O Duque e Eu

O Duque e Eu Julia Quinn




Resenhas - O Duque e Eu


2037 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Cris Paiva 29/05/2013

O Gago mais lindo do mundo!
Em 2011 saiu a versão do livro O Duque e eu, publicada pela falecida Nova Cultural e foi um dos últimos livros publicados pela editora. Agora, em 2013 saiu a versão publicada pela Arqueiro. Eu não senti muita diferença nas duas edições, mas a versão da Arqueiro tem, com certeza, a melhor tradução, o que traz uma riqueza de detalhes maior para a obra. E também senti que pequenos pedaços da historia foram resumidos na versão da Nova Cultural, mas no geral é basicamente a mesmíssima história. E a resenha, vai continuar a mesma da primeira versão! Kkkkkk

* * * * *

Esse foi um daqueles livros que eu fiquei brava com Skoob por não ter uma categoria extra para livros Especiais. Eles deviam ter uma prateleira de honra ou algo assim.

Simon, que agora é duque, sofreu muito na infância com a rejeição do pai, por conta de sua gagueira. Ele superou o seu problema na pura força de vontade, e com a morte do pai volta para Londres para reassumir seu lugar na sociedade.

Logo de cara ele encontra a mocinha, que esta tentando se livra de um admirador idiota e inconveniente e fica caidinho por ela. A mocinha também fica caidinha por ele. Só que ela é irmã de seu melhor amigo, e o Simon jurou nunca se casar e nem ter filhos para punir o seu odiado pai com fim da linhagem que o velho tanto amava.

Só que a mocinha tem outras ideias: ela quer se casar com o Simon e encher a casa de filhos. Pelo menos oito!!!

O Simon tem graves problema com a sua gagueira, acha que se as pessoas souberem disso vão despreza-lo, ou pior, ter peninha dele. Ele controla muito bem seu problema, mas a mocinha tem o dom de tirá-lo do sério, ele perde o controle e começa a gaguejar de uma maneira pra lá de fofa!!! E é nesse momento que ele mostra toda a sua fragilidade e insegurança. Ele ama a Daphne com todas as forças, mas ainda esta preso pelo ódio por seu pai e não sabe como resolver essa questão sem perder seu grande amor no processo.

Tem de tudo nesse livro: família intrometida, irmãos impossíveis, fofocas maldosas. A mãe da mocinha é uma figura, ela leva os 8 filhos na rédea curta e se precisar pegar as orelhas de seus filhos crescidos no meio do povo, ela não faz de rogada! E o casal é a coisa mais linda que eu já li. Os dois são engraçados, românticos e feitos um para o outro.
É um daqueles romances que enche os olhos e o coração.
Cristine 13/05/2011minha estante
acabei de ver o discurso do rei, que tem cenas de gagueira super angustiante. então senti mais ainda as cenas do mocinho - esse um entra na galeria de mocinhos fofos!!


Flá 13/05/2011minha estante
meu-Deus-do-céu...logo que eu li a resenha de vcs, corri pra livraria rapidinho e comprei esse livro! não vejo a hora de ler! simplesmente aaaamo esse tipo de historia!!!!=)


CarlaSK 14/05/2011minha estante
Sempre fico curiosa acerca dos livrinhos que vc classifica com 5 estrelas. Esse já foi para a lista. :)


Gisele Melo 14/05/2011minha estante
Eu não sei falar se foi mesmo ou não resumido pela NC,pois só li no original mas como eu adoooro os Bridgertons eu sou suspeita p falar. Julia Quinn é uma das minhas autoras preferidas e eu espero que a NC publique todos os 7 livros restantes da série e com o minimo de cortes possiveis! E eu super recomendo a série!! Certeza de muitos risos e suspiros!


CarlaSK 14/05/2011minha estante
Eu entendo as meninas mas, como se costuma dizer "o que os olhos não vêem o coração não sente". rsrs Se a gente não sabe que foi mutilado e desconhece a história no original a gente avalia o que leu e muitas vezes, mesmo com cortes, os livros são ótimos! :P


ALEXIS KINROSS 21/05/2011minha estante
Ai que bom. To terminando de ler e me perguntando onde a CN cravou a faca dos cortes.Ainda bem que não fizeram isso.To adorando!


Jayane 27/05/2011minha estante
Vou ler neste final de semana.pela resenha vai ser um maximo.


CarlaSK 15/06/2011minha estante
Tô louca atrás desse livro...


ilmabr 18/06/2011minha estante
Cris eu adorei este livro, era tudo e mais um pouco do que me falaram!


Jullya 23/06/2011minha estante
Cris , obrigada pela dica :D


Dayane 02/08/2011minha estante
hummm, eu li num sábado chuvoso, e adorei! Mas sabe porque não dei mais estrelas? Me apaixonei pelo Anthony... achei ele tãoooooo fofo, sempre defendendo a honra da irmã. Vou procurar o livro dele!


Gabriela Santos 20/04/2013minha estante
^^


Maria Luiza 02/05/2013minha estante
Adorei, baixei um resumo com as primeiras paginas e depois que acabou fiquei doida atras do livro..kk
Realmente Simon é incrivel, mas não ganha do Anthony, jamais..
recomendo, é uma ótima leitura e os outros livro também, agora lendo o do Colin.


Gabriela 06/05/2013minha estante
adorei! essa história!só pela sua resenha me apaixonei pelo duque! quero muito ler, fiquei curiosa


Danielle 28/05/2013minha estante
Lindo demais! Perfeito! Superou todas as minhas expectativas! Ideal para as românticas de nascença feito eu! rsrs


hassdc 10/06/2013minha estante
Muito legal você ter comentado a diferença das edições!


Georgina Maria 12/06/2013minha estante
Daphneeeeeeeeeeeeee... gente me apaixonei tanto que sai como louca a caça dos demais. Infelizmente ainda não foram publicados no Brasil mas em alguns sites existem traduções livres para baixar. Já li O Visconde que me amava.. ADOREI.. hj acabei de ler Te Dou meu coração. AMEI também.
Nossa nem sei dizer qual é o melhor. Até agora os 3 são ótimos.
Com certeza assim que lançarem o restante da coleção comprarei. Só espero que não demore muito.


Ana Paula 06/10/2013minha estante
Ótima resenha, parabéns..
Muito bom livro. Os personagens centrais são bastante engraçados. Simon é apaixonante, educado, carismático e muito sedutor. Não tem como não se apaixonar por ele. Até sua gagueira o deixa lindo. E a Daphne muito inteligente, carismática e engraçada. O único porém do livro é que a escritora Julia Quinn por ser considerada nossa querida Jane Auten contemporânea (Confesso que só por isso comprei o livro) faltou um pouco mais de preservação da intimidade do casal, pois para uma estória que é considerado de época, algumas cenas não precisavam ser tão divulgadas. E neste conceito Jane Austen é perfeita... Tirando essas partes o livro foi muito bom. (Jane Austen Forever)


Jeisa 10/01/2014minha estante
Realmente Simon é o gago mais lindo do mundo! Mas preciso confessar que Dafne entrou para as minhas mocinhas favoritas!


Carla 29/03/2014minha estante
Vou começar a ler hoje!


Tha 09/04/2014minha estante
Esse é, na minha opinião, o maior romance da história! Eu já li O Duque & Eu e O Visconde Que Me Amava (sobre o Anthony, quem ainda não o leu e amou o Anthony leia já!), e o próximo (Um Perfeito Cavalheiro) eu só li o prólogo e o primeiro capítulo dele mas estou super ansiosa! Vai ter um evento na minha cidade e UPC estará num dos livros sorteados, espero que ganhe ele se não minha mãe terá que comprá-lo a força! Hahaha
Mas sério, eu amei MUITO esse livro, bem diferente de tudo que li. O romance deles é maravilhoso, o humor cortante e a gagueira do Simon... tudo o torna um livro especial, o mais especial que li. O Visconde Que Me Amava também foi um livro ótimo, mas, na minha opinião, não supera O Duque & Eu e acho que nenhum outro o superará.
A Daphne e o Simon me marcaram profundamente, eu posso dizer que se eu morresse e não tivesse lido esse livro não morreria feliz.
Super recomendo a leitura! O MELHOR LIVRO QUE EU JÁ LI!!!!


Giselle 21/04/2014minha estante
É um livro incrivel. Daphne e Simon tem uma quimica logo de cara, cada dialogo deles é cheio de paixão, sarcasmo, ironia, intimidade. Tenho os 3 primeiros livros da serie e por enqunto só li o Duque e Eu e amei. Estou ansiosa pra ler os outros. A familia Bridgerton é muito legal. Para os amantes de romances de época é uma boa pedida e nao vão se arrepender.


Diandra 18/08/2014minha estante
Adorei a resenha Cris Paiva!


Nana 20/02/2015minha estante
Eu ganhei de aniversáriooo e estou simplesmente amando esse livro. com certeza lerei os outros. Nunca gostei tanto de um livro como esse...
Fiuei completamente apaixonada!


Edna 08/04/2015minha estante
O gago do meu coração, amei ele, ao ponto de detestar os irmãos de Daphne.


Lili 26/05/2015minha estante
Todos os filhos e genros sao maravilhosos!excelentes maridos,mas eu sou apaixonada pelo Anthony,eu acho ele demais!Um rapaz que aos dezoito anos se ve de repente na condicao de chefe da familia,ajudando uma mae viuva gravida e tendo de casar as irmas,manter a fortuna e ainda constituir familia,ele e o maximo!Mas o Simon tambem e maravilhoso,queria os dois como maridos,o Benedict,Colin,Philip,Michae,lGareth e Gregory como amantesKKKKKK


Mônica B. Lopes 15/02/2016minha estante
Acabei de ler essa maravilha! Tô muito feliz..


Faby Dallas 11/11/2016minha estante
O livro esta na íntegra (surpresa) pois a falecida 'NC' tinha o péssimo hábito de mutilar TODOS OS LIVROS.
Eu tenho e li as duas versões e amo demais todos os livros da família, pena que algumas pessoas não tenham intendido quando chama ela de Jane Austen MODERNA....


Flavinha.Lemos 27/07/2017minha estante
Confesso que tenho um certo receio de ler livros que todas as pessoas são loucamente apaixonadas (costumo chamar de livros modinha). Mas sou apaixonada por história, por romances de época, e , um dia, por curiosidade, acabei pegando O Duque e eu pra ler, meio que pra saber o porquê de tanta gente gostar da Julia Quinn. Li em um dia. Me apaixonei pela história e estou curiosa pra saber mais sobre essa família!!! Já no segundo livro da série!!


Fran Kukuty 08/08/2020minha estante
Parabéns pela excelente resenha, adorei a ideia de uma estante honra (skoob quero isso pra ontem!) e também estou encantada lendo esse livro!!! De fato tem tudo que vc descreve.




Caroll 17/10/2020

O duque e eu
Fiz a resenha dessa obra no meu blog. Confiram!
Instagram: @castelodepaginas

site: https://resenhasnonaarte.blogspot.com/2020/10/o-duque-e-eu-os-bridgertons-livro-1.html
comentários(0)comente



Daniella 20/10/2020

Apaixonada pelos Bridgertons
Tá certo que ainda não tô feliz com o que a Daff fez com o Simon, né, mas a história é um amor e me divertir muito com os Bridgertons. Animada pra continuar embarcando na história dessa família e pra chegar logo a estreia da série na Netflix!
comentários(0)comente



Nathi 04/09/2020

Jane Austen do século XXI? Hã, não...
Finalmente decidi dar outra chance para Julia Quinn e meio que me decepcionei (mais uma vez). Eu já tinha ficado um tanto traumatizada com Mais Lindo Que a Lua, foi um romance tão tóxico que desisti de ler Os Bridgertons. Então, depois de ler muitas resenhas positivas sobre a série, decidi começar. Já peço desculpas pela resenha grande hahahaha
Não vou mentir e dizer que detestei o livro, na verdade, como eu disse na resenha do outro livro, a escrita da autora é impecável e super envolvente, o problema é o romance. Sei que se passa em um século totalmente diferente do nosso, só que quem já leu romances escritos entre o século 18 e o século 19 sabe que muita coisa a Julia Quinn modificou, trazendo mais para atualmente do que tentando entrar realmente na época, então poderia ter tentado aliviar também o relacionamento tóxico né?
Esse livro vai trazer como protagonista Daphne Bridgerton, a quarta filha de oito filhos dos Bridgertons. Além, é claro, de Simon Basset, duque de Hastings. Dapnhe é uma jovem que a escritora diz ser diferente das outras que frequentam a sociedade de Londres, mas para mim ela era igualzinha a qualquer uma. Ela queria se casar e queria MUITO ter filhos, a única coisa que não queria era um marido velho e feio, então quando aparece Simon, um duque super lindo e rico, ela fica apaixonada por ele. Se aparecesse qualquer outro bom partido ela ficaria apaixonada, não era tão diferente assim do restante das outras jovens.
Simon por sua vez é um homem que teve uma infância difícil por conta de seu pai que sempre o rejeitou por ser gago. Quando superou esse problema se viu com uma sede de vingança em fazer seu pai pagar por tudo que tinha feito com ele, vai para a faculdade (onde conhece o irmão de Dapnhe) e depois faz uma viagem ao redor do mundo, tendo conquistado muito respeito entre as pessoas. Quando conhece Daphne ele se apaixona e faz uma proposta a ela, e obviamente ela aceita.
Me diverti muito no começo do livro, a família Bridgerton é engraçada (pelo menos alguns) e acolhedora, mas depois que enfim o romance vai se desenrolando você percebe que tudo está errado. Dapnhe é manipuladora, não consigo passar pano para ela, e faz de tudo para seduzir o Simon. Ela mente para ele se casar, chega a forçá-lo a querer filhos (sério que ela abusou dele bêbado????), e o Simon fica se culpando por ser tão horrível com ela. Claro que Simon também não é um personagem sem defeitos, primeiro que teve uma parte que ele falou para ela que se ele quisesse estuprá-la ele faria isso, já que ele era o dono dela (revirada de olhos). Depois a autora fala que ele é super admirado pelos empregados por ser um bom homem, SENDO que toda vez que abre a boca com eles é para gritar e dizer grosserias. Então como ele é que ele conseguiu o respeito??
Os irmãos de Dapnhe são grosseiros e se acham donos dela também, são intrometidos e tentam resolver tudo sem pensar em nada. Provavelmente os únicos personagens de quem gostei foi a Violet e os filhos menores. Parece que a escritora simplesmente descreve os personagens de um jeito e depois modifica tudo, é simplesmente chato. A Dapnhe não apenas quer ter filhos, para mim isso seria normal, mas ela é OBSECADA por querer filhos que chega a ser completamente ridículo.
Agora eu tenho receio de ler o resto, pois parece que a Julia Quinn cria um enredo exatamente igual nos livros dela: Duas pessoas que se apaixonam (e não deveriam) e um deles não quer se casar, relacionamento tóxico, mudança de comportamentos que não tem nada haver com os personagens... Tudo que eu li no outro livro e não gostei.
O triste é que a escrita da autora é muito boa, só que ela não sabe desenvolver romances fofos. Não consigo considerá-la a Jane Austen do século XXI, chega a dar nos nervos quando comparam as duas. Jane Austen escrevia sátiras sociais muito boas e que te fazem refletir até hoje, já a Julia Quinn tenta romantizar um relacionamento chato e tóxico, não me desceu.
gabi 05/09/2020minha estante
eu comecei lendo Julia Quinn pelos Bridgertons e O Duque e Eu é o livro que eu menos gosto da série, mas te prometo que os outros são bem melhores!! Eu li Mais Lindo que a Lua e achei bem chatinho, não continuei a série dele.


duda medeiros 06/09/2020minha estante
Nossa, esse é exatamente meu sentimento em relação ao livro. Consegui ler até o quarto livro da série Os Bridgertons, o segundo e terceiro livro são realmente bem melhores, mas o quarto livro (o de Colin) se mostrou igualmente abusivo, bastante problematico, então finalmente desisti da escrita de Julia Quinn, notei que todos os personagens tem esses traços de um relacionamento exagerado e toxico.. todos! Ate os que eu gostei mais* Sem exceção


Nathi 09/09/2020minha estante
Sim Gabi! Mais Lindo que a Lua foi meu primeiro contato com a escritora e eu simplesmente não gostei kkkk mas vou tentar continuar os Bridgertons!


Nathi 09/09/2020minha estante
Também ouvi falarem muito mal do livro do Colin, Duda! Falam que nos outros livros ele é legal, mas chega no dele e estraga o que você sente por ele... Acho que a Julia Quinn faz isso de propósito porque não tem outra explicação kkkkkk Também já percebi esse exagero, chega a ser chato! Mas uma coisa que me incomoda mesmo é esses personagens tóxicos, não é porque é outro século que TODOS os personagens tem que ser abusivos um com o outro!


Raquel 13/09/2020minha estante
Jane Austen do século XXI? Não mesmo


duda medeiros 14/09/2020minha estante
kkkkkkkkk não mesmo! Uma piada!




maria | mariaclarasb 20/07/2020

Doida pra continuar a série
Estou encantada com Julia Quinn, este foi o meu primeiro romance de época e me encontro apaixonada. Eu apenas acrescentaria um aviso de gatilho no início do capítulo 18.
Asenate Brasil | @livros.etcetals 20/07/2020minha estante
Vai amar a série. É perfeita pra quem gosta de romance de época. Apesar de serem histórias clichês de certa forma, cada personagem tem seu encanto. Amo essa série ?


Quel 20/07/2020minha estante
Maria, a boa noticia é que a série só melhora? Boa leitura




Milly 26/10/2020

O Duque e Eu
Gostei muito do livro, leitura rápida fluida, com uma história que prende e que faz rir. Me incomodei com algumas coisas mas nada que torne o livro ruim, tendo em vista que se passava em 1800. Adorei os personagens e entendo o lado do Simon, apesar de achar que ele esteja com um pensamento meio errado, fico feliz que isso tenha mudado. Achei o final muito rápido, mas também é muito bom. Em suma, adorei o livro e estou ansiosa para começas a leitura dos próximos.
comentários(0)comente



10/08/2020

O duque e eu
Tem uma narrativa fluida, com detalhes, personagens bem descritos, em seus aspectos físicos e psicológicos. Boa ambientação, me senti envolvida na história. Algumas cenas me incomodaram um pouco, com momentos de exagero na condução de situações desagradáveis.
Achei que o final da história acabou muito abruptamente, mudou o ritmo da narrativa, esse tipo de sequência me incomoda, acho que a parte final poderia ser mais trabalhada.
De forma geral gostei do livro.
comentários(0)comente



Luh 24/10/2020

Tenho que dizer que uma cena desse livro me deixou MUITO INCOMODADA, o que me fez desgostar um pouco da Daphne. Acho que as últimas 40 páginas poderiam ter sido melhores..
comentários(0)comente



Vidallari 05/07/2020

So queria dizer que me apaixonei por esse livro e quero ler todos os livros agora.
comentários(0)comente



Natacha.Barreto 24/10/2020

Acho q esse livro é meio que que leitura obrigatória de tão bem escrito. Casal fofo. Pontos p protagonista, ela me pareceu tão amorosa, conciente e madura. Livro fofo!
Anciosa p ler toda saga Os Bridgerstons!!!!
Karol 24/10/2020minha estante
Eu amo os livros dessa autora , preciso ler essa série ?


Natacha.Barreto 24/10/2020minha estante
Siiim...?




Luane 12/08/2020

Decepcionante.
O começo é bom. A Daphne parecia uma mocinha diferente. Mas então Simon aparece, eles vão se conhecendo melhor e Daphne se apaixona.
A partir daí é só ladeira abaixo. A protagonista mostra ser mesquinha e insensível, mas a gota d'água foi cena do abuso.
Quando li eu não sabia sobre essa cena, depois fiquei bem chateada pois já vi muita gente indicando esse livro como se fosse a 8° maravilha do mundo.
Carvalho 12/08/2020minha estante
Foi uma decepção mesmo


Carvalho 12/08/2020minha estante
Mas O Visconde que me amava é muito bom


Thaisa 12/08/2020minha estante
Não gosto desse livro pelo mesmo motivo


Paula.Soares 12/08/2020minha estante
Pensei a mesma coisa


Jhenny Louizy 12/08/2020minha estante
Nunca tive interesse pelos livros da Julia Quinn por esses motivos, mas já vi muita gente falando como se fossem os melhores livros do mundo


Anna.Braga 12/08/2020minha estante
Gente,qual cena de abuso?


Keury_Lima 12/08/2020minha estante
Júlia sempre superestimada por zero motivos




Queria Estar Lendo 29/07/2013

Só mais um - O Duque e eu
Resenha: O Duque e eu
Link oficial da resenha: http://tinyurl.com/oygm2at

Como todos já devem ter percebido, este livro é um romance histórico. Ou como é comumente chamado, um romance de banca. Sou muito fã deste gênero de leitura, na verdade gosto de quase todos os livros com conotação erótica, e é a estes livros que costumo recorrer quando sofro de ressaca literária. Caso você esteja se perguntando o por quê, eu respondo: normalmente este tipo de livro costuma te proporcionar uma leitura leve, engraçada, e como não poderia faltar, quente.

O Duque e Eu é o primeiro livro da série Os Bridgertons, uma série que narrará em cada livro a história de um dos oito irmãos Bridgertons, e tem como personagem principal Daphne, a quarta irmã na linha de nascimento, e a mais velha das garotas. Daphne é de uma beleza comum e pouco arrebatadora, mas é sua personalidade que a distingue das demais. Enquanto as outras garotas tendem a apavorar os homens ao seu redor, Daphne é compreensiva e gentil com todos, o que acaba fazendo com que eles não a vejam como uma pretendente, mas sim como uma simples amiga. Para piorar a situação sua mãe não para de pressioná-la para que arrume logo um marido, até mesmo uma lista de candidatos ela lhe deu!, mas os candidatos que aparecem não são nada promissores. Daphne precisa achar um pretendente logo, antes que se veja obrigada a escolher entre as péssimas opções que se apresentaram, para que possa casar-se e iniciar a família a qual tanto deseja.

Do outro lado deste romance temos Simon Basset, um solteirão convicto, que acaba de assumir o título de Duque após a morte de seu pai. Simon acaba de voltar a Londres depois de anos viajando e decide comparecer ao baile de Lady Danbury, mesmo após o aviso do amigo Anthony Bridgerton de que não o fizesse, e é lá que ele conhece Daphne, em uma situação um tanto quanto irreverente: em uma tentativa de livrar-se de um pretendente indesejado, e um tanto quanto alcoolizado, Daphne golpeia o infeliz com um soco que acaba o deixando nocauteado, e resta a Simon ajudá-la a contornar a situação.

Ocorre que nos poucos instantes em que permaneceram ali, confabulando, o Duque de Hastings sentiu uma atração quase que irrefreável pela moça desconhecida, até perceber que se tratava da irmã de seu melhor amigo, Anthony. Simon não poderia desonrar a irmã do amigo, por mais tentadora que ela fosse, então o ideal seria afastar esses pensamentos impróprios de sua mente o mais rápido possível. Mas era quase impossível esquecer de Daphne, ou ao menos deixar de compará-la a todas as outra garotas, quando mães se aproximavam como aves de rapina caçando uma presa e carregando filhas e mais filhas a tiracolo. Pobre Simon, mal havia retornado a Londres e já virara o maior e mais cobiçado partido da cidade.

Tentando livrar-se das matronas, cada vez mais ávidas para casá-lo com suas filhas, Simon propõe a Daphne um acordo um tanto quanto inusitado: ele fingirá que lhe faz a corte, o que acalmará os ânimos das mães das garotas solteiras, e também abrirá os olhos dos outros homens sobre Daphne, fazendo com que a vejam como uma mulher desejável e não apenas como uma amiga. O plano parece ter tudo para dar certo, ao menos para Daph, mas o que acontece com este acordo quando o amor falar mais alto que a razão? Nada muito bom pode sair disso, não é mesmo?

Não vou me estender além disso sobre a história, quem quiser saber mais vai ter de ler o livro. Julia Quinn acertou muito com a história, confesso que não seguiu o padrão que eu esperava. Simon é um personagem muito interessante, nada muito fora do padrão dos livros deste gênero, mas que é interessante ver como seus atos realmente são justificados pela sua história, e não apenas por serem necessário para o bom prosseguimento do livro. Julia deu uma história muito boa para nosso querido Simon, e a explora desde o início, o que possibilita uma melhor compreensão do personagem. Daphne é uma personagem comum, mas agradável, e acho difícil alguém ter ressalvas sobre ela. Uma personagem muito interessante da história também é Lady Whistledown, colunista da "Revista de Sociedade de Lady Whistledown", um folhetim responsável pelas maiores e melhores fofocas sobre a sociedade londrina. Ninguém sabe quem ela é, mas ela parece saber de tudo sobre todos. Lady Whistledown é quase uma Gossip Girl da Londres do século XIX.

Recomendo a leitura de O Duque e Eu, é um livro pequeno e que vai lhe divertir muito, garanto. Tenho algumas ressalvas quanto a alguns acontecimentos do final, que eu creio poderiam ter sido melhor trabalhados, mas é um livro muito bom no geral. Leiam, leiam e leiam. E depois venham comentar comigo!

____________________________________

Gostou da resenha, quer mais? Então acesse o blog 'Só mais um' e venha viver este vício conosco! :)

Esta resenha foi feita por Eduarda Henker, membro do blog 'Só mais um', e a reprodução integral ou parcial da mesma é proibida. Plágio é crime.

Só mais um
http://migre.me/akZTi
Rayanne A. 22/08/2014minha estante
'Sou muito fã deste gênero de leitura, na verdade gosto de quase todos os livros com conotação erótica, e é a estes livros que costumo recorrer quando sofro de ressaca literária. Caso você esteja se perguntando o por quê, eu respondo: normalmente este tipo de livro costuma te proporcionar uma leitura leve, engraçada, e como não poderia faltar, quente.' Me senti descrita aqui. hehe
E de um modo geral, apoio sua opinião. Ótima resenha! :)




Patricia 16/09/2020

Sem dúvidas gosto não se discute. Nunca me interessei muito por esse gênero de livro, então para um desafio de um livro que nunca leria, escolhi O Duque e eu. O que posso dizer sobre a narrativa desse livro, é que ela é praticamente inexistente. O livro é basicamente constituído de diálogos. A ambientação fica por conta dos leitores pq a autora esqueceu completamente disso. O foco é a fofoca. Tem até uma gossip girl. Bem, com a exceção do corpo do protagonista, isso aí ela fez questão de descrever nos mínimos detalhes.
Um ponto bom do livro? Ele não tem triângulo amoroso, e somente por causa disso ele ganhou uma estrela extra de mim. Sobre o restante da estória.... tudo bem que não vivi durante a época em que ela se passa, mas acho que essas "inocentes" senhoritas de séculos passados são bem dadas. Por um momento eu pensei que o primeiro baile do livro era na verdade um baile funk. Essas meninas da alta sociedade costumavam sair alisando homens que acabaram de ser apresentadas naquela época? Vá saber né? Talvez fizessem isso e eu é que estou errada. Minha impressão pessoal desse livro foi que, a autora queria apenas escrever um hot, mas sabia que se fizesse isso, ela não seria levada a sério como escritora. Então ela escreveu esse livro.
Mas como disse lá no início, gosto não se discute. Muitos amam essa série e essa autora, não julgo. Mas da minha parte, esse foi o primeiro e último livro que li dela. Isso é, se não surgir um outro desafio.


Ps: E vamos deixar bem claro que, o que a protagonista fez tem nome. Não é legal, não é romântico, não é bonito.
Danielle 16/09/2020minha estante
Foi meu primeiro e último também hahaha


Nara 16/09/2020minha estante
Kkkkkkkk pensei quase a mesma coisa, só q eu assustei qdo descobri q era hot. Jurava q ia ser só um romanção piegas.




Tata 04/09/2020

O Duque e Eu
Acabei lendo por indicação porque não tenho o costume de ler o gênero romance. Mas ultimamente, estou me aventurando por esse universo que, confesso à contragosto, está me surpreendendo bastante num sentido extremamente positivo.

Estava procurando mais livros desse gênero quando uma amiga me indicou a coleção de livros da Julia Quinn "Os Bridgertons", onde o romance de época se faz tão presente. Fui alertada sobre os clichês, que antes me irritaram muito, mas, após a leitura dessa história, não acredito que isso tenha sido um problema.

Os personagens são muito interessantes, com personalidades evidentemente bem elaboradas e a história, por mais que seja focada exclusivamente no romance, apresenta uma trama muito envolvente destacando os conflitos internos do personagen Simon de forma tão delicada e, ao mesmo tempo, profunda.

Gostei bastante de ler um livro que retrata uma época tão diferente - 1815 - e nos faz viajar a um mundo forjado em casas grandes e elegantes, vestidos de renda, carruagens e bailes chiques.

Portanto, O Duque e Eu foi minha introdução aos romances de época pois deixou uma impressão muito agradável sobre os clichês e, sobretudo, despertou meu interesse.

Pretendo ler os demais livros da coleção.
Geyse 04/09/2020minha estante
Quero muito ler ??


Tata 05/09/2020minha estante
Leia! É muito fofo!!


Carol 09/09/2020minha estante
Fico extremamente feliz que tenha gostado. Bem vinda ao mundo dos romances de época ??????


Tata 10/09/2020minha estante
Obrigada!! Gostei bastante ??




2037 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |