começo é um tanto estranho de se acostumar com essa coisa de "Aqui & Agora" mas, pra mim pelo menos, foi bem de boa. Os capítulos são bem pequenos, coisa que eu adoro, o que deixou a leitura ainda mais leve e fácil. Se você não gostou de Os Imortais dê uma segunda chance a Alyson, porque a pentelha da Riley vale à pena hehehe. Sobre o final não vou dar spoiler (óbvio) mas posso dizer que apesar dos clichês foi bastante surpreendente e fofo, fiquei totalmente cativada :3 Já o capítulo-bônus-do-próximo-livro me deixou com aquela vontade de correr pra livraria comprar a continuação!
Em resumo, se você quer um livro rápido e de linguagem fácil, Radiante é uma boa escolha. Não me fez morrer de rir, nem me desmanchar em lágrimas (coisas que eu estimo muito num livro) mas eu com certeza indico!
comentários(0)comente



Rafael 30/01/2016

Bem vindos à Aqui e Agora.
Eu sou grande fã da saga Os Imortais e, consequentemente, me interessei em ler a saga de Riley, irmã de Ever, quando a mesma foi anunciada. Porém adiei e muito a leitura pois ao ver como o livro era fininho, ele não deveria ter uma história tão grande e podia esperar. E agora, ao finalizar a leitura, comprovei que isso é meio verdade. O livro realmente não tem uma história grande e nem a achei tão envolvente quanto Os Imortais, além de que o plot principal é resolvido nesse livro inicial. O que salvou a história foram dois plot twists que são inesperados e mudam toda a visão do leitor sobre o Garoto Radiante.

Outro ponto que me irritou foi a repetição exagerada do "bem" na narrativa. Entendo que Alyson inseriu como uma característica de Riley, que muda de opinião à todo momento, mas a palavra foi utilizada mais de 40 vezes (!!) em um livro com menos de 200 páginas. Também demorei a me acostumar com o termo Aqui e Agora para se referir ao lugar onde a garota estava.

Mas por outro lado, os personagens são muito bem desenvolvidos. Riley continua com a mesma ironia de Os Imortais e é impossível não torcer por ela; e Buttercup é aquele cão que todo mundo quer ter. Bohdi também é um bom personagem, apesar de não ter me conquistado tanto assim. E o já citado Garoto Radiante nos reserva uma surpresa e a achei bem interessante.

No final do livro, temos o primeiro capítulo do segundo volume, Luminoso, e fiquei curioso para lê-lo por causa do cliffhanger, mas não o lerei agora pois como disse, não é uma leitura que eu precise fazer o mais rápido possível, ele funciona mais como uma leitura sem grandes expectativas. Acredito que quem gostou de Os Imortais, irá gostar desta série.

site: http://crushforbooks.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Ana Alice 20/11/2015

Falando sobre morte com crianças
Riley Bloom tinha apenas 12 anos quando sofreu um acidente de carro com seus pais e seu cão labrador (provavelmente isto aconteceu na série de origem). E assim, eles morreram e foram parar em um outro "plano astral" (por assim dizer, já que neste livro não há uma palavra específica para descrever essa situação), o plano espiritual.

Agora, Riley, seus pais e seu cachorro vivem em "Aqui", a cidade onde outras pessoas que como ela morreram. Não existe tempo em "Aqui", não existe passado e também não existe futuro, apenas o "aqui e agora", como a própria garota explica.

Como em livros espíritas, o tempo dos espíritos não é o terrestre, e a autora certamente se baseou nisso para criar a trama.

Riley sente falta da irmã, mesmo dizendo que ela era irritante que só implicava consigo. Ela não consegue parar de pensar o como perder sua vida lhe tirou a chance de ser feliz e o quanto sua irmã, Ever, deve sofrer por isso.

Ela não tem mais permissão para ver sua irmã, mas dá um jeitinho de burlar isso, porém acaba sendo pega (tadinha) pouco tempo depois.

Seus pais querem que ela frequente a escola, eles tem certeza de que lá ela poderá aprender muitas coisas e que conseguirá ser feliz. Mas e Riley? Será que ela tem toda essa certeza?

A verdade é que ela passa a maior parte do tempo encenando para os pais que tudo está bem, mas não consegue aceitar internamente o fato de que perdeu sua vida antes de poder ter muitas experiências em vida na qual tanto sonhou.

Ela seria capaz de fazer qualquer coisa para voltar a Terra, mesmo que ainda em sua forma espectral, e é exatamente assim que ela acaba sendo levada a uma grande aventura.

Como eu não havia lido nada da autora, confesso que não possuía nenhuma expectativa prévia sobre ele. Ele apenas era um livro de capa bonita que acabei solicitando de uma pessoa bacana e que queria livros que eu tinha.

Mas, deixe-me ser supre franca: estou totalmente ENCANTADA! Ele é um livro leve, para crianças, com uma pitada de espiritismos, mas, ao mesmo tempo,muitas invenções que não são da religião. Mesmo assim, o conjunto da obra (até agora) tem me agradado muito, tanto que estou em busca do volume 2 desesperadamente.

Estou totalmente feliz por ter gostado da capa, é uma estória leve, despretensiosa e até mesmo infantil, mas ainda assim é muito fofa e vale muito uma leitura.

site: http://tudooqueeuleio.blogspot.com.br/2015/10/livro-radiante-de-alyson-noel.html
comentários(0)comente



Paula 27/09/2015

Comecei a ler a série Os imortais da Alyson Noël e gostei do primeiro livro, num impulso comprei os restantes... e acabei me decepcionando muito com a história. Uma das personagens mais legais era a Riley, a irmã mais nova da Ever que morreu no acidente. Então descobri que havia uma série só dela, contando o que lhe aconteceu após "seguir em frente" e resolvi dar uma segunda chance para a autora.

Ao cruzar a ponte e ir para o "outro lado", a menina encontrou seus pais, avós e Buttercup, seu cachorro labrador (meu personagem preferido do livro, para vocês terem uma ideia). Porém, ela não esperava que neste lugar todos tivessem uma função para manter o bom funcionamento da comunidade espiritual, cumprindo seus destinos inacabados. O avanço das almas atribui-lhes um brilho característico, o que a deixa fascinada.

Como era uma perseguidora da irmã mais velha em sua vida terrena, o papel de Apanhadora de Almas lhe é atribuído, e ela precisa convencer os fantasmas a cruzar a ponte. Porém, como ainda é muito nova para o papel, ganha um instrutor chato e mal-humorado: Bodhi, que eu chamo de Bode, porque ele é muito irritante mesmo. Pela descrição, o Bode deve ter seus 15 anos e só veste roupas caretas, virando motivo de deboche da Riley.

O livro tem seus pontos positivos, dá para perceber um mínimo amadurecimento na Riley no decorrer da história, apesar de não superar nunca o fato de que não poderá crescer, ser uma adolescente, ter peitos e namorar. É tão melancólico quanto Os Imortais, pois apesar da protagonista ser mais animada do que a Ever, ela passa muito tempo pensando como sua vida (ou seria sua morte?) é infinitamente chata.

Não gostei, simples assim. Achei o livro fraco, a história bem bobinha, mas pelo menos é uma leitura rápida. Vou terminar a série apenas porque não suporto começar algo e deixar pela metade, e também não é aquela coisa insuportável que não dá para ler sem sentir vontade de mandar o livro para aquele lugar... Acho que pode ser uma boa leitura para quem está na mesma faixa etária da Riley, mesmo que eu conheça muitas meninas de 12 anos mais maduras que ela. Enfim, não recomendo, mas também não deprecio.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Juliana 27/08/2015minha estante
É chato assim? '~'


Rafaella.Silva 27/08/2015minha estante
É da msm escritora da série Imortal,é o msm estilo,mas nesse acaba aí,a garota tem 14 anos e o garoto acho que 16,se a escritora colocasse um romance acho que iria ficar estranho,talvez tenha mais love lá pro 3º.
É...legalzinho,se você gosta da Alyson Noel talvez goste do livro


Juliana 28/08/2015minha estante
Ok, valeu :)




Cyntia Bandeira 20/06/2015

Achei a historia bonita.
comentários(0)comente



Danielle 20/06/2015

Só li esse livro por causa da série Os Imortais e não achei tão ruim é livro muito bom para se matar o tempo, li ele rapidinho.
comentários(0)comente



Thaís 03/06/2015

"Radiante" - Série Riley Bloom, Alyson Noël
Sinopse:

"Bem-vindos a Aqui & Agora
Algum tempo após o acidente de carro que a matou, Riley Bloom deixou sua irmã, Ever, no mundo que conhecemos e atravessou a ponte da vida após a morte até um lugar chamado Aqui, onde o tempo é sempre Agora. Riley reencontrou os pais, também vítimas do desastre, e Buttercup, o cão da família. Todos estavam se adaptando a uma morte boa e tranquila, até que ela foi chamada perante o Conselho e um segredo lhe foi revelado: a pós-vida não significa simplesmente uma eternidade de lazer. Riley tem tarefas a realizar. Ela é designada como Apanhadora de Almas, e Bodhi, um garoto diferente, que ela não consegue decifrar muito bem, é seu guia.
Riley, Bodhi e Buttercup voltam á Terra para sua primeira tarefa: fazer o Menino Radiante, que há anos assombra um castelo na Inglaterra, atravessar a ponte. Muitos Apanhadores de Almas já tentaram convencê-lo e não obtiveram sucesso, Mas isso foi antes que o menino conhecesse Riley..."

Agora que conheceram um pouquinho da sinopse, a resenha pode começar...
Conheci esse livro pela série Os Imortais, mas não saí do primeiro até hoje. Tenho curiosidade para ler o segundo, mas não sei se lerei, pela lista de livros como "prioridades" na frente...
Enfim, a leitura não é muito envolvente, coisa que pude observar também em Os Imortais, mas você fica curiosa (o) para saber mais sobre esse novo mundo da Riley (pelo menos isso que me animou a ler tudo), onde tudo é Aqui e Agora.
A menina de 12 anos com seus sonhos interrompidos, com raiva por ter morrido jovem, se descobre como Apanhadora de Almas pelo Conselho, onde deve ajudar o Garoto Radiante a atravessar a ponte...missão difícil...
Mas ela adora a ideia de voar pela Inglaterra, coisa que Bodhi pacientemente a ensina... (tem que ter paciência para lidar com Riley Bloom... - ohh menina irritante! haha). E assim, aos poucos vemos a mudança da menina que amava saber da vida das celebridades e queria ser a irmã mais velha... (Mas ela continua sendo chatinha, ta? XD)

O que mais me chamou atenção nessa história, é a ideia de vida após a morte, que sempre me pareceu interessante. Acho que Alyson deixou o assunto mais leve pela idade da personagem, e até um pouco cômico, as vezes... Ainda assim, se fosse para dar uma nota de zero á cinco, fico com três.

site: http://rascunhosaraujo.blogspot.com.br/2015/05/resenha-radiante-serie-riley-bloom.html
comentários(0)comente



114 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |