O Romance de Tristão e Isolda

O Romance de Tristão e Isolda Joseph Bédier




Resenhas - O Romance de Tristão e Isolda


11 encontrados | exibindo 1 a 11


Ruanne 02/07/2017

Adorável e singelo
comentários(0)comente



sylviarekin 23/02/2017

Meu romance favorito
É a tragédia arturiana que traz a literatura medieval um primor que faz lembrar-nos dos desamores gregos
comentários(0)comente



Luisa Amélia 23/04/2016

.
Não importa em qual estágio da minha vida eu leia ou releia esse livro, ele sempre se encaixa ao contexto que estou vivendo.
Tanta poesia tocante, delicada, cheia de rimas transbordado amor, aflição e lealdade.

Não à toa é meu livro preferido.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Alaerte 19/07/2013

O temido Tristão recebeu este nome, pois sua mãe estava em profunda tristeza no momento de seu nascimento, pelo fato de seu marido ter morrido.

Com a descoberta que o Rei Marc era seu tio, e ele precisando casar por pressão dos barões, em busca da dona do fio de cabelo loiro trazido por um pássaro, foi ao encontro de Isolda, a Loura. Após matar o dragão, recebeu o direito de levar Isolda para o Rei Marc, mas neste caminho, ambos tomaram a poção do amor, que foi dada pela mãe de Isolda para ela e o rei Marc tomasse, mas com este imprevisto inicia o romance proibido de Tristão e Isolda.

O final é surpreendente, emocionante e ao mesmo tempo triste.

Vale a pena ler este clássico.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Vitor 11/07/2013

Tristão e Isolda, Amor e Morte
Eu comprei esse livro a uns três anos, e só agora resolvi lê-lo. Comecei num domingo e terminei na terça. A leitura é rápida, mesmo que seja a escrita/fala medieval. O livro parece um pouco com a escrita de Lewis e Tolkien, o autor "conversa" com a gente (como vocês podem ver na sinopse).
Vou falar rapidamente do livro, uma vez que ele é pequeno e se eu fizer uma resenha grande, conto o livro todo, rs. Tristão tem seus pais assassinados, que eram rei e rainha de Loonnois, e seu tio rei Marc das Cornualhas o cria como sendo um filho seu. Tristão é um excelente guerreiro e luta contra um "invasor" pela vida dos jovens das Cornualhas, acaba ferido e quando está quase morrendo pede ao seu tio para colocá-lo em uma nau e deixar que o mar o leve. O rei Marc realiza o desejo de Tristão, por um tempo Tristão navega em rumo, até chegar à Irlanda, onde conhece Isolda, a Loura.
Depois de curado, volta às Cornualhas. E como todo livro de romance tem que ter alguém contra o personagem principal, quatro barões nunca gostaram de Tristão dizem que ele reviveu por ser um feiticeiro. A partir daí a história começa a tomar rumos diferentes do previsto. Não vou falar mais nada senão conto o livro. Gostei de ter lido, pena que não o tenha feito quando comprei. Recomendo (para quem quiser ter uma experiência de ler um livro medieval).

site: http://guardiaodamuralha.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Janaína 10/07/2013

"Antes de Romeu e Julieta houve Tristão e Isolda"

Um valente cavaleiro ... uma bela princesa ... uma trágica estória de amor!!

Nesta lenda medieval de origem celta o rei da Irlanda oferece sua filha Isolda, a Loura, a quem conseguir matar o dragão que atormenta o seu reino. O fiel cavaleiro Tristão sai vitorioso e conquista a jovem princesa para seu tio Marc, rei das Cornualhas.

No caminho de volta, Tristão e Isolda tomam acidentalmente uma poção mágica e ficam perdidamente apaixonados. Esta poção fora confiada aos cuidados de Brangien pela mãe de Isolda e deveria ser tomada pela princesa e pelo rei Marc na noite de núpcias: "os que a bebessem juntos amar-se-iam com todos os seus sentidos e com todo o seu pensamento, para sempre, na vida e na morte."

Fadados a viver separados, o romance de Tristão e Isolda se transformará em uma das mais belas e intensas descrições do verdadeiro amor.
comentários(0)comente



Bina 28/08/2010

Triste
Este livro foi um dos mais tristes que já li. É um romance por acaso que envolve personagens paralelos em ambientes favoráveis. Era muito nova quando li, e me lembro que chorei muito por não me conformar com a Isolda das mãos brancas fazer o que fez. A história foi muito bem escrita e de grande imaginação do autor, pois pensou em detalhes aparentemente irrelevantes que ao decorrer da leitura nos é de extrema importância para a compreensão da mesma.
Janaína 12/07/2013minha estante
Nossa, que raiva da Isolda das Mãos Brancas!!
Também não me conformei com o que ela fez. Pura maldade.




Liz 13/08/2010

Emocionante
Na minha opinião é melhor que Romeu e Julieta, embora os dois sejam parecidos em alguns aspectos.
É emocionante e apaixonante...
Mas eu gostaria que eles se amassem expontâneamente, e não por uma poção...
Mas mesmo assim é lindo, e é incrivel como Shakespeare adorava finais trágicos!
comentários(0)comente



Fran 10/03/2009

Emocionante!
Foi meu primeiro romance aos 12 anos... emocionante.
Linda história de amor!
comentários(0)comente



11 encontrados | exibindo 1 a 11