O Duque e Eu

O Duque e Eu Julia Quinn




Resenhas - O Duque e Eu


765 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


spoiler visualizar
Carol 19/08/2019minha estante
Errei na avaliação, são 3 estrelas




Júlia 18/08/2019

Daphne Bridgerton não é vista como "grande coisa" pelos homens da sociedade, ela é uma cópia fiel da genética do pai e dos irmãos, o que faz dela não muito... atraente.
Entre oito irmãos, ela é a quarta, por isso o nome começa com d (a, b, c, d) e já passa da hora de se casar. Apesar de não esperar encontrar um grande amor, ela espera que exista pelo menos algum carinho entra ela e o marido, e é esse o fato que a faz dispensar alguns dos poucos pedidos de casamento que recebeu.
Ela tem sonhos: quer uma família. Quer filhos. E para isso, PRECISA de um marido.

"Vocês que se destacam em matemática não compreendem como nós, meros mortais, podemos olhar para uma página de números e não saber o que aquilo significa." - pág 110

Simon, o "duque avassalador" e amargurado, vem roubando corações com sua beleza e seus fundos olhos azuis apesar da arrogância e poucas palavras. Acabou de retornar a Londres após vários anos de viagem ao redor do mundo e conhece poucas pessoas, entre elas, Anthony, o irmão de Daphne, que é seu melhor amigos há anos.

"Homens são como ovelhas. Aonde um vai, logo os outros vão atrás." - pág 96

Tentando fugir das várias pessoas em um baile ao qual se sentiu na obrigação de ir, ele se esbarra com Daphne em um momento um tanto constrangedor: um bêbado gritava seu nome e implorava por seu amor. Ela não sabia bem o que fazer e Simon se sentiu, de novo, na obrigação de ajudar a dama. De cara se encantou com ela, com seus olhos castanhos e verdes e óbvio, não perdeu a oportunidade de flertar, enquanto a ajudava a se livrar do inconveniente Nigel bêbado estirado no chão após um soco dela.

"Daphne acabou descobrindo que a dor de um coração partido nunca vai embora, apenas fica anestesiado." - pág 244

Aquilo não durou muito, logo descobriu que Daph era irmã de seu melhor amigo, ou seja, ele não poderia sequer olhar para ela. Mas a curiosidade e o bem que a presença dela fazia a ele o fez ter a brilhante ideia de um plano, depois de saber que Daphne quase não tinha pretendentes: ele fingiria cortejá-la, então se livraria de inúmeras mães empurrando as filhas em seus braços e ela seria beneficiada com vários pretendentes caindo nos seus, pois ser cortejada por um duque era algo muito, muito grandioso.

A história tem uma carga de sentimentos e ressentimentos do passado que demoram muito a ser explicados e superados e isso fez a leitura um pouco mais arrastada do que é de costume nos livros da Julia.
Outra ressalva é o surto que Daph tem em uma parte do livro que eu achei um tanto desnecessário.
Nessa história os personagens parecem mais reais e têm mais peso. Peso das coisas da vida, das dores, dos traumas, das vontades...

Não é um dos melhores da autora, em minha opinião.

** Narrado em terceira pessoa.
** Primeiro livro da coleção Os Bridgertons.
comentários(0)comente



Ana Ferraz 18/08/2019

Maravilhoso....
Primeiramente, os personagens todos me conquistaram!! Principalmente o Simon, adorei que finalmente tivemos um mocinho de romance de época que não fosse um babacão. Adorei o jeito da Daphne também, só tenho uma ressalva que a partir de um certo momento do livro (vocês vão saber qual) eu comecei a achar ela, sim, a mocinha, uma completa babaca. Mas tirando esse acontecimento bizarro, a história é muito envolvente, vale muito a pena ler!!!

Ps: a familia bridgerton ??
Ps2: esqueci de comentar que os livros da Julia Quinn sempre me fazem gargalhar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Joyce Pedro 16/08/2019

Amei.
Totalmente encantador e surpreendente.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Lari 13/08/2019

Um ótimo livro para iniciar romances de época!
O Duque e Eu é o primeiro volume da série Os Bridgertons e o primeiro romance de época que eu leio. Já tinha tentado ler Jane Austen, mas não rolou. Acredito que a escrita fluida e sem aquele linguajar rebuscado da época me ajudaram no livro da Julia Quin.

Neste primeiro livro somos apresentados à família Bridgertons, composta por oito filhos e sua mãe casamenteira, Violet. Daphne Bridgertons é a mais velha das meninas e a personagem principal.

Daphne me conquistou à primeira vista, rodeada de irmãos homens, é dotada de uma personalidade forte e um gancho de direita certeiro.

Na sociedade londrina do séc. XVIII, um casamento bem sucedido garante não só o futuro da noiva como o de todo sua família, assim o casamento de Daphne é o ditará os futuros casamentos de suas irmãs mais novas, porém parece que todos os pretendentes de Daphne, os mais descente pelo menos, a vê somente como amiga.

Sua mãe Violet está na guerra junto com as outras mães casamenteiras, cada baile é uma batalha e a grande vitória está num casamento de sucesso.

As mães ficam em polvorosa quando, um jovem e bonito duque retorna de suas viagens pelo mundo, porém ele tem a fama de ser o maior libertino de toda a Londres e todas as ladys solteiras receberam o aviso de se manter longe dele.

Lógico que Daphne se esforça o máximo para garantir distância de Simon, mas quando ele a salva de um pretendente mais ousado, ela vê a oportunidade de resolver seu problema com a falta de pretendentes e o dele com o excesso de mães casamenteiras.

É o arranjo perfeito, que garantirá ótimas risadas e um desfecho maravilhoso.

Achei que O duque e eu era um romance de época típico, afinal eu já tinha adivinhado o desfecho nas primeiras páginas, mas todos os acontecimentos dão um toque muito especial e único ao livro.

Eu amei ler, não é água com açúcar, pelo contrário, é surpreendentemente moderno e engraçado. A leitura é muito leve e mesmo os livros da série não sendo dependentes um do outro, você termina um, doida para ler o próximo.

Um excelente livro para nos alegrar e aquecer nossos corações
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Sv_maah 12/08/2019

Releitura - O Duque e eu
A cada página que leio amo mais e mais essa série, adorei ter voltado às origens em uma época em que os irmãos Bridgerstons não passavam de devassos super protetores com sua irmãzinha, casa sentimento que já tive lendo este livro foi renovado com a releitura, posso ler 1000 vezes, mas sempre será como na primeira vez, rindo e me apaixonando mais e mais ??
comentários(0)comente



Natália 12/08/2019

"[...] Se eu pudesse lhe dar o mundo, você sabe que eu daria, não sabe?"
Ahhhhhhhhh, não tenho nem palavras rsrs

Meu primeiro contato com a Julia Quinn foi do jeitinho que eu imaginava.
Varias vezes havia me deparado com pessoas indicando esta série, mas nunca consegui parar para ler e, acreditem, tinha o primeiro volume em casa.

Resolvi dar uma chance a esse romance de época e nossa, ainda bem q fiz isso!!

Uma história para você rir, chorar, suspirar de amor e bufar de raiva. Gostei muuuito dos personagens, mas preciso admitir que fiquei com certo rancinho do Anthony ~me julguem~ hahahah. Vou iniciar a história dele e torço muito para que esse sentimento em relação a este personagem vá embora.

Minha avaliação fora 4 estrelas pois teve alguns pontos que, na minha opinião, fugiram demais da realidade, um problema ao qual não senti que a autora deu importância na sua resolução, mas enfim... ninguém é perfeito, não é mesmo? rsrsrs
comentários(0)comente



Adriana 12/08/2019

Romance de época muito bom!
Motivos para amar:
A família Bridgerton é maravilhosa, destaca-se com facilidade.
Os protagonistas não se suportam.
O mocinho aparenta ser frio, mas é um homem apaixonado.
Há romance cão e gato.
Há casamento, babado e confusão.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Nessa 10/08/2019

Amei demais
Definitivamente não esperava muito desse livro.
Amo a ideia de romances de época, embora nunca tivesse lido na do gênero antes. Mas, sou apaixonada por coisas do século 19.
Vi muitas resenhas sobre essa série, pesquisei bastante e resolvi comprar. Quando comecei a ler este mesmo livro, não passei do primeiro capítulo. Achei que não era tudo o que eu esperava, e assim adiei a leitura. Coloquei na cabeça que não havia gostado pois não estava no clima do livro, e como estava na minha meta desse ano soube que tentaria de novo.
Agora 5 meses depois resolvi dar uma nova chance, e... Estou apaixonada. Fazia tempo que um livro não me tocava desse jeito. Me apaixonei por cada detalhe, a escrita da Julia Quinn é muito fluida. Me apaixonei pela Daphne e mais ainda pelo Simon. Embora eu não goste de escritas +18, a cenas do livro foram MUITO boas. A forma como a escritora descreve cada momento sem apelar e ao mesmo tempo como muita sensualidade.
Amei a forma como a Daphne é trabalhada. É uma mocinha que é inocente, mas ao mesmo tempo é muito decidida e sabe o que quer.
Amei esse livro, mal posso esperar para ler os outros.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



765 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |