Jane Eyre

Jane Eyre Charlotte Brontë




Resenhas - Jane Eyre


310 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Talia Ramos 13/11/2019

Acredito que a vida é muito curta para não ler Jane Eyre. Sabe quando você começa ler algo e o personagem se torna quase que íntimo seu? Foi assim com Jane, eu torcia e chorava por ela como se ela fosse uma irmã ou uma melhor amiga. É incrível poder acompanhar a evolução dessa garotinha que nos proporciona diálogos de tirar o fôlego. Já em relação aos personagens masculinos do livro, Rochester e o pároco John, achei eles cansativos demais, mal conseguia prestar atenção no que eles diziam. Mas ok, deu pra engolir. O que demorei pra digerir foi o romance central, mas no final até que deu pra aceitar também. Enfim, como eu havia começado esse comentário, a vida é muito curta para não ler Jane Eyre. Façam isso!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Debora 02/11/2019

Recomendo
O romance conta a história ria de Jane Eyre desde a sua infância até a sua idade adulta. Jane é órfã, mulher, considerada feia e sem nenhuma perspectiva de um futuro melhor. Desde criança passou por muitas dificuldades, além de se sentir sozinha e mal amada. Ao longo da trama ela se revela uma mulher forte e determinada, que não deixa se conformar com o que tem e luta pelo que quer sem se curvar às vontades dos homens que aparecem em sua vida. Essa personalidade a difere da realidade feminina da época, trazendo à tona questionamentos sobre os comportamentos sociais e morais das mulheres e dos homens desse tempo, que são incutidos desde a infância. Uma leitura muito boa, com muitas reviravoltas. Um clássico da literatura! Recomendo!
comentários(0)comente



Indyra 28/10/2019

Jane Eyre
Eu leio e releio e não me canso da Jane!A força e o caráter dela são inspiradores ..é muito estranho quando livro te prende tanto que parece que você está assistindo filme.
comentários(0)comente



Cássia 27/10/2019

Jane Jane!
Jane Eyre despertou em mim as mais diversas sensações. Comecei a leitura carregada de indignação, me deparei emocionada com cenas passionais, arrasada com outras mais dramáticas, agoniada pelas possibilidades que a história tinha como rumos e, por fim, extasiada e sensibilizada com um romance que me arrancou suspiros. Não só a história como um todo me agradou, tendo as mais diversas surpresas e reviravoltas, como a personagem me encantou. Jane é daquelas que seguem seus próprios princípios, acima de tudo, mesmo que isso custe em auto-sacrifício, mas é exatamente por isso que é tão encantadora e tão forte. A personagem me mostrou que não devemos ir contra aquilo que acreditamos em hipótese alguma.
Foram pouquíssimos os momentos que me vi desconectada da história, que parecia tomar rumos mais lentos. Mas, em 90% de suas páginas, foi uma leitura extremamente encantadora, como só os livros que se tornam meus favoritos são capazes de ser. Jane Eyre é um clássico imperdível.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Lucas 23/10/2019

Sublime
Fascinante. É lendo essa obra que entende o que é um clássico da literatura universal. Temas atuais, personagens esféricas, tramas instigantes, reviravoltas. Jane Eyre é um romance completo.
comentários(0)comente



Deghety 22/10/2019

Jane Eyre
Jane Eyre me surpreendeu pela peculiaridade da personalidade da protagonista. Devido ao ambiente a qual foi criada, tanto na infância, sob o mau tratamento no seio familiar, com desprezo e severidade, quanto na escola rígida e pouco acolhedora.
Esses períodos são os mais pesados da obra, mas fundamentais para formação do caráter de Jane.
A natureza bondosa e humilde de Jane a torna um tanto submissa, no entanto a firmeza do seu caráter e seus conflitos internos a mantém , na maioria dos casos, dona de si.
A escrita é bastante agradável, beira a simplicidade, todavia as descrições cenográficas e sentimentais são absurdamente poéticas.
É uma obra onde os sentimentos se apresentam sempre à flor da pele, e o amor, num cenário completamente desfavorável, dentre defeitos, erros e tragédias, vence.

#desafioliterárioskoob2019
comentários(0)comente



livrodebolso 14/10/2019

Nota-se na literatura das irmãs um caráter autobiográfico muito marcante, tornando os romances, além de obra de ficção, um retrato de sua vida. Charlotte utiliza muito de sua experiência como enredo: exemplo disso é a passagem em que as meninas internas no colégio morrem de febre tifóide, assim como suas irmãs na vida real. Mais precisamente, o período de Jane numa destas instituições refere-se aos anos de desespero que a autora passou sob cuidado da escola, fato absolutamente traumático.
Assim como uma Brontë, Jane Eyre vive tragicamente: enquanto a criadora viu sua mãe e seus irmãos morrendo ainda jovens, de doenças terríveis (como câncer e tuberculose) e morreu ela mesma ao dar a luz, a personagem, por sua vez, era órfã, mantinha péssima relação com sua tia e guardiã, sofria por sua opinião forte, era maltratada no internato, passou pela dificuldade que sofriam as governantas, sentiu a pressão social do casamento, e foi ter um vislumbre de felicidade apenas quando bem mais velha.
Charlotte e suas irmãs publicaram inicialmente utilizando pseudônimos, uma vez que (preciso mesmo dizer?) mulheres eram menosprezadas e diminuídas durante a época vitoriana (risos), e, quando revelaram seu nome verdadeiro, recebiam elogios superficiais, como sendo "um bom livro, para uma escritora mulher". De fato, lendo The Professor, é perceptível a evolução na escrita da Charlotte: o primeiro perdia o rumo e tornava-se enfadonho, denso e chato, honestamente - apesar de o plot ter sido muito mais interessante. Em Jane Eyre, ela atinge o tom exato, expressa uma maturidade e qualidade de desenvolvimento que prende e interessa, mas sem perder nada das características dos autores da época.
Nunca canso-me de avisar sobre contextualização: até mesmo o interesse amoroso de Jane Eyre é retirado da experiência de Charlotte com o diretor da escola onde estudou, e as brincadeiras e implicâncias de Jane com o tutor da criança a qual leciona são menções ao que a escritora viveu.
A publicação do livro foi um sucesso imediato, e Charlotte manteve o pseudônimo não por muito tempo.
Jane Eyre é não apenas um objeto de desabafo, mas uma história didática.
comentários(0)comente



Morena.Santos 30/09/2019

Jane Eyer
Simplesmente maravilhoso, escrita fantástica, comovente e extraordinária. Muito feliz estou por ter tido a oportunidade de conhecer Jane Eyer.
comentários(0)comente



Mari 22/09/2019

Jane Eyre - Biblioteca Áurea
Confesso que essa edição acabou me levando a um certo desânimo na leitura: contém alguns erros ortográficos, alguns erros de formatação mas o mais grave para mim é a ausência de notas (como por exemplo por não traduzir frases estrangeiras, sendo que uma das personagens fala principalmente em francês).

Mas não posso negar a grandiosidade da obra. Jane é uma personagem dona de si, em plena consciência de quem é e o que deseja. Uma história inspiradora, com viradas surpreendentes e claramente uma obra que remete aos primórdios do feminismo.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Dani 12/09/2019

Então... Primeiro gostaria de enfatizar que avalio meus livros com base no quanto gostei da leitura e infelizmente jane Eyre foi um desafio para mim. Assim, apesar de toda a sua importância histórica e da ótima escrita da autora, minha nota aqui no skoob fica sendo 2,5.
Comecei gostando bastante da leitura, à ponto de achar que tinha a possibilidade de se tornar um clássico favorito. Para uma obra escrita em 1847, achei a escrita bem acessível e rápida. Jane é uma personagem forte e apaixonada com idéias bem progressistas para a época.
Entretanto, depois que o Mr. Rochester aparece na história, tudo começou a desandar para mim. Não suportei o personagem ( grosseiro, antipático, prepotente e arrogante) e não gostei de quem Jane se torna quando se apaixona por ele. Muitos comportamentos que consigo relevar quando leio um livro clássico, por saber que eram a realidade da época, aqui me incomodaram bastante e não consegui superar.
Passei boa parte da leitura batalhando se abandonava ou me forçava à terminar.
Terminando em algo positivo, gostei dos 2 capítulos finais , o que me surpreendeu, já que não era um final que eu queria para a personagem, embora esperasse que terminasse assim.
comentários(0)comente



Paula.Orlando 08/09/2019

Uma fortaleza em um campo muito frágil
A história de Jane, um romance de formação muito bem construído, nos leva além dos fatos narrados. Pensei em cada situação e decisão de Jane, me coloquei em seu lugar. A complexidade das relações presentes na história, amizades, paixão, raiva e perdão fluem e transformam esta personagem em alguém muito rara, mas real.
Uma mulher que usou bem o pouco que a vida te deu, construiu o que pôde pra si, e em nenhum momento de dificuldade abriu mão de suas convicções. Ela se conhecia muito bem, e sabia ver a alma de todos que a rodeavam.
comentários(0)comente



310 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |