Quando Ela Se Foi

Quando Ela Se Foi Harlan Coben




Resenhas - Quando Ela Se Foi


253 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Tami 31/07/2020

Um pouco decepcionante
Eu gosto muito do Harlan Coben, porém os livros até agora que Li que são histórias independentes se mostraram muito melhores do que essa série do Muro Bolitar, não conseguir me conectar com as personagens, achei o livro com passagens muito machistas, tive que lá mais da metade do livro pra realmente sentir o suspense, só ficou interessante no final!!
rittasantana 31/07/2020minha estante
os primeiros que li dele eram muito bons, mas os 2 últimos (o último inclusive dessa série) não prenderam muito, suspenses fracos :(


Tami 31/07/2020minha estante
Essa série eu não tô lendo na ordem rs, mas não sei se isso influi ou não, mas não consegui gostar do Myron e um ranço sem tamanho pelo Win kk eu gostei mais dos livros que são independentes




spoiler visualizar
Marcelle 16/08/2011minha estante
Win é realmente óteeemo!!!


duduzets 29/09/2011minha estante
Exatamente, por isso que achei esse livro bem sonso! .. Pega o livro O INOCENTE, tenho certeza que vai gostar!!


James 07/10/2012minha estante
Este é o primeiro livro que leio do Harlan e concordo com você. Gostei bastante de Myron, Win, e achei o personagem (secundário) Berleand, o agente francês ótimo, mas, pra mim, o final foi meio sem graça. Os momentos finais antes do desfecho são eletrizantes, mas o fim em si me decepcionou. Espero que o próximo que irei ler, Alta Tensão, supere.


Angelica 02/05/2014minha estante
o meu obetivo agr é ler todos os livro de harlan, desde da primeira vez que peguei em um livro dele, apaixonei, autor incrível...


MarioLuiz 29/12/2015minha estante
Faltam só dois livros dele para ler, e o que é melhor li os na sequencia só inverti os Mike Bolitar, que deveria ter lido depois dos de Miron Bolitar, e ficou faltando o 7° que não foi publicado em português e amanhã vou ler o último da serie Miron o 10° Alta Tensão e então não restará mais nenhum para ler, os que são livros avulso, fora das serie do tio e sobrinho tambem já li todos, então ficará aquela sensação de quero mais. Uma pena, espero que Harlan Coben lance mais livros.




Ju 20/03/2012

Quando ela se foi
Harlan Coben é um fenômeno dos romances policiais.
Ele tem o dom de te prender ao livro, e é impossível não terminar de lê-lo quando já foi dada largada a leitura.
Na França o autor é tido como “o mestre das noites em claro”, e com total razão, a leitura é extremamente viciante.

Nesse livro, nosso personagem principal é um caso a parte, Myron Bolitar é um ex-jogador de basquete que teria tido um futuro brilhante no esporte caso não tivesse lesionado o joelho. Tragédias a parte, Myron é uma estrela, que viu no insucesso a oportunidade de se tornar agente de atletas e posteriormente de celebridades.
Dotado de um senso de humor fora do comum, com tiradas do tipo “eu a amei e ela amassou meu coração como se fosse um copinho descartavél”, ele dá um toque de humor a história.

Porém, é impossível falar do Myron sem citar seu fiel amigo Win (que na verdade se chama Windsor Horne Lockwood III). Acredito eu, que as missões de Myron não teriam sucesso se não fosse a ajuda que ele recebe do amigo.
Win é poooodre de rico, loiro, alto, olhos claros, um esnobe de carteirinha, um típico sangue azul, mas engana-se quem pensa que Win por ser esnobe é fresco, Win é um justiceiro solitário, barra pesada mesmo, que tem o hábito de viajar e sair na calada da noite só pra dar cabo á vida daqueles que causam desordem e medo nas pessoas.
Myron é a típica pessoa boazinha, que faz o que tem que ser feito e não consegue se manter longe de encrencas, e é Win que o salva, ou seja, cruzar o caminho de seu melhor amigo é assinar o próprio atestado de óbito, pq Win mata sem dó nem piedade (mas somente se for necessário, ele não é sádico).
Win é tãooo esnobe, tão refinado que até para atender o telefone demonstra o quão superior é, falar alô é para os fracos, ao atender o telefone ele fala “Articule”, e eu morri de rir com isso, aliás, só atendo o telefone assim agora!
Win nunca foi casado, nunca se apaixonou, e é um mulherengo de carteirinha, daqueles que fazem sexo por fazer, sem envolvimento, sem sentimento nenhum. Desconfio eu que ele deva ter sofrido por alguém no passado, mas isso nunca foi mencionado.

E finalmente temos Terese, uma ex jornalista de sucesso, alta, magra, esguia, que é dona de uma postura altiva e elegante, que há oito anos teve um pequeno “relacionamento” com Myron, e que agora precisa de sua ajuda, já que como agente de celebridades ele atua como detetive, e acima disso tudo, é uma pessoa de extrema confiança de Terese – mesmo não o vendo há muitos anos.

O livro só perde a tensão quando Win faz alguma piadinha infame (toda vez que vou falar alguma coisa que tenha a palavra me, eu acabo pensando num trocadilho pq o bendito “Mee” não sai da cabeça), ou quando Myron tem alguma tirada digna de risada, ou seja, o livro é 98% do tempo tenso – como todos os livros do Harlan neh?

O livro começa falando sobre o assassinato de Rick Collins, a possibilidade da filha do casal – morta há dez anos – estar viva, afinal, na cena do crime foi encontrado sangue e fios de cabelos loiros compatíveis com o DNA de Rick e Terese, e depois a coisa envereda pro lado do terrorismo internacional, planejado através da genética e células embrionárias, de um modo que realmente te deixa com a pulga atrás da orelha, pq sim, as possibilidades do livro existem.
Mas em meio disso a essas condições extremamente adversas temos o surgimento do amor.

Não vou falar do final, mas esse te deixa com gostinho de quero mais, e ainda bem que temos outro livro do Myron na sequência.

Recomendo de olhos fechados praquelas pessoas que adoram um suspense policial, aventura policial, pra quem gosta daquele friozinho na barriga enquanto vira as páginas, porém, com uma advertência, o livro vicia, você pode perder horas preciosas do seu tempo, tudo para matar a curiosidade em saber o que acontece depois e depois e depois.

Agora, é torcer para que Harlan crie bastante continuações para Myron e Win, pq se tem uma coisa que me encanta nos livros do Harlen é a escrita fácil, leve, com personagens que chegam a ser reais de tão humanos. Quem gosta de Dan Brown vai se identificar muito com o Harlen, pq embora os temas não sejam parecidos, a leveza e clareza da escrita é muito semelhante.

Tai Salviano 04/04/2012minha estante
Gostei muito da sua resenha, mesmo! Ainda não li o livro, chega amanhã, mas provavelmente o irei devorar nesse feriadão. Gostei do fato de você não ter se prendido à trama da história, e sim nos personagens. Ai dá aquela vontadezinha de saber mais sobre eles, sem criar muitas expectativas em cima do enredo. Parabéns! ;3


Ju 20/04/2012minha estante
Taah, tenho certeza que quando vc ler a última página do livro vai ficar de boca aberta! Vale muito a pena sim. Os personagens dele sempre são bem construídos e necessários, enfim, vc irá gostar muito! Isso se já não leu neh?
=)


Beatriz Lira 19/12/2012minha estante
Amei, essa livro é sem dúvidas espetacular!


Elisa.Gregory 29/05/2020minha estante
Eu falo que foi um dos melhores livros que já li.




Wilza 22/05/2020

Como todos os outros livros da saga Bolitar, é excelente, me surpreendeu por certos acontecimentos, não poderia ser diferente sendo escrito por Coben.
Lirieudo 23/05/2020minha estante
Sou doido por começar as séries do Harlan. Até agora li apenas os livros avulsos e sempre me impressionam.


Wilza 24/05/2020minha estante
Eu conheci Harlan pela série Safe da Netflix, descobri que ela era escritor e já fui atrás dos livros dele, comecei pelos de Myron Bolitar e gostei bastante, espero que comece logo e lhe agrade como os avulsos.




Paulo 25/03/2021

Venho me dando muito bem com os livros do autor, gostei bastante da história, direta, e te prende do início ao fim, o relacionamento entre o Win e o Myrion é espetacular.
comentários(0)comente



Giuh 11/05/2021

O livro é bom !?
O que acontece na história é inesperado, vc fica surpreso a cada página
comentários(0)comente



Georgia 04/04/2021

Quando ela se foi
O verdadeiro enredo do livro foi tratado de forma superficial, conveniente demais, do meio para o fim. Até então, vários fatos desnecessários e também mal trabalhados (o antigo relacionamento dele, por ex) tomaram a cena. Apesar disso, o livro é fluido e entretém. Algumas falas machistas também me incomodaram.
comentários(0)comente



Yasmin 28/10/2011

Inacreditável

A história dessa vez traz Myron Bolitar, personagem de sucesso presente em sete livros de Harlan. No entanto esse foi o primeiro livro que li com ele de protagonista. No começo não gostei muito dele não. O livro é narrado por ele e estava achando muito, como dizer, não é bem masculino a palavra, mas por aí dá para entender, porém o livro me ganhou com o ritmo e as perguntas lançadas.

Um telefonema 9 anos depois e Myron embarca para Paris. Logo na chegada ele se depara com problemas e percebe que Terese está envolvida em algo muito maior. Levado por Berland, um policial francês para prestar depoimento eles descobrem que Rick estava investigando uma instituição religiosa radical e por isso foi morto. O mais assustador é quando Myron vê com os caras que tentam sequestrá-lo uma moça idêntica a Terese, a filha dela morta 10 anos atrás. Mas como? Essa e diversas outras perguntas e acontecimentos nos leva a crer em algo muito diferente do que acontece. A trama construída por Harlan é impressionante. A história deixa você de queixo com aquele fim.

Continue Lendo: http://cultivandoaleitura.blogspot.com/2011/10/resenha-quando-ela-se-foi.html

comentários(0)comente



Thayane Andrade 17/04/2021

Gostei da história desse, da metade para o final prendeu bastante a minha atenção. Recomendo a leitura.
comentários(0)comente



Neila 17/04/2021

Quando ela se foi.
Thriller policial muito bom, cheio de emoções e reviravoltas! Myron recebe um telefonema de uma ex namorada de madrugada, chamando o para se encontrar com ela em Paris. O ex marido dela foi assassinado e perto dele foram encontrados fios de cabelo e sangue, que de acordo com os resultados de DNA, poderia ser a filha deles que havia morrido há alguns anos. E agora? Quem matou Rick ( o ex marido)? Terese também corre perigo? A filha dela ainda vive? Mais um caso intrigante para Myron Bolitar resolver!
comentários(0)comente



Fernanda 17/12/2020

"Bem-vinda a Pé na Bunda. População: você".

Boa história de Myron Bolitar e amigos. Eu ~Mee~ amarro no Win rs.
comentários(0)comente



Beatriz Gosmin 12/04/2012

Resenha por Beatriz Gosmin - www.livroseatitudes.com.br
- “Uma vez eliminado o impossível, o que sobra, por mais improvável que pareça, deve ser a verdade” – falei.
- Sir Arthur Conan Doyle – disse Mario.
- Exatamente.
- Você está disposto a ir tão longe assim, Bolitar?
- Até onde for preciso.


Como eu nunca tinha lido nenhum livro do Harlan, não sabia o que esperar de “Quando ela se foi”, mas, assim que comecei a lê-lo, não consegui mais parar. Ele possui na medida certa características fundamentais para que um livro seja dado como bom: suspense, mistério, romance e claro, alguns momentos divertidos e hilários. Por isso eu digo: o livro é viciante.

O livro é uma história de Myron Bolitar, o personagem central que narra o livro em 1ª pessoa e que já protagonizou em outros livros do autor. Pude perceber isso de acordo com as menções que ele fazia ao passado, de como ele citava fatos que ocorreram em ‘outro tempo’ e do modo como alguns personagens já estavam totalmente formados, extinguindo assim, algumas apresentações mais detalhadas. Mas isso não é nada que interfira diretamente na história, o leitor pode compreender totalmente o que o livro quer passar mesmo sem ter lido as aventuras anteriores do intrigante Bolitar (que é o meu caso).

Após receber um misterioso telefonema de Terese Collins - uma mulher com quem ele fugira para uma ilha há dez anos - com um simples, mas urgente “Venha para Paris”, Myron não entende o por quê desta ligação repentina e hesita em ir. Mas, após levar um ‘pé na bunda’ de sua namorada Ali, Myron resolve seguir rumo à cidade da luz.

Junto de seu melhor amigo Win – um cara machão e muito rico – Mayron resolve ajudar Terese a desvendar o mistério que ela lhe havia apresentado: seu ex-marido ligara pedindo a ela que fosse para Paris, pois iria fazer uma revelação que mudaria sua vida para sempre. Mas, como ele simplesmente não apareceu, ela ligou para que Mayron viesse ajudá-la a entender o ocorrido.
Descobrindo-se então que Rick Collins fora assassinado e na cena do crime se encontrava sangue e fios louros de sua filha com Terese que supostamente morrera em um acidente de carro há dez anos, o mistério começa a ficar cada vez mais profundo.

Mayron se vê em uma busca por respostas que o faz rodar pelo mundo todo, sendo muitas vezes perseguido e envolvendo-se constantemente em brigas entre outros afins.

- Você tem complexo de herói – disse ela.
- Tenho, é? Mentira.
- Por causa disso você às vezes se arrisca às cegas. E é sempre melhor saber para onde se está indo.


O livro possui uma narrativa que te prende de uma maneira muito boa, cada página tem algo que te estimula a ler a próxima e assim por diante, fazendo a leitura fluir automaticamente.

Desde o começo não fui com a cara da Terese, achei ela meio ‘só existo porque o caso tem haver com a minha vida’ e nada mais. Ela é sem sal, sei lá. Ao contrário, gostei demais do Win - apesar de desaprovar a maioria dos seus pensamentos. O que me fez gostar dele foi o seu lado sarcástico, em vários momentos me vi rindo sozinha para as páginas das coisas que ele falava.

O livro em si é extremamente complexo, são muitas as coisas que se interligam e que deixam o leitor maluco querendo saber as respostas que por sinal, só são reveladas nos nos últimos capítulos.
Gostei demais da narrativa e do contexto da história, com certeza irei ler outros títulos do autor.

> Muito mais que indicada a leitura deste livro!


Beijos,
Bia
Sawa 12/04/2012minha estante
Olá,
Acabo de ler quebra de confiança, e como faz um tempo q li qdo ela se foi me esqueci de algns detalhes...
Se puder me ajudar ficarei grata ;)
Nao me lembro se cita o verdadeiro pq de myron ter ido p ilha com terese, seria o fim de um relacinamento com um antigo amor?

Tks.. Bjs


Beatriz Gosmin 12/04/2012minha estante
Sawa: sim, ela e ele meio que haviam tido decepções amorozas e então resolveram 'curar as mágoas' um com o outro na ilha. :D

Beijão!


Sawa 12/04/2012minha estante
Ah sim sim obrigada !!!
Comecei a ler os livros aleatoriamente e as vezes me perco um pouco nos detalhes


Beatriz Gosmin 13/04/2012minha estante
Também comecei aleatoriamente, mas já li o primeiro onde há o personagem Myron Bolitar. :D

Harlan Coben é demais! ;D


bia 01/09/2012minha estante
Eu peguei este livro por acaso e comecei a ler. Simplesmente me apaixonei, Harlan Coben consegue prender todos os leitores com uma história emocionante. Jamais esperava um final como esse para o livro, foi empolgante, de tirar o folêgo. Tudo muda nas últimas páginas, isso é o mais legal. Com certeza, todos deveriam ler.


Beatriz Gosmin 03/09/2012minha estante
Oi Bia!
O autor é incrível mesmo, te prende, e no final surpreende!!!

Comecei a gostar de livros policiais com ele. :D

Beijos!


PolyFlores 11/09/2012minha estante
Pode me dizer a ordem dos livros com Myron lançados aqui no Brasil? Bjs.


Beatriz Gosmin 12/09/2012minha estante
Poly, é essa:

1) Quebra de confiança (Deal breaker)
2) Jogada mortal (Drop shot)
3) Fade away
4) Back spin
5) One false move
6) The final detail
7) Darkest fear
8) A promessa (Título original:Promise me) lançando pela ARX
9) Quando ela se foi (Título original: Long lost)
10) Alta tensão (Título original: Live wire)


Os em inglês ainda não foram lançados. Espero que tenha ajudado. Beijos!


Andreia Martins 22/11/2012minha estante
Esse foi o primeiro livro do Harlan que li. Adorei a maneira como ele escreve, depois desse livro comecei a ler a Série Myron Bolitar.


Douglas.Scheffler 23/09/2015minha estante
Oi, conhece outro livro do harlan coben que tenha o Win como personagem ?




Gaby 28/08/2020

Muito bom
Mais uma surpreende história na vida de Myron Bolitar. Adoro os livros de Harlan Coben.
comentários(0)comente



Manu 15/04/2021

9° livro da série Myron Bolitar. Achei esse melhor que outro livro da série Volta para Casa.
Achei essa história mais dinâmica e mais interessante.
Myron Bolitar recebe um chamado da amiga Terese para que ele vá para Paris ajudá-la.
Myron vai para Paris e contando com o auxílio do amigo Win.
O que começa numa tentativa de localizar o ex marido de Terese, os leva a uma trama internacional que envolve terroristas e segredos que serão desvendados ao longo da história.
comentários(0)comente



253 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |