Guia do herói para vencer dragões mortais

Guia do herói para vencer dragões mortais Cressida Cowell




Resenhas - Guia Do Herói Para Vencer Dragões Mortais


28 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


AndyinhA 30/12/2011

Trecho de resenha do blog MON PETIT POISON

Tinha um tempinho que a série não estava tão divertida, não sei se era porque as histórias estava muito parecidas ou se tinha perdido o gostinho para ler mais sobre Banguela e Soluço, mas neste livro o lado engraçado e sem noção que estava nos primeiros livros volta.

Os 3 resolvem invadir uma biblioteca e lá que tudo acontece, as incríveis armações de Camicaze, os medos de Perna de Peixe e o momento agir ou não agir de Soluço. Acho que finalmente a autora voltou ao rumo certo na história, estava sentindo falta disso nos livros anteriores, pareciam sempre muito repetitivos.

Para saber mais: http://bit.ly/uICs21
comentários(0)comente



Gabi 07/12/2012

Guia do Herói Para Vencer Dragões Mortais - Cressida Cowell
Ler os livros da Cressida é ter certeza de que teremos uma leitura divertida e desencanada, então eu não tive problemas com o livro. Sem contar que eu adorei a forma como ela fez a estrutura do livro: um livro dentro de outro livro . É meio complexo explicar para quem não leu sem dar spoilers....

A leitura é basicamente isso: diversão, boas risadas e a promessa de um livro no mínimo desencanado. Essa série é um tesouro e eu recomendo a absolutamente TODOS a leitura de pelo menos um exemplar dela (já que eles podem ser lidos fora de ordem).

comentários(0)comente



Jung Angel 29/06/2012

Minha Opinião sobre: Guia Do Herói Para Vencer Dragões Mortais
Demorou um pouco, mas enfim consegui comprar mais um dos livros dos meus amados Soluço e Banguela!

Este livro tras mais uma das aventuras de Banguela e Soluço, desta vez ela se inicia no aniversário de Soluço, dia do qual Soluço pede/deseja que seje um dia calmo e sem aventuras ou perigos mortais, mas pra ajudar é claro que nada disse vai acontecer ou não?

"Os livros eram desprezados pelas Tribos Vikings, pois eram vistos como uma péssima influência civilizadora e uma ameaça à cultura bárbara. Como eram proibidos, foram trancados na grande e sombria Biblioteca Pública dos Cabeças-ocas, guardada pelo horripilante Bibliotecário Cabelo Assustado e seu temível exército de Guerreiros Cabeças-ocas e Dragões-brocas."

Sobre a capa: Gostei muito do trabalho da editora nesta capa, assim que foi divulgada, já tinha achado ela uma graça, mas depois de ter em mãos, é outra coisa. Está edição está muito bem feita, um capricho que si só, posso dizer que é uma das edições mais caprichadinhas, não que as outras não sejam, a diagramação continua a mesma dos outros livros, letras diferentes, grandes e muitas ilustrações, folhas amarelinhas e muitos mapas!

Desta vez a mensagem que a autora trás ao finalzinho do livro é sobre a importância dos livros e da leitura em nossas vidas. Fato que achei muito interessante o modo como a autora conduz a história para chegar nessa bela mensagem, sem contar da divertida aventura de Soluço.
Os personagens continuam sendo carismáticos, e os meus favoritos continuam os mesmo Banguela, Soluço e Camicase, e estou começando a gostar mais de Perna de peixe!

No começo do livro, encontramos muitos mapas, e no final nos deparamos com um novo Dicionário de Dragonês” do qual achei divertidissimo, contém também, Perfis de Dragões, descrevendo em detalhes as características e cada espécie.

Penso que já estou ficando suspeita pra falar da série pois amo ela a cada livro lançado, e isso tente a aumentar cada vez mais! Enfim o livro é ótimo, e claro que eu recomendo este livro, não só este como todos os livros! Se você ainda não conhece a série o que faz ai parado, vá logo ler!

➟Convido vocês a conhecer o http://angelandherbooks.blogspot.com.br/ Sigam Visitem comentem para ajudar a chata Aqui! ;)
comentários(0)comente



Bruna Fernández 17/05/2012

Resenha para o site www.LivrosEmSerie.com.br
A cada novo volume da série Como Treinar Seu Dragão, somos impressionados com uma nova e instigante história da trajetória do atrapalhado Soluço, Banguela e seus amigos. Nesse sexto volume Soluço não tem um aniversário tão tranquilo como realmente gostaria: com ação, e claro, recheado de humor, acompanhamos Soluço, Perna-de-peixe e Camicazi por uma aventura no labirinto da Biblioteca Pública dos Cabeças-ocas.

Os três amigos vão parar na biblioteca depois de Stoico, pai de Soluço, pegar ele rascunhando seu próprio livro: Guia do Herói para vencer dragões mortais. Stoico e os Hooligans não dão muito valor aos livros. O único livro que deve ser lido pela tribo é o exemplar do livro “Como treinar seu dragão”; e é o único do qual Stoico dá valor. O exemplar de Stoico foi roubado da biblioteca e ele se vangloria disso. Só que Banguela, o dragão incorrigível de Soluço, destroça o exemplar do livro do pai de Soluço. Decidido a substituir o exemplar de seu pai sem que ele perceba, Soluço decide ir até a Biblioteca Pública dos Cabeças-ocas em busca de uma nova cópia de “Como treinar seu dragão”.

Em um mundo em que os livros são considerados inúteis é muito legal ver como a visita à Biblioteca influencia e maravilha Soluço. E esse não deixa de ser um pararelo com a nossa realidade, afinal, somos um país que, ainda, consome muitos poucos livros por pessoa.

Quem acompanha a série sabe que Soluço é um herói às avessas de seus iguais, vikings bárbaros, que acreditam que tudo deve ser resolvido na luta e no grito. Nosso pequeno e jovem herói, porém, faz uso de sua inteligência e astúcia para vencer seus obstáculos, e claro, da ajuda de seus atrapalhados amigos e respectivos dragões.

É impossível não se divertir com os enredos simples, porém cheios de emoção e valores. Os perfis e nomes dos personagens são um show a parte que ajudam a tornar a leitura ainda mais prazerosa.

O livro traz uma seção especial com fichas de dragões e também um Dicionário de Dragonês, que promete agradar ainda mais os fãs da série.
comentários(0)comente



Jacke 31/05/2014

Resenha - Guia do herói para vencer dragões mortais
É o terceiro aniversário de Soluço e ele irá completar 12 anos (sim, terceiro, Soluço nasceu no dia 29 de fevereiro de um ano bissexto). A única coisa que o garoto quer é comemorar seu aniversário em paz. Mas, todos sabemos que isso é impossível da ilha de Berk.

Banguela apronta uma com seu dono, como sempre. O dragãozinho, dessa vez, devora o livro que todos os Hooligans adoram e que também é o único livro que não é banido pelos vikings: "Como Treinar o seu Dragão". Até aí tudo bem, se Stoico, o imenso, não precisasse do livro para mostrar á Bertha, a peituda, que os Hooligans são tão bons ladrões quando as ladras-do-pântano. Se você já leu os outros volumes, deve se lembrar que o próprio Bocão Bonarroto roubou aquele livro de Velho Enrugado, na Biblioteca Pública dos cabeça-ocas. Lá há os mais diversos livros, todo o conhecimento do mundo viking, mas os livros são considerados perigoso para os vikings, pois eles trazem influencias de um mundo civilizado.
Para que Stoico não descubra o que Banguela fez, a unica saída é Soluço voar até a biblioteca e furtar do "maldito-assassino-violento-bibliotecário Velho Enrugado". É claro, com uma ajudazinha de Perna-de-peixe e Camicazi.

A narração desse livro é mais rápida do que os demais. Ou seja, logo no começo do livro, Soluço já está entrando em uma aventura. Como sempre, a narração de Cressida Cowell não decepciona, ela é divertida e cômica. Esse também é um dos volumes mais importante da série, pois é nele que vemos o começo de uma saga (algo MUITO importante é revelado da biblioteca).

Sou suspeita para falar, mas recomendam a todos que leiam, sempre vale a pena se aventurar em um mundo de vikings e dragões.

site: http://colecaodenuvens.blogspot.com.br/2014/05/resenha-guia-do-heroi-para-vencer.html
comentários(0)comente



Shirlei 27/12/2014

Guia Do Herói Para Vencer Dragões Mortais
Soluço se vê envolvido em uma confusão enorme. Seu dragão, Banguela, devorou o exemplar que pertencia a Stoico, o Imenso do único livro permitido na tribo do Hooligans Cabeludos. Pensando que assim evitariam maiores problemas, Camicazi e Perna de Peixe decidem acompanhá-lo na missão de roubar a segunda edição que estava guardada na Biblioteca.
comentários(0)comente



Leilane 26/12/2014

Até o momento, este é meu livro favorito da série!
Até o momento, este é meu livro favorito da série, acho que dificilmente algum superará este pelas seguintes razões:
1 – Tem um dragão na capa lendo
2 – A história acontece numa biblioteca
3 – Alvin não é o vilão dessa história para variar
4 – O livro tem as melhores citações da série
A sinopse conta bem todo o enredo; mais uma vez nossos heróis estão numa enrascada por culpa do Banguela que deu uma mimadinho e destruiu o livro que faria com que Stoico ganhasse a aposta contra Bertha e lá vão eles tentar encontrar outra cópia na biblioteca viking protegida por dragões e guerreiros muito letais.
A história se desenvolve sobre muita tensão, o forma como eles chegam lá, o fato de estarem usando um dragão roubado de Insensato, além da biblioteca ser bem assustadora por causa dos diferentes tipos de dragões que a guardam e também por causa do Bibliotecário Cabelo Assustado – acho que ele é um dos personagens mais loucos de toda a série –, o lado positivo é que a biblioteca não deixa de ser fascinante, Soluço a descreve bem nesta citação:
“UAU – arfou Soluço -, se alguém ficasse aqui tempo suficiente, poderia mesmo encontrar a resposta para tudo.” (p.95)
Ainda é muito estranho – e um tanto irritante – ver o quanto é diferente a interação da querida dupla Soluço e Banguela do livro para a animação, enquanto nesta, eles são simplesmente apaixonantes e têm uma parceria invejável, no livro, há apenas raros momentos de entendimento entre os dois, todo é resto é ele colocando o Soluço em alguma confusão e para fazer alguma coisa pelo Soluço é muito na base da persuasão. Acho que se não houvesse a animação, provavelmente eu acharia mais engraçada essa relação deles no livro, mas gosto muito mais da amizade deles no desenho.
Um fato interessante que Soluço descobre é que os Spantosicus Strondus gostam bastante de escrever, pois seus antepassados também publicaram livros, mas a melhor parte é o epílogo, ele fecha com chave de ouro o livro que expressa muito bem a importância dos livros e da leitura:
“Graças a Thor você vive em um tempo e em um lugar em que as pessoas têm o direito de viver, pensar, escrever e ler seus livros em paz, e não há mais necessidade de Heróis… Então, reserve um pensamento para aqueles que não tiveram tanta sorte.” (p.201)
Dou graças a Thor por ser livre para ler meus livros, então fica aqui um minuto de silêncio para aqueles que não tiveram – e em muitos casos ainda não têm – a oportunidade de ler e se perder na história de um livro.
Mantenho o que disse na resenha do livro anterior, é uma leitura muito recomendada, mas que exige paciência pelo tamanho da série e com algumas das abordagens da autora caso você não seja o público dela, mas se você quer matar apenas sua curiosidade em relação à série e ler apenas um livro, recomendo este ou o primeiro, Como Treinar Seu Dragão.

site: http://lerimaginar.com.br/blog/2014/04/30/guia-do-heroi-para-vencer-dragoes-mortais-cressida-cowell/
comentários(0)comente



Psychobooks 12/11/2011

No sexto livro da série Como Treinar seu Dragão, que narra aventuras de Soluço Spantosicus Strondus III - o maior herói viking de todos os tempos - Soluço está completando 12 anos, tudo o que ele mais queria era um dia tranquilo, mas esse dia tão especial não está sendo bem como ele gostaria que fosse. Para começar, logo percebemos que ele está em uma situação terrível de enorme perigo.

Banguela aprontou mais uma com Stoico - pai de Soluço - e dessa vez ele o deixou tão nervoso, que ameaçou o pequeno dragão com o exílio. Para que Stoico não descobrisse o que Banguela fez com o exemplar de Como Treinar seu Dragão, ele, Perna de Peixe e Camicazi terão que invedir a Biblioteca dos Cabeças-ocas.

Você deve estar se perguntando porque uma biblioteca seria um cenário tão aterrorizante... Eu explico: durante a Coisa - conselho de tribos vikings - ficou decidido que os livros são muito perigosos para a cultura bárbara pois eram péssima influência civilizadora, então eles foram trancados na Biblioteca Pública dos Cabeças-ocas e guardados pelo Bibliotecário Cabelo Assustado, um exército de Guerreiros Cabeças-ocas e Dragões-brocas e as pessoas só poderiam entrar lá com um convite.

Continue lendo: http://www.psychobooks.com.br/2011/10/resenha-guia-do-heroi-para-vencer.html
comentários(0)comente



Ju Oliveira 14/12/2011

Nessa nova aventura, o sexto livro da série, nosso querido herói Soluço Spantosicus Strondus III está completando 12 anos. E tudo que ele queria é que fosse um dia tranquilo, calmo e sossegado. Mas seu dia aconteceu exatamente ao contrário.

Mais uma vez, a culpa por tirar seu sossego é de seu pequeno e travesso dragãozinho de estimação, Banguela. Ele acabou destruindo o raríssimo exemplar do livro “Como treinar seu Dragão“, que pertencia ao pai de Soluço, Stoico, o Imenso. Para que seu pai não descubra mais essa travessura de Banguela e o ameace de exílio da Ilha de Berk, Soluço decide arriscar sua própria vida indo à Biblioteca Pública dos Cabeças-Ocas, que de pública na verdade não tem nada! Ela é muito bem guardada pelo Bibliotecário Cabelo Assustado e suas Fatiadoras de Corações.

Soluço, na companhia de seus inseparáveis amigos Perna de Peixe, cada vez mais medroso e Camicazi, cada vez mais corajosa e valente,e acabam invadindo a Biblioteca com a juda de um Dragão Furtivo, que é invisível. Lá eles irão enfrentar vários perigos e ameaças. Mas nada comparado à admiração de Soluço diante de uma infinidade de livros que ele nem sonhava que existiam.

Nesse sexto livro da série “Como treinar seu Dragão”, a lição que a autora tenta nos passar é sobre a importância dos livros e da leitura em nossas vidas. Achei muito interessante o modo como ela criou essa nova aventura na vida de Soluço.

No final da história, tem um “Dicionário de Dragonês” que é hilário e também “Perfis de Dragões”, descrevendo em detalhes as características e cada espécie, como Cores, Defesas, Habilidades de Caça, Velocidade, etc…

Enfim, o livro é perfeito para crianças, os desenhos são fantásticos. Vou dar de presente de Natal para minha sobrinha de 9 anos o primeiro livro da série, ela é apaixonada por Dragões e tenho certeza que não vai sossegar enquanto não tiver a série toda! Uma ótima dica de presente para criança que adora leitura. Recomendadíssimo!

Mais resenhas em: http://juoliveira.com/cantinho
comentários(0)comente



Flavinha 12/02/2012

Resenha: Guia do Herói para Vencer Dragões Mortais - www.chatadoslivros.blogspot.com
ALERTA SPOILERS!!

Este livrinho da série Como Treinar o seu Dragão foi um presente que minha grande amiga Naka deu de aniversário para o meu filho Gustavo, pra que ele pudesse completar a sua coleção.

Me aproveitando descaradamente do presente do meu filho, é claro eu incluí na minha listinha de leituras né, afinal, eu sou apaixonada pela dupla Soluço e Banguela.

Nesta nova aventura, Soluço tem que dar um jeitinho em mais uma bagunça que Banguela fez. Ele tem que ir até a Biblioteca e roubar um exemplar do livro Como Treinar o Seu Dragão, porque Banguela destruiu o que havia em sua tribo, e seu pai, o temido chefe Stoico, precisa dele para vencer uma aposta que fez contra Berta a Peituda.

Soluço parte escondido nessa jornada com a ajuda de seus amigos Perna de Peixe, Camicaze e os dragões Banguela e Mosca da Tempestade.
Seria um dia normal na vida de Soluço se este não fosse um dia especial, era o seu aniversário de 12 anos, e a única coisa que ele queria era um dia tranquilo.

Infelizmente o seu pedido não foi atendido, e ele teve que enfrentar Dragões Broca, o Bibliotecário maligno Cabelo Assustado e Insensato o Assassino para atingir o seu objetivo.

Este episódio das memórias de Soluço foi meio morno, não foi tão contagiante como as suas outras aventuras. Apenas duas coisas me chamaram a atenção, o tema das bibliotecas serem de acesso proibido e um livro que Soluço encontrou na Biblioteca escrito por um de seus ancestrais, Soluço Espantosicos Strondus II. Sempre me perguntei porque ele tinha esse nome se o seu pai se chama Stoico.

Infelizmente essa minha pergunta não foi respondida neste livro, mas torço pra que ele seja abordado pela autora em breve pra matar a minha curiosidade.

O enredo é fraquinho mas engraçado e as ilustrações dão um toque especial no livro. No final temos um mini dicionário de Dragonês pra que os leitores possam conhecer melhor o idioma que sempre tem grande importância na história.

www.chatadoslivros.blogspot.com
comentários(0)comente



Mylloka 28/03/2012

É aniversário de Soluço, e tudo que ele mais quer é um dia calmo e sem aventuras ou perigos mortais... ele não pode estar mais enganado sobre o que iria acontecer.
No meio de um torneio de roubo entre as tribos das Ladras do Pântano e dos Hollingans Cabeludos. Banguela acaba comendo o trono de Estoico e pior, o livro Como treinar o seu dragão, escrito por Tosco Traste.

Eu achei a história meio fraquinha... não que a historia não seja boa! Praticamente a história inteira se passa na biblioteca. Achei que a autora poderia desenrolar mais o enredo.
comentários(0)comente



Sammy 29/09/2012

Guia Do Herói Para Vencer Dragões Mortais
Posso dizer que me animei novamente com este.

A aventura foi leve, descontraida, novos lugares, novos personagens, uma nova aventura num dia não tão rotineiro. E mais uma vez a amizade, confiança e família estavam em primeiro lugar.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



C. Aguiar @coelhoobrancoo 12/06/2013

Nesse livro Soluço (filho do chefe da tribo dos Hooligans Cabeludos) completará 12 anos, e será seu terceiro aniversário - ele faz aniversário em 29 de fevereiro. Mas, como um dia na vida do jovem viking nunca é normal ... ele terá de lidar com o fato de que seu pequeno dragão Banguela acabou de destruir um livro.
Livro esse que o pai de Soluço usaria para tentar vencer uma aposta entre tribos - eles irão decidir quem é o melhor na arte de roubar.
Será que o pai de Soluço vai vencer a aposta sem o volume do livro Como treinar o seu dragão?

O livro que Banguela acabou destruindo, foi roubado de uma biblioteca assustadora com vários perigos mortais, e agora cabe a Soluço e seus amigos irem na biblioteca roubar a segunda edição para tentar colocar no lugar antes que alguém descubra.
Seria uma tarefa "muito simples" se eles não precisassem roubar um dragão invisível que a mãe da amiga de Soluço roubou, e se o dono do dragão junto com sua tribo assassina e fedorenta não viesse atrás deles.
Juntando tudo isso ao fato de que o protetor da biblioteca é um assassino que tenta a todo custo fatiar os meninos enquanto eles tentam roubar o livro ... talvez, apenas talvez essa aventura fosse fácil. Mas, estamos falando de Soluço, nada é fácil quando ele está envolvido.

Como sempre a autora faz a obra ser incrível. Eu li esse livro muito mais rápido que os anteriores, não achei erros durante a leitura e adorei a história.
A aventura desse volume acontece em apenas um único dia e como sempre, podemos observar várias ilustrações no decorrer da leitura.

site: http://www.seguindoocoelhobrancoo.com.br/
comentários(0)comente



28 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2