O Natal de Poirot

O Natal de Poirot Agatha Christie
Agatha Christie




Resenhas - O Natal de Poirot


173 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Thainá Almeida 06/04/2019

Um Natal não muito abençoado...
E um livro também não tanto abençoado quanto as outras obras da autora, principalmente dentro das que envolvem Hercule Poirot. Chego a dizer que foi um dos livros mais enfadonhos que li pertencentes à Rainha do crime, uma história longa, arrastada e com um final dedutível, mas talvez demasiado mirabolante.
comentários(0)comente



cadalivroqueleio 07/03/2019

@cadalivroqueleio
Confesso que não era muito fã dos livros da Agatha Christie, mas esse livro estava na estante faz um tempinho. Resolvi dar uma chance e devo admitir que achei a trama sagaz, inteligente e cheia de pequenas surpresas! O final foi longe de tudo que imaginei durante a leitura! Gostei bastante!
A história gira em torno dos dias 22 a 28 de dezembro, no Natal da família Lee. O patriarca é morto de forma brutal e inexplicável e é aí que o famoso detetive Hercule Poirot entra em cena para desvendar esse crime. A narrativa é basicamente composta de diálogos e acho que era esse meu problema com as obras da autora. A sensação é que falta uma maior ambientação e contexto, ou até mais riqueza na história.
Os personagens por outro lado, são repletos de detalhes. Absolutamente tudo que está escrito, até mesmo as características da personalidade, se tornam uma pista para desvendar o mistério no final. O meu exemplar ficou completamente sublinhado e cheio de anotações e de todas as suposições que fiz durante a leitura, acertei apenas uma! hahaha.
Esse é um ótimo livro para sair de uma ressaca literária ou para ler entre outras obras mais difíceis, por ser descomplicado, objetivo e envolvente. O único ponto negativo da minha edição é a falta de tradução para frases em francês que Poirot fala constantemente. Fora isso, é um ótimo livro!

site: https://www.instagram.com/p/BueOQcpAB8G/
comentários(0)comente



Felps 21/02/2019

Empolgante
O livro é encantador. A história é vibrante logo de cara, os personagens são bens descritos. O desenrolar dos acontecimentos surpreendem e o final é quase inimaginável.
comentários(0)comente



Renata.Lima 25/01/2019

Adorei!
Simeon Lee é um homem idoso, frio e rude. Convida todos os seus filhos para passar o natal com ele. No entanto, os irmãos são desunidos e não se entendem bem. Simeon guarda em sua casa diamantes que ele "coletou" quando jovem. Ele é assassinado e a autoria de sua morte será investigada por um superintendente de polícia, um chefe de polícia e um detetive (Hercule Poirot). Agora cabe a eles solucionar o crime.
Achei o livro muito interessante, instigante e difícil de largar. Recomendo a leitura para quem gosta do gênero policial e espera uma trama inteligente e atemporal.
comentários(0)comente



Feeh | @prodiaflorir 19/01/2019

O crime sangrento perfeito.
~ Em O Natal de Poirot, a família Lee é reunida novamente após 20 anos, a pedido do velho tirânico Simeon, pai de todos os Lee. Irmãos que não tinham mais contato, então, se reencontram, e odeiam isso. Uma sobrinha, até então desconhecida, também é convidada do velho. Um rapaz completamente aleatório também chega para o feriado. Praticamente todos têm algum problema em relação a essa reunião, seja outra pessoa, seja a casa assustadora. Ou, o mais provável, estar de volta na presença de Simeon, que deu motivo para todos seus filhos o odiarem.
?
A casa fica repleta e o velho extremamente rico, que não deixa de infernizar os outros mesmo sem poder sair de sua cadeira, promete que será um natal único. Irmãos e suas esposas, sobrinha, e até criados da casa, estão todos reunidos num ambiente cheio de tensão. Numa tarde, o velho chama todos para seu quarto e diz que vai mudar seu testamento, gerando ainda mais caos (de propósito). Já pela noite, na tentativa de relaxar após o jantar, todos se assustam com um barulho ensurdecedor de móveis caindo, coisas quebrando e um grito, um grito terrível. Um assassinato brutal ocorreu e leva todos ao desespero.
??
Poirot, então, que estava passando o natal num vilarejo perto, sabe do ocorrido e surge em cena: sua missão é descobrir quem foi o autor de algo tão terrível. Ele chega na casa e, ao invés de encontrar luto, vê desconfiança entre todos. Estuda o caso e vê que essa investigação vai ser bem difícil. Afinal, todo mundo ali tinha um motivo para desejar a morte do velho... ?
?@prodiaflorir ??
?
comentários(0)comente



Jess 16/01/2019

Em pleno Natal um assassinato marca as comemorações da família Lee. O seu patriarca, Simeon Lee, é encontrado morto em seu quarto tendo como suspeito seus filhos, suas noras, sua neta e seus empregados. Para resolver o mistério, o detetive Hercule Poirot (famoso para os leitores de Agatha) busca pistas e fatos de maneira nada convencional.

Primeiro livro da Agatha Christine que leio, e adorei. Não é atoa que seu nome popular é a rainha do crime, seus personagens são cheios de personalidade e cada um tem um motivo para querer o velho Lee morto, sua escrita é leve e instiga os leitores a querer ler mais e junto com Poirot desvendar esse mistério.
comentários(0)comente



Juninho 06/01/2019

Romance Policial
O livro mostra a história de um detetive que soluciona a história de um crime familiar cujo o bandido tava na própria família
comentários(0)comente



Lara.Tenorio 03/01/2019

Surpreendente Agatha!
Bem no estilo Agatha Christie de escrever, esse livro envolve mistério e sentimentos passionais entre os personagens, com uma resolução de caso de assassinato surpreendente!
comentários(0)comente



Lilian_89 01/01/2019

Melhor livro da Agatha Christie que já li
O Natal, uma época de amor e perdão. Não nesse maravilhoso livro de Agatha Christie, onde um assassinato assombroso tem lugar em uma inesperada reunião familiar de Natal.
Um velho idoso, nada agradável, resolve reunir seus filhos e uma neta para o Natal, engana-se quem pensa que ele deseja perdão e conciliação, seu desejo é perverso, quer se divertir enquanto vê o "circo pegar fogo". Em uma confusão de filhos, noras, netas e amigos, o patriarca da família é assassinado e surgem então a figura do grande detetive Poirot e a polícia do condado, que buscam a partir de análises do ambiente e da vida de todos os presentes elucidar o crime e prender o criminoso.
Um livro absolutamente fenomenal, impossível parar de ler, uma escrita muito envolvente que te faz especular junto aos investigadores mas ao final descobrir que o assassino não era nem de longe quem se esperava que fosse.
Excelente leitura, recomendo demais.
comentários(0)comente



Nicholas 01/01/2019

Mais um caso magistral de Agatha Christie, O Natal de Poirot traz o assassinato brutal do pai de uma família na véspera de natal, causando suspeitas entre os irmãos e convidados. O detetive Hercule Poirot é então convidado a descobrir o assassino.

É incrível como a autora nos apresenta todas as personagens de forma que reconhecemos tão bem quanto o próprio investigador suas personalidades e motivações, enquanto ainda assim duvidamos das reais intenções de todos os presentes.

Graças a uma ótima construção da história, todos parecem suspeitos do crime, mas mesmo assim a revelação pode surpreender, à medida que acompanhamos a investigação de Poirot e do superintendente da polícia.
comentários(0)comente



Amy 28/12/2018

Muito bom!!!
É o primeiro livro que leio da Agatha Christie e devo confessar que me conquistou. A escrita é muito boa, muito bem narrado, o Poirot é bem inteligente (uma característica obrigatória para quem trabalha com investigação) ótimos personagens.

Eu achava que iria dar 5 estrelas, pois o livro me prendeu do começo até quase o final. Porém o desfecho da história não foi tão cativante. Mesmo assim, é um livro que merece ser bem votado e lido por todo leitor que deseja embarcar no gênero policial/investigação.

Merece 4,5/5?
comentários(0)comente



Suellen vieira 20/12/2018

O Natal de Porit
Bom o segundo livro que li de Agatha Cristina e gostei mais do que o primeiro livro que li que foi: Assassinato no Expresso Oriente", gostei mais da forma em que a historia do assassinato foi conduzida, a forma como o detetive investiga o caso e também especialmente da revelação de quem era o assassino. Em termos de estrutura os dois livros são iguais: Na primeira parte ha apresentação dos personagens, nesse caso a familia Lee, composto por pai e 4 filhos e uma sobrinha: O Pai Simon Lee que morre assassinado, antes disso decidir reunir a família toda para passar o natal juntos e ai começa os conflitos; Albert Lee, tipico filho babão que nem gosta do pai, mas que vive a sua custa pra pegar a sua parte na herança, no caso uma parte bastante grande; George Lee que so pensa em dinheiro em como te- lo e sua esposa que so pensa em gastar; David Lee que depois da morte da mãe, culpa o pai e rompe com ele, mas devido a um pedido de sua esposa revolver passar o natal com o pai e rever seus irmãos depois de muito tempo e Harry o sonhador, que ganhar a vida na arte, não se interessa pelo patrimônio da família e por ultima uma sobrinha que vira a preferida de Simon Lee, nesse contexto a historia desenrola.
A segunda parte do livro, acontece depois do crime e condução da investigação do caso, com entrevistas dos suspeitos e hipóteses nos sendo mostradas, para que possamos nos mesmos tentar descobrir quem era o assassino e por ultimo a terceira parte a revelação do criminoso e como Hercule Poirit e como ele chegou a essa conclusão.
Nesse livro tive os meus suspeitos, mas acabei me surpreendendo com a verdadeira indenidade do autor do crime.
comentários(0)comente



Felipe 17/12/2018

Mais um caso brilhante de Poirot
Nota: 4.0

Em "O natal de Poirot", o detetive belga brilha mais uma vez. Na trama, o patriarca da família Lee, o milionário Simeon Lee, é assassinado de forma sangrenta. Então, cabe a Poirot solucionar o caso.

Esse, estando entre os melhores da rainha do crime (e de Poirot), não foge à regra: não dá para parar de ler - a história te envolve da primeira à última linha. Além disso, os personagens são muito bem desenvolvidos.

O clima da narrativa, a meu ver, poderia ser mais tenso; ou seja, poderia trazer ao leitor mais emoções como inquietação. E a solução, embora mirabolante, é satisfatória, mas talvez não tão surpreendente para quem já leu uma quantidade boa de livros de Agatha.

Entretanto, de modo geral, essa é uma ótima história. Foi uma experiência incrível lê-la na época do Natal.
comentários(0)comente



Jora.Fernandes 06/12/2018

Muito bom. Descobri quem era o assassino um pouco antes do final, mas os detalhes e nuances da história são ímpares. Agatha quase nunca me decepcionar.
Nessa história, Poirot deixa claro o tempo todo que conhecer o morto era a chave para solucionar o mistério. Lendo com atenção as pistas que a autora deixa durante o livro, a leitura se torna prazerosa em dobro: você se diverte brincando de detetive e "ouvindo" uma história interessante de um narrador envolvente.
Suellen vieira 20/12/2018minha estante
qual o segredo pra descobrir o assassino? nunca consigo descobrir os assassinos dos livros policiais




Dani 08/11/2018

Só amor
Eu estou em uma ressaca literária já faz um tempo, tenho procrastinado bastante e não sei o porquê peguei esse livro e comecei a ler. Foi a melhor coisa que fiz. O mistério, o suspense, a morte me fez sair da zona de conforto com os livros leves que eu estava lendo para começar a pensar e descobrir quem era o assassino. Foi o primeiro livro que eu li da Agatha é foi uma bela surpresa, a história te prende e os personagens são bem escritos, uma pena que eu não acertei quem era o assassino rs
comentários(0)comente



173 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |